Atenção: comunicado oficial da Portas Abertas

quarta-feira, agosto 27, 2014

Mensagem que tem circulado por aplicativos de celular e redes sociais, em nome da Portas Abertas, sobre cristãos em iminente perigo de serem decapitados, não procede.

Nos últimos dias, tem circulado um texto nas redes sociais e mensagens no celular, em nome da Portas Abertas, sobre cristãos no Iraque em iminente perigo de serem decapitados. Esta informação não procede da Portas Abertas e ainda não há a confirmação desse fato junto aos nossos contatos no Iraque. 
Não é o objetivo da Portas Abertas, de forma alguma, subestimar a extensão do horror que cristãos do Iraque estão enfrentando, assim como outras minorias, nas mãos do Estado Islâmico. Porém, espalhar boatos como este não ajuda a causa.
As últimas informações sobre o que está acontecendo em áreas como o Iraque e a Síria podem ser encontradas no site da Portas Abertas e outros canais oficiais da organização como o facebook, o twitter, o instagram e e-mail. Até o momento, a Portas Abertas não utiliza mensagens de texto para divulgar informações.
Este último fato, porém, não minimiza a necessidade urgente de oração pelo Iraque. Continue a orar por nossos irmãos iraquianos. A situação da comunidade cristã no país é realmente crítica e, para muitos, tudo o que lhes resta é a sua fé. Fortaleça-os através da sua intercessão.
Fonte:www.portasabertas.org.br

Portas Abertas realiza um dia de oração pelo Iraque

terça-feira, agosto 26, 2014

Casas de cristãos foram marcadas com o símbolo N como um sinal da fé de seus ocupantes.

No último sábado (23), a Portas Abertas Brasil se uniu a outras bases e cristãos ao redor do mundo para orar pelo Iraque.  
Os cristãos daquele país estão enfrentando severa perseguição, muitos têm fugido de suas cidades e vilas desde que o grupo extremista Estado Islâmico (EI – anteriormente conhecido como ISIS) tem, cada vez mais, tomado o controle de áreas no norte e oeste do país. O objetivo do EI é bastante claro: eles querem fazer do Iraque um Estado islâmico, governado estritamente pela sharia (lei islâmica). 
A cidade de Mosul está agora vazia de cristãos. Casas de cristãos foram marcadas com o símbolo N (de Nazareno, ou cristão, em árabe) como um sinal da fé de seus ocupantes. Membros do EI mandam os cristãos saírem, se converter ao islamismo, pagar um imposto de proteção ou morrer. Em 8 de agosto, chegaram notícias de que a cidade de Qaraqosh – maior cidade cristã do Iraque – também foi dominada pelo EI, juntamente com uma série de outras cidades, forçando milhares de cristãos a fugir. Mais uma vez, um grande número de cristãos teve de deixar tudo para trás, lutando para sobreviver.
Fonte:http://www.cpadnews.com.br/

Eu sirvo um Deus fiel´, declara médico curado do Ebola

segunda-feira, agosto 25, 2014

Em coletiva de imprensa, o médico Kent Brantly louva a Deus por sua cura do Ebola.

Diante da morte de 1.350 pessoas (576 na Libéria, 396 na Guiné e 374 em Serra Leoa), segundo o último balanço da Organização Mundial da Saúde (OMS), publicado nesta segunda feira (18), dois missionários americanos foram curados da doença causada pelo vírus Ebola. O doutor Kent Brantly, de 33 anos, e a missionária Nancy Writebol, de 60, que contraíram  a doença ao cuidar de doentes na capital da Libéria, Moróvia, deixaram nesta quinta-feira (21) o hospital completamente curados. "Eles se recuperaram, e  podem voltar para sua familília e vida sem preocupações", disse Bruce Ribner, diretor da unidade de doenças infecciosas do hospital Emory.
"Hoje é um dia milagroso", comemora o médico, Kent Brantly, em uma coletiva de imprensa que aconteceu hoje, após receber alta. Brantly fez um agradecimento especial pelo apoio que recebeu da organização humanitária cristã Samaritan's Purse, da qual fez parte, auxiliando os afetados pela doença. "Acima de tudo, sou eternamente grato a Deus por ter poupado a minha vida".
A missionária Nancy Writebol, que já tinha tido alta na terça-feira (19), ainda está com a saúde fragilizada e se mantém em repouso, de acordo com seu marido David Writebol. Ela está se sentindo muito encorajada de saber que tantas pessoas ao redor do mundo estão orando por sua saúde”, declara David.
Sobre Nancy, o médico Kent Brantly declarou: "Quando ela saiu do quarto de isolamento, tudo o que podia dizer era: A Deus seja a glória!".
Cura do Ebola: resultado da droga experimental ou da fé?
Nancy e Brantly foram tratados em uma unidade de isolamento do hospital na Libéria, onde receberam uma droga experimental desenvolvida por uma pequena empresa californiana para combater a doença, denominada ZMapp. "Francamente, não sabemos se os ajudou, se não fez diferença ou se teoricamente atrasou sua recuperação", disse o médico Ribner, sobre a droga Zmapp.
Brantly, em seu depoimento, relata a sua confiança e fé em todo o tratamento da doença. "Enquanto eu estava deitado em minha cama, na Libéria, ficando mais doente e mais fraco a cada dia, eu orei para que Deus me ajudasse a ser fiel a Ele, mesmo em minha doença. Eu orava para que em minha vida ou minha morte, Ele fosse glorificado ", disse ele. "Eu não sabia, mas eu tenho aprendido desde então, que havia milhares, talvez mesmo milhões de pessoas ao redor do mundo orando por mim durante toda essa semana, e mesmo ainda hoje. E eu tenho ouvido muitas histórias de como esta situação tem impactado a vida de muitas pessoas ao redor do mundo, tanto entre os meus amigos e família. Eu não posso agradecer o suficiente pelas orações e apoio. Mas o que eu posso dizer é que eu sirvo um Deus fiel, que responde às orações", agradece Brantly.
Fonte:http://www.cpadnews.com.br/

Pastor morre em conflito na República Centro-Africana

segunda-feira, agosto 25, 2014

A Portas Abertas foi informada que o pastor centro-africano Jean Mbefara perdeu a vida em um dos conflitos entre milícias Seleka e anti-Balaka, que abalaram a cidade de Batangafo, perto da fronteira com o Chade, no início de agosto
Forças anti-Balaka atacaram membros do Seleka em uma batalha que durou quatro horas. Quando os membros do anti- Balaka se retiraram, militantes do Seleka saíram pela cidade com o intuito de punir civis. Fontes da Portas Abertas na área disseram que membros do Seleka foram de porta em porta buscando e matando os homens que encontravam. 

Eles também chegaram à casa do pastor Jean Mbefara da Igreja do Evangelho Quadrangular e mataram ele, seu filho mais velho e muitos dos que haviam se escondido na casa dele. As idades de todos são desconhecidas, assim como mais informações da família que deixaram.
O motivo que levou militantes anti-Balaka atacar grupos do Seleka ainda não está claro. A agência de notícias AFP informou que pelo menos 22 pessoas morreram e várias dezenas ficaram feridas no ataque.
A instabilidade continua na República Centro-Africana, enquanto o país aguarda a implantação de uma Operação de Paz da ONU, em meados de setembro.
Pedidos de oração
  • Ore pelo conforto e provisão de Deus para as famílias enlutadas.
  • Interceda para que a paz seja restabelecida.
  • Peça ao Senhor para que todos aqueles que tentam ministrar às pessoas necessitadas, incluindo colaboradores da Portas Abertas, sejam fortalecidos mesmo em meio à violência contínua.


Fonte: www.portasabertas.org.br

Missionária americana infectada por ebola na Libéria também recebe alta

quinta-feira, agosto 21, 2014

Nancy Writebol será liberada do hospital nesta quinta-feira, diz organização.

A missionária americana Nancy Writebol, que foi infectada por ebola na Libéria, recebeu alta nesta quinta-feira (21) do hospital universitário de Emory, em Atlanta, nos Estados Unidos, onde vinha sendo tratada.
A informação, divulgada pela agênciaAssociated Press, é do grupo SIM USA, associação de ajuda humanitária para a qual trabalha Nancy. Mais cedo, tinha sido anunciado que o americano Kent Brantly, também infectado pelo o vírus enquanto tratava pacientes na Libéria, também teve alta.
Uma coletiva de imprensa está prevista para esta quinta-feira no hospital para dar informações sobre os casos dos americanos.
Nancy, de 60 anos, e Brantly, de 33, foram trazidos da Libéria neste mês e foram tratados em uma unidade de isolamento do hospital. Os dois receberam uma droga experimental para tratar ebola chamada ZMapp, produzida por uma pequena empresa californiana, para combater a doença mortal.
O ebola se dissemina pelo contato com fluidos corporais de uma pessoa infectada, o que deixa particularmente vulneráveis a contrair a doença profissionais de saúde e familiares.
Recuperação
Brantly divulgou uma carta na semana passada de seu quarto de hospital, lembrando como ele se isolou quando começou a se sentir mal e como se sentiu vendo tantas pessoas morrerem.
"Eu segurei nas mãos de vários indivíduos enquanto esta doença terrível tirava suas vidas. Eu testemunhei o horror diretamente e ainda sou capaz de lembrar de cada rosto e nome", escreveu.
Na terça-feira passada, o filho de Nancy declarou que sua mãe estava melhorando e inclusive sorrindo. "Vimos ela melhorar fisicamente, seus olhos brilham, sorrindo, inclusive brincando", declarou Jeremy Writebol à rede de televisão americana NBC. Ele acrescentou que os médicos lhe disseram que estavam cautelosamente otimistas sobre sua recuperação.
Fonte:http://www.cpadnews.com.br/

Oração ou medicina? Missionário infectado por ebola está curado

quinta-feira, agosto 21, 2014

Grupos cristãos celebram intervenção divina.
O médico e missionário norte-americano Kent Brantly (33), que contraiu o vírus Ebola dos pacientes que tratava na Libéria esteve vários dias entre a vida e a morte. Conhecido por matar 90% dos infectados, o Ebola não tem cura conhecida.
Enquanto a família e várias agências missionárias pediam oração por ele e pela enfermeira missionária Nancy Writebol (60), ambos eram tratados com um medicamento experimental, chamado ZMapp, que nos poucos pacientes que foi testado na África Ocidental não dava garantia de cura.
Dia 20 Brantly recebeu alta do hospital da Universidade Emory, em Atlanta, informou a missão Samaritan’s Purse, da qual ele fazia parte. Os exames de sangue dos últimos dias mostram que ele está livre do vírus. Até o momento Writebol, apresentou melhoras, mas não teve alta. Ela recebeu o mesmo tratamento no mesmo hospital que seu colega.  Segundo foi divulgado, o missionário católico espanhol Miguel Pajares, também infectado com o ebola na Libéria, recebeu o tratamento experimental, mas veio a falecer no dia 12.
Franklin Graham, presidente da missão Samaritan’s Purse publicou um comunicado oficial, onde ressalta a fé e o testemunho de Brantly. “Sua fidelidade a Deus e compaixão para com os povos da África têm sido um exemplo para todos nós. Sei que o Dr. Brantly e sua maravilhosa família gostariam de pedir que você lembre-se de orar por aquelas pessoas que estão na África lutando contra e sofrendo por causa do Ebola”.
Vários sites americanos e grupos cristãos estão comemorando o que parece ser um milagre, agradecendo a Deus pela cura de Brantly e pedindo que se continue em oração por Writebol.
No início do mês, a OMS (Organização Mundial da Saúde) publicou um comunicado declarando o Ebola “uma emergência de saúde pública de alcance mundial”.
Pediu ainda “uma resposta internacional coordenada para frear e fazer retroceder a propagação internacional da doença”. O anúncio de que essa é a epidemia “mais importante e mais severa” em quatro décadas, causou pânico em vários países africanos. O temor é que o vírus se espalhe para outros continentes, tornando-se uma pandemia. Não há vacina conhecida nem tratamento específico no mercado para a febre hemorrágica gerada pelo ebola, que mata em poucos dias.
Fonte:gospelprime.com.br

Congresso reúne líderes na evangelização do sertão nordestino

quarta-feira, agosto 20, 2014

Evento terá a participação de pastores e missionários que atuam na área menos evangelizada do Brasil.

A cidade de Juazeiro do Norte (CE) sediará o 2º Congresso Nacional de Evangelização do Sertão Nordestino. O evento vai acontecer entre os dias 25 e 28 de agosto no Espaço Boulevard atraindo líderes de diversas denominações que tenham como objetivo levar a mensagem do Evangelho para o Nordeste brasileiro.
Para os três dias de ministrações e palestras estão confirmadas as participações de líderes que estão à frente de projetos missionários na região, entre eles o cantor Juliano Son, da banda Livres que está atuando na Missão Livres em Teresina, no Piauí.
Além de Juliano outros pastores foram chamados para ministrar aos interessados em evangelizar o Sertão, entre eles: José Rodrigues (Presidente do MCM), o missionário Nei Roriz (Jocum do Cariri/CE), Gerson Cardoso (Igreja Nazareno de Natal), Pastor Carlos Gomes (Igreja Batista do Povo de São Paulo/SP), Armando Bispo (Igreja Batista Central de Fortaleza), Jonathan Santos (Presidente do Movimento Nacional de Evangelização do Sertão Nordestino).
Para saber mais a respeito do evento e fazer sua inscrição para acompanhar de perto é preciso acessar o site oficial: www.congressoevangelizasertao.org.br.
Informações
Evento: 2º Congresso Nacional de Evangelização do Sertão Nordestino
Data: 25 a 28 de agosto de 2014
Local: Juazeiro do Norte | Ceará
Contato: (88) 3085-2845 ou São Paulo Vale da Bênção | (11) 4136-4773 | 4204-1176
Valor da inscrição para os três dias de evento: R$ 100,00
Inscrição pelo site: www.congressoevangelizasertao.org.br
E-mail: congresso@movimentoevangelizasertao.com.br
Fonte:http://www.cpadnews.com.br/

Portas Abertas ajuda mais de 50 famílias iraquianas

quarta-feira, agosto 20, 2014

Por medo de que o Estado Islâmico (EI) avance na planície de Nínive, muitas famílias cristãs deixaram suas casas para cidades como Dohuk. De acordo com um pesquisador de campo da Portas Abertas, em Dohuk a situação é tranquila, mas a cidade foi invadida por pessoas que não têm onde ficar

Muitas pessoas deslocadas internamente (IDP, sigla em inglês para o termointernally displaced people)  – ou seja, refugiados em seu próprio país – encontram abrigo nesta cidade do norte do Iraque depois de deixar aldeias como Batnaya, Tal Kayf, Telskuf, Al Qosh e outras. Dohuk fica ao norte da planície de Nínive, a menos de 20 minutos de carro.

Devido à necessidade humanitária na região, a Portas Abertas está ativamente envolvida no Iraque e, em conjunto com as igrejas e parceiros locais, tenta fornecer as necessidades básicas para estes que precisaram fugir deixando tudo para trás. Um pesquisador descreve: "Semana passada eu fui para uma vila na planície de Nínive. A maioria dos moradores originais já foi embora, mas eu recebi uma chamada de que 13 novas famílias deslocadas tinham chegado lá. Então, eu levei cestas básicas e itens de higiene para eles. Ao chegar lá, encontrei-os em circunstâncias difíceis, abrigados em uma escola e um centro de saúde."

"A maioria teve de dormir no chão. Então eu decidi tentar cobrir as suas necessidades, não só com a comida, mas também tentando fornecer colchões e travesseiros. Eu rapidamente comecei a contar o número de pessoas que estavam lá, e não haviam 13 famílias, como me foi dito, mas mais de 50! No total contei cerca de duzentas pessoas. Voltei para Dohuk rapidamente. E, como era sexta-feira, eu encontrei uma loja que ainda estava aberta. Lá, eu comprei mais de uma centena de colchões e um número igual de travesseiros." 


"Eu voltei para a aldeia com o caminhão carregado de mercadorias para essas famílias. Era difícil ver que os idosos e as crianças estavam dormindo no chão. Agora, pelo menos, a maioria tinha um lugar um pouco melhor para passar a noite."

No mesmo fim de semana a equipe da Portas Abertas organizou diferentes distribuições para famílias que estavam em torno de Dohuk. Foi possível ajudar cerca de 500 famílias com alimentos e itens de higiene. A combinação das duas cestas é suficiente para uma família de cinco pessoas durante uma semana. Os alimentos entregues são os itens não perecíveis, como arroz, conservas de peixe, feijão, óleo de cozinha; enquanto o kit de higiene fornece sabonete, creme dental, escovas e desinfetante.

Em Dohuk, a distribuição é feita em estreita colaboração com outros parceiros locais e uma igreja, de modo a certificar-se de que a ajuda é distribuída de forma igual e deslocados internos são apoiados, quando necessário.

Mantenha a Igreja viva no Iraque
Há centenas e centenas de desabrigados, muitos perderam seus familiares em ataques, outros estão em situação de forte ameaça. Os cristãos no Iraque precisam de socorro emergencial e você pode ajudá-los. 
Saiba como.
Fonte:www.portasabertas.org.br

Programa chega a aldeia indígena na Guatemala

terça-feira, agosto 19, 2014

Missionários alcançam etnia queqchi com a Palavra.

No ministério de desenvolver o PEPE na Guatemala, o casal Rodrigo e Viviane Pinheiro apresentou recentemente o programa socioeducativo a indígenas da etnia queqchi. O treinamento e capacitação dos missionários-educadores para abrir sete unidades do PEPE entre os queqchis já começou. A última fase antes do funcionamento das unidades é a preparação e tradução do material.
“No último mês, fizemos treinamentos e capacitações com os educadores que estão dirigindo as sete unidades. Foi um dia de muito aprendizado no qual, graças a doações de pessoas comprometidas com o Reino de Deus, eles puderam levar alimentação para serem entregues diariamente às crianças até o final deste período escolar”, conta a missionária Viviane.
A missionária destaca um dado do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) de que quatro em cada dez crianças menores de cinco anos apresentam desnutrição crônica na Guatemala. Entre os indígenas guatemaltecos, esse indicador sobre para oito em cada dez crianças.
“As crianças da Guatemala gritam por ajuda, pela manifestação dos filhos de Deus. Esperamos com esse programa levar a essas crianças a educação, alimentação e o amor do nosso Deus cuidadoso e que se preocupa com as necessidades delas”, diz Viviane.
“Ore constantemente por esse projeto, pois algumas aldeias são de difícil acesso, mas temos a confiança de que se Deus no entregou esse trabalho, Ele nos dará as ferramentas para desenvolvê-lo”, conclui. 
Fonte:http://www.cpadnews.com.br/

Mesmo proibido, o evangelho tem sido pregado na Argélia

terça-feira, agosto 19, 2014

32º país mais opressor aos cristãos, na Argélia o islamismo de tradição sunita é tido como a religião oficial da nação. Testemunhos cristãos não são permitidos e a lei proíbe a conversão de muçulmanos a outras religiões
Nos últimos anos, a Portas Abertas tem trabalhado para que o evangelho seja amplamente difundido no Oriente Médio através da televisão por satélite e outros meios multimídia. A boa notícia é que o número de pessoas que programas como esses são capazes de atingir é bastante grande.
Em 2006, foi estabelecida uma lei na Argélia que restringe o exercício de qualquer outra religião que não seja o islamismo; o que dificulta e impede a evangelização cristã.

Inicialmente, esta lei foi devastadora para os cristãos na Argélia. Eles passaram a enfrentar forte perseguição caso compartilhassem sua fé com um amigo ou um vizinho. Apesar disso, Deus fez um caminho para que o evangelho pudesse se espalhar no país.

"Hoje, a televisão por satélite é a forma que usamos, porque nos permite chegar a uma multidão de pessoas," afirma um cristão argelino. "Ao final do programa, as pessoas veem os números de telefones locais exibidos na tela, por isso não é caro para elas ligarem. Quando um programa toca no coração de alguém, essa pessoa nos telefona para saber mais informações ou para fazer perguntas sobre a fé cristã. Nós contamos onde ela pode encontrar uma igreja e lhe enviamos CDs ou livros cristãos."
Junte-se a nós em oração por esses irmãos que trabalham nesses programas, e pelas pessoas que estão se convertendo através dessa iniciativa. Peça ao Senhor pela sua segurança, por coragem e sabedoria para que possam continuar evangelizando cada vez mais os argelinos.

Fonte:Portas Abertas 

Especialista em educação nos EUA afirma que Bíblia beneficia formação de crianças

terça-feira, agosto 19, 2014

O papel da Bíblia nas escolas é debatido durante conferência nos Estados Unidos.

Um especialista em educação argumentou que "a educação nos EUA pode se beneficiar ao usar a Bíblia para aulas de literatura e oração".
Experiente pesquisador acadêmico, William Jeynes defendeu o papel da Bíblia nas escolas públicas, em um evento do Conselho de Pesquisa da Família dos EUA.
A conferência debateu o retorno da Bíblia nos programas de ensino, levantando as desvantagens de quando o ensino pela Bíblia foi retirado das aulas no país, desde a década de 1960.
Em 1963, a Suprema Corte dos EUA decidiu que era inconstitucional manter as aulas bíblicas sectárias dentro das escolas públicas.
A decisão na época, conhecida como o caso Abingdon v. Schempp, determinou que o ensaio da Bíblia podia ser feito desde que fosse de maneira neutra e objetiva.
Dentro das circunstâncias, Jeynes acredita que a retirada da Bíblia teve um reflexo significativamente nocivo, o que leva trazer a discussão à tona.
O pesquisador acredita que é possível resgatar bons valores, com esforços para lançar a Bíblia em aulas de literatura de todo o país.
Além do poder de desenvolvimento moral, ele ressalta a capacidade que a Bíblia tem como instrumento de ensino, ao ajudar os alunos com uma melhor compreensão da literatura ocidental.
Quanto à presença de livros de outras religiões, Jeynes explica que não teria o mesmo peso, pela influência que a Bíblia possui na história dos Estados Unidos.
"Goste ou não, é verdade. Ela (a Bíblia) tem um lugar especial em nossa sociedade. Ela deve ter um lugar especial em nosso currículo", pondera.
Jeynes espera levar o movimento adiante, com o apoio de cerca de 440 distritos escolares pelo país, que querem implementar cursos sobre a Bíblia.
Antes, a inclusão do livro sagrado terá que encarar o fogo cruzado de grupos de vigilância da igreja e do estado. Muitos deles acreditam que a Bíblia no ensino público dos EUA promoveria a doutrinação cristã involuntariamente nas escolas.
Fonte:http://www.cpadnews.com.br/

A sua oração pode mudar a situação no Iraque

terça-feira, agosto 19, 2014

Refugiados na Igreja de São José de Ainkawa, uma cidade localizada perto de Erbil, capital do Curdistão iraquiano, dezenas de milhares de cristãos tiveram de fugir da ofensiva dos combatentes radicais do Estado Islâmico (EI) nas últimas semanas

O Irmão André, fundador da Portas Abertas Internacional, disse uma verdade anos atrás que se aplica aos dias atuais, principalmente na questão alarmante que o Iraque enfrenta hoje: “Se nós entendêssemos o poder que têm nossas orações, nós nos colocaríamos de joelhos centenas de vezes ao dia e pediríamos a Deus coisas que transformariam o mundo e o deixariam de cabeça para baixo.”

O Iraque precisa das suas orações. Cristãos e não cristãos têm sofrido com o conflito que assola o país já há muitos anos e agora se intensificou por conta do avanço de radicais membros do grupo Estado Islâmico (EI). Pessoas estão morrendo, outras não têm onde se refugiar. 
Pedidos de oração
  • Ore para que a violência no Iraque chegue ao fim.
  • Peça ao Senhor para que conforte e proteja milhares de famílias que fugiram e estão desesperadas e com medo.
  • Dê graças pelas igrejas que ajudam os refugiados.
  • Interceda para que haja bastante água, alimentos e medicamentos.
  • Lembre-se dos refugiados que ainda vivem nas ruas ou no deserto, sem recursos para sobreviver.
  • As pessoas doentes, deficientes e idosos não puderam fugir; radicais do Estado Islâmico estão ameaçando-os para que se convertam ao islã. Ore por eles!
  • Milhares de refugiados Yezidi estão presos em uma cadeia de montanhas, sem água ou comida. Interceda pela vida deles.
  • Ore por proteção para as crianças.
  • Apresente ao Senhor as mulheres que foram abusadas por combatentes do Estado Islâmico (EI).
  • Peça a Deus paz e consolo para as pessoas que perderam membros da família.


Você tem orado pelo Iraque? Na próxima semana você poderá fazer ainda mais!

Fonte: https://www.portasabertas.org.br/

Mais de 40 pessoas aceitam a Cristo no Paraguai

quinta-feira, agosto 14, 2014

Decisões aconteceram ao longo de um mês.

O Espírito Santo está atuando no Paraguai, onde através do ministério da missionária Ana Lúcia Gonçalves pessoas têm reconhecido a autoridade do Senhor sobre suas vidas. Em um único mês, entre atividades em escolas, igrejas e localidades próximo à cidade de Encarnación, a missionária contou 42 pessoas que confessaram a Jesus como Salvador.
“O povo paraguaio tem o coração muito duro para o Evangelho, mas também sei que é o Espírito Santo quem convence o homem do pecado. Este tempo estivemos preparando a terra e plantando as sementes; algumas caíram em terra dura, e outras, em terra boa; o último mês foi tempo de colher os frutos”, conta Ana Lúcia.
A missionária compartilha como aconteceram algumas dessas conversões. Após visitar uma unidade do PEPE (programa socioeducativo), ela fez evangelismo nas ruas. Foi quando conheceu uma senhora com quem compartilhou o plano da salvação.
“No final, perguntei se ela queria entregar sua vida a Cristo, e ela disse: ‘Sim’. A senhora fez a oração de entrega e confessou que Cristo é o único Senhor e Salvador de sua vida”, relata Ana Lúcia. “Naquela cidade também tivemos decisões de adolescentes e de algumas mulheres na penitenciária, onde o capelão dará continuidade ao discipulado”, acrescenta.
Durante a visita a um hospital, também houve pessoas que se decidiram por Cristo. Todas elas serão acompanhadas pela capelã, para manter o contato e direcioná-las a uma igreja.
Segundo Ana Lúcia, o PEPE também tem se mostrado um ótimo instrumento para alcançar as famílias dos alunos.
“Tivemos uma reunião com os pais do PEPE de vários locais, e ali oito pessoas entregaram sua vida a Jesus. Na Igreja Batista de las Delicias, tivemos três reconciliações e duas conversões. Ali, a maioria das pessoas assumiu um compromisso com Cristo de disponibilizar suas vidas ao trabalho do Reino de Deus”, diz.
A missionária afirma que “estamos no tempo de colher” e por isso pede oração pelos novos convertidos, para que as igrejas e instituições possam dar o acompanhamento necessário aos que precisam de crescimento espiritual.
“Poderemos ajudar aqueles que estão mais perto, mas na realidade, minha intenção é que cada organização seja responsável por cada pessoa que se rendeu aos pés do Senhor, pois cabe a cada organização discipular essas vidas”, explica.
Ana Lúcia conclui rendendo honra e glória a Deus e também agradecendo aos irmãos brasileiros que estão “segurando as cordas” do ministério desenvolvido por ela no Paraguai.
“Sou grata ao Senhor por cada um de vocês, bem como das igrejas que têm visão e paixão pelo Reino de Deus”, finaliza.
Fonte:http://www.cpadnews.com.br/

Missionários são presos e condenados à morte na China

quinta-feira, agosto 14, 2014

País é praticamente o único parceiro comercial da Coreia do Norte e o grande apoiador do regime, que persegue os cristãos.


O casal canadense, acusado de roubar "segredos de segurança nacional", fazia trabalho missionário com foco na Coreia do Norte. Pequim vem aumentando a repressão nos últimos meses contra as igrejas cristãs em todo o país.
Essa poderia ser apenas mais uma história dentro do tumultuado cenário político chinês, onde o governo faz terrorismo com a população, o tempo todo. As autoridades detiveram o casal de canadenses Kevin Garratt (54) e Julia Dawn Garrat (53). Embora o governo diga que eles são suspeitos de reunirem e roubarem material secreto, na verdade os dois são missionários evangélicos.
A família Garratt mora na China desde 1984, e desde 2008 mantinha uma cafeteria em Dandong, na fronteira com a Coreia do Norte. Da cidade de Dandong partem muitas excursões organizadas para a Coreia do Norte, e acaba sendo o local por onde entram os refugiados norte-coreanos. Por isso o casal a escolheu para abrir um centro cristão e um local para treinar outros missionários com foco na Coreia do Norte.
Segundo o Código Penal chinês, a pena prevista por espionagem é no mínimo dez anos de prisão e em alguns casos, o acusado pode ser condenado à morte. O primeiro-ministro canadense, Steven Harper, já anunciou que vai à China, mas o governo chinês não tem divulgado detalhes sobre a prisão e o processo. Os missionários estão incomunicáveis até o momento.
Simeon Garratt (27), filho do casal detido, afirma que não consegue entender por que seus pais foram presos depois de trabalhar por três décadas no país. "É uma história absurdamente louca. Não faz sentido para mim." Ele conta que não era segredo na cidade que seus pais eram cristãos e na cafeteria Peter´s Coffee Shop, música cristã era tocada continuamente.
Com a divulgação da prisão, a imprensa revelou a gravação de material usado pelos missionários para divulgar nas igrejas canadenses o seu trabalho na China. "Temos nossa base na China e nosso foco na Coreia do Norte, mas estamos centrados em Jesus", disse Kevin numa mensagem divulgada recentemente.
Ele contou aos membros da igreja que tinham Bíblias disponíveis na cafeteria e mostrou um poster colocado no local que dizia: "Deixe sua fé ser maior que o seu medo". Revelou também que eles recebiam, no local, norte-coreanos que fugiam do país vizinho e muitos se converteram em Dandong, aceitando voltar para seu país e atuar como missionários.
Kevin contou ainda, para os presentes no culto, que era preciso orar mais pela pregação do evangelho na Coreia do Norte, o lugar mais fechado da Terra para o cristianismo.
A agência de Notícias chinesa Xinhua afirmou que o departamento de segurança da China está "investigando o caso", mas em nenhum momento faz menções às atividades religiosas dos Garratt. Também, não se sabe se a prisão dos canadenses foi a pedido do governo norte-coreano. A China é praticamente o único parceiro comercial da Coreia do Norte e o grande apoiador do regime, que persegue os cristãos. 
Fonte:www.portasabertas.org.br/

Total de visualizações de página

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *