Oito cristãos chineses são condenados à prisão

terça-feira, março 31, 2015

Os cristãos se declararam culpados de "ocupação ilegal de terras agrícolas" e "reunir uma multidão para perturbar a ordem pública" em suas tentativas de proteger a Igreja de Sanjiang da destruição ilegal pelas mãos do governo. As sentenças variam de alguns meses a três anos.
Na última quarta-feira (25) os oito foram sentenciados à prisão, incluindo Guo Yunhua, um ancião da igreja, e Zhao Rendi, que estava no comando das igrejas no distrito de Jiangbei. Este último, depois que ficou ao lado dos outros cristãos locais contra os funcionários que pretendiam demolir a igreja. Apesar disso, o intento do governo foi cumprido em 28 de abril de 2014, dia em que a igreja foi destruída.
"Todos os oito se declararam culpados", afirmou um membro da igreja que participou do julgamento. "Zhao Rendi foi condenado a três anos de prisão com uma prorrogação de quatro anos de cumprimento da sentença. Os outros foram condenados a penas que variam de vários meses a um ano, e todos têm o adiantamento de vários meses até o início de cumprimento da pena."

Há uma forte especulação de que os réus foram coagidos a se declararem culpados.
Outro membro da igreja disse à agência de notícias China Aid que mais de 100 pessoas solicitaram passes de visitantes para o julgamento, mas nem todos foram autorizados a participar. "Há 168 assentos na sala de audiências do terceiro andar do Tribunal Popular de Yongjia County. Quase todos os lugares foram tomados", contou o homem.

No julgamento, a promotoria afirmou que os acusados construíram a Igreja Sanjiang em mais de 38 mil metros quadrados de terras agrícolas e que eles planejaram e organizaram reuniões ilegais nas quais os membros da igreja cantavam hinos e oravam. A acusação também alega que os réus "obstruíram os esforços do governo para corrigir a estrutura ilegal do templo", o que resultou no gasto de mais de 1,2 milhões de yuans (moeda local) do governo para a manutenção da estabilidade do prédio.

Autoridades afirmaram que a igreja "excedeu o padrão fornecido pelo governo". No entanto, os membros da igreja afirmaram que o governo aprovou o tamanho da igreja durante a construção e emitiu toda a documentação necessária.

Ore para que esses irmãos sejam considerados inocentes antes mesmo do início de sua sentença.
Fonte:https://www.portasabertas.org.br/

Evangélicos de Cascavel farão grande clamor pelo Brasil

segunda-feira, março 30, 2015

Manifestação conta com o apoio de diversas denominações.

No dia 3 de abril, evangélicos da cidade de Cascavel (PR) sairão às ruas para participarem da “Manifestação dos Filhos de Deus”, um evento voltado para a intercessão em prol do Brasil.
Membros de diferentes denominações da cidade estão organizando esse evento com o objetivo de levantar um grande clamor pelo país diante dessa crise econômica, política, social, ética e moral.
Os organizadores resolveram não levantar nenhum nome de denominação ou instituição religiosa para este movimento, tão pouco o nome de pessoas ou lideranças evangélicas.
A ideia é tão somente unir a Igreja de Cristo em oração pela nação e por isso todos os manifestantes estarão vestidos de verde e amarelo e levantarão bandeiras do Brasil.
Diversos pastores já se mostram interessados em participar da Manifestação dos Filhos de Deus e estão convocando suas igrejas para se unirem neste dia de intercessão.
Todos se encontrarão no centro da cidade e caminharão até a Prefeitura de Cascavel onde a oração principal será feita. Todo o trajeto será acompanhado por um caminhão de som.
Nas redes sociais a convocação para que os cristãos da cidade participem está sendo feita através da hashtag #ManifestaçãoDosFilhosDeDeus.
Como base para o evento os coordenadores tiveram o versículo de Romanos 8: 19-21 que diz: “Porque a ardente expectação da criatura espera a manifestação dos filhos de Deus. Porque a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, mas por causa do que a sujeitou, Na esperança de que também a mesma criatura será libertada da servidão da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus.”
Fonte:http://www.cpadnews.com.br/

Movimento Desperta Davi mobiliza a Igreja Brasileira a dedicar o dia 29 de março de 2015 (domingo) para guerrear através de oração pelos milhares de Cristãos que estão sendo mortos pelo movimento terrorista Estado Islâmico.

sexta-feira, março 27, 2015


O primeiro ato do Movimento Desperta Davi, é mobilizar a Igreja Brasileira a dedicar o dia 29 de março de 2015 (domingo) para guerrear através de oração pelos milhares de Cristãos que estão sendo mortos pelo movimento terrorista Estado Islâmico. Mobilize sua igreja nesse dia, organize um culto especial e avancemos em defesa de nossos irmãos. Juntos somos fortes.

Fonte:Movimento Desperta Davi - https://www.facebook.com/despertadavi?fref=ts

Cresce a necessidade de Bíblias em Cuba

quinta-feira, março 26, 2015

Pela primeira vez, cristãos cubanos vão receber Bíblias enviadas dos Estados Unidos, precisamente dos portos do Sul da Flórida, para serem distribuídas em várias igrejas em todo país. A previsão de chegada das Bíblias em Havana é hoje (25).
Um carregamento de 83.723 Bíblias em espanhol está sendo enviado dos EUA para Cuba, onde serão distribuídas em igrejas batistas no oeste e leste da ilha cubana, graças à junta de missões internacional, sob a sigla em inglês IMB (International Mission Board), informou recentemente a Convenção Batista do Sul nos EUA.
No anúncio feito pela IMB, foi confirmado o envio de três contêineres de 40 pés, cheio de Bíblias, que sairão de portos do sul da Flórida para serem distribuídas em várias igrejas em toda Cuba.
Esta é a terceira remessa de Bíblias para ilha cubana. Os Batistas do Sul enviaram em 1999 quase 500 mil Bíblias, disse o líder de estratégia da IMB, Kurt Urbanek, em um comunicado à imprensa.
Urbanek acrescentou que esta remessa de Bíblias é a primeira a ser enviada diretamente dos EUA desde que o governo de Cuba permitiu a liberação do livre comércio no final de 2014.

"O amplo processo de busca da permissão para o governo cubano liberar o envio de Bíblias, requereu uma grande quantidade de negociações entre representantes do governo e a Sociedade Bíblica em Cuba", disse Urbanek no comunicado. "Estamos gratos ao governo cubano que abriu as portas para as Bíblias."

75% das Bíblias será distribuído em dois ministérios. A Convenção Batista Ocidental de Cuba com sede em Havana receberá 32 mil Bíblias; a Convenção Batista do Leste de Cuba, em Santiago, receberá a mesma quantidade.
Fonte:https://www.portasabertas.org.br/

Campanha de Oração na Ad- Campo Grande - Congregação de Alto da Capela – Duas pessoas são batizadas no espírito Santo, uma renovada e uma curada

quarta-feira, março 25, 2015



Teve início no dia 11/03/15 na na  Ad- Campo Grande - Congregação de Alto da Capela Campanha de Oração com o tema: A unção de Deus chegou aqui. I Samuel 16:3,12. Nesta Quarta – Feira 25/03/15, uma boa caravana da cidade de Upanema/RN se fez presente convidada pelo irmão John Lennon. Duas pessoas são batizadas no espírito Santo, uma renovada e uma curada, esteve louvando os irmãos Bruno Garcia, Lennon e a irmã Mircala , pregando o irmão Elvis. O culto foi uma benção. A campanha termina dia 23/04/15 com uma grande cruzada enfrente a congregação.

Missionários visitam igreja que ajudaram a plantar na Venezuela

terça-feira, março 24, 2015


Nossos missionários José Calixto e Suely Patrício, servindo desde 2010 em Portugal, atuaram durante 
muito tempo na Venezuela. Eles foram enviados ainda muito jovens para esse campo, em 1977, e atuaram no estado de Anzoátegui até 1994, quando seguiram para outro campo. Recentemente, o casal voltou à Venezuela e participou da celebração de 30 anos de fundação da Igreja Evangélica Batista Jesus Cristo é o Caminho, que ajudaram a fundar na cidade de Puerto La Cruz.

“A igreja foi fundada no dia 17 de novembro de 1984, uma data importante para mim porque, naquele mesmo dia, eu completava 10 anos de minha ordenação do Ministério da Palavra, na Igreja Evangélica Batista de Lins de Vasconcelos, no Rio de Janeiro”, conta o Pr. Calixto. “Quando nossos irmãos venezuelanos decidiram realizar um culto especial para comemorar os 30 anos da igreja, Suely e eu fomos convidados para voltarmos à Venezuela. E já fazia 20 anos que havíamos deixado aquela igreja”, acrescenta.
Ao retornar ao seu primeiro campo de Missões Mundiais, o Pr. Calixto ouviu um “grande número de testemunhos maravilhosos”, como a contada pelo doutor Henry, médico na cidade venezuelana de Barcelona.

“Ele nos contou a seguinte história: um de seus pacientes tinha vindo de um lugar muito distante. Quando o médico lhe perguntou se já conhecia o Evangelho, esta foi sua resposta: ‘Ah, sim. Faz muitos anos que um missionário brasileiro chegou até minha cidde e me falou de Jesus. O seu nome era José Calixto Patrício’”, relata o missionário. “Durante nossos 17 anos de trabalho na Venezuela, pudemos alcançar ‘milhares de venezuelanos para Cristo’”, conta o missionário, citando uma oração que fez junto com a missionária Suely na viagem de ida para a Venezuela.

“Suely e eu fomos enviados para a Venezuela no dia 24 de maio de 1977. Às 5h da manhã, quando era anunciado aos passageiros do voo que estaríamos aterrissando em breve, nós, de mãos dadas, fizemos a seguinte oração: ‘Pai, nós queremos consagrar-Te nossas vidas. Usa-nos para ganharmos milhares de venezuelanos para Cristo. Usa-nos para abençoarmos neste país, não somente a obra batista, mas todas as denominações na Venezuela’”, relembra o Pr. Calixto.

Segundo o missionário, aquela oração naquele dia foi “verdadeiramente profética”, pois o objetivo do casal brasileiro era justamente plantar uma igreja na cidade de Barcelona e em Puerto La Cruz. Muitos anos depois, eles puderam ver que o trabalho frutificou naquele lugar.

O Pr. Calixto compartilha mais um exemplo de fruto do trabalho missionário.

“Quando morávamos em Puerto La Cruz, eu dirigia um grupo de oração de segunda a sexta no templo. O grupo orava das 5h às 8h da manhã. Quando eu voltava para nosso apartamento, estendia minhas mãos na direção de nosso edifício e pedia a Deus que Ele nos desse famílias daquele condomínio para Cristo”, relembra.

“Antes de sairmos da Venezuela, o Senhor nos havia abençoado com duas famílias preciosas como frutos daquela intercessão: o engenheiro Hermes Barrero e sua esposa, Nacha, e o professor universitário Frank Brito e sua esposa, Marisol. Os dois casais foram batizados por mim depois de serem discipulados por mim e Suely. Foram inclusive diáconos da igreja”, relata o missionário.

“Mas na celebração dos 30 anos da igreja, Deus havia nos reservado uma grande surpresa: o novo pastor da igreja é o nosso querido irmão, filho e discípulo Hermes Barrero! Outros líderes da igreja do período dos dez anos que atuamos ali hoje são líderes e obreiros na igreja”, conta.

Um fato que chamou a atenção de nossos missionários é que, durante os cultos de comemoração pelo aniversário da igreja, alguns membros da igreja chegavam para cumprimentar o casal Pr. Calixto e Suely dizendo para eles: “Eu sou seu neto espiritual. Sou filho na fé de fulano… Eu sou missionário em tal lugar…”.

A passagem dos nossos missionários pela Venezuela foi tão marcante para irmãos de lá que os batistas do estado de Anzoátegui, a exemplo dos batistas americanos, que colocam o nome de missionárias na oferta anual (tal como Lottie Moon, a oferta anual de Missões Mundiais da IMB, dos Estados Unidos), a oferta de missões estaduais foi batizada de Suely Patrício, em homenagem à missionária da JMM.
Quando chegaram a Anzoátegui, havia apenas uma igreja batista nesse estado venezuelano. Pr. Calixto e Suley plantaram mais duas – entre elas a igreja em Puerto La Cruz –, e hoje são mais de 60 igrejas no estado.

Os missionários concluem destacando o privilégio de servir como missionários da JMM durante tanto tempo e agradecendo aos irmãos brasileiros pelo apoio e orações.

Fonte:http://www.jmm.org.br

Cristãos sofrem com a violência na fronteira de Mianmar

segunda-feira, março 23, 2015

Depois de quase seis anos de relativa paz, o início dos combates entre os rebeldes Kokang e o governo ao longo da fronteira de Mianmar e China, em 17 de fevereiro, matou 47 soldados, dezenas de rebeldes, e deixou 90% dos civis locais deslocados.
Rokha*, uma fonte local, disse que um pastor e sua igreja de 170 cristãos tiveram de fugir para a cidade vizinha de Lasho para se refugiar. “O pastor não podia se comunicar conosco mais, nem eu podia entrar em contato com ele, mas um amigo do norte do estado de Shan me contou que está alugando um grande salão para que eles ocupem temporariamente. Ore para que eles tenham provisões suficientes.”
Uma jovem enfermeira de 23 anos, da tribo Wa, morreu enquanto tentava fugir. "A cristã morreu em um acidente de carro enquanto tentava escapar do combate em sua aldeia", continuou Rokha. "Ela teve de ser sepultada em Lasho."
O conflito tem dificultado quaisquer avanços pela paz entre a administração e as minorias étnicas. A revista alemã Deutsche Welle relatou que os rebeldes Kokang, conhecidos coletivamente como o Exército da Aliança Nacional Democrática de Mianmar (MNDAA, sigla em inglês), juntaram-se a outros grupos rebeldes, como o Exército da Independência de Kachin, o Exército de Libertação Nacional Ta'ang e o Exército Arakan e têm provocado violência e intolerância pelas regiões onde passam. Interceda pela segurança das comunidades afetadas pelos conflitos.

*Nome alterado por motivos de segurança.
FontePortas Abertas Internacional
TraduçãoAna Luíza Vastag

Cristãos chineses são libertados da prisão

domingo, março 22, 2015

Três cristãos chineses, que foram presos injustamente após proteger a cruz em um ataque à sua igreja, foram libertados da prisão. O incidente ocorreu durante uma onda de destruição ilegal de igrejas realizada pelo governo.
Os três cristãos, de Wenzhou, na província costeira de Zhejiang, foram libertados da prisão no dia 6 de março. Enquanto isso, dois cristãos de outras partes de Wenzhou permanecem sob custódia da polícia. Os cinco foram detidos durante a campanha de perseguição contra igrejas protestantes e católicas de toda a província, em que mais de 425 igrejas receberam notificações de demolição e, em muitos casos, tiveram suas cruzes removidas ou os templos foram destruídos.
Ou Jinsi, Ji Qingcou e Ji Qingcao, da Igreja Yazhong, foram liberados de suas sentenças de 136 dias, 62 dias e 57 dias de detenção, respectivamente.
A Igreja Yazhong recebeu uma notificação do secretário da cidade em 15 de agosto de 2014, ordenando que a igreja removesse a cruz até o final de agosto. Além disso, o governo da cidade instalou três câmeras de vigilância em um cruzamento que leva à igreja.
Diante disso, líderes da igreja pediram que alguns de seus membros, um dos quais Ou Jinsi, guardassem a cruz dia e noite. Jinsi foi detido quando tentava impedir que um funcionário do governo destruísse a cruz. Vários meses depois, os outros homens foram detidos quando tentavam negociar com os funcionários. Os três foram acusados de "reunir uma multidão para perturbar a ordem pública" e "obstruir negócio oficial".
Lin, um membro da Igreja Yazhong, disse à agência de notícias China Aid que os cristãos foram absolvidos de suas acusações e que eles anteriormente se recusaram a assinar declarações de confissão ou pagar fiança, porque não são culpados.
"Durante todo o processo, o que o governo fez foi ilegal", disse ele. "Temos vídeos que podem ser usados como prova. O governo não pode pressionar as igrejas assim. Nós até apresentamos uma petição às autoridades superiores; eles libertaram os detidos, como resultado de nossa solicitação. Nós, inclusive, contratamos advogados".

Quando perguntado se os três cristãos planejavam processar o governo, Lin disse que eles ainda estão considerando a questão, mas que devem manter a situação como está se o governo não tomar quaisquer outras ações. Ele acrescentou que o governo não conseguiu remover a cruz.
Fonte:https://www.portasabertas.org.br/

Governo malaio distribui literatura islâmica

quinta-feira, março 19, 2015

Malásia é o 37º país na Classificação de Perseguição Religiosa 2015.

A perseguição aos seguidores de Jesus na Malásia tem aumentado significativamente ao longo dos anos. O país é o 37º mais opressor aos cristãos. Exemplo disso é a tentativa de introdução da Sharia (lei islâmica) no sistema judiciário e a distribuição de livros que pregam o islã.
Há um forte movimento de islamização dirigido às crianças em creches administradas pelo governo na Malásia. Funcionários estão distribuindo livros infantis gratuitos intitulados Jesus diz que o islã é a religião verdadeira. Além deste material, evangelistas islâmicos também estão distribuindo outro livro para adultos intitulado Jesus é muçulmano?.
De acordo com o portal Malaysian Insider, a Fundação Islâmica de Informação e Serviços – cujo patrono é o ex-primeiro-ministro da Malásia Mahathir Mohammad – realiza um projeto para distribuir um milhão de exemplares do Alcorão nas línguas tâmil (presente no sul da Índia e no Sri Lanka), chinês, inglês e malaio para o público. Seu objetivo expresso é esclarecer quaisquer equívocos que provoquem medo do islã entre os não muçulmanos. No entanto, acredita-se que sua verdadeira intenção é converter as pessoas ao islamismo.
Pedidos de oração
Ore para que as igrejas equipem e treinem seus membros com o conhecimento da Bíblia, de modo que sejam capazes de combater esses falsos ensinamentos.
- Interceda para que Deus conceda entusiasmo e sabedoria para que os cristãos usem essa situação para se envolver e compartilhar sua fé com os muçulmanos. Peça para que Deus faça com que a semente plantada leve-os para a salvação em Jesus.
Fonte:https://www.portasabertas.org.br/

Jesus Cristo é tudo o que as cristãs da igreja perseguida têm

quarta-feira, março 18, 2015

Ministério de intercessão formado por mulheres tem sido fortaleza.

Um dos ministérios da Portas Abertas Brasil é dedicado exclusivamente ao apoio e intercessão pelas mulheres da Igreja Perseguida – é o Mulheres do Caminho (MDC). Há cinco anos, o MDC mobiliza brasileiras para participar de encontros de oração e outras ações.
O ministério Mulheres do Caminho nasceu da necessidade de cuidar e fortalecer as mulheres da Igreja Perseguida que, quando perdem o marido em decorrência da perseguição, assumem a liderança da igreja e da família. O MDC desperta intercessoras na Igreja brasileira e forma, em cada estado do Brasil, um grupo de irmãs comprometidas em orar e apoiar as cristãs perseguidas.
No próximo sábado, dia 21 de março, o Rio de Janeiro sediará o primeiro encontro de grupos de oração do MDC. Se você dirige um grupo de oração no RJ, mobilize as participantes para este evento!
Fonte:https://www.portasabertas.org.br/

Cruzada de 40 dias de oração pela igreja perseguida mobiliza as mídias sociais - O movimento continua até o dia 10 de abril

terça-feira, março 17, 2015

Lançada no dia 1º de março (2015) pelo deputado federal e pastor Roberto de Lucena (Igreja O Brasil para Cristo), a Cruzada de 40 dias de oração pela igreja perseguida em todo o mundo tem ganho força nas mídias sociais.
A iniciativa ganhou a legenda “Povo da Cruz”, em razão de um dos vídeos publicados pelo Estado Islâmico, no qual 21 cristãos coptas eram decapitados em uma praia da Líbia. Além das fortes imagens, a inscrição “O Povo da Cruz: Seguidores de uma igreja egípcia hostil” também gerou revolta e comoção em cristãos de todo o mundo.
Em sua página oficial do Facebook, o pastor tem compartilhado todos os dias, informações sobre países nos quais há forte perseguição religiosa, como Sudão, Irã, Paquistão, Eritreia e tantos outros, pedindo que a Igreja se una em oração por estas regiões.
Chegando a milhares de compartilhamentos e curtidas em mídias como Twitter e Facebook, a cada postagem de Lucena, a campanha alcança mais adeptos. “Estaremos orando pela Líbia”, comentou um internauta.
Povo da Cruz
Já outro usuário do Facebook lembrou que a campanha pode ser aderida por pessoas de qualquer lugar. “Boa, todos somos cristãos irmãos não importa o lugar vamos orar”, postou.
“Oremos! Nossos irmãos em Cristo estão sendo violentamente perseguidos. Hoje mais até do que nos tempos da igreja primitiva…”, escreveu outro internauta ao compartilhar uma postagem de Lucena sobre a Líbia.
Já em uma postagem sobre o Paquistão, outra internauta declarou apoiar a campanha. “Eu levanto essa bandeira. Oremos pelo Paquistão”, escreveu ao compartilhar a imagem.
A Cruzada continua até o dia 10 de abril, com o uso da hashtag “‪#‎opovodacruz‬”, mas o que se espera é que a campanha seja apenas o despertar da Igreja de Cristo que clama e intercede pelos seus.
Fonte:http://www.gospelprime.com.br/

Testemunho do irmão Josuel Carlos - ANTES EU ERA UM OPRIMIDO, HOJE SOU UM ESCOLHIDO.

segunda-feira, março 16, 2015




                         MEU NOME É JOSUEL CARLOS. NASCI COM ALGUNS PROBLEMAS DE SAÚDE E SÓ CONSEGUI DAR OS PRIMEIROS PASSOS DEPOIS DOS TRÊS ANOS DE IDADE, PORÉM DEUS FEZ UM MILAGRE EM MINHA VIDA E CONSEGUI CRESCER.

                           CRESCI VENDO MEU PAI LENDO A BÍBLIA E DIZENDO QUE A SALVAÇÃO É NA PESSOA DE JESUS, NO ENTANTO NÃO SERVI AO SENHOR NA MINHA ADOLESCÊNCIA PORQUE MEUS PAIS SE DESVIARAM DOS CAINHOS DO SENHOR. QUANDO CRIANÇA FUI LEVADO À IGREJA E APRENDI ALGUMAS COISAS A RESPEITO DE  JESUS, E AQUILO ME SERVIA COMO ALIMENTO PARA A MINHA ALMA. TINHA SEDE DE SALVAÇÃO, PORÉM ERA UM JOVEM OPRIMIDO E ESTAVA SENDO ILUDIDO PELO INIMIGO, O QUAL ME ALIMENTAVA COM A FALSA DOUTRINA DE QUE SE ALGUÉM NÃO TEM VÍCIOS NÃO PRECISA ACEITAR A JESUS COMO SALVADOR, PORÉM, O ESPÍRITO SANTO SEMPRE ME FALAVA DA NECESSIDADE DE UMA DECISÃO AO LADO DE JESUS. DA CONFISSÃO QUE EU DEVERIA FAZER A RESPEITO DA SALVAÇÃO NA PESSOA DE JESUS COMO SALVADOR DE MINHA ALMA. HOJE AGRADEÇO A DEUS POR TER ME SALVADO E ME LIBERTADO. ANTES EU NÃO TINHA ALEGRIA. VIVIA EM CASA, TINHA MEDO DE ANDAR SÓ. NUNCA TINHA ESTUDADO. PORÉM SOFRI UM ACIDENTE, QUANDO UM DIA ME ENCONTRAVA EM UMA CARROÇA, DE VIAGEM COM UM DOS MEUS TIOS. FOI GRAVE E, POR ISSO TIVE QUE ME DIriGIR A UM HOSPITAL NA CIDADE DE MOSSORÓ.  LÁ ENCONTREI MUITAS PESSOAS DIFERENTES, ENTRE AS QUAIS, ALGUMAS PREGAVAM A PALAVRA DE DEUS. A PATIR DAQUELE DIA DEUS COMEÇOU A MUDAR A MINHA VIDA. ELE ME DEU A OPORTUNIDADE DE COMEÇAR A ESTUDAR. ERA O ANO DE 2008. MINHA PROFESSORA ERA A IRMÃ SOCORRO SILVA. SEMPRE QUE TINHA OPORTUNIDADE, ELA FALAVA DE JESUS PARA MIM E MEUS COLEGAS. CERTA VEZ ELA NOS CONVIDOU PARA UM CULTO NA IGREJA ASSEMBLEIA DE DEUS. NAQUELE DIA SENTI MUITA VONTADE DE ACEITAR A JESUS, PORÉM NÃO FIZ A MINHA DECISÃO. NAQUELE MESMO ANO, ELA NOS CONVIDOU MAIS UMA VEZ, E DESTA VEZ SE TRATAVA DA ABERTURA DO CONGRESSO DA MOCIDADE. NAQUELE DIA FUI À IGREJA, ACOMPANHADO PELA IRMÃ IRENILZA, QUE ERA AGENTE DE SAÚDE. MAS AINDA NÃO FOI DESTA VEZ QUE ME DECIDI AO LADO DE CRISTO. NO DIA SEGUINTE, FUI À IGREJA OUTRA VEZ PARA PARTICIPAR DA CONTINUIDADE DAQUELE CONGRESSO, QUANDO FIZ A MELHOR COISA DA MINHA VIDA, ENTREGANDO-A NAS MÃOS DO SENHOR. ACEITEI A JESUS COMO MEU SENHOR E SALVADOR DA MINHA VIDA. ALELUIA! HOJE SOU FELIZ EM SER UM CRENTE NA PESSOA BENDITA DO SENHOR. FOI A MELHOR COISA QUE EU JÁ FIZ. ELE TEM ME PROPORCIONADO GRANDES COISAS. TEM ME DADO A OPORTUNIDADE DE SERVÍ-LO NA SUA OBRA . TIROU-ME AQUELE TEMOR QUE PREJUDICAVA MEU DESENVOLVIMENTO MATERIAL E TAMBÉM ESPIRITUAL.  ATUALMENTE SIRVO AO SENHOR COMO 2º DIRIGENTE DA CONGREGAÇÃO DO P. A OSMAR VICENTE, COMO 2º DIRIGENTE DA CONGREGAÇÃO DO SETOR LADEIRA DO SOL, SOU MEMBRO DOS MISSIONÁRIOS DA ÚLTIMA, ALÉM DE CONTRIBUIR COM OS IRMÃOS NO CULTO DA FEIRA.
HOJE O IRMÃO JOSUEL ESTÁ CASADO.
Redação: Antônio Aldemir Gondin

Estado Islâmico aceita lealdade do Boko Haram e ameaça cristãos

domingo, março 15, 2015

Iraque é o 3º país na Classificação à Perseguição Religiosa 2015.

Em gravação de áudio, Abu Mohamed al-Adnani também ameaça cristãos e judeus e diz que ataques não afetaram o grupo.
O grupo radical Estado Islâmico (EI), que controla grandes regiões no norte da Síria e do Iraque, aceitou a promessa de lealdade feita pelo grupo radical nigeriano Boko Haram. A aprovação de Abu Bakr al-Baghdadi, líder do EI, ao compromisso dos nigerianos foi divulgada ontem (12) em uma mensagem de áudio do porta-voz do EI, Abu Mohamed al-Adnani.
No sábado (7), o Boko Haram divulgou na internet um vídeo no qual seu líder jurava lealdade ao Estado Islâmico.
Ameaças
Na gravação, o porta-voz do EI pediu aos muçulmanos que não possam se juntar ao combate na Síria e no Iraque para participarem da luta na África.
Adnani também ameaçou cristãos e judeus. "Se quiser salvar seu sangue e seu dinheiro e viver a salvo de nossas espadas, você tem duas escolhas: se converter ou pagar jizya", afirmou, se referindo ao imposto obrigatório para os não muçulmanos que vivem no território controlado pelo EI. "(Caso contrário), você roerá suas unhas com remorso."
Fonte:http://www.cpadnews.com.br/

III Encontro do departamento Infantil de 2015

sábado, março 14, 2015



O encontro tem por objetivo capacitar os integrantes do departamento infantil da igreja. Os irmãos das congregações rurais também participam P.A. Monte Alegre e São Manoel estiveram presentes.
Hoje Sábado ( 14/03/15) a formação foi conduzido Pelas irmãs Leonilde sobral e Suely Carvalho. Muito proveitoso.
Tivemos momentos de oficina com temas sobre  a  verdadeira  Páscoa, a temática do encontro foi: vocação e formação permanente: sempre o melhor para a obra do senhor.

A oficina foi a seguinte temática: páscoa. Estratégias para alcançar as crianças com a verdadeira páscoa.

Culto de Posse do novo pastor da igreja Batista - Pr. Ezaquiel Herculano da Silva

sexta-feira, março 13, 2015


Nesta Sexta - Feira 13/03/15, ocorreu  o Culto de Posse do novo pastor da igreja Batista - Pr. Ezaquiel Herculano da Silva. Se fizeram presentes os Pastores:
CRISTÓVÃO, Salvador, Maciel, Queiroz, Isaías, Valfredo, Dário, Gerson. Louvor: Ministério Adonai, IBU , Teatro da IBU, caravanas de Campo Grande, Mossoró e Natal. Orador: pr. Eude Cabral (Goianinha)

Missionária que havia sido sequestrada em fevereiro é resgatada, na Nigéria

quinta-feira, março 12, 2015

Pastora Phyllis Sortor, de 71 anos, atua na Nigéria e é apoiada pela Igreja Metodista Livre (EUA).

Uma missionária norte-americana, que havia sido sequestrada por supostos membros de gangues criminosas na Nigéria no mês passado foi libertada na última sexta-feira e agora está em segurança, segundo um comunicado da Igreja Metodista Livre (denominação à qual pertence).
Os sequestradores pediam um valor de 300 mil dólares para libertar a pastora Phyllis Sortor, de 71 anos.
"No início da noite desta sexta (6), Phyllis Sortor, missionária da Metodista Livre na Nigéria, foi libertada com segurança para os cuidados de autoridades e líderes de igrejas metodistas livres", observou David W. Kendall, para o Conselho de Bispos, em um comunicado à imprensa.
"Parece que ela foi sequestrada por uma gangue criminosa, e não há evidências de que este evento é associado a atos de terrorismo ou extremismo religioso. Líderes metodistas livres exprimiram sua profunda gratidão a todos que oraram pelo retorno seguro de Sortor", acrescentou.
A missionária foi raptada na "Hope Academy", em Emi Woro, estado de Kogi, na segunda-feira, 23 de fevereiro por homens mascarados e armados que depois exigiram que um resgate de 300 mil dólares fosse pago para que ela retornasse em segurança.
Abalados, os familiares da missionária declararam rapidamente, no entanto, que eles não tinham dinheiro para pagar o resgate.
"Somos apenas uma família da classe trabalhadora, não temos dinheiro. Esta [Metodista Livre] também não é uma mega-igreja, eles não têm dinheiro. Por que eles a levaram? Quem sabe? As pessoas que estão fazendo essas coisas não têm apoio - são apenas covardes", disse um enteado da missionária, Richard Sortor, em um relatório de CP anteriormente.
Não ficou claro se Sortor foi libertada, somente após o pagamento do resgate exigido pelos sequestradores ou se a gangue foi de alguma forma, desbancada. Kendall observou que os detalhes relativos à libertação não seriam discutidos publicamente.
"Por uma questão de política, e para ajudar a proteger as muitas pessoas que ajudaram a libertação de Phyllis, não faremos qualquer comentário sobre os esforços que foram empreendidos para garantir sua libertação", disse ele.
"Sortor estava ciente havia riscos associados ao seu ministério, mas também sabia que existem muito poucos lugares no mundo sem riscos e perigos atualmente. Ela disse: 'O céu é de verdade Não há nenhuma garantia na vida!; Nenhum lugar é completamente seguro - a não ser aquele em que nos encontramos, quando a nossa plena fé e confiança em Deus!", acrescentou.
Ele observou ainda que Sortor passou a infância em Moçambique e havia voltado para a África com seu marido, depois de passar muitos anos de sua vida adulta em Seattle, Washington (EUA).
Fonte:http://www.cpadnews.com.br/

Terrorista do Estado Islâmico se converte ao Evangelho após ser socorrido por cristãos

terça-feira, março 10, 2015

Casos de muçulmanos que se convertem ao cristianismo logo após terem contato com a mensagem do Senhor, tem sido cada vez maior.

Um militante do Estado Islâmico ferido durante um atentado terrorista do grupo, foi socorrido por um grupo de cristãos, e salvo da morte. O exemplo de amor ao próximo prestado pelos cristãos levou o muçulmano a se converter ao Evangelho.
O jihadista foi encontrado na fronteira leste da Síria e estava com ferimentos graves após um ataque terrorista contra cristãos. Depois de socorrido, foi dado como clinicamente morto. Quando os clérigos o preparavam para ser sepultado, seus batimentos cardíacos voltaram e ele foi novamente socorrido.
Quando recobrou a consciência e foi informado do que havia acontecido, o membro do Estado Islâmico, de 32 anos, decidiu ficar no mosteiro e ajudar os clérigos nas tarefas cotidianas, como sinal de gratidão.
“Poucos dias depois, decidiu se converter ao cristianismo”, disse o principal responsável do mosteiro, de acordo com informações do site RT.
Os casos de muçulmanos que se convertem ao cristianismo logo após terem contato com a mensagem do Evangelho é cada vez maior. Em suas doutrinações, os líderes islâmicos privam a maioria dos fiéis do conhecimento sobre o que é o cristianismo, mas a mensagem bíblica tem alcançado os muçulmanos pouco a pouco.
Em novembro do ano passado, um pastor missionário relatou conversões de muçulmanos ao longo dos anos após terem sonhado com Jesus: “O número de sonhos com Isa têm crescido tremendamente desde 2000, e depois de 2005 o ritmo parece ter diminuído. Mas houve uma explosão de testemunhos na internet nos últimos dois anos sobre as pessoas que encontram Jesus em sonhos e, depois disso, se tornam seguidores de Jesus”, contou Frank Costenbader, ressaltando que Isa é um nome árabe que se encontra no Alcorão, e corresponde a Jesus.
Terror
No último domingo, 08 de março, o Estado Islâmico voltou a atacar um território iraquiano e saqueou e destruiu o sítio arqueológico de Dur Sharrukin, atual cidade de Jorsabad, capital da Assíria durante parte do reinado de Sargon II (722 – 705 a. C.), de acordo com informações da agência EFE.
O sítio arqueológico era considerado um patrimônio histórico da humanidade pela Unesco, órgão da Organização das Nações Unidas (ONU).
Fonte:http://www.cpadnews.com.br

Posse do Novo pastor da Igreja Batista em Upanema/RN

terça-feira, março 10, 2015

Dia: 13/Março
as 19:00h, no Templo da Igreja Batista

Pr. Ezaquiel Herculano da Silva, Wanda Oliveira da Silva(esposa) e Ícaro Artur (filho).
Presença de pastores da região e pastores de Natal

Orador: Pr. Eude Cabral (Secretário da Convenção Batista Norte Rio Grandense.

Pastor Cesino Bernardino está internado em coma induzido

segunda-feira, março 09, 2015

O pastor está em coma induzido por conta de problemas no pulmão.
Através das redes sociais o pastor Reuel Bernardino veio a público pedir orações por seu pai, o pastor Cesino Bernardino, que está internado na UTI por conta de problemas nos pulmões.
O pedido foi feito na manhã deste domingo (8) quando o presidente dos Gideões Missionários de Última Hora deu entrada no Hospital Santa Isabel em Blumenau (SC). “Queridos, peço encarecidamente que levantem um clamor para meu Pai Pastor Cesino Bernardino, que acabou de ser internado na UTI”.
Aos 80 anos, o pastor presidente da Assembleia de Deus em Camboriú (SC) tem passado por crises de insuficiência respiratória, problema apresentado há algum tempo que se agravava dependendo da qualidade do ar. Segundo Reuel, Cesino tem “problemas seríssimos nos pulmões”. Para resolver este quadro clínico, o pastor precisou entrar em coma induzido, método adotado pelos médicos por conta da idade avançada do paciente.
Diversos pastores e personalidades evangélicas entraram em oração pela vida do pastor. O senador Magno Malta, através do Instagram, se comprometeu a orar pelo religioso que dentro de 47 dias dará abertura a mais uma edição do Congresso Gideões Missionários da Última Hora.
O deputado Marco Feliciano também falou sobre o assunto, divulgando a mensagem do pastor Reuel em seu Facebook, para pedir que seus seguidores também entrem em oração pela vida do enfermo. “Peço oração a todos pela vida do patriarca das missões Pr. Cesino Bernardino”, escreveu Feliciano.
Fonte:http://www.gospelprime.com.br/

Pastor canadense desaparece na Coreia do Norte

sexta-feira, março 06, 2015

O religioso chegou no país no dia 31 de janeiro e voltaria para casa no dia 4 de fevereiro.
O pastor canadense Hyeon Soo Lim, 60 anos, foi até a Coreia do Norte participar de uma missão humanitária e está há três semanas desaparecido. O sumiço do reverendo presbiteriano foi citado pelo jornal Toronto Star e repercutido em diversos jornais do mundo através de agências de notícias.
Segundo informações o pastor entrou na Coreia no dia 31 de janeiro através da China e desde então sua família e amigos não tiveram mais notícias sobre ele.
O religioso voltaria para o Canadá no dia 4 de fevereiro, mas isso não aconteceu. Ele viajou para o país representando a Light Korean Presbyterian Church de Mississauga e essa não foi a primeira vez que ele foi até a Coreia, seus parentes disseram que o país foi visitado mais de 100 vezes pelo religioso.
O fato do pastor não chegar no Canadá no dia combinado não preocupou a igreja porque eles sabem que os atrasos são frequentes quando se trata de estrangeiros que deixam a Coreia do Norte, mas segundo a porta-voz da denominação, Lisa Pak, ao completar três semanas eles desconfiaram que algo de errado pode ter acontecido. “De vez em quando há atrasos, mas nunca desta extensão”, disse ela.
A esposa e o filho do pastor contam com o apoio do governo canadense para levantar informações sobre o paradeiro do religioso. Em um comunicado a família agradeceu a todos que estão orando pelo caso. Com informações G1
Fonte:gospelprime.com.br

Missão de paz: Ex-paquito fala da vida em Niger após Charlie Hebdo

quinta-feira, março 05, 2015



Alexandre Canhoni, o ex- paquito Xand, abandonou uma vida  de fama e prestigio, para trabalhar com pessoas carentes na África, onde faz um trabalho humanitário em Niger há 11 anos como missionário, junto à esposa Giovana. Na base missionária Guerreiros de Deus, eles atendem, em média , duas mil crianças e adolescentes e adotaram 15 delas. Depois do episódio envolvendo o jornal  francês Charlie Hebdo em Paris, os cristãos tem sofrido vários ataques no continente. Em razão disso, Alexandre e sua esposa tem passado por momentos de muita tensão, assim como vários missionários que estão em missão naquele país. Em entrevista à  Cleo Oshiro, Alexandre  decidiu contar um pouco sobre a vida por lá:
Cleo Oshiro – Quando você decidiu trocar a vida de artista, pela de missionário?
Alexandre Canhoni – Na verdade não decidi. Foi um processo de mudança na minha vida, que demorou bastante. 
CO – -Qual foi a reação da família e amigos, devido a sua escolha?
AC –  A maioria das pessoas não me apoiaram e acharam que eu estava ficando louco.
CO – Como conheceu a Giovana e  quem teve a ideia de fazer trabalho humanitário no Niger?
AC – Conheci a Giovana em uma das minhas viagens para dar testemunhos. Ficamos  amigos e quando casamos, fizemos a primeira viagem para a África, e vimos que o Senhor nos criou para isto.
CO – Por que o Niger?
AC – Porque era o país mais pobre do mundo!
CO – Quais as maiores dificuldades que encontraram ao chegar no país?
AC –  Calor, alimentação, idioma, e religião, porque aqui a religião muçulmana é a predominante… não foi fácil.
CO – Que idioma vocês usam para se comunicar?
AC – Francês. E normalmente traduzido para zarma ou tamasheck.
CO – Vocês recebem ajuda de igrejas ou ONGs para manter a missão?
AC – Recebemos ajudas de diversas pessoas, amigos, igrejas, de todos que desejam fazer o bem ao próximo.
CO – Como está sua saúde depois dos sérios problemas que teve?
AC – Continuo controlando. Há cada 6 meses preciso fazer exames de controle, por causa do meu esôfago.
CO – Hoje, com todas as dificuldades que tem passado, vocês  são felizes?
AC- Totalmente realizados. Temos uma paz que jamais tivemos e a certeza de onde realmente deveríamos estar.
CO – Em entrevistas, você disse que quando trabalhava de paquito não gostava de crianças. Como explica que seu trabalho agora é cuidar de crianças carentes?
AC – Sou outra pessoa. Antes não me importava com ninguém, só comigo mesmo. Hoje enxergo o  próximo e sei que mais importante é fazer parte da vida das pessoas.
CO – Por que a decisão de adotar tantos filhos?
AC – Não foi uma decisão… foi acontecendo… e como deixá-los? Como não ama’-los? Tornou-se impossível viver sem eles.
CO – E filhos biológicos?
AC – Não temos filhos biológicos…. 
CO –  Vocês têm apoio das autoridades locais em relação aos ataques?
AC – Não obtive no dia nenhum apoio, claro que depois fizemos o B.O. na polícia mais até hoje nenhuma polícia veio nos dar retaguarda….. Quanto ao apoio da embaixada do Brasil, a mais próxima é em Benin ou Burkina Faso, tenho contato com eles, e se precisarmos eles estão prontos a se encontrar na fronteira conosco, caso seja necessário
CO – Gostaria que nos contasse como é feito o trabalho humanitário no Niger? 
AC –  É um trabalho simples e cheio de vida, quando digo simples não quero dizer que é fácil, mais que é possível para todos que desejam de verdade ajudar alguém. Temos projetos de futebol, escola, nutrição e em várias áreas.
CO – Sobre os ataques que vocês tem sofrido ultimamente, eles aconteceram após o ocorrido em Paris, no jornal francês  “Charlie Hebdo”, ou já aconteciam antes? 
AC – Nunca houve da maneira como aconteceu no dia 17 de janeiro deste ano. Sempre houve ameaças verbais, ou insultos, ou até mesmo algumas mesquitas que diziam paras crianças não vir nos projetos, mas com violência e com este teor de atentado,  como no dia 17/01, realmente ninguém esperava que seria daquela maneira. Muitos lugares incendiados e destruídos no mesmo dia e em poucas horas. A polícia não chegou, os bombeiros não chegaram… foi muito triste.
CO – Devido aos acontecimentos, pensam em retornar ao Brasil?
AC – Não pensamos em voltar para o Brasil, principalmente porque aqui não é só um projeto, tenho uma família aqui, e como poderia deixá-los? E como levar todos comigo?
CO – Como está a situação no momento?
AC – Mais uma semana se passou e ainda não estamos em casa. Tenho ido na casa e na base e tenho sentido paz. Agradeço pelos e-mails, palavras amigas, versículos que as pessoas enviam para nos encorajar a continuar esta caminhada. Meus filhos estão um pouco mais tranquilos, mas ainda oro para que o Senhor revele o desejo do coração de Deus para cada um. Hoje pude conversar com eles e mais uma vez compartilhei do meu amor, e que se em todos estes anos nós entendêssemos que o que fazemos aqui é somente um projeto social, já teríamos ido embora. Mas que não os abandonarei. Eu disse: não tenho coragem de deixar vocês, tanto é que falei para o Cônsul quando cogitaram evacuar todos os brasileiros do país que eu ficaria. Perguntei para eles: e vocês tem coragem de nos deixar? Os olhos deles encheram de lágrimas e disseram: Jamais. Fiquei muito feliz em saber que este ataque serviu para deixar-nos mais unidos do que nunca. “Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida pelos seus amigos” – João 15:13. Continuem orando por nós e se possível nos ajudando financeiramente para a reconstrução e compra dos materiais que precisamos.
ATUALIZAÇÃO: Estamos no Níger e estamos em paz. Pouco mais de um mês desde os atentados, e muitas coisas no país já estão funcionando normalmente. A expectativa de uma perseguição, porém a alegria em poder sair as ruas e ter contato com o povo e com nossas crianças. Estamos reconstruindo, esta fase nos fez meditar muito, para reconstruir normalmente vamos pensar no que fazer, e o que não é necessário fazer. Este tem sido nosso pensamento interno e externo… o que realmente precisamos e o que realmente é importante para nós e para nosso próximo. As pedras que vamos precisar e as que não iremos mais precisar. Pedimos que continuem orando por nós, para que o Senhor nos guie e para que tomemos as decisões corretas. Nossas crianças e jovens estão mais calmos e confiantes. E uma comunhão extraordinária tem enchido nossas vidas diariamente. Quantos aprendizados e quantas mudanças internas e externas para nós,  para nossas crianças e para nossos vizinhos.
Clique no AQUI para conhecer mais sobre o trabalho de Alexandre

Missão

Para ajudar no trabalho humanitário de Alexandre Canhoni, entre no site Guerreiros de Deus  ou AGDNiger
Fonte:http://www.bdci.tv/ex-paquito-fala-sobre-missao/

Total de visualizações de página

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *