____________________________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Sobrevivente do 11 de setembro diz que ouviu Deus: “Esta não é sua hora”

Depois de ouvir a Deus, Jean Potter desceu as escadas do World Trade Center desde o 81º andar, onde trabalhava.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DE CBN NEWS

O casal Jean e Dan Potter estão entre as pessoas que têm uma história de milagre para contar. (Foto: Reprodução)
O casal Jean e Dan Potter estão entre as pessoas que têm uma história de milagre para contar. (Foto: Reprodução)
Os ataques de 11 de setembro de 2001 deixaram marcas profundas nos Estados Unidos e no mundo. Neste domingo (11), quinze anos depois do atentado, familiares fizeram um memorial das vítimas — e os sobreviventes manifestaram sua gratidão à Deus.
O casal Jean e Dan Potter estão entre as pessoas que têm uma história de milagre para contar. Eles moravam num apartamento em Manhattan, Nova York, a poucos quarteirões do local de trabalho: o World Trade Center.
Jean trabalhava no 81º andar dentre os 110 pavimentos da primeira torre atingida no ataque. "De repente, uma enorme explosão sacudiu o prédio e nós literalmente balançávamos de um lado para o outro", disse Jean à CBN News.
Nesse instante, ela conta que ouviu a voz de Deus — em alto e bom som — dizendo: “Esta não é sua hora. Estou com você”.
Mesmo tendo o encorajamento de Deus em seu coração, ela pensou: “Estou no 81º andar. Como vou sair daqui?", questionou. Ao correr até as escadas, Jean notou que o chão estava em chamas.
"Meu coração estava a mil por hora e mesmo com o fogo, resolvi descer escada", contou. "O que também veio para mim foi: 'Você e Dan serão abençoados com uma bela vida. Vá em direção ao norte".
Em meio ao caos, Jean acredita que Deus estava a tranquilizando e estimulando a continuar descendo as escadas. “Enquanto tudo estava acontecendo e eu estava muito nervosa, as mensagens [de Deus] iam chegando até mim", disse ela.
Triste perda
Jean estava no 20º andar quando começou a ver alguns bombeiros. "Um deles era Vinny Giammona, que já foi tenente do meu marido, que também era bombeiro. Nunca vou esquecer o olhar em seu rosto naquele dia", ela lembra. Giammona foi um dos 343 bombeiros de Nova York que morreram no ataque.
O marido de Jean estava num distrito vizinho quando o atentado aconteceu e correu rapidamente até Manhattan para se certificar se ela estava segura. No local, ele teve que se esconder quando a Torre Sul desabou.
Coberto de cinzas, o bombeiro não desistiu de procurar por sua esposa. Ele voltou para seu apartamento, bateu na porta, mas ninguém respondeu. Pensando que tinha perdido Jean, Dan se sentou num banco e orou. Um fotógrafo registrou este momento.

Uniformizado, Dan Potter foi registrado em oração após o atentado. (Foto: Associated Press/Matt Moyer)
"Eu estava orando a Jesus, orando por clareza:  'O que você quer que eu faça? O que devo fazer?'", Dan lembra.
Nesse momento, ele sentiu Jesus dizendo que ele deveria voltar ao apartamento. Foi lá que o telefone tocou. Seu pai estava chorando, querendo saber notícias e dizendo que Jean estava a caminho.
"Eu via sangue em seus olhos, e disse: ‘Onde você estava?’”, relata Jean. “Dan respondeu: ‘Você não gostaria de saber’, e nos abraçamos. Foi simplesmente inacreditável. Ficamos muito gratos por aquilo que Jesus fez em nossas vidas".
"Ele estava conosco naquele dia, mas eu não quero que as pessoas pensem que somos mais especiais porque fomos salvos", disse Jean. "Quero dizer que não foi a nossa hora, e mas Ele também estava com aqueles que se foram. É um grande privilégio falar sobre Ele".
Vida depois do 9/11
Após o ataque, teve de enfrentar um transtorno de estresse pós-traumático e Dan se aposentou por causa dos ferimentos que sofreu no 11 de setembro. Apesar das dificuldades, a fé de Jean e Dan permanece forte.
"Deus é um Deus de amor", afirma Jean. "Se você expor sua sua dor, Ele vai curar o seu coração”.
Depois de viver um período na Pensilvânia, o casal está de volta a Nova York. "Mais uma vez, Jesus nos trouxe a um novo lugar de bênçãos", disse Jean. "Estamos finalmente em casa".

Apoio