____________________________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Batismos são vitória em Portugal - A obra missionária requer perseverança, e em lugares como Portugal.



A obra missionária requer perseverança, e em lugares como Portugal, onde fica muito claro o extremo de religiosidade e absoluta indiferença para com o Evangelho, a celebração de batismos é uma vitória. E foi isso que aconteceu na Igreja Evangélica Batista de Viana do Castelo, no norte do país, onde cinco pessoas foram batizadas.
“Assim sendo, orar é imprescindível, e cremos que somos chamados a derramar lágrimas todos os dias por uma nação e um povo que se julga em condições de dispensar Deus de suas vidas”, diz o missionário Jorge Max. “Mas graças ao Senhor, Ele chama os seus pelo Evangelho, e por isso cinco batismos foram realizados”, destaca o pastor, que atua em Portugal ao lado da esposa, a missionária Dalimar da Silva.
Uma alegria especial para o casal missionário foi o batismo, pelo próprio Pr. Jorge Max, da filha Ligia, de 11 anos, nesse mesmo dia.
“Isso nos trouxe uma grande alegria, em virtude de sua convicção e certeza de que pertence ao Senhor e querer servi-lo de todo o coração”, afirma.
Os recém-batizados foram discipulados, integrados na vida da igreja e hoje se encontram ativas, segundo nossos missionários, embora ainda enfrentem dificuldades familiares e sociais em virtude da fé em Cristo e batismo na igreja evangélica.
“Foi uma tarde maravilhosa, pois os batismos se deram em um sítio de uma das irmãs que estavam se batizando, cujo marido era extremamente avesso ao Evangelho e à igreja. Ele e os convidados presentes ficaram admirados com o modelo de batismo bíblico e os testemunhos de fé. Grande vitória o Senhor nos concedeu”, ressaltou o missionário.
Cooperação com batistas portugueses
Em Portugal, o casal Jorge Max e Dalimar também tem buscado atuar em parceria com a convenção batista do país europeu. Recentemente, o missionário da JMM foi o preletor oficial do retiro anual da ordem de pastores, além de participar do acampamento de famílias.
Enquanto Jorge Max fez uma hora de exposição bíblica sobre 1Tessalonicenses aos adultos e jovens, Dalimar contou histórias missionárias para crianças.
“Assim, durante toda uma semana, pudemos servir a dezenas de famílias que buscam, anualmente, esse acampamento para enlevo e crescimento espiritual, como também para férias”, diz Dalimar.
O casal conclui agradecendo a fidelidade de pessoas e igrejas que, apesar de dificuldades, seguem apoiando o sustento espiritual e material do ministério dos missionários.
por Willy Rangel

Fonte:http://missoesmundiais.com.br/

Apoio