____________________________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________

terça-feira, 25 de outubro de 2016

“Deus não enviou profissionais para o campo, Ele enviou a Igreja”, diz pastor sobre missões

Robson Viana, pastor da Igreja Presbiteriana Missional, enfatizou que o 'ide' de Jesus é para todos os cristãos.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DA REDE SUPER

Cássio Mirandam, o apresentador do programa questionou o convidado sobre o surgimento desse novo movimento. (Foto: Reprodução).
Cássio Mirandam, o apresentador do programa questionou o convidado sobre o surgimento desse novo movimento. (Foto: Reprodução).
A Igreja Presbiteriana Missional, liderada pelo pastor Robson Viana, chama atenção pelo nome. Em entrevista ao programa Mente Aberta, da emissora Rede Super, o líder comparou o senso missionário comum com o novo conceito, chamado "missional".
Cássio Miranda, o apresentador do programa, questionou o convidado sobre o surgimento desse novo movimento.
“A missionalidade é um termo novo mesmo. Surgiu no final do século passado, 1998, 1999. No início desse século começou-se a conversar e a falar sobre o ‘missional’. Esse termo começou nos Estados Unidos. É um movimento novo que não se prende a uma denominação e pode ser encontrado em várias linhas de pensamento teológico, entre reformados e arminianos”, explicou.
“A base do movimento missional é o ide do Senhor Jesus Cristo. Ele não enviou profissionais para o campo, Ele enviou Sua Igreja ao campo. Então, quando se fala em missionalidade, nós estamos pensando em todos, todos os cristãos”, diz o pastor.
Viana ainda ressaltou que a visão missional entende que o ide é uma vocação para todo cristão, que compreende o Reino e a vida prática. No cotidiano, o cristão deve se reconhecer como embaixador de Cristo seja em qualquer lugar que ele estiver: família, escola, trabalho.
“A nossa primeira vocação é servir o Reino. A nossa segunda vocação, por exemplo, você trabalha nos correios, trabalha na loja vendendo sapato… É ali o seu campo missionário. Você é enviado naquele lugar por Jesus Cristo”, comentou.
Igreja Missionária e Igreja Missonal
“O senso comum de Igreja Missionária diz assim: 'Nos enviamos o profissional missionário para o campo. Nós investimos financeiramente no trabalho missionário. Nós oramos e intercedemos pelos profissionais que estão no campo'. Essa é uma visão de uma Igreja Missionária”, pontuou.
“O termo missional vem para fazer algo diferente. Ele diz: 'Não. Nós não podemos pensar que o profissional faz a missão. E a base do movimento missional é o ide do Senhor Jesus Cristo” explanou. “Então, quando se fala em missionalidade ou Igreja Missional, nós estamos pensando em todos”.
Confira a entrevista na íntegra:

Apoio