____________________________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Ladrões se convertem ao evangelho após roubarem furgão de missionário, na Argentina

Agustín trabalha evangelizando nas favelas e presídios de Buenos Aires. Mas não esperava que um dia fosse testemunhar a conversão daqueles que haviam roubado o carro de seu ministério.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO GOD REPORTS
Furgão em chamas. (Foto: OC Register)
Furgão em chamas. (Foto: OC Register)
Seu nome é Agustín, e ele mora na Argentina. Como a maioria dos trabalhadores do ministério cristão internacioanl "Every Home for Christ" ('EHC'), Agustin não tem muito dinheiro e trabalha duro para comprar suas coisas e pagar suas contas. Mas por diversas vezes, ele é confrontado por questionamentos difíceis: 'Compartilhar Evangelho vale mesmo a pena?'; 'Eu deveria continuar com este trabalho?'. Depois do que ele passou, muitas pessoas teriam desistido. Mas Agustín decidiu perseverar e por causa dessa decisão, ele testemunhou como Deus pode tecer os fios emaranhados de devastação, formando um bela peça na Tapeçaria da Graça.
No final do ano passado, quando Agustín e vários outros funcionários da EHC estavam evangelizando uma comunidade atormentada pelas gangues gangues nos arredores de Buenos Aires. Os voluntários do ministério estavam plenamente conscientes do perigo, mas estavam empenhados em compartilhar o Evangelho, com todos os que encontrassem na região: dependentes químicos, prostitutas e até mesmo os membros das gangues que controlam o bairro. No entanto, o que aconteceu aquela noite inesquecível faria com que Agustín questionasse se o risco valia a recompensa.
Dois homens armados surgiram do nada e atacaram a equipe. Embora os voluntários tenham tomado um susto com abordagem, não ficaram surpresos por aquilo ter acontecido. Esse tipo de coisa é comum onde eles vivem. Depois de serem fisicamente agredidos e terem armas apontadas para eles, Agustín e sua equipe entregaram para os criminosos o pouco dinheiro que tinham, seus celulares e as chaves da van do ministério. Após o assalto, os membros do 'EHC' ficaram se sentindo impotentes, enquanto os ladrões se afastavam, deixando-os desamparados em uma área extremamente perigosa.
Embora traumatizado e um tanto desanimado, Agustín agradeceu a Deus por poupar suas vidas e orou para que a van, juntamente com as Bíblias e os materiais evangelísticos que estavam nela, fossem recuperados. A van foi encontrada pouco tempo depois. O veículo tinha sido incendiado para que não pudessem ser encontradas impressões digitais dos criminisos. Mas foi o que ele encontrou no chão, ao lado da van destruída que levou Agustín e sua equipe às lágrimas. As caixas de Bíblias e materiais evangelísticos estavam do lado de fora do carro e não sofreram qualquer dano.
Naquele momento Agustín entendeu o que aconteceu ali: Deus não só protegeu sua vida e as vidas dos membros de sua equipe, mas também protegeu as ferramentas do ministério que são usadas para levar Sua mensagem a vidas que necessitam de Cristo. Com ou sem o carro, Agustin continuaria a espalhar o Evangelho em sua comunidade, entre as almas perdidas e desesperadas.
Enquanto isso, outros funcionários do 'Every Home for Christ' Argentina estavam fazendo um trabalho poderoso, evangelizando detentos em uma prisão de Buenos Aires. Quando Agustín ouviu falar da iniciativa, se inscreveu rapidamente para ajudar. Ele passaria o resto de sua vida compartilhando a mensagem de perdão e graça onde quer que pudesse, nas ruas de Buenos Aires ou nos presídios.
Detento lê Bíblia durante sessão de estudo com missionários. (Foto: Bible Society)

Perdão
Vários meses depois, Agustín estava trabalhando em um discipulado com detentos que já haviam se convertido a Cristo através dos serviços do EHC no local. Um dos presos o ouviu compartilhar a história sobre o roubo da van e o livramento que o voluntário teve naquele dia. Quando o missionário falou sobre as Bíblias e os materiais evangelísticos que ficaram intactos e não foram queimados junto com o carro, o preso sabia que ele tinha que dizer alguma coisa.
"Fui eu", confessou o rapaz para Agustin. "Eu e um dos outros detentos nesta prisão fomos os caras que atacaram você e roubaram sua van".
Agustin ficou chocado e as memórias daquela noite horrível inundaram sua mente. Agora - apenas alguns meses depois - ele estava frente a frente com um dos homens que o atacaram. Com lágrimas nos olhos, o detento pedia que Agustin o perdoasse, explicando que, desde que foram presos, ele e seu cúmplice aceitaram a Cristo e abandonaram suas vidas de crime.
Nesse momento, Agustin foi confrontado com outra difícil escolha: ele poderia perdoar os homens que o agrediram, roubaram sua van e a destruíram? Então ele se lembrou das Bíblias e dos materiais evangelísticos que Deus milagrosamente poupou. Essas mesmas mensagens impressas foram levadas para os presídios e transformaram as vida dos criminosos que os roubaram.
Mais uma vez, Agustín sabia qual seria sua decisão: Ele escolheu perdoar.

Apoio