____________________________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________

quinta-feira, 2 de março de 2017

Avivamento muda povo africano em meio a epidemias e guerra


Serra Leoa viu surgirem milhares de convertidos nos últimos meses.

As epidemias de Ebola e a guerra civil que se arrasta por mais de uma década em Serra Leoa deixaram uma marca triste na história do país. Ao mesmo tempo isso fez com que milhares de  pessoas passassem a questionar o sentido de suas vidas e rejeitarem o Islã, abraçando o cristianismo.
Segundo um novo relatório divulgado pela Missão Christian Aid, embora apenas 13% da população se identifique como cristã – são 63% de muçulmanos e 23% de animistas tribais – o número de crentes está aumentando, num verdadeiro avivamento.
“Tudo o que aconteceu em nossa nação nos últimos anos, nestes 11 anos de guerra contra os rebeldes e as epidemias de Ebola. Isso tem sido como uma espécie de mensageiro divino para trazer o nosso povo ao arrependimento de seus maus caminhos e poderem receber o evangelho e a misericórdia de Deus revelada em Jesus Cristo “, explica Mitford Macauley, diretor dos Ministérios Evangelho da Trindade (TGM).
“Portanto, não estamos perdendo tempo para levarmos o evangelho de Cristo radicalmente até as regiões não alcançadas”.
Ele acredita que a igreja local está desenvolvendo uma visão missionária vibrante. Sua missão completou recentemente um trabalho em várias aldeias, onde centenas de pessoas vieram a Cristo.
“Nenhuma destas 22 aldeias tinham presença na igreja anteriormente, e nunca o evangelho lhes foi pregado… até agora”, comemora Macauley. “Através de nossos filmes e campanhas, vimos centenas de pessoas sentindo o poder de Deus, com curas de doenças e livramentos de possessões demoníacas e opressão. Milhares de pessoas se converteram, abandonando seus pecados de imoralidade, idolatria e ocultismo para servir ao Senhor Jesus.”
A missão pede orações para que possam suprir as centenas de Bíblias que precisam para atender a fome espiritual dos novos convertidos, além dos custos para a manutenção do trabalho nesses lugares, que inclui a construção de templos nas aldeias onde tantas congregações estão se formando.
Entre 2014 e 2015, o vírus Ebola infectou mais de 28.000 pessoas na Libéria, Guiné e Serra Leoa. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, morreram mais de 11.000 em apenas alguns meses.
Macauley disse que, além da plantação de igrejas, a Christian Aid Mission está trabalhando incansavelmente para tentar cuidar dos cerca de 12 mil órfãos que perderam os pais para essa doença. A TGM está construindo orfanatos. Com informações de Gospel Herald
Fonte:www.gospelprime.com.br

Apoio