____________________________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________

sexta-feira, 31 de março de 2017

O que fazer quando os pais discordam do seu chamado missionário? John Piper responde

John Piper aconselhou os jovens que sentem um chamado missionário a convencer seus pais que "Jesus é suficiente para satisfazer sua alma", mesmo quando o chamado é adiado.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO CHRISTIAN POST

John Piper é teólogo e professor da Faculdade e Seminário Bethelehem, nos EUA. (Imagem: Desiring God)
John Piper é teólogo e professor da Faculdade e Seminário Bethelehem, nos EUA. (Imagem: Desiring God)
Se você perguntar a John Piper sobre se tornar um missionário logo após a conclusão do ensino médio, enquanto seus pais acham que é tolice deixar sua casa e sua família no momento, ele te dirá que você tem algumas coisas adicionais a considerar nesta questão.
Em resposta a uma pergunta que chegou a ele por meio de seu site 'Desiring God', John Piper ofereceu conselhos a um aluno do ensino médio que disse que se sentia chamado para ser um missionário. Este jovem disse que tinha o apoio de seu pastor, estava conectado a um conselho de missões, tinha várias oportunidades de frequentar uma faculdade no exterior e ser um "estudante-missionário". Mas seus pais pensaram que seria um desperdício de sua vida e tolice deixar os Estados Unidos e todos os benefícios que tem no país.
"Mesmo que venha um tempo em que a vontade de Cristo, percebida em sua própria alma pelo Espírito Santo através da palavra de Deus, deve ter precedência sobre a vontade de seus pais, se eles conflitam com sua decisão, no entanto, a ordem de Deus para os filhos é obedecerem a seus pais. Isso é muito sério", explicou Piper, referindo-se a Efésios 6:1.
Piper também exortou este jovem a aproximar-se lentamente do campo missionário, tendo em vista que ele ainda tem tempo.
"Você é jovem e tem muito tempo a frente de você. Não calcule se a sua vida é desperdiçada simplesmente com base nos próximos cinco ou dez anos. Considere em uma escala maior do que isso. Deus é quem decide se você vai viver mais um minuto ou viver mais sessenta anos. Você deve se planejar para a segunda possibilidade, não para a primeira", aconselhou.
Piper observou o "aparente mundanismo" de seus pais também o pode ser um desafio: tentar "conquistá-los", mostrando-lhes através de seu comportamento "que Jesus é mais precioso, mais gratificante e mais importante do que a América", e até mesmo mais importante do que "qualquer chamado missionário".
"Deixe que eles vejam que, em sua própria vida, Cristo é suficiente para satisfazer sua alma, mesmo que sua missão seja adiada", disse o teólogo.
Apesar de não conhecer os detalhes da situação desse jovem, Piper, contudo, pediu-lhe que adiasse seu chamado.
"Pesquise uma faculdade ou universidade cristã rigorosas, envolva-se em missões ao longo do caminho e obtenha a mais profunda, mais ampla e mais forte preparação de mente e coração que você conseguir. Nesse processo, Deus tornará o futuro claro", finalizou Piper.

Apoio