____________________________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________

quarta-feira, 1 de março de 2017

Pastor reúne US$ 80 milhões para construir casas em comunidade carente, nos EUA

O bispo Hezekiah Walker pretende construir casas e uma igreja em uma comunidade do Brooklyn, em Nova York.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DE THE CHRISTIAN POST

Hezekiah Walker é ministro de louvor e pastor da igreja Love Fellowship Tabernacle. (Foto: Reprodução)
Hezekiah Walker é ministro de louvor e pastor da igreja Love Fellowship Tabernacle. (Foto: Reprodução)
Um pastor americano decidiu reunir US$ 80 milhões (equivalente a quase R$ 248 milhões) para construir centenas de casas a pessoas carentes em uma comunidade do Brooklyn, em Nova York, nos Estados Unidos.
O bispo Hezekiah Walker, que é ministro de louvor e pastor da igreja Love Fellowship Tabernacle, fez o anúncio do novo projeto em seu Instagram, no dia 15 de fevereiro.
"Oh meu Deus! Eu acabei de sair de uma reunião e completei um acordo de US$ 80 milhões com a cidade de Nova York para construir moradias e uma nova igreja na minha propriedade do Brooklyn. Estou completamente deslumbrado", disse ele.
"Quero que as pessoas saiam dos abrigos, olhem para o edifício todos os dias e saibam que há esperança", disse Walker sobre sua igreja, durante entrevista ao site New York Daily News, em 2008. "Quero que eles venham à igreja e adorem, como diz a Bíblia, na beleza da santidade de Deus, e eu pregarei a esperança".
Ele reconhece a importância de sua igreja estar localizada num bairro de baixa renda do Brooklyn, para que ele possa ajudar as pessoas de maneira mais efetiva.
"Nós estamos bem no leste de Nova York, em um local onde nossa igreja é realmente necessária não apenas para pregar e cantar, mas para cuidar do povo", disse o bispo.
Walker iniciou sua carreira no ramo da música gospel há 20 anos. No ano passado, ele afirmou que a longevidade de seu ministério a uma lição que ele aprendeu.
"Muitas vezes, nós saímos e maltratamos as pessoas, tomamos das pessoas em vez de  dar a elas. Tenho sempre em mente que eu sou um vaso que Deus está usando para abençoar as pessoas, não para abusar delas", disse ele à revista Essence.

Apoio