____________________________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________

sábado, 8 de abril de 2017

Pastor é apedrejado e sofre traumatismo craniano após celebrar batismos, na Ásia

Os batismos eram parte de uma campanha de 21 dias de jejum e oração, liderada pelo pastor Paul e sua equipe. Ele foi internado e submetido a uma cirurgia de emergência.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DA BÍBLIAS PARA O ORIENTE MÉDIO

Pastor batiza recém-convertidos na Índia. (Foto: Bring Good News international)
Pastor batiza recém-convertidos na Índia. (Foto: Bring Good News international)
Um pastor e alguns cristãos recém-convertidos foram apedrejados, logo após a celebração de um batismo em uma igreja da Ásia, no mês de março. O nome da congregação e a cidade onde houve a ocorrência não foram revelados por motivos de segurança.
A organização 'Bíblias para o Oriente Médio' - que também apoia as igrejas e cristãos perseguidos na África e Ásia - confirmou a ocorrência e pediu orações pelo seu diretor, pastor Paul, gravemente ferido durante o ataque.
O pastor sofreu graves ferimentos na cabeça, incluindo traumatismo craniano e teve que passar por uma cirurgia de emergência.
Depois de passar uma semana internado sem hospital, ele foi transferido secretamente para uma casa de uma família de ex-muçulmanos, recém-convertidos ao cristianismo.
A permanência do pastor no hospital custaria muito dinheiro à sua família e também não era uma opção segura para ele, pois extremistas religiosos locais souberam de sua internação e começaram a caçá-lo em todas as unidades médicas da região.
Segundo um relatório divulgado pela organização missionária na última sexta-feira (7), os médicos instruíram o pastor e a família que o está abrigando a não usarem seus celulares para não serem rastreados. Por isso, Paul pode passar semanas incomunicável.
"Que o Senhor proteja e restaure o Pastor Paul. Que Ele também guie e proteja esta família com quem ele permanece, enquanto se recupera", diz parte do comunicado da Bíblias para o Oriente Médio.

Campanha de jejum e oração
O ataque sofrido por Pastor Paul recentemente ocorreu durante uma campanha de 21 dias de jejum e oração que ele e sua organização missionária realizaram simultaneamente em diversos continentes, incluindo estes três principais nos quais eles atuam, pregando o Evangelho.
Durante a campanha, mais de três mil muçulmanos se converteram ao Evangelho e foram batizados pelos líderes da organização.

*Por questões de segurança, a imagem usada nesta matéria não é do pastor Paul e sim da organização missionária 'Bring Good News international', que autorizou a publicação da foto.

Apoio