____________________________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________

sábado, 6 de maio de 2017

Uma família cristã aceita o desafio de liderar uma igreja, numa cidade remota e hostil ao cristianismo, mas enfrenta grandes desafios

"Papai, por que as pessoas jogam pedras em nós?"

Uma família cristã aceita o desafio de liderar uma igreja, numa cidade remota e hostil ao cristianismo, mas enfrenta grandes desafios
05-africa-menino-triste

Uma pedra quase atingiu o rosto de Simon* e o menino ficou muito assustado, então segurou firmemente na mão de seu pai, enquanto caminhavam pelas ruas de uma cidade norte-africana. Outra pedra veio em sua direção, mas nenhuma o acertou naquele dia, embora nem sempre tenham a mesma sorte. "Vamos para casa, filho", disse o pai, mas Simon ficou decepcionado, afinal estavam indo tomar um sorvete juntos e o dia realmente estava quente. Muslih* percebeu o olhar triste do filho e entendeu, mas não havia outra opção a não ser desistir do passeio.
"Por que vamos para casa?", o garotou perguntou, mesmo sabendo a resposta. "Para sua própria proteção", disse o pai, que orou em silêncio, dizendo a Deus que não queria ver o filho sofrer assim. Mas a rotina se tornou difícil desde que Muslih foi chamado por Deus para liderar uma igreja que fica a centenas de quilômetros de onde eles moravam. Ele e sua esposa oraram antes, pedindo a Deus orientação, e sabiam de toda a hostilidade e dificuldades que enfrentariam.
Assim que o chamado foi confirmado, a família partiu e, desde então, é alvo de violência. Sempre lançam pedras sobre eles, tentaram incendiar a casa onde vivem e, uma vez, bateram em Fadila*, esposa de Muslih, que foi parar no hospital com muitos ferimentos. Quando pai e filho chegam em casa, depois do breve passeio, Simon então pergunta: "Papai, por que as pessoas jogam pedras em nós? O que fizemos de errado?". E Muslih respondeu: "Nós somos diferentes, filho, porque servimos ao Senhor e seguimos a Jesus. As pessoas desta cidade seguem uma religião e não aceitam que ninguém seja diferente deles", conclui o pai.
*Nomes alterados por motivos de segurança.
Pedidos de oração
  • Ore por essa família que aceitou o desafio de liderar uma igreja num local onde há muita hostilidade e violência contra os cristãos.
  • Interceda pelo pequeno Simon, peça a Deus que o proteja e que lhe conceda uma infância de alegria e bons momentos, apesar da perseguição que já enfrenta.
  • Ore pela Igreja Perseguida na África e pelos trabalhos de evangelização que são realizados lá.
DIP 2017
Você também pode se envolver com os cristãos perseguidos africanos, participando do DIP 2017. O Domingo da Igreja Perseguida é um dia de intercessão aos cristãos ao redor do mundo. Este ano, o evento acontecerá no dia 11 de junho com o tema Juntos pela África. Assista ao novo vídeo e saiba mais.
Fonte:www.portasabertas.org.br

Apoio