Cristão acusado pela morte do primo tem casa queimada

domingo, agosto 27, 2017

27 ago 2017CHADE

Prática é comum no Chade, onde religiosos locais atacam convertidos ao cristianismo por suposto envolvimento com bruxaria

No Chade, quando alguém se converte e não mais participa dos rituais das crenças locais, é comum ser acusado de bruxaria e conivência com o mal. Então é atacado por isso. Samuel é um cristão do sul do Chade, onde a maioria das pessoas adora animais, plantas, rios, montanhas ou fenômenos da natureza. Recentemente, quando o primo dele morreu (com suspeita de apendicite), a família o culpou pelo problema que estava enfrentando.

Eles, então, queimaram a casa de Samuel e ele perdeu todo o estoque de alimentos, móveis e outros pertences pessoais. O irmão contou a Portas Abertas que ele e a família foram deixados com a roupa do corpo. Mesmo assim, Samuel não carrega rancor no coração. Ao contrário disso, ele diz: “Embora eu continue a receber ameaças da minha família, eu decidi perdoá-los por tudo, completamente”.

O apoio da Portas Abertas tem sido uma fonte de consolo e encorajamento para Samuel. Ele conseguiu reconstruir sua casa e acredita num futuro de paz. “Eu tenho esperança porque sei que nada é impossível para Deus. Mesmo que os homens me abandonem, o Senhor nunca me abandonará. Ele vai me restaurar para sua glória”, afirma.

Pedidos de oração

Ore para que a fé de Samuel e de sua família. Que permaneçam firmes, apesar das ameaças e dificuldades.Peça que toda a família siga o caminho da restauração, não só física, mas também material e espiritual.Ore pelos cristãos no Chade que enfrentam perseguição ao se recusar a fazer parte das crenças tradicionais locais.Peça que o Senhor ajude os cristãos a superar qualquer provação que possa surgir e que tenham graça para continuar a viver como testemunhas de Cristo.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

Encontro dá voz a jovens que buscam um mundo mais tolerante

sábado, agosto 26, 2017

26 ago 2017INDONÉSIA

Dois mil jovens cristãos e muçulmanos se reuniram em Java, na Indonésia, para falar sobre convivência amigável

Para celebrar o Dia do Jovem Cristão Evangélico, comemorado todo 4° sábado de agosto, reflita sobre o que aconteceu na Indonésia na primeira semana deste mês. Você pode imaginar um grupo de jovens cristãos e muçulmanos conversando amigavelmente? Imagine esse encontro acontecendo na Indonésia, um país de maioria muçulmana, com um governo bem conservador? Em Java, 2 mil jovens cristãos e muçulmanos de 22 países asiáticos se reuniram para discutir sobre o que significa unidade em meio à diversidade cultural e religiosa.

Os jovens se mobilizaram por entender a importância dessa discussão, de modo especial num país em que muitos usuários de redes sociais já foram acusados e presos por blasfêmia. Nesse contexto, os jovens têm que ter muito cuidado com o que publicam nas redes. Para se ter uma ideia, até mesmo o filho mais novo do presidente Joko Widodo enfrentou acusações de blasfêmia devido a um vídeo que publicou. A minoria cristã no país enfrenta pressões em vários aspectos.

Daí a importância do encontro, onde os jovens puderam expressar o desejo por uma convivência amigável. “Esta reunião fortalece os laços de entendimento, diálogo e tolerância entre jovens de diversas crenças. Tolerância não significa simplesmente suportar um ao outro, mas formar relacionamentos pessoais através de amizade verdadeira, sendo capazes de atuar juntos e crescer em confiança. É uma questão de interação”, observa Rifqi Fairuz, que falou em nome dos muçulmanos que participaram do evento.

Participe do SHOCKWAVE
Um movimento de oração que reunirá jovens de todo o Brasil para interceder pela Igreja Perseguida. Não importa de que parte do país você é, se reúna com amigos, família, irmãos da igreja em qualquer lugar para orar pela parte da nossa família da fé que enfrenta perseguição. Este ano, o evento ocorre entre os dias 22 e 24 de setembro. Participe!

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

Crianças têm acesso a escolas cristãs no norte do país

domingo, agosto 20, 2017

20 ago 2017NIGÉRIA

Numa região de maioria muçulmana, crianças cristãs são reintegradas ao sistema educacional

As comunidades cristãs do norte da Nigéria são excluídas do acesso a serviços sociais básicos, como educação, saúde e até mesmo água (que vem de poços). Como parte disso, alunos cristãos têm seu direito à educação rotineiramente negado. Isso acontece porque essa região do país, predominantemente muçulmana, é em grande parte governada pelo conjunto de leis islâmicas, sharia.

Desde 2005, a Portas Abertas tem tido a oportunidade de colaborar com várias escolas em diferentes Estados da região. As frentes de trabalho são variadas, dependendo da necessidade de cada comunidade. Em alguns lugares, escolas foram construídas; em outros, salas de aulas, laboratórios, escritórios, dormitórios, lavabos e bibliotecas foram mobiliados e devidamente equipados. Eles também receberam doações de livros didáticos e de acervo para biblioteca.

Foram abertas 16 escolas no total: cinco em Katsina, cinco em Kano, quatro em Bauchi, uma em Zamfara e uma em Kaduna. Parte do nosso trabalho também é oferecer treinamento para professores e para os colaboradores da área administrativa. Em alguns casos, poços também foram providenciados. Todo o trabalho é mantido devido à generosidade de nossos parceiros ao redor do mundo.

Pedidos de oração

Agradeça a Deus por cada uma dessas escolas cristãs que temos a oportunidade de apoiar.Ore pela bênção de Deus sobre o trabalho nas escolas, que cada aluno receba não apenas ensino de qualidade, mas também fundamento sólido na fé cristã.Agradeça a Deus pelo testemunho das escolas na comunidade.Peça para que essas escolas continuem brilhando em meio às trevas e que Deus edifique seu Reino através delas. 

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

Como vivem os cristãos no Butão

sábado, agosto 19, 2017

19 ago 2017BUTÃO

Apesar da pressão e violência contra nossos irmãos, a jovem igreja butanesa está crescendo e experimentando milagres

De 2016 para 2017, o Butão subiu de 38º para 30º na Lista Mundial da Perseguição. Muito desse aumento deve-se ao crescimento da violência contra os cristãos. As poucas igrejas que existem são frequentemente monitoradas pelo governo, então a maioria dos cristãos prefere praticar a fé secretamente. A igreja butanesa é muito jovem, com a primeira geração de cristãos completando agora 20 anos. A nova geração lida com as mesmas dificuldades que seus pais enfrentaram há 20 anos, como a necessidade de discipulado e formação de liderança.

Diante desse cenário, a Portas Abertas tem trabalhado com eles através de programações que visam o sustento espiritual por meio de seminários, conferências para a liderança, treinamento de líderes, apoio às escolas bíblicas e retiro para jovens. O objetivo é equipar essas pessoas para que tenham condições apropriadas de articular a fé e também sejam testemunhos vivos de transformação em todas as áreas da vida.

Apesar das restrições, a igreja butanesa tem experimentado a manifestação de Deus no meio dos fiéis, através de curas, visões e sonhos. Pessoas que antes seguiam o budismo estão experimentando agora um relacionamento com Cristo. O que precisam agora é de um bom discipulado para firmar a fé em quem Jesus é, não apenas nos milagres que ele faz. Embora o cristianismo não seja aceito pela sociedade e ainda não seja reconhecido pelo governo, milagres seguidos de conversões têm ocorrido com frequência.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

Ore pelo recomeço do irmão Yklas

sexta-feira, agosto 18, 2017

18 ago 2017CAZAQUISTÃO

O pregador cumpre sentença de dois anos numa colônia penal e será libertado no final do ano

As acusações que pesam sobre o irmão Yklas Kabduakasov (54) são: extremismo religioso e distribuição ilegal de material cristão. Sim, ele distribuía material evangelístico e pregava o  evangelho para quem encontrava. O problema é que o governo não gostava disso. De acordo com a investigação, no período entre novembro de 2014 e agosto de 2015, o cristão dava palestras para estudantes universitários num apartamento alugado na capital Astana. Depois disso, ele foi condenado a dois anos de prisão por ato ilícito.

Ele trabalhava como segurança para uma empresa de construção, onde demonstrava uma vida piedosa. Várias vezes ele impediu que o material da empresa fosse roubado das obras. Yklas sempre foi conhecido como um homem honesto. Sua esposa e oito fihos, que foram deixados sem nenhuma assistência, aguardam ansiosamente pela liberdade e retorno do pai. Várias igrejas, pessoas e organizações estão ajudando a família. A Portas Abertas tem também a oportunidade de visitá-los de tempos em tempos.

A maior fonte de perseguição aos cristão no Cazaquistão é o governo que exerce controle sobre todo o país. Mais de 20% da população é cristã. Suas orações e apoio aos cristãos perseguidos cazaques são muito importantes. Ore pelo irmão Yklas que sera liberado nos próximos meses. Sua saída está prevista para outubro ou novembro deste ano. Peça por proteção, força e que ele tenha um recomeço de paz.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

No México, cristãos indígenas Wixárika são expulsos de seu povo

quinta-feira, agosto 17, 2017

17 ago 2017MÉXICO

Ocupando a 41a posição na Lista Mundial de Perseguição, o México tem indígenas perseguidos por causa da sua fé em Cristo

Para muitos, é uma surpresa saber que o México está na atual Lista Mundial da Perseguição. Sim, esse país da América Latina ocupa a 41a posição entre os 50 países com maior grau de perseguição para com aqueles que seguem a Cristo. Em Tuxpan de Bolaños, uma comunidade indígena que se encontra no município de Bolaños, no Estado de Jalisco, cerca de 30 cristãos foram forçadamente retirados de sua comunidade.

Esses indígenas da etnia Wixárika foram literalmente despejados na beira da estrada a uma temperatura abaixo de zero, de onde só saíram quando a polícia veio resgatá-los e levá-los para a principal cidade de Bolaños. Eles foram deslocados, separados de suas famílias e forçados a começar do zero num lugar totalmente novo. A atual casa deles é um galpão. Um lugar que servia para armazenar engradados de garrafas de vinho e hoje é compartilhado pelos 30 cristãos. Eles dormem em beliches encostadas umas às outras, num calor insuportável, sem nenhum direito à privacidade.

Tudo isso porque um dia ousaram viver de forma diferente dos costumes e tradições de seu povo quando entregaram a vida a Jesus. Nas palavras do pastor, que também foi expulso junto com esse grupo: “Nosso Senhor Jesus Cristo nos transforma e limpa completamente, tirando toda sujeira, ganância, ódio; e ainda nos dá seu Espírito. Portanto, somos diferentes, não pensamos mais nos rituais e festas do nosso povo”.

Revista Portas Abertas
A edição deste mês aborda a realidade dos cristãos indígenas no México e na Colômbia. Ainda não recebe a nossa revista? Cadastre-se e fique mais próximos daqueles que compartilham da nossa fé, mas não da nossa liberdade.

Quer fazer mais por eles?
Há um projeto voltado ao fortalecimento dos nossos irmãos indígenas que são perseguidos. Saiba mais como você pode ajudá-los a permanecer firmes na fé.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

Fim de semana tenso no Quênia

terça-feira, agosto 15, 2017

15 ago 2017QUÊNIA

Dezenas de pessoas foram mortas a tiros e houve protestos contra os resultados das eleições; a igreja está em estado de alerta

De acordo com informações da agência de notícias AFP, pelo menos 16 pessoas morreram entre a sexta e o sábado, no Quênia, mas a Comissão Nacional de Direitos Humanos do país afirmou que 24 pessoas foram mortas a tiros durante os protestos contra os resultados das eleições de 8 de agosto. Colaboradores da Portas Abertas pediram orações por todos os cristãos quenianos, especialmente por aqueles que moram nas regiões Nordeste e Costeira, onde podem haver ataques oportunistas durante esse período de conflitos.

Os números das comissões eleitorais mostram que quase 80% dos 19 milhões de eleitores registrados emitiram suas cédulas. O presidente Uhuru Kenyatta garantiu um segundo mandato como presidente, ganhando 54,3% dos votos. Seus apoiadores estavam festejando, enquanto os partidários de Odinga protestaram em peso na capital e região Oeste.

Os protestantes alegam que houve fraude. A situação da igreja no país já era delicada. O grupo extremista islâmico Al-Shabaabestá sempre em ação e deixa claro seu objetivo de "limpar a nação" nos aspectos étnicos e religiosos. Um dos incidentes mais marcantes nessa nação foi a morte das 147 estudantes durante um ataque à Universidade de Garissa, em 2015. A maioria da população é cristã, mas os jihadistas lutam para mudar as estatísticas. Ore pela Igreja Perseguida no Quênia.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

Líder cristão é morto a tiros

segunda-feira, agosto 14, 2017

14 ago 2017COLÔMBIA

Até agora os policiais não desvendaram o motivo da morte; a igreja no país enfrenta violência e impunidade

Na Colômbia, país que ocupa o 50º lugar na atual Lista Mundial da Perseguição, um líder cristão de 31 anos foi morto a tiros na igreja onde ele atuava, em Puerto Valdivia. O crime ocorreu no final do mês de julho e, até agora, não ficou claro o motivo da morte. Policiais não acreditam que tenha alguma ligação com o crime organizado.

Um dos veículos de comunicação local noticiou recentemente que, o Ministro da Justiça apresentou um projeto de lei com propostas para reformar a legislação penal e penitenciária do país. Entre as medidas propostas, está a descriminalização da violação à liberdade religiosa. Ou seja, em vez de receber sentenças de prisão, os infratores estarão envolvidos em projetos sociais.

De acordo com uma das colaboradoras da Portas Abertas, os desafios da igreja no país são vários mas, a questão da violência urbana preocupa bastante. “Se o novo projeto de lei for aprovado, os ataques contra os cristãos não serão mais considerados crimes e serão registrados como simples ofensas. Isso significa um passo a trás na proteção dos direitos à liberdade religiosa”, conclui a colaboradora. Ore pela Igreja Perseguida na Colômbia.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

Reunião com Toda Igreja

domingo, agosto 13, 2017

Neste dia 13.08.2017 na Igreja Assémbleia de Deus ouve uma Reunião com toda IgrejaAD-UPANEMA

5° dia do X Congresso de Missões da AD - Upanema/RN

sábado, agosto 12, 2017


Nesta sexta-feira 11/08, ocorreu na Assembleia de Deus em Upanema o quinto dia do X Congresso de Missões. Na noite de hoje sentimos Deus se fazer presente em cada louvor e palavra. Tivemos o prazer de receber em nossa igreja o Missionário Marcos Soares que está cumprindo o Ide de Cristo em Guiné Bissal, no culto de hoje ele ministrou acerca da cooperação de Deus para os que se dispõem a cumprir o chamado (Marcos 16:15-16), o missionário também relatou muitas de suas experiências vividas com Cristo durante o cumprimento de sua missão naquele país.

Cresce o número de incidentes contra cristãos

sexta-feira, agosto 11, 2017

11 ago 2017ÍNDIA

Segundo um dos colaboradores, o que incentiva a violência contra os seguidores do cristianismo é a impunidade

No primeiro semestre do ano, o número de incidentes ocorridos com a igreja na Índia, é equivalente aos registros do ano passado inteiro. Ou seja, o nível de violência aumentou consideravelmente para o país que ocupa a 15ª posição na atual Lista Mundial da Perseguição. Nos primeiros seis meses de 2017, os cristãos indianos foram assediados, ameaçados ou atacados por sua fé em 410 incidentes relatados, 248 deles só no primeiro trimestre.

De acordo com os relatórios da Portas Abertas, se essa tendência continuar, possivelmente em 2018 a nação poderá subir de posição. Nos meses de janeiro, abril, maio e junho, o número de incidentes neste ano foi mais que o dobro, quando comparado a 2016. Ocorreram mortes, assaltos por parte de extremistas hindus e falta de assistência médica para os seguidores do cristianismo, causando pelo menos 32 mortes por negligência.

“Quando os cristãos são feridos em ataques extremistas, normalmente são golpeados na cabeça ou em partes vitais do corpo”, relata um dos colaboradores. Ele explica que os agressores não se importam com a morte dos cristãos, já que o judiciário sempre estará do lado deles e a impunidade, portanto, continuará prevalecendo. Ore pela Igreja Perseguida na Índia.

Pedidos de oração

Interceda pelos nossos irmãos em Cristo que enfrentam uma onda de violência ainda maior que a do ano passado.

Ore pelas famílias que estão deslocadas e que perderam suas propriedades por conta da perseguição em áreas indígenas.

A hinduinização é uma realidade bem presente para os indianos. Ore para que a igreja de Cristo prevaleça, apesar das ameaças e dos obstáculos.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

Igreja enfrenta desafios ainda maiores

quinta-feira, agosto 10, 2017

10 ago 2017REPÚBLICA CENTRO-AFRICANA

O número de deslocados se aproxima a meio milhão e eles ainda enfrentam violência, fome e insegurança

A situação na República Centro-Africana piorou nos últimos meses. "A violência está se intensificando, a crise aumentou, muitos estão morrendo. Precisamos agir agora para não lamentar depois”, disse recentemente Stephen O'Brien, chefe da ajuda da ONU. Depois de um período de relativa paz, após a eleição do presidente Touadéra (em fevereiro de 2016), a violência retomou seu lugar nesse país, se destacando ainda mais a partir do mês de maio, quando mais de 300 pessoas morreram em confrontos entre grupos armados.

"É muito claro para os que atuam nessa nação, que é hora de autorizar um aumento das tropas e do pessoal da polícia para que a Missão da ONU na República Centro-Africana possa cumprir seu mandato de proteção em tempos críticos. É urgente lutar para conter essa crise que se instalou”, alertou Stephen em um de seus relatórios especiais. “Lamento a violência e as atrocidades vistas desde o início do ano e estou preocupado com as ações entre grupos armados e políticos”, disse ele.

Stephen afirma que há um risco real de “limpeza étnica”. As lutas entre o Seleka e o anti-Balaka atingiram um grau alarmante. “É uma das maiores crises humanitárias do mundo”,ressalta. Além disso, cerca de 180 mil pessoas foram deslocadas somente em 2017, número que somado aos anos anteriores chega perto de meio milhão. A igreja no país, portanto, enfrenta grandes desafios e necessita das nossas orações.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

3° Dia do X Congresso de Missões da AD - Upanema-RN

quinta-feira, agosto 10, 2017


Nesta quarta feira, dia 09/08 deste ano, aconteceu o terceiro dia do X Congresso de Missões de nossa igreja, e na oportunidade, o Pb. Jean Carlos, trouxe uma palavra diretamente do céu para nossos corações, onde uma vida se rendeu aos pés  do Senhor.

2° Dia do X Congresso de Missões da AD - Upanema-RN

quinta-feira, agosto 10, 2017


Nesta terça feira, dia 08/08 deste ano, aconteceu o segundo dia do X Congresso de Missões de nossa igreja, e na oportunidade, o Pb. Marcelo Tavares, nos trouxe uma palavra maravilhosa do nosso Jesus, onde uma vida se rendeu aos pés  do Senhor.

Abertura do X Congresso de Missões da AD - Upanema-RN

terça-feira, agosto 08, 2017


A igreja evangélica Assembléia de Deus em UPANEMA-RN, através da secretaria de evangelismo e missões (SEMADUP), realizou nesta Segunda feira, dia, 07/08 deste ano, na congregação Monte Horebe, a abertura do X Congresso de Missões, com o tema: "MISSÕES LEVANDO LUZ AS NAÇÕES Mt 4:16".
 O preletor, da noite foi o missionário ENÉIAS (Venezuela), representando o pr. FRANCISCO CÍCERO MIRANDA da AD Mossoró-RN, o congresso vai se estender durante toda a semana, nas congregações da zona urbana, serão 7 dias de muita festa,muito louvor, e adoração ao nosso Deus.
Participe, você é nosso convidado especial, Deus tem uma palavra para sua vida. 

Cristã ugandesa é alvo de perseguição

terça-feira, agosto 08, 2017

08 ago 2017UGANDA

Embora a população do país seja cristã em sua maioria, há algumas regiões onde o islamismo prevalece

Edith é cristã, tem 40 anos e vive no distrito de Busoga, no leste de Uganda, a região tem sido alvo de perseguição cristã, assim como o Quênia, nação classificada em 18º lugar na Lista Mundial da Perseguição. Os cristãos ugandeses já denunciaram vários incidentes ocorridos com a igreja, entre eles alguns casos mais violentos que terminaram em morte.

Recentemente, um líder muçulmano influente encontrou uma cabra que pertence a Edith, pastando em um campo próximo de suas propriedades. Ele agiu com violência e quebrou uma das pernas do animal. Não é a primeira vez que ele age dessa forma. A cristã relatou que o líder já fez o mesmo em outra ocasião. 

Segundo Edith, o muçulmano lidera as áreas próximas e costuma intimidar as pessoas. Ele é conhecido por praticar feitiçarias e a ameaça para que não busque o apoio das autoridades. Em Uganda o cristianismo prevalece, mas na região onde a cristã vive existe uma maioria que segue o islã. Embora, segundo a lei, a liberdade de religião seja garantida, nem sempre é o que acontece na prática. Edith pede as nossas orações.

Pedidos de oração

Ore por essa situação e peça a Deus para que Edith encontrejustiça em seu caso.

Apesar das pressões e da intimidação por parte do muçulmano que lidera a região, ore para que a minoria cristãseja vista pelas autoridades.

Peça também pelos muçulmanos. Que o amor de Cristoimpacte suas vidas de maneira especial.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

Cristão perseguido ainda pede orações

segunda-feira, agosto 07, 2017

07 ago 2017QUIRGUISTÃO

Líder foi preso por falsa acusação e agora enfrenta as consequências; apesar das dificuldades, ele continua atuando com a igreja secreta no país

Recentemente, informamos que um dos líderes cristãos que atua no Quirguistão, conhecido como Miran*, foi preso por uma falsa acusação. Mesmo com as provas de sua inocência, ele foi punido pelas autoridades e, depois de sair da prisão, continuou sendo perseguido, além de ter que conviver com as consequências como a dificuldade de conseguir um emprego.

Mas ele permanece firme na fé em Cristo e agradece pelas orações de todos. “É tão bom saber que há irmãos do mundo inteiro orando por mim e pela minha família durante esses momentos difíceis. É isso que me dá forças para seguir em frente e continuar lutando. Agora eu sei que tenho uma família enorme e sou grato a Deus por isso. Obrigado, Senhor, pelos meus irmãos que abriram seus corações”, disse Miran.

Apesar das dificuldades, ele continua com seu ministério no mesmo lugar, atuando como igreja clandestina e secreta. Segundo o líder, a pressão agora vem de todos os lados, das autoridades locais, dos moradores e, especialmente, da comunidade muçulmana. O desemprego também é algo preocupante. Ele explica que as pessoas o encaram como um “traidor do islã”, principalmente por ser um nativo.

Segundo ele, muitas pessoas o ignoram. “Mesmo assim, eu continuo orando por eles, e tenho confiado em Deus”, disse. Apesar de tudo, Miran está tranquilo e em paz. Ele ainda pede orações para que encontre um emprego que supra as necessidades da família e também pela saúde de todos eles, emocional e espiritual. Ore por sua segurança e pela continuidade de seu ministério no Quirguistão.

*Nome alterado por motivos de segurança.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

Como estão vivendo os cristãos em Borno

segunda-feira, agosto 07, 2017

Líder cristão conta sobre as necessidades da igreja e agradece pela ajuda recebida: “Obrigado, meus irmãos, por darem ouvidos à voz de Deus”

“Mesmo em meio à crise humanitária, é notável o trabalhar de Deus com o seu povo. Enquanto o mundo não se preocupa, o Senhor se importa com cada um de nós”, disse Yohanna Buduwara, líder cristão atuante em Maiduguri, no estado de Borno, na Nigéria. Segundo ele, os cristãos foram os primeiros a se deslocarem quando milhares de famílias perderam suas casas e todos os meios de subsistência, durante os ataques violentos do grupo extremista Boko Haram.

O líder explica que as autoridades locais fazem discriminação quando se trata de enviar alívio para o sofrimento do povo. “Nos acampamentos, os cristãos ficam sem alimento durante vários meses. Não consigo me lembrar quando foi a última vez que recebemos qualquer tipo de ajuda das autoridades”, comentou Yohanna. “Não é fácil viver sem comida e ver as pessoas morrendo, além disso, não há segurança para aqueles que saem para trabalhar nas fazendas”, observa ele.

A ajuda que chegou da Portas Abertas, segundo o líder “foi uma grata surpresa”. Ele disse que, até mesmo aqueles que não acreditavam mais, puderam ver o agir de Deus. “Temos que dizer isto de forma clara e em alto som: quando você tem ouvidos para a voz de Deus, então você também pode ver e crer na sua provisão. Ele dá a direção. Deus conduziu a Portas Abertas até a Nigéria, aqui em Maiduguri, para salvar nossas vidas. Essa é a mão de Deus sobre nós, usando a cada um de vocês. Obrigado, meus irmãos, por darem ouvidos à voz de Deus”, conclui e agradece o líder.

Motivos de oração

Agradeça ao Senhor por guiar todos os trabalhos da Portas Abertas, onde a Igreja Perseguida mais necessita de socorro.

Continue orando pelos trabalhos de campo, por todos os colaboradores que arriscam suas vidas para estender a mão aos nossos irmãos na fé.

Interceda pela situação da igreja na Nigéria e ore pelas autoridades. Que elas convertam seus corações a Cristo e façam justiça entre os nigerianos.

Fonte: https://www.portasabertas.org.br

Cristão é atacado por muçulmanos

terça-feira, agosto 01, 2017

01 ago 2017

Depois de procurar por Mustafa Ahmed*, na igreja, um grupo extremista foi até sua casa, onde o abordaram com violência

Colaboradores da Portas Abertas na Etiópia pedem orações por um cristão ativo no ministério que foi atacado, no último domingo, na cidade de Hirna, que fica ao leste do país, cerca de 400 km da capital Adis Abeba. Um grupo de muçulmanos locais irritados com os esforços de Mustafa Ahmed no evangelismo o surpreenderam num momento em que ele estava sozinho em casa.  

O cristão tem apenas 27 anos. Testemunhas disseram que os homens o procuraram primeiro na igreja e que antes de saírem de lá, danificaram o telhado e as paredes. Depois seguiram para a casa de Mustafa, onde o atacaram com machados. Seus ferimentos são graves, principalmente na parte de trás da cabeça. Primeiro ele foi socorrido no hospital mais próximo, em Asebe Teferi, e depois transferido para Adama, onde um médico cristão o atendeu, pensando até que ele poderia morrer.

Depois de passar por uma cirurgia, sua saúde está estável, mas ele precisa de tratamento especializado. A igreja na Etiópia, 22º país na atual Lista Mundial da Perseguição, pede para que todos intercedam pelo nosso irmão na fé. A equipe da Portas Abertas está fornecendo o suporte necessário e também ajuda financeira.

*Nome alterado por motivos de segurança.

Pedidos de oração

- Interceda pelo estado de saúde de Mustafa e peça a Deus que cure todas as suas feridas, tanto físicas quanto emocionais.
- Peça por sabedoria aos líderes da igreja na Etiópia e estratégia em todas as situações difíceis que eles vivem.
- Ore também pelas autoridades do país, que eles abram os olhos para as necessidades de segurança de seus cidadãos.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

Total de visualizações de página

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *