____________________________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________

sexta-feira, 2 de março de 2018

FAMÍLIAS CRISTÃS AMEAÇADAS PELA COMUNIDADE MUÇULMANA

Cristãos estão temerosos diante de ameaça de muçulmanos de queimar suas casas se não voltarem ao islamismo


 1 DE MARÇO DE 2018        

 Muitos recém-convertidos podem voltar ao islã por medo das ameaças. Ore por eles (Foto representativa por razões de segurança)


No último dia 18, faleceu o cristão ex-muçulmano Tota Miah. Ele morava em Sirajgonj, uma região que tem cerca de 152 famílias de cristãos ex-muçulmanos. A comunidade cristã queria enterrar o irmão segundo os padrões cristãos, mas não tinham um lugar apropriado para isso. Assim, tiveram que enterrá-lo em um cemitério muçulmano, seguindo os rituais islâmicos.


Após o enterro, a comunidade muçulmana começou a falar contra os cristãos, chegando a acusar um deles de ensinar e converter muçulmanos ao cristianismo. Eles ordenaram aos cristãos que se arrependessem e voltassem ao islamismo, sob a ameaça de queimar suas casas.Também ameaçaram levá-los à mesquita para serem julgados segundo as leis islâmicas.

Diante dessa situação, os cristãos ex-muçulmanos estão com medo e confinados em suas casas, principalmente as mulheres. “Estamos vivendo sob o medo, devido às ameaças dos líderes muçulmanos. Muitos são recém-convertidos, e temo que queiram voltar ao islamismo diante das ameaças”, disse um dos cristãos ex-muçulmanos da região.

Pedidos de oração

Ore para que experimentem livramento de Deus e isso fortaleça a fé deles.


Peça para que a família de Tota Miah, o cristão falecido, seja confortada pelo Senhor.


Clame pela proteção de Deus sobre cada uma das 152 famílias cristãs na região.


Interceda para que o Espírito Santo fortaleça esses irmãos, de modo que mesmo diante de qualquer tipo de perseguição, eles permaneçam fiéis a Deus.


Fonte:www.portasabertas.org.br

Apoio