Paulo fala que o espírito que ele havia recebido não era de medo,mas de poder

terça-feira, setembro 20, 2011

"Pois Deus não nos deu espírito de covardia, mas de poder, de amor e de equilíbrio. Portanto, não se envergonhe de testemunhar do Senhor, nem de mim, que sou prisioneiro dele, mas suporte comigo os sofrimentos pelo evangelho, segundo o poder de Deus."
2 Timóteo 1.7-8


Timóteo era muito jovem quando foi chamado para o ministério. Paulo o ajudava e o encorajava sempre, dando conselhos e orientações que seriam muito importantes em sua jornada cristã. Paulo fala que o espírito que ele havia recebido não era de medo, de covardia; era de poder, para que Timóteo pudesse testemunhar do Senhor e dos sofrimentos de Paulo com coragem e ousadia. E tudo o que viria como consequência (os sofrimentos pelo evangelho) deveriam ser suportados também pelo poder vindo de Deus. Devemos orar para que nossos irmãos que sofrem perseguição tenham esse espírito de poder, para serem firmes testemunhas do evangelho.
Deborah Stafussi
Fonte: Portas Abertas Brasil
 

You Might Also Like

0 comentários

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *