Jornal brasileiro cita missionário em reportagem sobre missão de paz no Haiti

quarta-feira, maio 28, 2014


O Pr. André Bahia, que está em campo desde 2012 no Haiti com a esposa, missionária Verônica Bahia, foi citado pelo jornal “O Globo” em reportagem publicada no último domingo (4) que analisa os dez anos da Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah), liderada pelo Brasil.

A matéria cita alguns avanços no país e dos problemas gerados após o terremoto que atingiu o Haiti em janeiro de 2010 e a epidemia de cólera.

Sobre o Pr. Bahia, o texto destaca sua opinião sobre a percepção que ele tem dos haitianos, “uma vontade de ‘andar com as próprias pernas’”. Ele também elogia algumas melhorias levadas ao país por causa da missão de paz e fala que ainda há muitas pessoas em situação de risco social.
Segundo o missionário, a instabilidade política deve voltar ao país após a saída da Minustah, o que deve acontecer a partir de 2016.

A respeito da entrevista, o Pr. Bahia disse ter sido uma "grata surpresa" e que "falar a um importante veículo de comunicação da mídia brasileira foi emocionante".

"Um simples missionário posto lado a lado com um doutor em Antropologia e um jurista de Direito Internacional, todos sendo citados como analistas entrevistados foi muito gratificante. De fato, isso é parte da nossa função social, e é gratificante poder exercê-la, especialmente quando as oportunidades surgem", disse o Pr. Bahia.

Para nosso missionário, a saída Minustah poderá afetar o trabalho desenvolvido no campo. Segundo ele, a prioridade da missão de paz da ONU é a segurança, o que de certa forma permitiu entrar em comunidades de alta vulberabilidade, principalmente ao suporte que militares brasileiros dão através de ações conjuntas.

"Se a saída da missão fosse hoje, diria que não teríamos mais como acessar essas famílias e comunidades inteiras que só podem exercer o direito de ir e vir por conta da presença militar estrangeira. A Polícia Nacional do Haiti ainda não possui estrutura nem meios para substituir os militares na promoção da segurança nesses locais", explica.

Continue orando pelo Haiti. Interceda para que nossos missionários e militares brasileiros que colaboraram com nosso trabalho possam chegar aos haitianos com ajuda física, material e espiritual. Ore pelo casal André e Verônica Bahia e também pelas unidades do PEPE (programa socioeducativo) no país caribenho.

"Nosso pedido de oração é para que o Senhor aja com poder e graça sobre o governo do Haiti para que avance na criação, desenvolvimento e consolidação das estruturas do Estado capazes de suprir as necessidades básicas de seu próprio povo", conclui o Pr. Bahia.
Fonte:http://www.jmm.org.br/

You Might Also Like

0 comentários

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *