Cristã sudanesa é algemada durante o parto

segunda-feira, junho 02, 2014

O nome de Meriam Ibrahim tem se tornado conhecido ao redor do mundo. Aos 27 anos, ela pode ser a primeira pessoa punida por apostasia em virtude do código penal de 1991 no Sudão. Na última terça-feira (27), Meriam deu à luz a uma menina na prisão.

Meriam's baby22.jpg
O marido de Meriam Ibrahim, Daniel Wani, disse que as pernas de sua esposa foram algemadas enquanto ela dava à luz a sua filha, Maya, em 27 de maio, na prisão. 

Meriam é a mãe sudanesa condenada à morte por abandonar o islamismo e converter-se ao cristianismo.

Wani disse que está feliz em ver sua filha, mas está muito triste com a insistência das autoridades em manter Meriam na cadeia. "Eles mantiveram uma corrente em suas pernas", disse ele. "Ela está muito infeliz com isso."

Quando perguntado sobre o seu filho de 20 meses de idade, que está vivendo na prisão com a mãe, Wani disse: "Martin é um bom menino. Eu não acho que ele entenda realmente o que está acontecendo, mas ele está bem. Uma mulher está ajudando a cuidar dele."

Leia mais notícias sobre o casoSudanesa condenada à morte por apostasia dá à luz na prisão
Cristã sentenciada à morte necessita de orações
Fonte:www.portasabertas.org.br

You Might Also Like

0 comentários

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *