Eu tinha certeza de que Deus estava ao meu lado, diz Meriam Ibrahim

segunda-feira, setembro 22, 2014

Hoje ela, seu esposo e dois filhos moram nos Estados Unidos e tentam se ajustar à nova vida.
A sudanesa Meriam Ibrahim e sua família estão morando nos Estados Unidos desde agosto, depois de passar meses na prisão por acusações de apostasia.
Recentemente a cristã, que chegou a dar à luz na prisão correndo o risco de ser morta por não aceitar se tornar muçulmana, deu um depoimento emocionante dizendo que durante todo o sofrimento na prisão ela tinha certeza de que Deus a livraria.
“A situação era difícil, mas eu tinha certeza de que Deus estava ao meu lado. Eu apenas não perdi a minha fé e eu sabia que Deus iria ficar ao meu lado em qualquer momento, em qualquer situação”, disse.
Ibrahim enfrentou um longo processo por ser cristã, o governo do Sudão não aceitava que ela praticasse uma fé diferente da de seu pai, com o qual ela tinha pouco contato.
Filha de uma mulher cristã, Meriam adotou a religião da mãe e praticou o cristianismo por toda a sua vida, chegando, inclusive, a se casar com um homem cristão natural do Sudão do Sul.
Até o casamento dela se tornou alvo de processo, o Sudão não reconhece a união de muçulmanos com cristãos e havia condenado Meriam por “adultério”, além da pena de morte por não aceitar o islamismo como religião.
“Eu sabia que Deus iria me ajudar”, disse ela que conseguiu asilo nos Estados Unidos, passando antes pela Itália onde pode conhecer o Papa Francisco. “Deus sabia que eu era uma vítima da injustiça. É o meu direito praticar a religião que eu escolher”.
O marido de Meriam tem cidadania americana e hoje a família, o casal e seus dois filhos, moram em New Hampshire onde tentam se ajustar à nova vida. Aproveitando o momento, Meriam agradeceu a todos os cristãos do mundo que apoiaram sua causa em oração. Com informações Guia-me
Fonte:gospelprime.com.br

You Might Also Like

0 comentários

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *