Missionária brasileira que atua na Turquia conta o seu testemunho

quinta-feira, novembro 20, 2014

Ela irá participar do último encontro de oração do ministério de mulheres da Portas Abertas - Mulheres do Caminho. O seu nome não pode ser divulgado por motivos de segurança, mas a história de como ela foi, inclusive, presa por sua fé, precisa ser compartilhada.
Essa cristã tem experiência de 12 anos de atuação na Turquia, evangelizando e servindo a Igreja clandestina no país. Ela foi presa por distribuir Bíblias e, por causa de sua prisão, passou por forte perseguição até não conseguir mais o visto de permanência no país.
Nos dias 12 e 13 de dezembro, ela irá contar detalhes do seu testemunho, na última reunião de oração do Mulheres do Caminho. A programação conta ainda com uma vigília e um tempo de confraternização das voluntárias envolvidas nesse ministério, que nasceu com o objetivo de unir cristãs brasileiras para orar por suas irmãs perseguidas ao redor do mundo por sua fé.
O evento ocorrerá no Vale da Benção, Araçariguama – SP.
Para participar, escreva para mulheresdocaminho@portasabertas.org.br. As vagas são limitadas! Inscrição para o evento: R$ 75,00 (Incluso jantar/chalé/café da manhã e almoço). Transporte (opcional): R$ 26,00 (saída às 15h30. Ponto de encontro: sede da Portas Abertas – Avenida Barão do Rego Barros, 664 – Vl. Congonhas).
12 de dezembro: recepção do encontro de oração e vigília
13 de dezembro: encerramento às 15h
Mulheres do CaminhoO ministério surgiu da necessidade de cuidar e fortalecer as mulheres da Igreja Perseguida que, quando perdem o marido em decorrência da perseguição, assumem a liderança da igreja e da família. O Mulheres do Caminho desperta intercessoras na Igreja brasileira e forma, em cada estado do Brasil, um grupo de irmãs comprometidas em orar e apoiar as cristãs perseguidas.
Fonte:www.portasabertas.org.br

You Might Also Like

0 comentários

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *