Confirmada data de posse e despedida do pastor Martim Alves

quarta-feira, fevereiro 29, 2012



Estar confirmado para o dia 10 deste mês (sábado) a posse do pastor Martim Alves da Silva e sua esposa irmã Fátima Araujo que assumirá definitivamente a IADERN e subseqüente a cidade de Natal e todo estado do Rio Grande do Norte, uma multidão de irmãos mossoroenses prometem invadir a capital do estado para essa data que marcará a história da Assembleia de Deus.

Cerca de trinta ônibus sairão da capital do oeste potiguar sem contar os que vão particularmente são esperadas caravanas de todo estado, pastores de vários estados já confirmaram presença. O pastor Martim é um obreiro conhecido nacionalmente o templo sede em Natal vai ser pequeno; destaque.

A Assembleia de Deus em Mossoró prepara um grande culto de despedida que acontecerá no dia 15 quinta feira que sem duvida será impossível conter a emoção, são 18 anos de história a frente da igreja em Mossoró, quem conheceu a AD nesta cidade ver uma igreja antes e depois pastor Martim Alves uma igreja que virou referência em todo pais.

Já o culto de posse no novo pastor presidente que assumirá o campo de Mossoró é no dia 20 do corrente mês terça feira ainda é desconhecido seu nome, porém existem muitas especulações, conserteza Deus já tem orientado o nosso pastor Martim quem será o mais novo Davi, um homem segundo o coração de Deus.

Vamos continuar orando para que essa transição de posse venha ser coroada pela presença de Deus.

Fonte: Fale de Jesus

Apelo Urgente a Oração

quarta-feira, fevereiro 29, 2012



Ministério Internacional 222
Mais uma vez, o país onde Esther, Daniel, Neemias e Esdras viveram, e onde partos, medos e elamitas receberam o Evangelho em Atos 2, é o mais alto apelo de oração em nossos corações. Orem pelos iranianos para que Cristo possa manter viva essa nação, apesar do preço colossal que os convertidos ao Evangelho têm que pagar: são constantemente vigiados, discriminados, e mortos.

Orem pelos cristãos no Irã, para que sejam protegidos em seus corpos, mentes e espíritos, e para que essas práticas horríveis de perseguição, sejam levadas a um fim. Lembre-se de orar por aqueles que estão envolvidos com programas de evangelismo no Irã, muitos estão enfrentando uma guerra espiritual enorme.

Orem pelo presidente Barack Obama, ministros e líderes que estão envolvidos com as questões politicas no Irã. A guerra secreta contra a missão nuclear iraniana continua implacável. Além do vírus cibernético Stuxnet que visou seu programa nuclear em 2010, outro físico nuclear iraniano foi assassinado em 11 de Janeiro desse ano.


Crença em Madhi

O governo iraniano e todos os que são nomeados para seu gabinete,  estão completamente comprometidos com o retorno do Madhi. Madhi é o redentor profetizado para governar por sete, oito ou dezenove anos (de acordo com as várias interpretações), antes do dia do julgamento final, literalmente para eles, o dia da ressurreição. O Madhi é quem vai livrar o mundo da injustiça e tirania. No islamismo xiita, a crença no Madhi é uma idéia religiosa central. Eles acreditam que esse Madhi será um governante, um homem comum.

Para os muçulmanos, tanto xiitas como sunitas:

" o mundo não chegará ao fim até que os árabes sejam governados por um homem descendente de Maomé. Madhi aparecerá e Deus vai conceder-lhes chuva, a terra produzirá os seus frutos e os montes jorrarão dinheiro. O gado aumentará e Madhi se tornará grande. Ele encherá a terra de justiça".

Não é de se surpreender que o atual lider iraniano Ahmadinejad seja exaltado a ponto de tornar-se um outro Hitler. Ele está cotado para ser o Madhi. Essa crença, contudo não chega a ser citada nas relações internacionais. Ninguém faz qualquer referência ao Madhi, porque não é interesse nacional fazê-lo.

Oremos para que Deus use um dos Hadits islâmicos para dizer a nação que o Único que vai retornar à terra em poder e glória é Jesus. Não há Madhi, exceto Jesus.

Apesar de tudo, o povo iraniano é desesperadamente faminto pela realidade espiritual. Deus está fazendo algo maravilhoso no mundo de língua persa, por favor, mantenham suas orações!

O Senhor pode muito bem está levando você a orar por temas completamente diferentes, o importante é ouvir o que Deus está colocando em seu coração. Deixe que temas diferentes venham à sua mente, não lhe custara senão mais que alguns minutos em oração que darão frutos eternos! Como diz um velho provérbio japonês: "você nunca vai ver o sol nascer, se você continuar olhando para o Ocidente".O Senhor ouve e presta atenção nas intenções dos corações. Que Ele o abençoe e inspire nessa aventura.

Ministério 222: " Queremos ver o Irã transformado em um país que ostenta a imagem de Cristo".



O pastor cristão Yousef Nadarkhani recebeu sentença de morte no Irã, por não negar sua fé em Jesus. A execução por enforcamento,  repercutiu em todo o mundo mobilizando orgãos governamentais e eclesiásticos. Advogados de Yousef se pronunciaram a agência de notícias Fox News, informando que o governo iraniano voltou atrás na sentença, depois de receber pressão internacional: "a ordem de execução havia sido anunciada, ele seria condenado por estupro e outros crimes, não por apostasia. O governo atenuou sua retórica em resposta a protestos internacionais. A ordem de execução, contudo permanece."

Há rumores de que Nadarkhani esteja sendo usado em amplas negociações politicas, visto que o Irã sofre pressão internacional em resposta a sua agenda nuclear. O número de execuções aumentou consideravelmente no último mês.

Jordan Sekulow, diretor executivo do Centro Americano para lei e Justiça, grupo em defesa dos direitos humanos, se pronunciou sobre o caso Yousef: " seres humanos tornam-se moeda de troca para aiatola. Quando é um caso de alto perfil, testam a reação da comunidade internacional para gerar mudanças geopolitica" Persecution International Christian
Oremos enquanto é tempo. Como disse o ministério 222, no apelo inicial do artigo: "não lhe custara senão mais que alguns minutos em oração que darão frutos eternos!"

Deus nos abençoe.

Por: Wilma Rejane. Fontes como links no artigo.

Fonte: União de Blogueiros Evangélicos

Descoberta arqueológica pode revelar muito sobre origem do Cristianismo

quarta-feira, fevereiro 29, 2012

O controvertido arqueólogo James Tabor ressurge com nova “evidência bombástica”


Descoberta arqueológica pode revelar muito sobre origem do Cristianismo
James D. Tabor é doutor em Estudos Bíblicos pela Universidade de Chicago. Atualmente é o presidente do Departamento de Estudos Religiosos da Universidade da Carolina do Norte. Seus estudos concentram-se nas Origens Cristãs e no Antigo Judaísmo, incluindo os Pergaminhos do Mar Morto.
Autor renomado, sua atual pesquisa envolve o Judaísmo na Época de Jesus, Os Pergaminhos do Mar Morto e outros documentos antigos relativos à compreensão da história de Jesus. Seu livro mais famoso, A Dinastia de Jesus: A história secreta das origens do cristianismo, foi publicado em 2006.
Ele ficou mundialmente famoso pela descoberta de uma tumba datada do século I. Das 10 ossadas encontradas nos diversos caixões, em seis delas havia nomes inscritos: Jesus, filho de José, Judá, filho de José, Judá filho de Jesus, Mário, José, Mateus e Maria Madalena. Estudos forma publicados e um documentário produzido pelo cineasta James Cameron e exibido pelo Discovery Channel sobre “O sepulcro esquecido de Jesus” o fizeram anunciar que aquela era “a maior descoberta arqueológica da história”.
Agora ele lança um novo livro: “A Descoberta de Jesus: Novo achado arqueológico revela o nascimento do Cristianismo”, que promete mexer com os conceitos que possuímos sobre o cristianismo do primeiro século. Escrito em parceria com Jacobovici Simcha, que foi o diretor do documentário “Túmulo Secreto”. Cheio de controvérsia, muitos o atacaram por querer desmistificar o cristianismo e “forjar” uma tumba para Jesus e seus familiares.
Os arqueólogos relataram que em 2012 fizeram outra descoberta “sem precedentes”, relacionada a Jesus e ao cristianismo primitivo. Algo que poderá “aumenta significativamente a compreensão sobre Jesus, seus primeiros seguidores e do nascimento do cristianismo”, escreve.
A descoberta seria a primeira evidência arqueológica de uma fase do cristianismo que antecederia a escrita dos evangelhos do Novo Testamento. Seria também o primeiro exemplo de arte cristã.
Trata-se de um túmulo lacrado, datado do primeiro século. Chamado por eles de “a sepultura do Pátio”, foi descoberta no canteiro de obras de uma construção em 1981 em Talpiot, subúrbio de Jerusalém, a menos de dois quilômetros ao sul da Cidade Velha.
Essa descoberta também forneceria novas evidências para avaliar o “túmulo de Jesus, filho de José”, descoberto um ano antes e que ficou internacionalmente famoso por causa do documentário da Discovery.
Ao que parece, os arqueólogos continuam tentando mostrar que Jesus foi, de fato, enterrado em uma tumba comum. Para eles, os dois túmulos encontrados provavelmente estariam numa propriedade rural pertencente a José de Arimatéia, rico membro do Sinédrio, que segundo os evangelhos, assumiu o comando oficial do sepultamento de Jesus.
Acessar a sepultura selada do Pátio foi um grande desafio. Primeiro o tecnológico. Foram feitos uma série de furos de oito polegadas no subsolo do condomínio e colocada uma micro câmera adaptada para filmar no escuro. O segundo desafio foi o burocrático. Para investigar esse tipo de túmulo é necessário fazer acordos com os proprietários do edifício construído sobre ele, a Autoridade de Antiguidades de Israel, que controla a permissão para realizar qualquer trabalho arqueológico em Israel, a polícia de Jerusalém, cuja tarefa é manter a paz e evitar a incitação à revolta; e o Heredim, as autoridades ultra-ortodoxas, cuja missão é proteger todos os túmulos judaicos, antigos ou modernos, de qualquer tipo de perturbação.
Um braço robótico e uma “câmara cobra” foram inseridas através dos furos no piso do edifício acima da tumba. A sonda  foi capaz de alcançar todos os ossuários e fotografá-los por todos os lados, revelando as novas inscrições. 
“Tudo neste túmulo parece incomum, quando contrastado com o que normalmente se encontra inscrito em ossários de túmulos judaicos desse período”, disse Tabor. “Dos sete ossários restantes no túmulo, quatro deles possuem características incomuns.”
Há gravuras em cinco das sete ossuários: um símbolo enigmático no ossuário 2 (possivelmente as letras Yod Heh Vav Heh ou “Javé” em letras estilizadas que podem ser lidos como o grego ou hebraico), a inscrição ” MARA “em letras gregas (que Tabor traduz como a forma feminina de” senhor “ou” mestre “em aramaico) no ossuário 3; uma palavra indecifrável em letras gregas no ossuário 4 (possivelmente um nome começando com” JO … “), uma inscrição de quatro linhas em grego no ossuário 5 e, finalmente, e mais importante, uma série de imagens no ossuário 6, incluindo a grande imagem de um peixe com uma figura humana saindo de sua boca.
A maioria dos arqueólogos que investigam a história do antigo judaísmo e do cristianismo primitivo discordam sobre as “evidências arqueológicas confiáveis”, diretamente relacionadas com Jesus e seus primeiros seguidores. Jesus nasceu, viveu e morreu em Israel. A maioria dos estudiosos concorda que ele nasceu por volta de 5 aC e morreu por volta de 30 dC. Existem evidências arqueológicas abundantes deste período relacionado com a Galileia, onde começou a sua pregação e campanhas de cura, e de Jerusalém, onde foi crucificado.
Existem boas evidências relacionadas com Herodes Antipas, o sumo sacerdote Caifás, e Pôncio Pilatos, que o mandou crucificar. Mas não existe nada que retrate o início do cristianismo datado do primeiro século. Pelo menos até agora.
Os exemplares mais antigos do Novo Testamento são do início do século 4 dC., mais de duzentos anos após a vida de Jesus. Alguns fragmentos de papiros do Novo Testamento foram datado do século 2 dC. Se a descoberta alardeada por James Tabor for confirmada por outros estudiosos, será o maior registro arqueológico sobre a vida cristã da história. Seus críticos dizem que Tabor quer apenas vender mais um documentário para a TV e questionam a veracidade de seus achados.
Traduzido e adaptado de Huffington Post e Science Daily

Fonte: Gospel Prime

MUH - Evangelsimo no Sítio Bom Jesus, no município de Campo Grande/RN

terça-feira, fevereiro 28, 2012

 
   Domingo ( 26/fev), às 13h45min, os MUH (Missionários da Última Hora ) saiu da cidade de Upanema/Rn com destino ao Sítio Bom Jesus, no município de Campo Grande/RN, o Pb. Marcelo Tavares, Tesoureiro da SEMADUP, e alguns outros irmãos. O objetivo da viagem era promover um trabalho evangelístico na localidade, através de evangelização pessoal nas residências, e culto de Obra Missionária no Templo da AD do referido lugar. A iniciativa foi do Pastor do Município, que, em dada ocasião, e em razão da carência de obreiros no campo de seu pastoreio, solicitou uma equipe para evangelizar os moradores do lugarejo. O Pb. Marcelo foi quem planejou o evento, convidando os MUH  para realizar o trabalho. O Sítio Bom Jesus tem aproximadamente 2 mil habitantes e, na esfera da religiosidade, conta com a atuação de três igrejas, uma católica e duas evangélicas. A presença de muitos bares é característica do lugar, os quais são concebidos como forma de entretenimento para os seus moradores. Sob a Coordenação dos Auxiliares de trabalho ir. Jael Alexandre e ir. Elisandro Garcia, após enfrentar uma estrada pedregosa e com muitas depressões, a caravana chegou ao Bom Jesus às 15h15min, sendo recebida por alguns irmãos da AD daquele lugar, presidida pelo Pb. Alisson. Oito equipes de irmãos saíram em direção aos lares da localidade para fazer panfletagem, evangelismo pessoal e convite para o culto. No total, 28 residências foram visitadas, 87 pessoas ouviram a poderosa Palavra de Deus, 2  pessoas recusaram-se a ouvir a mensagem do evangelho, 2 declararam nunca ter ouvido a Palavra de Deus, e 1 pessoa aceitou a Jesus como seu Salvador pessoal. Aleluia! À noite, a igreja reuniu-se para cultuar ao Senhor, ocasião em que entoou os hinos congregacionais, leu a Palavra de Deus e contribuiu com dízimos e ofertas. O Pb. Marcelo teceu algumas considerações acerca da responsabilidade da igreja de anunciar o evangelho, reafirmou que a salvação é obtida somente na pessoa de Jesus Cristo, falou sobre as atividades dos MUH, e apresentou o Missionário Jael Alexandre, que foi o preletor da noite. Após fazer seus agradecimentos, este último pregou a Palavra, conscientizando a igreja sobre a tarefa de evangelização mundial, e expondo a necessidade de arrependimento para os amigos ouvintes da mensagem.  É possível declarar que o trabalho foi marcado pela grandiosa bênção do Céu, pois que à população do Bom Jesus foi anunciada a salvação de Deus, alguém deu crédito à nossa pregação, e a igreja do Senhor ouviu a respeito de sua obrigação de divulgar as Boas Novas do Salvador. A equipe retornou à cidade em paz e segurança. A Deus seja dada toda a  glória, toda a honra e todo o louvor para sempre. Aos amados cooperadores da obra de Deus, tanto no Bom Jesus, quanto em Upanema, nossa profunda gratidão. Deus vos recompense copiosamente!




































































Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *