Eritreia: um dos governos que mais perseguem os cristãos

terça-feira, março 20, 2012

A Eritreia é um dos países do mundo que mais perseguem os cristãos. Hoje, a Eritreia tem mais de 3 mil cristãos presos, por praticarem sua fé publicamente
Por conta da perseguição religiosa, entre outros fatores, no ano passado, a Eritreia foi incluída no relatório anual de Liberdade Religiosa Internacional, na Comissão dos EUA, que lista os países, cujos ambientes de discriminação e perseguição são "motivos de preocupação." Há muito tempo as Nações Unidas têm dado atenção especial à violação dos direitos humanos contra os cristãos, no país.
Os cristãos, membros de denominações não reconhecidas pelo governo, são perseguidos e presos em contêineres de metal, locais muito quentes e insalubres, e em prisões apertadas e imundas. De acordo com a agência de notícias Christian Solidarity Worldwide (CSW), milhares de pessoas são detidas, arbitrariamente, sob acusões políticas, sofrendo privações e torturas. Estima-se que, hoje, no país há entre 2.000 e 3.000 cristãos presos em situações desumanas e sem direito a julgamento.
O mesmo aconteceu com a cantora evangélica Helen Berhane.Mantida presa por mais de dois anos em condições desumanas e sem direito a julgamento, Helen foi acusada de ter um discurso anti-patriotico e de apresentar em suas canções, um discurso contrário ao do Estado, sendo considerada um “inimigo político”. Helen, na verdade, foi presa e torturada por causa de sua fé em Cristo.
Não existe processo judicial independente na Eritreia, o que significa que os cidadãos não podem, de forma pacífica, fazer protestos e, que as organizações nacionais de direitos humanos não existem. Além disso, a imprensa não tem liberdade de expressão.
Leia mais sobre a história da Helen Berhane no livro: Canção da Liberdade; Ed.Vida.

Fonte: Portas Abertas

You Might Also Like

0 comentários

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *