14 pessoas aceitam a Jesus como Salvador no encerramento do 6º Aniversário dos Conjuntos Vozes de Vitória e Filadélfia congregação Pêgas

domingo, maio 31, 2015


Nesse Domingo 31/05/05, foi realizado uma grande  cruzada em frente ao Templo da congregação do Bairro Pêgas,  encerramento do aniversário dos conjuntos Vozes de Vitória e Filadélfia. Esteve cantando o Elmo Andrade da cidade de Lages e Pregando o irmão Welton Jhon da cidade de Macaíba. 14 pessoas aceitaram a Jesus como Salvador.

FAÇA PARTE DO DIP E SEJA LUZ NO MUNDO MUÇULMANO

sexta-feira, maio 29, 2015

Quando um muçulmano se converte a Cristo, muitas vezes tem de conviver com grandes dificuldades sociais por causa de sua fé, como rejeição e desprezo. Daqui do Brasil, nós podemos aprender e nos inspirar com seus testemunhos e histórias de vida. E eles podem ser fortalecidos e edificados através de nossas orações e contribuições.
Fonte:https://www.portasabertas.org.br/

Em coma por 3 anos, jovem “ressuscita” após oração

quarta-feira, maio 27, 2015

Oração milagrosa salva adolescente e é destaque na mídia.
O caso da adolescente americana Taylor Hale ganhou destaque em vários meios de comunicação da mídia mundial na última semana. A jovem foi declarada pelos médicos “clinicamente morta” em setembro de 2011, depois de um terrível acidente.
Após passar mais de 3 anos em coma, os pais da menina que tinha 14 anos no dia do acidente não sabiam se ela voltaria a acordar. Ela escorregou do capô de um carro, bateu a cabeça na calçada e sofreu uma lesão cerebral irreversível.
Seus pais, Chuck Hale e Stacey Hennigsen, foram desenganados pelos médicos que cuidavam do caso. Por isso, ela foi colocada em coma induzido. Poucos dias depois, Taylor sofreu uma hemorragia cerebral.
O cérebro de Taylor teve um afundamento na região do canal vertebral. A partir daí os médicos resumiram-se a afirmar que “nada poderia ser feito” e “ninguém consegue se recuperar quando isso acontece”. A recomendação é que os pais desligassem os aparelhos, providenciassem a doação dos órgãos dela e preparassem o funeral.
Taylor Hale no hospital em coma.
Taylor Hale no hospital em coma.
Contudo, eles não seguiram esse conselho. Algumas semanas atrás, Jeff Stickel, um amigo da família que é cristão, esteve no hospital dizendo Deus o estava chamando para ajudar a curar Taylor. Primeiramente, os pais de Taylor disseram que a filha estava inconsciente e não havia nada que ele pudesse fazer por ela. Stickel insistiu que gostaria de orar por ela e eles aceitaram.
Uma oração seguida de imposição de mãos mudou a vida de Taylor.  Depois que Stickel saiu, os aparelhos foram desligados e surpreendentemente a jovem apresentou reações. Os médicos religaram tudo e nos próximos dias ela foi voltando sozinha do coma. Seu cérebro voltou aos poucos ao normal.
Prestes a completar 18 anos, a jovem saiu do coma e foi a convidada de honra na formatura de sua classe na Escola Waukee High School em De Moines, Iowa. Ela inclusive recebeu seu diploma com o restante dos colegas.
Contrariando o prognóstico dos médicos, aos poucos Taylor vai se recuperando e tem contado sobre seus planos para o futuro. Algumas semanas atrás, ela estava inconsciente e sequer conseguia respirar sem a ajuda dos aparelhos. “Serei sempre grata a todos os médicos e enfermeiros que ajudaram na minha recuperação, mas sei que Deus fez a maior parte”, disse ela ao Daily Mail.
Fonte:http://www.gospelprime.com.br/

Culto de Missão na congregação Pêgas

terça-feira, maio 26, 2015


 Foi realizado nessa Terça (26/05/2015), na Congregação Pêgas o Culto de Missão. O secretário da SEMADUP Pb. Francisco Gondim esteve dando um relatório sobre o Mis. Anderson que está na Espanha.

Comemoração do Dia das Mães e do 7º Aniversário do Círculo de Oração - Congregação Bom Lugar.

domingo, maio 24, 2015


As festividade se estenderam o dia todo neste sábado dia 23 servindo delicioso almoço e brindes para as mães.

Ás  15:00hs da tarde  avivamento espiritual com toda igreja onde ouvimos a ministração da palavra de Deus com a irª Ritinha e no louvor o conjunto "Vozes de Vitória" da congregação do bairro Pêgas


e às 19:00hs o encerramento das festividades com um Culto de adoração e muito louvor ao Senhor com a participação da banda "Louvores que Liberta" e do conjunto "Lírio dos Vales" do templo central e do conjunto "Vozes de Vitória". A pregação da palavra foi do Pb. Luiz Antônio. Ainda estiveram presentes nesse evento o pb. Jairo, ax. Aivérton, ax. Édson e a congregação Baixa do Dutra.

EBOERN - Escola Bíblica de Obreiros e Esposas do Rio Grande do Norte

sábado, maio 23, 2015


Nos dias 20 á 21/05/2015 na Ad – Natal foi realizada a EBOERN – Escola Bíblica de obreiros e Esposas do Rio Grande do Norte. Os pregadores foram os pastores Ailton José presidente da da Ad – Pernambuco , José Carlos de Lima Paraíba, Pr. Daniel Nunes Campina grande/PB, Pr. Antônio José/ Fortaleza/CE e Pr. Erival de Jesus de São Paulo. Uma caravana de obreiros da Ad – Upanema/Rn liderada pelo Pr. Antônio Adelino. Pr. Antônio Adelino e sua esposa a Ms. Evânia, Co- pastor Luiz Gonzaga e sua esposa Socorro, Pb. Antônio Eriberto e sua esposa Rocélia,Pr. Marcelo Tavares, Ev. Erivam e sua esposa Léa, Pb. Jonas, Pb. Luiz Antônio e sua esposa Ana, Auxiliar Isaías Mendonça e sua esposa Rosemary e o Auxiliar Osias carvalho.

"Ajudar alguém necessitado sempre abre portas", diz missionário atuante no Nepal

segunda-feira, maio 18, 2015


Entrevista Exclusiva - Em entrevista exclusiva ao Guiame, o Lazrus Rasaily falou sobre o seu trabalho com estas crianças, a dura realidade por elas enfrentada e também o alinhamento de seu ministério musical com a visão missionária.

"A falta de alimentos e necessidades básicas de qualquer outro tipo faz com que suas vidas se tornem amargas e provoca-os a se sentirem inseguros e inferiores". A declaração alarmante foi dada pelo pastor, músico e missionário nepalês Lazrus Rasaily, que falou sobre a realidade de crianças pobres e órfãs de seu país.
Atualmente trabalhando para apoiar crianças em situação de risco e também as famílias de muitas destas, Lazrus tem investido tempo, dinheiro e esforços na construção de um centro de apoio e evangelismo para estas pessoas.
Em entrevista exclusiva ao Guiame, o pastor falou sobre o seu trabalho com estas crianças, a dura realidade por elas enfrentada e também o alinhamento de seu ministério musical com a visão missionária.
Confira a entrevista na íntegra logo abaixo:
Portal Guiame: Nestes dias, você tem investido seus esforços em um ministério com crianças pobres e órfãs. Seria possível também alcançar as famílias destas crianças?
Pastor Lazrus Rasaily: Muitas crianças no Nepal vivem em situações disfuncionais graves, como o alcoolismo, nas quais suas famílias têm meios limitados de apoiar e educar seus filhos. As crianças nestes lares estão vulneráveis ​​a uma vida nas ruas. Uma educação para estas crianças não só permite-lhes que tenham esperança de um futuro melhor, mas também os mantém longe das ruas, onde eles podem cair no vício em drogas e também na atividade criminal. Começamos este ministério também para evitar que as famílias de baixa renda e monoparentais percam seus filhos, ajudando-os com os custos educacionais da criança e outras necessidades básicas, enquanto eles ainda vivem com os pais ou famílias. Apoiar e ajudar alguém em necessidade sempre abre a porta e cria uma oportunidade para que o nosso ministério se conecte com eles e compartilhe do evangelho de nosso Senhor Jesus. Nosso ato em si diz-lhes em voz alta o suficiente para aproximação daqueles que estão muito ansiosos para conhecer a Cristo na maioria das vezes. É assim que chegamos em suas famílias.
Guiame: Quais são os principais problemas encontrados na realidade dessas crianças que podem tornar este trabalho mais dificil?

Pastor Lazrus: Podemos listas os principais problemas abaixo:
Pobreza: A pobreza extrema é o principal obstáculo destas crianças. A falta de alimentos e necessidades básicas de qualquer outro tipo faz com que suas vidas se tornem amargas e provoca-os a se sentirem inseguros e inferiores. Elas nunca estão confiantes quando as oportunidades são dadas, mesmo que sejam muito talentosos até mesmo mais capazes do que os outros. Isso torna o nosso trabalho mais difícil.
Alcoolismo: Este vício faz parte da realidade de vida da maioria de seus pais ou responsáveis ​e também ​torna a vida destas crianças mais difícil e sem esperança.
Ambiente: Seus ambientes sociais que não lhes permitem que aprendam a ser boas crianças, suas situações e as circunstâncias são especialmente relacionados às suas finanças. Nós pagamos pela educação delas e outras despesas relacionadas, mas eles não têm qualquer outro acesso além da educação escolar. Esses tipos de situações sempre frustram uma criança em fase de crescimento, especialmente na adolescência. Quando eu falo sobre a necessidade, não é a necessidade de pessoas normais como nós, mas sim da necessidade básica de sobrevivência.
Basicamente, o que estou tentando dizer que a mensagem é: eles são privados de receber amor e carinho durante a infância, são privados de seus direitos. Isso frustra esses pequenos e eles não vão querer estudar se não não receberem um bom atendimento, orientação e supervisão espiritual.
 
Concluímos que todos estes pequenos que formam uma esmagadora realidade trouxeram uma nova visão ao meu coração e o moveu com força para abrir o Lar das Crianças e dar-lhes uma família, esperança e vida melhor em Cristo. Esta tem sido a minha oração por muitos anos e a também a visão do Ministério Levitas do Nepal.
Guiame: Como as pessoas interessadas poderiam ajudar este ministério. Quais são as principais necessidades neste projeto atualmente?
Pastor Lazrus: As pessoas interessadas poderão nos ajudar se nos entenderem e nos conhecerem melhor. O principal problema para nós agora é que não temos parcerias e contatos suficientes para compartilhar nossas visões ministeriais. A principal necessidade do projeto agora é o financiamento. Estamos à procura de apoiadores e patrocinadores que possam nos ajudar financeiramente. Temos de patrocinar 18 crianças agora e muitas outras em momentos de necessidade. Além disso, também apoiamos alguns estudantes de escolas bíblicas. Eventualmente estamos pagando e planejando inaugurar o Lar das Crianças, que envolve uma alta quantia em dinheiro e o compromisso dos patrocinadores também. O nosso projeto para construção da casa para o Lar das Crianças já está pronto. Estamos esperando em Deus por esta provisão.
Guiame: Nos primeiros dias de outubro de 2014, Sushil Koirala (autoridade política) fez uma promessa sobre a de que haveria mais liberdade religiosa no Nepal. Na sua opinião, até que ponto este promessa tem se cumprido?
As promessas sobre a liberdade religiosa sempre giraram em torno do perseguição ao cristianismo. Todas as outras religiões são aceitas e apoiadas pelo governo. A liberdade religiosa está agora em situação crítica para os cristãos. A situação política com relação à religião - especialmente o cristianismo - tem sido um grande desafio para o país. Os cristãos são livres para adorar, mas às vezes pode haver qualquer tipo de oposições no âmbito legal. Estamos prontos para a mudança.
Guiame: Além de seu projeto com crianças órfãs, você tem o seu ministério também como músico. Como este trabalho da sua banda se alinha com a sua visão missionária?
Pastor Lazrus: O nosso lema para o "Levites Ministries Nepal" é simplesmente: "O Nepal precisa de Jesus". O Ministério é composto de múltiplas visões e missões para alcançar a noiva [Igreja] do Nepal. Passando por todos os nossos ministérios, nosso objetivo final é o de ver o nome de nosso Senhor Jesus Cristo sendo glorificado e pregado por todo o Nepal, a terra de milhões de Ídolos. (Filipenses 2: 10-11). 
*Para saber mais sobre o pastor Lazrus Raisaly e seus projetos no Nepal, mande um email para lazrusraj@yahoo.com .
Fonte:http://guiame.com.br/

Igrejas cubanas recebem 83.723 bíblias enviadas dos Estados Unidos

quarta-feira, maio 13, 2015

Doação - "Estamos gratos ao governo cubano que abriu as portas para as Bíblias", diz líder de estratégia da International Mission Board.
Nesta semana, igrejas de Cuba receberam Bíblias enviadas dos Estados Unidos, mais precisamente dos portos do Sul da Flórida.
Foram carregadas e enviadas 83.723 Bíblias em espanhol. Elas serão distribuídas em igrejas batistas no oeste e leste da ilha cubana.
A IMB (International Mission Board) confirma o envio de três contêineres de 40 pés, cheios de Bíblias.
"O amplo processo de busca da permissão para o governo cubano liberar o envio de Bíblias, requereu uma grande quantidade de negociações entre representantes do governo e a Sociedade Bíblica em Cuba. Estamos gratos ao governo cubano que abriu as portas para as Bíblias", diz Kurt Urbanek, líder de estratégia da IMB.
Essa é a primeira vez que uma remessa de Bíblias é enviada diretamente dos EUA, graças à liberação do livre comércio em 2014.
Fonte:http://guiame.com.br/

Ronaldo Lidório fala sobre a evangelização de indígenas: `Jamais será alienação ou imposição de credo´

segunda-feira, maio 11, 2015

Em texto, pastor mostra que na evangelização não há imposição de valores como na catequese.

Ronaldo Lidório, doutor em antropologia e missionário da Agência Presbiteriana de Missões Transculturais e da Missão - AMEM, escreveu um texto a respeito da situação dos indígenas no Brasil e dos desafios na evangelização desses povos.
No início do texto, ele fala das transformações que os indígenas passam, principalmente em se tratando das dificuldades que eles vivem com a urbanização.
Lidório concorda que são necessárias mudanças públicas, mas que para isso é preciso primeiro que a visão sobre quem são os indígenas seja mudada, pois eles frequentemente são vistos como selvagens ou heróis, e só.
O pastor frisa que a evangelização desse povo também é necessária, mas lembra que isso nada tem a ver com alienação e ou com imposição do fim da cultura indígena.
"O evangelho, como encarnado e exposto por Jesus Cristo, jamais será motivo de alienação social ou imposição de credo, seja para indígenas ou não indígenas. Ao contrário, é a verdade que dá sentido à vida, liberta do pecado e reconstrói a esperança", reitera.
No texto, Ronaldo Lidório diz que o compromisso da sociedade evangélica é respeitar e promover o uso das línguas tradicionais indígenas e trabalhar para que tenham uma vida digna, seja em suas terras tradicionais ou nos centros urbanos.
Além disso, o pastor faz questão de diferenciar evangelização de catequese. Essa segunda, sinônimo de imposição de valores.
"Enquanto a evangelização se dá com os códigos do ouvinte (língua materna e cultura), a catequese ocorre com os códigos de quem transmite. A evangelização se concentra na mensagem do Evangelho a ser transmitida, enquanto a catequese se centraliza nos símbolos e estrutura da igreja que o faz. Se por um lado a evangelização tem como alvo o povo e o conhecimento de Cristo, a catequese visa a igreja-instituição e seu fortalecimento político religioso."
"A evangelização é pessoal e relacional, uma vez que utiliza de processos de conversação, exposição e discipulado, que visa o entendimento e aplicação da mensagem. A catequese é impositiva e distanciada, pois ocorre no ensino unilateral e em um ambiente de transmissão sem conversação, puramente litúrgico", acrescenta.
Fonte:http://www.cpadnews.com.br/

5° Encontro do Departamento Infantil

sábado, maio 09, 2015



Com o Tema evangelismo de crianças: uma prioridade constante.
Ministrado pela irmã Ione Balbino, na oportunidade foi trabalhado a importância do evangelismo Infantil e apresentado várias estratégias para que as crianças conheçam o plano da salvação e aceitem a jesus.

O encontro aconteceu na tarde deste Sábado (09/05/2015, no anexo da Ad- Upanema/RN.

Domingo da Igreja Perseguida acontece no próximo dia 31 de maio

quarta-feira, maio 06, 2015

Nesse dia, milhares de pessoas estarão unidas em torno de um único propósito: servir os cristãos perseguidos.

"Muito francamente eu me empenho a fim de estimulá-lo a viver uma vida com um padrão mais elevado. Sirva-o com suas mãos e de todo seu coração. Seja sensível e coloque toda a sua força a serviço do seu Redentor. Gaste e seja gasto no serviço do Mestre". Charles Spurgeon (1834-1892)
Essas palavras ditas há tanto tempo ainda causam ainda grande impacto em nossos corações. O apóstolo Paulo em sua carta aos gálatas também nos adverte a fazermos o bem, especialmente aos nossos irmãos na fé. Irmãos que têm como privilégio gastar sua vida no serviço ao Mestre.
Daqui a 57 dias acontecerá o Domingo da Igreja Perseguida  - Uma celebração única, com milhares de pessoas estendendo-se do norte ao sul do Brasil em torno de um único propósito: servir cristãos perseguidos. Neste ano, servindo cristãos perseguidos no mundo muçulmano.
Conscientizar a Igreja brasileira da perseguição aos cristãos é uma maneira de servir nossos irmãos e também de edificar os cristãos brasileiros em seu relacionamento pessoal com Deus. Este é o objetivo da Portas Abertas que realiza o Domingo da Igreja Perseguida (DIP), no Brasil desde 1988.
Em pleno século 21, cerca de 100 milhões de cristãos enfrentam hostilidade e perseguição pelo simples fato de seguir a Cristo. Essa intolerância vem de várias fontes: governo, sociedade e até mesmo da família. Por causa de sua fé, esses irmãos enfrentam desde desemprego, exclusão da sociedade, expulsão do círculo familiar a interrogatórios, aprisionamentos, torturas e até mesmo a morte.
Envolva-se! No domingo, 31 de maio de 2015, aproveite a liberdade que temos como Igreja brasileira e utilize-a no serviço aos nossos irmãos perseguidos. Como disse Charles Spurgeon: Gaste e seja gasto no serviço do Mestre.
Fonte:http://www.cpadnews.com.br/

Organizações cristãs se mobilizam para ajudar o Nepal

quarta-feira, maio 06, 2015

Atingindo 7,8 graus na escala Richter, o terremoto do dia 25 de Abril foi considerado o mais forte dos últimos 80 anos no país.

Próximo do horário do fim dos cultos nas igrejas em todo o Vale da cidade de Catmandu, em 25 de abril, os cristãos atordoados cambaleavam para saídas, com a terra estremecendo sob seus pés, em um terremoto que os surpreendeu.
Para muitos cristãos nepaleses, Sábado é o dia habitual de cultos, e os cristãos - minoria religiosa do país - realizavam seus cultos religiosos por volta do meio-dia (horário local), quando um terremoto de 7,8 graus na escala Richter atingiu a nação do Himalaia e matou mais de 4 mil pessoas. Em Cathmandu, pelo menos 80 fiéis morreram quando uma igreja evangélica desabou.
O tremor atingiu cerca de 9 milhas (aproximadamente 14,5 km) abaixo da superfície da Terra, mas os cientistas afirmaram que o tremor foi "superficial" o suficiente para causar danos maciços acima do solo e forte o suficiente para se igualar ao poder de uma explosão de mais de 20 armas termonucleares.
Na verdade, o tremor foi cerca de 16 vezes mais poderoso que o terremoto mortal que atingiu o Haiti em 2010.
Um tremor secundário no dia seguinte ao terremoto sacudiu os prédios do Nepal a cerca de 700 milhas de distância na capital indiana de Nova Delhi.
Pelo menos 18 alpinistas - incluindo quatro norte-americanos - morreram quando o terremoto provocou uma avalanche no Monte Everest.
Hospitais ficaram sobrecarregados, à medida que pacientes gravemente feridos ultrapassaram a capacidade médica na nação empobrecida e aldeias devastadas no epicentro perto do distrito de Gorkha permaneceram isoladas por deslizamentos de terra que bloquearam estradas com pedras e lama.
Na capital Catmandu, no Nepal, o terremoto derrubou templos e outros locais religiosos na nação predominantemente hindu, e famílias enlutadas realizavam rituais hindus solenes para cremar seus entes queridos.
Alguns membros da família, mortos na tragégia eram carregados em macas de bambu, encosta abaixo para serem queimados em fogueiras, à beira dos rios. Um padre local disse que as famílias haviam queimado mais de 1.200 corpos dentro de 48 horas em rituais perto de um templo em Catmandu.
Enquanto a fumaça subia de por conta dos funerais realizados à beira dos rios, orações e cantorias subiam de campos abertos em cidades vizinhas, entoadas por cristãos das igrejas locais, que se reuniram com os outros ao ar livre para evitar os perigos de fortes tremores. Alguns perderam suas casas no terremoto.
Os cristãos representam menos de 3% da população em um país que já foi considerado o único reino hindu do mundo. Depois de anos de intensa perseguição, os cristãos nepaleses agora têm mais liberdade para conhecer abertamente sua fé, apesar de que a evangelização ainda continua a ser uma atividade "ilegal".
O braço humanitário internacional da Convenção Batista do Sul (SBC), "Baptist Global Response" informou igrejas locais têm sido um ponto de partilha de recursos limitados e centros comunitários, oferecendo abrigo, água limpa e comida aos vizinhos necessitados. (A parceira local disse ao grupo que pelo menos 17 corpos foram encontrados em uma igreja nas proximidades. O pastor da igreja perdeu três de seus familiares).
Trabalhadores da "Rescue Network Nepal", uma organização cristã indígena havia treinado anteriormente treinou voluntários através de igrejas locais para prestar primeiros socorros e cuidados em casos de traumas como estes em regiões rurais.
Organizações cristãs internacionais como a "Samaritan's Purse" (presidida por Franklin Graham) e a "Convoy of Hope" enviaram equipes e suprimentos para a região, em conjunto com redes de igrejas nas comunidades locais.
David Platt, presidente da "International Mission Board" da Convenção Batista do Sul (EUA) disse que sua denominação também poderia ajudar nos esforços de socorro, incluindo tanto as necessidades materiais e espirituais.
"À luz da falta de acesso ao evangelho em grande parte do Nepal, ver a necessidade física e espiritual urgente colidem de forma esmagadora", Platt escreveu após o terremoto. "Um desastre natural como este no Nepal ressalta o fato de que em um mundo de dor e sofrimento, a esperança final para as nações é o evangelho de Jesus Cristo".
Fonte:http://www.cpadnews.com.br/

Genocídio de 1,5 milhão de cristãos armênios marca 100º aniversário

segunda-feira, maio 04, 2015

Um dos maiores massacres da história cristã.

Líderes mundiais se reuniram na sexta-feira (24) para marcar o aniversário de 100 anos do genocídio de 1,5 milhão de armênios nas mãos do Império Otomano, um dos maiores massacres da história cristã.
"Sou grato a todos aqueles que estão aqui para, mais uma vez, confirmar seu compromisso com os valores humanos, para dizer que nada é esquecido, que depois de 100 anos nos lembramos", disse o presidente armênio, Serzh Sargsyan em uma cerimônia, em Yerevan.
O presidente francês François Hollande e o presidente russo, Vladimir Putin, também participaram da cerimônia, e prestaram homenagem aos que foram mortos.
"Eu me prostro em memória das vítimas e eu venho a dizer aos meus amigos armênios que nunca vamos esquecer as tragédias que seu povo tem sofrido", disse Hollande.
Ele acrescentou que "o reconhecimento do genocídio armênio é um ato de paz", e denunciou a repressão das minorias étnicas e assassinatos por motivos religiosos, em qualquer lugar do mundo.
A Armênia e a maioria dos estudiosos ocidentais afirmam que cerca de 1,5 milhões de pessoas, em sua maioria cristãos armênios, foram mortos por inanição, deportação e outros meios, em 1915, nos anos de governo do Império Otomano.
Fonte:http://www.cpadnews.com.br/

Portas Abertas Brasil: Há 37 anos atendemos ao nosso chamado: servir à Igreja Perseguida

domingo, maio 03, 2015

No dia 1º de maio de 1978 nasceu a Portas Abertas Brasil; exatamente 50 anos e 10 dias depois do nascimento de seu fundador na Holanda, Irmão André – o contrabandista de Deus. A cristã responsável pelo início do ministério por aqui foi a irmã Elmira Pasquini.
Hoje, o ministério, que é responsável por conscientizar a igreja brasileira acerca da realidade dos cristãos perseguidos ao redor do mundo, conta com mais de 29.300 parceiros, cristãos que contribuem com projetos de ajuda à família da fé.
Ao longo desses anos, o versículo de Apocalipse 3.2a “Esteja atento! Fortaleça o que resta e que estava para morrer”, continua a ser o nosso principal objetivo: abençoar os nossos irmãos da melhor maneira que pudermos – seja distribuindo Bíblias e materiais de estudo; aplicando treinamentos; oferendo ajuda socioeconômica; acolhendo refugiados; ajudando órfãos e viúvas a superarem seus traumas; dando suporte aos líderes de igrejas ou mesmo abraçando cristãos que foram feridos pela intolerância religiosa.
Mas só pudermos realizar tais ações e só conseguiremos continuar por causa de cristãos como você que, desde o primeiro dia em que a Portas Abertas passou a existir no Brasil, se envolveram com a causa da Igreja Perseguida e, lado a lado conosco, servem aos cristãos em suas necessidades. (a história completa de como chegamos ao Brasil você pode ler no site da Portas Abertas). 
Hoje, celebramos a nossa atuação como Portas Abertas – e você faz parte desse esforço. Muito obrigada pela parceria. Seguimos juntos, servindo cristãos perseguidos.

FontePortas Abertas Brasil

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *