De perseguidores a perseguidos: centenas de hindus se convertem na Índia

sexta-feira, abril 29, 2016

Milhares de cristãos convertidos se reúnem regularmente em acampamentos da Índia para ouvir a Palavra de Deus.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DE CHRISTIAN TODAY
ATUALIZADO: SEXTA-FEIRA, 22 ABRIL DE 2016 AS 12:42
Ministro cristão batiza novos convertidos em Nagpur, na Índia. (Foto: Reuters)
Ministro cristão batiza novos convertidos em Nagpur, na Índia. (Foto: Reuters)
Apesar da intensa perseguição, o cristianismo tem ganhado espaço na Índia. Prova disso está na conversão de centenas de hindus e animistas tribais, de acordo com informações do site Gospel Herald.
Grande parte dos acontecimentos de conversão tem ocorrido no distrito de Kandhamal, no leste da Índia, que costumava ser "um viveiro de perseguição dos hindus contra cristãos", de acordo com a organização Christian Aid Mission.
Embora extremistas hindus tenham usado as selvas da região como campos de extermínio de cristãos convertidos, Kandhamal tem recebido ações evangelísticas de “grande sucesso”, de acordo com o diretor de um ministério local.
Desde agosto do ano passado, foram realizados 14 eventos evangelísticos, contando com um público de mil a 2 mil pessoas em cada um, relata a Christian Aid Mission.
O diretor do ministério cristão, que preferiu não ser identificado por razões de segurança, disse que milhares de cristãos convertidos se reúnem regularmente nos acampamentos da selva para ouvir a Palavra de Deus.
"Eles estão felizes em ter Jesus como seu Deus e Salvador e viver para Ele, mesmo em meio a perseguição", disse o diretor.
Jesus liberta
Histórias reais sobre curas e outros milagres estão convencendo cada vez mais hindus e animistas se voltar para Jesus Cristo. Um exemplo disso é a história de uma mulher hindu, de 53 anos, que se converteu ao cristianismo no ano passado. Ela foi batizada junto com seu marido no início deste mês.
Como uma hindu devota, ela odiava os cristãos. No entanto, ela se viu obrigada a procurar a ajuda de uma igreja após ser possuída por um espírito maligno — sua caminhada em busca da cura espiritual já havia feito com que ela procurasse muitas outras religiões.
A mulher foi finalmente curada pelo nome de Jesus, e hoje, testemunha a muitos hindus sobre Jesus Cristo, o verdadeiro Deus. Além de impactar muitas pessoas, seu filho também se converteu ao cristianismo.
"Eu estava procurando ter uma vida como a que vivo hoje, e Jesus deu para mim", disse ela. "Ele é o único Deus verdadeiro e amoroso. Estou feliz agora."
Jesus cura
O diretor ministério também compartilhou a história de outro homem hindu, que travava uma intensa luta contra a doença mental de seu filho. Após receber a oração de um pastor, o jovem começou a recuperar sua sanidade.
Antes disso, o homem havia gasto milhares de rúpias para o tratamento de seu filho, sacrificando muitos porcos, galinhas e cabras em favor de muitos deuses e deusas hindus. No entanto, nada disso havia funcionado.
"Temos certeza de que através de sua cura, toda a aldeia virá a conhecer a Cristo, o Salvador", disse o líder do ministério.

Ataque deixa dezenas de mortos e igreja incendiada na Nigéria

quinta-feira, abril 28, 2016

Aproximadamente 500 pastores Fulani [criadores de gado] fortemente armados cercaram sete aldeias, incendiaram uma igreja e mataram cerca de 40 pessoas.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO CHRISTIAN TODAY
ATUALIZADO: QUARTA-FEIRA, 27 ABRIL DE 2016 AS 2:07
Imagem de vítimas de massacre anteriormente realizado pelos pastores Fulani. (Foto: reuters)
Imagem de vítimas de massacre anteriormente realizado pelos pastores Fulani. (Foto: reuters)
Cerca de 40 pessoas foram assassinadas em uma nova atrocidade por parte de uma milícia armada dos pastores Fulani, no Estado de Enugu (Nigéria), de acordo com relatórios locais.
Segundo sites de notícias locais, aproximadamente 500 pastores [criadores de gado] fortemente armados cercaram sete aldeias na área do Nimbo.
Dez casas foram destruídas por incêndios criminosos, carros e motos também foram destruídos, animais mortos e Igreja Internacional Cristo Santo também foi incendiada, segundo o site nigeriano de notícias 'Vanguard' relatou.
Um jovem morreu quando o ônibus em que viajava também foi incendiado perto da igreja.
Vítima do ataque, o jovem Kingsley Ezugwu, falou ao Vanguard já no leito do hospital.
"Eu estava saindo da casa quando ouvi um alarma da comunidade tocar eu estava indo com um amigo para saber qual o motivo daquele sinal. Então avistamos cerca de 40 pastores Fulani, portando armas sofisticadas e facões", relatou.
"Eles nos perseguiram, mataram o meu amigo e atiraram em mim várias vezes, mas erraram. Eles me alcançaram e me agrediram com os ​​facões, até que eu perdi a consciência".
Quando os atacantes perceberam que ele ainda estava vivo, chamaram outros milicianos para acabar com ele. Ele conseguiu se arrastar para longe e disse que recebeu a ajuda de um "bom samaritano" no hospital.
Muitos do que sobreviveram ao ataque fugiram das aldeias.
O porta-voz do governador 'Rochas Okorocha' disse: "Nosso problema é que o que acontece neste país ganha uma coloração étnica, o que faz com que a solução para esse problema torne-se um pouco difícil".
De acordo com o Movimento Juvenil Igbo, os pastores Fulani assassinaram mais de 700 nigerianos nos últimos 10 meses, e o Governo Federal ainda não teria tomado medidas para deter os assassinatos.
O Brigadeiro General Rabe Abubakar, porta-voz de defesa na Nigéria, disse ao site 'IBTimes' que as forças de segurança estavam investigando os assassinatos.
"As agências de segurança emitirão uma declaração em breve. As investigações estão em curso", disse ele.
Abukabar não conseguiu confirmar o número de mortos no mais recente ataque. Estima-se que entre 20 e 48 pessoas tenham morrido.

“Europa terá mais muçulmanos do que cristãos praticantes”, diz ministro belga

quarta-feira, abril 27, 2016

Por outro lado, a Eurostat não compila esses dados sobre a religião. Em 2012, números da Comissão Europeia mostraram que 72% das pessoas se identificavam como cristãs na Europa, comparado a 2% de muçulmanos.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DE DAILY MAIL
ATUALIZADO: TERÇA-FEIRA, 26 ABRIL DE 2016 AS 5:34
De acordo com uma previsão publicada pelo Centro de Pesquisa Pew no ano passado, o número de muçulmanos na Europa pode aumentar cerca de 63% entre 2010 e 2050. (Foto: AFP/Getty Images)
De acordo com uma previsão publicada pelo Centro de Pesquisa Pew no ano passado, o número de muçulmanos na Europa pode aumentar cerca de 63% entre 2010 e 2050. (Foto: AFP/Getty Images)
Muito em breve, muçulmanos serão mais numerosos do que cristãos na Europa, disse o ministro belga Koen Geens ao Parlamento Europeu, nesta segunda-feira (25).
"Na Europa, muito em breve, vamos ter mais muçulmanos praticantes do que cristãos praticantes. Isso não é porque há muitos muçulmanos, é porque os cristãos são, geralmente, menos praticantes”, disse Geens. "A Europa não percebe isso, mas esta é a realidade."
Durante a audição, que reuniu parlamentares europeus para debater sobre os ataques em Bruxelas, o ministro do Interior da Bélgica, Jan Jambon, acrescentou: "A pior coisa que podemos fazer é nos tornar um inimigo do Islã”.
“Temos cerca de 600 a 700 mil muçulmanos na Bélgica, e a esmagadora maioria dessas pessoas partilham os nossos valores. Fazer dessas pessoas inimigas, irá realmente criar problemas”, disse o ministro.
Jambon foi acusado de alimentar as tensões com a comunidade muçulmana da Bélgica depois de ter alegado que os islâmicos 'dançaram' em comemoração aos ataques que deixaram 32 pessoas mortas no aeroporto e uma estação de metro de Bruxelas.
O que dizem as pesquisas?
Na noite desta segunda, a porta-voz de Geens se recusou a fornecer provas que sustentem suas afirmações sobre o número de muçulmanos praticantes. “Seus comentários foram muito claros, não vou dizer mais nada”, disse ela.
Por outro lado, o Gabinete de Estatísticas da União Europeia (Eurostat) afirma que não compila esses dados sobre a religião. Em 2012, números da Comissão Europeia mostraram que 72% das pessoas se identificavam como cristãs na Europa, comparado a 2% de muçulmanos. Na Bélgica, os números eram de 65% e 5%, respectivamente.
O censo nacional da Bélgica nunca contou grupos religiosos, e as pesquisas independentes  são a única fonte de informação. No entanto, uma série de estudos confirmam que os muçulmanos representam cerca de 5% da população do país.
De acordo com uma previsão publicada pelo Centro de Pesquisa Pew no ano passado, o número de muçulmanos na Europa pode aumentar cerca de 63% entre 2010 e 2050. Este aumento faria com que a população muçulmana na Europa subisse de 43,5 milhões para quase 71 milhões.
O número de cristãos na Europa, de acordo com Pew, irá cair em 18% durante o mesmo período, diminuindo os 553 milhões de cristãos para 454 milhões.
Na Bélgica, o estudo aponta que dentre a população de 10,7 milhões de pessoas, 6,9 milhões são cristãos e 630 mil são muçulmanos. Em 2050, Pew projetou que os números seriam alterados para uma população total de 11,1 milhões de pessoas, com 5,9 milhões de cristãos e 1,3 milhões de muçulmanos.
Os pesquisadores disseram que o crescimento projetado rápido do número de muçulmanos foi devido a uma fertilidade mais elevada, as populações mais jovens e migração.

“Não imaginava Nick casado ou com filhos”, diz pai de evangelista sem pernas e braços

terça-feira, abril 26, 2016

Boris Vujicic não imaginava que Nick, um dia, usaria sua deficiência para motivar outras pessoas a superar desafios pessoais e dedicar suas vidas a Deus.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DE CHRISTIAN TODAY
ATUALIZADO: TERÇA-FEIRA, 26 ABRIL DE 2016 AS 11:49
Nick Vujicic é casado com Kanae e pai de Kiyoshi e Dejan Levi. (Foto: Reprodução)
Nick Vujicic é casado com Kanae e pai de Kiyoshi e Dejan Levi. (Foto: Reprodução)
Ao ver a condição do filho, que nasceu sem pernas e braços devido a uma rara síndrome, Boris Vujicic não imaginava que um dia poderia ser sogro e avô. Hoje seu filho, Nick Vujicic, é casado, pai de dois garotos e um grande evangelista.
Boris foi entrevistado por seu próprio filho, Nick, para falar sobre seu novo livro, intitulado "Raising the Perfectly Imperfect Child” (“Erguendo a criança perfeitamente imperfeita", em tradução livre). Na ocasião, Boris relata que apesar das lutas na vida, as dores e dificuldades são temporárias.
"Nós podemos crescer, desenvolver, perseverar e superar os obstáculos surpreendentes em nossas vidas", disse ele ao filho.
Para Boris, foi uma verdadeira luta conseguir motivar Nick, que nasceu com a síndrome de Tetra-amelia — doença que impede o desenvolvimento de braços e pernas. Naquela época, ele não imaginava que Nick, um dia, usaria sua deficiência para motivar outras pessoas a superar desafios pessoais e dedicar suas vidas a Deus.
Um dos momentos de maior orgulho para Boris foi ver seu filho ministrando para milhares de jovens no Vietnã, em 2014. “Você se tornou um líder em alguns aspectos, uma pessoa internacionalmente influente. Deus tornou sua incapacidade em uma força poderosa para motivar não apenas as pessoas com deficiência, mas o mundo todo", disse ele à Nick, na época.
Outro momento marcante para Boris foi quando Nick se casou com sua esposa, Kanae, em 2012. Ele descreve a cerimônia de casamento como um "momento emocionante para todos nós, como família."
Além disso, o "coroamento de tudo foi quando Kiyoshi nasceu". Depois de Kiyoshi, o casal teve ainda outro menino, Dejan Levi, que nasceu em agosto do ano passado.

Filhos muçulmanos se convertem após ver mãe ser morta por não negar Jesus

terça-feira, abril 26, 2016

Workitu era uma muçulmana que vivia na Etiópia, e se converteu ao cristianismo em agosto do ano passado. Sua decisão irritou seu marido que, juntamente com anciãos muçulmanos de sua comunidade, fez ameaças de morte à esposa.

Seus dois filhos testemunharam o sofrimento de sua mãe e sua devoção inabalável a Jesus Cristo. (Foto: Open Doors)
Seus dois filhos testemunharam o sofrimento de sua mãe e sua devoção inabalável a Jesus Cristo. (Foto: Open Doors)
Uma mulher foi assassinada por seu marido e fanáticos muçulmanos depois de ter se convertido ao cristianismo. Porém, sua morte não foi em vão.
Dois de seus filhos foram tocados pela devoção de sua mãe por Jesus Cristo, e decidiram seguir a mesma fé. Um dos irmãos trouxe também um amigo ao cristianismo, de acordo com um relatório da organização Portas Abertas.
Workitu era uma muçulmana que vivia na Etiópia, e se converteu ao cristianismo em agosto do ano passado. Sua decisão irritou seu marido que, juntamente com anciãos muçulmanos de sua comunidade, fez ameaças de morte à esposa.
No entanto, Workitu não se intimidou. Ela procurou o conselho de líderes da igreja, que indicaram que ela buscasse ajuda das autoridades locais. Ela enviou uma carta ao escritório de polícia local, no entanto, a equipe negou ter recebido a carta.
Em março, Workitu foi morta depois de ser gravemente ferida por seu marido e vizinhos. Seus dois filhos, Mustafa, de 20 anos e Kedir, de 17, testemunharam o sofrimento de sua mãe e sua devoção inabalável a Jesus Cristo.
A Etiópia é classificada como a 18ª nação que mais persegue cristãos no mundo, de acordo com classificação da Portas Abertas. "A Etiópia tem muitas tribos que não são favoráveis ao cristianismo e, em alguns lugares como Afar e regiões da Somália, as tribos estão interligadas com o Islã", disse a organização.
FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DE CHRISTIAN TODAY

Cristãos líbios espalhados pelo mundo têm acelerado o crescimento da igreja

quarta-feira, abril 20, 2016

Há um número considerável de estrangeiros na Líbia que compartilham sua fé com os líbios.


Líbia chegou ao top 10 na Classificação da Perseguição Religiosa de 2016 por vários motivos, entre eles o avanço na violência praticada pelos grupos extremistas, o crime organizado, a corrupção do governo e a influência da lei sharia que é praticada no país. Quanto tudo isso é ligado aos enormes desafios de segurança, crise financeira e discriminação contra as minorias religiosas, o resultado é a perseguição cada vez mais intensa aos cristãos.
Há um número considerável de estrangeiros no país que compartilham sua fé com os líbios, o que tem acelerado o crescimento da igreja no país. Eles também enfrentam grandes dificuldades por seguirem a Cristo estando numa terra estranha e hostil. Ore para que os cristãos estrangeiros sejam cada vez mais estratégicos em seu trabalho de evangelização e que continuem firmes nesse propósito de continuar salvando as almas perdidas.
Interceda também para que tanto os estrangeiros quanto os líbios novos convertidos ao cristianismo sejam protegidos por Deus e que, apesar da perseguição, eles não sofram com torturas e prisões e que as igrejas que eles levantaram não sejam derrubadas pelos perseguidores. Lembre-se também dos líbios que vivem fora do país, alguns no norte da África, outros na Europa e tantos outros que se espalharam pelo mundo. Ore para que eles sejam acolhidos pelos demais cristãos, onde quer que estejam e que, juntos, possam crescer na fé. E interceda por Trípoli, capital da Líbia, onde também há um grande número de cristãos atuantes. "A oração de um justo é poderosa e eficaz". (Tiago 5.16b)
Fonte: Portas Abertas Internacional

Terrorista se converte após ver a 'mão de Deus' salvar uma de suas vítimas

terça-feira, abril 19, 2016

Al-Rashid, um ex-comandante de um grupo terrorista radical no Médio Oriente, recentemente compartilhou seu testemunho sobre como foi de líder de uma caça aos cristãos a um cristão evangelista.

Muçulmano orando de joelhos. (Imagem: Pinterest)
Muçulmano orando de joelhos. (Imagem: Pinterest)
Um radical islâmico que acabou se convertendo e se tornando evangelista disse que reconheceu Jesus Cristo como seu Salvador, depois que viu um de seus planos terroristas - matar a filha de um ministro cristão - ser frustrado. Ele viu uma mão descer do céu para dar sangue à menina.
Al-Rashid, um ex-comandante de um grupo terrorista radical no Médio Oriente, recentemente contou ao grupo cristão 'Assist News Service', sobre como foi de líder de uma caça aos cristãos a um cristão evangelista.
Com relatos de numerosas conversões de muçulmanos ao cristianismo, Rashid se enfureceu ao longo dos anos. Ele explicou que aqueles testemunhos o inspiraram para formar uma força-tarefa terrorista especial, projetada para "caçar líderes cristãos que estavam convertendo muçulmanos e os afastando do islamismo".
Rashid e sua força-tarefa, eventualmente, ouviam falar de um pastor chamado Paul, um ex-muçulmano que lidera um ministério de evangelismo, distribuindo Bíblias para os muçulmanos e também ajuda a estabelecer redes de igrejas domésticas secretas na Ásia e no Oriente Médio.
Rashid e sua equipe tinham bolado um plano para matar a família pastor Paul e, em seguida, raptá-lo para "reconvertê-lo" forçosamente ao islamismo, de modo que ele pudesse se tornar sua principal marionete de propaganda contra o cristianismo.
Mas várias tentativas da força-tarefa extremista em matar a família do pastor e raptar o líder cristão foram frustradas. Mesmo que a força-tarefa atacasse várias vezes, Rashid disse que de alguma forma o pastor Paul encontrava maneiras escapar ileso, junto com sua família.
Quando Rashid notou que Paul e sua família estavam passando necessidades, ficando sem comida, o então terrorista um outro plano para enviar uma mulher para entregar alimentos envenenados à família do pastor. No entanto, a trama foi frustrada porque a mulher designada para fazer a entrega foi mordida por um cão, ficou gravemente ferida e nunca chegou à casa do líder cristão.
Os terroristas tentaram o plano da comida envenenada uma segunda vez com outra mulher. Esse plano foi mais bem sucedido, sendo que o filhos de Paul acabaram comendo chocolates envenenados. Apesar do filho do pastor não ter ficado doente, a filha de Paul ficou acabou adoecendo e chegou a ficar inconsciente.
"Eu estava acompanhando tudo com outros dois comparsas de uma ambulância perto do hospital, para ver a morte de sua filha", lembrou Rashid. "Nosso plano era sequestrar o corpo morto junto com sua família em nossa ambulância".
Apesar do plano de Rashid, o líder do grupo jihadista ficou impressionado quando testemunhou algo que ele nunca tinha visto antes.
"Eu vi uma bola de luz descer do céu e repousar sobre o quarto onde a filha do pastor estava internada, inconsciente", explicou Rashid.
Ele também afirmou ter visto uma mão sair da luz para tocar a filha do pastor. Quando a mão tocou a menina, ela imediatamente acordou e se levantou. Rashid disse que o sangue foi escorrendo de um buraco feito no meio da grande mão.
"Eu tremia de medo", disse Rashid. "Eu fiquei tonto e caí. Meus amigos me levaram de lá assim que isso aconteceu", relatou.
Rashid disse que teve dificuldade para dormir naquela noite, depois de ver a grande mão derramando sangue no quarto da menina. Ele também disse que após conseguir pegar no sono, viu a sombra do rosto de um homem aparecer-lhe em sonho, com a mesma mão que vira no hospital. O homem perguntou a Rashid por que ele o estava "caçando".
Confuso com o que ele sonhou, Rashid pegou uma Bíblia que estava em seu quarto - a mesma que ele usara anteriormente para encontrar versos com a finalidade de criticar o cristianismo e justificar islamismo. Neste caso, houve um verso em particular, que chamou a atenção de Rashid: a passagem do evangelho segundo S. João 1:9-10.
"Ali estava a luz verdadeira, que ilumina a todo o homem que vem ao mundo. Estava no mundo, e o mundo foi feito por ele, e o mundo não o conheceu", disse Rashid, recitando o verso.
Rashid disse que ele entendeu que a luz e mão que ele tinha visto eram indícios de presença de Jesus.
"Eu entendi que aqueles eram sinais sobre Jesus", disse Rashid.
Logo depois, Rashid procurou Paul confessar o que tinha feito. Apesar de Rashid não ter certeza da reação do líder cristão, foi recebido de braços abertos pelo pastor, que o perdoou.
"Eu era uma vez um inimigo de Jesus Cristo, mas Ele me amou", disse Paul a Rashid. "Ele foi crucificado - deu a vida por mim - então Ele ressuscitou dos mortos. Por causa do Seu amor eu posso te amar, porque Cristo te ama. Eu acredito que Jesus Cristo te trouxe aqui para compartilhar esse amor e encontrar a salvação".
"Jesus é o Príncipe da Paz", continuou o pastor, recebendo Rashid. "E Ele vai lhe dar paz. Reconheça-O como seu salvador".
Rashid, de fato entregou a sua vida a Cristo e mais tarde foi batizado. Agora, ele é evangelista e integra o ministério "Bíblias para o Oriente Médio".
"Milhares de muçulmanos estão secretamente crendo em Jesus Cristo como seu Salvador. Eles não têm Bíblias e os governantes não lhes permitem obter Bíblias. A Bíblia é totalmente proibida em alguns países. Mas as pessoas eles estão tão sedento da Palavra de Deus", explicou Rashid. "Muitos de nossos membros da equipe são convertidos do islamismo para o cristianismo com os dons do Espírito Santo e têm boas experiências com evangelismo pessoal, realização de cruzadas e pastoreando igrejas domésticas".
FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO GOD REPORTS

Igrejas são incendiadas em meio a disputa por terras no Chile

segunda-feira, abril 18, 2016

Doze igrejas têm sido alvo de ataques incendiários nos últimos dois anos nesta região do Chile, com ataques realizados por povos indígenas que cobram uma 'dívida histórica' de terras ancestrais.


Representantees do povo Mapuche durante protesto no Chile. (Foto: Reuters)
Representantees do povo Mapuche durante protesto no Chile. (Foto: Reuters)
Na última terça-feira (12), uma igreja foi incendiada no sul do Chile, no último ataque dos povos indígenas mapuches, que estão em campanha para recuperar terras ancestrais, de acordo com autoridades locais.
No local do incêndio, havia um cartaz com palavras de ordem contra o bispo católico de Villarrica, Javier Stegmeier, acusando-o de ser cúmplice na "repressão do Estado" contra o povo Mapuche.
Doze igrejas têm sido alvo de ataques incendiários nos últimos dois anos nesta região do Chile. Mais da metade dos incêndios aconteceram município de Ercilla.
O último ataque aconteceu depois que foram realizadas reuniões entre o governador de Araucania, Andres Jouannet e a Igreja Católica, buscando uma solução para os episódios violentos.
"A queima de igrejas é a maior intolerância que já vi", Jouannet disse à imprensa na terça-feira.
"Se eles queimam uma de nossas igrejas, nós vamos reconstruí-la e vamos fazer isso com a comunidade. E se há 13, 14 ou 20 igrejas danificadas, vamos reconstruí-las todas. O que não pode ser aceito é a intolerância, que ataca a liberdade religiosa e a fé", acrescentou.
"Nós vamos reconstruir todas as capelas e igrejas. Faremos isso rapidamente", disse ele.
O povo Mapuche perdeu uma quantidade significativa de terras durante uma campanha brutal do fim do século 19, com a "pacificação" contra os povos indígenas das regiões Araucania e Bio Bio. Na luta para recuperar a terra, algumas pessoas do povo Mapuche foram mortas e dezenas foram presas, principalmente por crimes contra propriedades privadas.
Os Mapuches compõem cerca de 650.000 dos 17 milhões de habitantes do Chile e estão majoritariamente concentrados em Araucania e Santiago.
FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO CHRISTIAN TODAY

Igrejas são queimadas e destruídas por “mapuches” no Chile

domingo, abril 17, 2016



“Até o momento não há muitas explicações sobre a destruição das igrejas, mas é um fato estranho, já que a maioria deles se declaram cristãos”.De acordo com informações do jornal chileno El Mercurio, no mês passado uma igreja do Chile foi totalmente queimada. Os criminosos, segundo o jornal, pertencem à comunidade Mapuche, composta por um povo indígena da região centro-sul do Chile e do sudoeste da Argentina. Também são conhecidos como araucanos. O ataque ocorreu menos de uma semana após um conflito que terminou na expulsão dos mapuches, povo indígena, de um local onde eles ocuparam durante dois anos.

Um dos líderes desse grupo declarou: “Não vamos descansar até que tenhamos expulsado todos os cristãos do território dos mapuches”. Um dos analistas de perseguição comentou: “Historicamente, a destruição de igrejas é um tanto comum nessa região do Chile. Recentemente, sete igrejas foram destruídas por esse grupo, de acordo com os relatórios da Portas Abertas”. O Jornal La Tercera, publicou várias notícias sobre esses incidentes, mostrando que em todos eles houve a intervenção tribal, que parece buscar autonomia política. 

O Chile não está entre os países perseguidores de cristãos, mas apresenta muitos casos em que a perseguição religiosa é real e começa a apresentar traços de violência. O país vive um momento de reformas constitucionais que são discutidas pela liderança governamental. “Até o momento não há muitas explicações sobre a destruição das igrejas, mas é um fato estranho, já que a maioria dos mapuches (87%) se declaram cristãos. Além disso, o país é o único da América Latina que ainda possui um Partido Democrático Cristão”, conclui o analista. Ore por essa nação.
Fonte:www.portasabertas.org.br

A morte não tem a última palavra - O arrebatamento dos salvos será a manifestação de todos os remidos do Senhor.

sexta-feira, abril 15, 2016

Cruzes em cemitério.
Cruzes em cemitério.
“Não queremos, porém, irmãos, que sejais ignorantes com respeito aos que dormem, para não vos entristecerdes como os demais, que não têm esperança” (1Ts 5.13).
Os gregos acreditavam na imortalidade da alma, mas não na ressurreição do corpo. Eles subscreviam o dualismo, que ensinava que a matéria é essencialmente má e o espírito é essencialmente bom. Consequentemente, os gregos negavam doutrinas pivotais da fé cristã, como a criação, a encarnação e a ressurreição. A igreja de Tessalônica, fortemente influenciada pela cultura grega, teve suas convicções abaladas com respeito à doutrina da ressurreição dos mortos e passaram a viver como os pagãos que não tinham esperança. O apóstolo Paulo escreve duas cartas à essa igreja para corrigir esse desvio doutrinário e ao mesmo tempo consolar a igreja. Paulo destaca quatro verdades importantes que, passo a mencionar:
Em primeiro lugar, a doutrina da ressurreição é uma revelação divina e não uma especulação humana (1Ts 4.15). “Ora, ainda vos declaramos, por palavra do Senhor, isto…”. O futuro do povo de Deus não é o tormento do fogo eterno nem o túmulo gelado, mas a glória. Nosso corpo não ficará dormindo para sempre num sepulcro. Quando Jesus voltar, os vivos serão transformados e os mortos ressuscitarão com um corpo imortal, incorruptível, poderoso, glorioso, semelhante ao corpo da glória do Senhor Jesus.
Em segundo lugar, a segunda vinda de Cristo é uma realidade inegável e inescapável (1Ts 4.16a). “Porquanto o Senhor mesmo, dada a sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus…”. Jesus voltará visível, audível, física, inesperada, repentina e gloriosamente. Quando ele voltar, os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro e os que estiverem vivos, serão transformados e arrebatados para encontrar o Senhor nos ares. A segunda vinda de Jesus fechará as cortinas da história e abrirá os portais da eternidade.
Em terceiro lugar, a ressurreição dos mortos acontecerá imediatamente após a segunda vinda de Cristo (1Ts 4.16b). “… e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro”. Os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro não em relação aos mortos que morreram na sua impiedade, porque todos os mortos ressuscitarão ao mesmo tempo, uns para a ressurreição da vida e outros para a ressurreição do juízo (Jo 5.28,29). Mas, ressuscitarão primeiro em relação aos que estiverem vivos. Ou seja, aqueles que morrem em Cristo, em critério algum, estão em desvantagem aos que continuam vivos, pois morrer é partir para estar com Cristo, o que é incomparavelmente melhor e, quando Jesus voltar, os mortos em Cristo ressuscitarão antes dos vivos serem transformados e arrebatados.
Em quarto lugar, o arrebatamento dos salvos será a manifestação de todos os remidos do Senhor (1Ts 4.17). “Depois, nós, os vivos, os que ficarmos, seremos arrebatados juntamente com eles, entre nuvens, para o encontro do Senhor nos ares, e, assim, estaremos para sempre com o Senhor”. O arrebatamento a que Paulo faz referência aqui não é um arrebatamento secreto, distinto da segunda vinda. O arrebatamento é o resultado imediato da segunda vinda. Jesus vem do céu e os salvos vão com ele para o céu. Jesus desce do céu e os salvos sobem com ele para o céu. O arrebatamento será tanto daqueles que ressuscitaram para a vida como dos vivos que serão transformados. Subiremos entre nuvens para encontrar nosso Senhor nos ares, e, assim, estaremos para sempre com o Senhor, na casa do Pai, na nova Jerusalém, na cidade santa, onde Deus enxugará dos nossos olhos toda lágrima; onde a morte não entrará; onde não haverá mais luto, nem pranto nem dor.
O apóstolo Paulo termina sua exposição dando uma ordem à igreja: “Consolai-vos, pois, uns aos outros com estas palavras” (1Ts 4.18). Jesus venceu a morte, tirou a aguilhão da morte e, por isso, a morte não tem a última palavra!
FONTE: GUIAME, HERNANDES DIAS LOPES

"O Japão está faminto por Jesus", diz pastor após viagem missionária

quinta-feira, abril 14, 2016

O Japão é frequentemente listado como um dos países mais ateus do mundo, com cerca de 31% de seus habitantes se declarando 'ateus convictos'. "Nós podemos ouvir o som do avivamento em nossos corações", acrescentou o pastor Kong Hee.

Pastor Kong Hee lidera a igreja 'City Harvest', em Cingapura. (Foto: Facebook)
Pastor Kong Hee lidera a igreja 'City Harvest', em Cingapura. (Foto: Facebook)
Na sequência de uma recente viagem ao Japão - um dos países com maior número de ateus no mundo - o pastor Kong Hee da igreja 'City Harvest' ('Cidade da Colheita'), em Cingapura, disse que os japoneses estão "famintos" pela mensagem de Jesus Cristo e que ele espera ver um avivamento no país.
"Nós temos um amor profundo pelo Japão e pelos nossos belos irmãos e irmãs em Cristo japoneses. Os seus corações estão famintos pelo Senhor Jesus e Sua Igreja. Eles estão acreditando que Deus está abrindo os céus e derramando o Seu Espírito Santo de novo sobre esta geração", Kong disse em uma postagem de sua página no Facebook, refletindo em uma viagem de ministério, na qual ele, sua esposa e co-pastora, Sun Ho, fizeram para Fukuoka, Kumamoto, Osaka e Kyoto no começo de abril.
"Sun e eu estávamos tão agitados e mudamos em nossos espíritos. Nós podemos ouvir o som do avivamento em nossos corações, e sentir que a colheita está definitivamente amadurecendo", acrescentou.
O Japão é frequentemente listado como um dos países mais ateus do mundo, como em uma pesquisa do Intituto Internacional Gallup, lançado em abril de 2015, apontando que 31% dos japoneses se descrevem como "ateus convictos".
Os cristãos representam apenas 1,5% da população de mais de 126 milhões de pessoas, com a maioria dos outros cidadãos se declarando adeptos de religiões, como o xintoísmo e o budismo, segundo as estatísticas do 'CIA Factbook'.
O pastor Kong está percorrendo vários países diferentes em todo o Sudeste Asiático este ano, e disse que o crescimento do cristianismo em vários deles é notável, inclusive na Coréia do Sul, uma das nações vizinhas do Japão.
"Um dos maiores avivamentos dos últimos 100 anos foi - e ainda é - o da Coreia [do Sul]. Simplesmente imagine. Ao mesmo tempo, seis das 10 maiores igrejas do mundo pode ser encontradas na cidade de Seul. A Igreja Yoido Full Gospel continua sendo a maior congregação do mundo, com 830.000 membros", disse Kong disse em janeiro, em outro comunicado.
"Eles têm consistentemente batizando 1.000 novos convertidos a cada mês. Se você perguntar a qualquer igreja coreana 'qual é a chave para o seu sucesso?', a resposta será unânime: ORAÇÃO!", ele acrescentou.
O pastor da mega-igreja 'City Harvest' continua ministrando, em turnê por diversos países, e realizando cultos, apesar de problemas legais que enfrenta em Cingapura. Kong e outros cinco membros de sua comunidade foram considerados culpados e condenados à prisão em 2015 por abusar desviar 35 milhões de dólares em doações da igreja. No entanto, a condenação está sujeita a recurso.

História do Cristianismo no Japão
Autoridades japonesas alegam ter descoberto recentemente, algo que pode ajudar a contar a história do cristianismo no país. Os restos mortais de um padre católico italiano do século 17, conhecido como o "último mártir missionário" que viveu no Japão são considerados um elemento de importância histórica.
"É a primeira vez que encontramos a ossada de um missionário estrangeiro", disse o professor da Universidade de Waseda, Akio Tanigawa. "Esta é uma descoberta extremamente importante para a história do cristianismo no Japão".
FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO CHRISTIAN POST

Evangelho cresce na cidade mais fria do mundo

quarta-feira, abril 13, 2016


Igrejas comemoram a chegada do evangelho a um dos “confins da terra”.
De acordo com a Mission Network News, a Associação Evangélica Eslava (AES) está lançando um programa de treinamento bíblico voltado para os novos líderes da igreja em Yakutsk, capital da República Autônoma da Iacútia, na Rússia.
Localizada na Sibéria, a cidade possui 235.600 habitantes. Está localizada em uma região remota, distando cerca de 500 km ao sul do Círculo Polar Ártico.  É considerada a cidade mais fria do mundo, onde a temperatura média anual é de -21°C. No inverno, pode chegar a -40°C.
“O propósito de investirmos na região é oferecer treinamento e equipar as igrejas para cumprirem seu ministério”, disse o pastor Eric Mock, que esteve recentemente na área. A primeira igreja evangélica de Yakutsk foi inaugurada em 1994. Desde então, o número de fiéis cresce continuamente.
Contudo, os líderes da igreja não tiveram nenhum treinamento bíblico formal. A AES decidiu então lançar a “Iniciativa de Antioquia”, um programa de formação bíblica para pastores e líderes leigos. O surgimento de várias congregações em lares estimulou a missão a investir.
As aulas de teologia são dadas em russo e, em seguida, na língua nativa. Assim, eles conseguem alcançar um número grande de líderes que não poderiam sair da região para estudar. Além de estudos bíblicos específicos, ocorrem aulas de interpretação e técnicas de pregação. No mês passado, havia 15 alunos na sala de aula.
O objetivo principal é estabelecer igrejas nas aldeias que ficam ao redor da cidade. Num primeiro momento serão enviados missionários para Pokrovsk, aldeia onde já existe uma pequena igreja funcionando.
O crescimento do evangelho em Yakutsk deve ser comemorado, pois trata-se de uma região de frio extremo. Durante a maior parte do ano, é preciso passar por rios congelados e estradas cobertas por grandes quantidades de gelo e neve. “A AES, juntamente com outras organizações, também está envolvida no treinamento de pilotos, pois só é possível chegar ali pelo ar. Seu desejo é levar missionários até as aldeias mais remotas da região e plantar igrejas, onde não há registro que exista um único cristão”, disse Mock.
Durante décadas, enquanto existia a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, a República Autônoma da Iacútia era oficialmente ateísta. Com a queda do regime comunista, ressurgiram pequenas comunidade cristãs ortodoxas russas, que nunca cresceram de maneira expressiva. A presença dos missionários evangélicos marca a chegada do Evangelho, literalmente, a um dos “confins da terra”.
“Imagine a beleza quando um avião aterrissa pela primeira vez e o Evangelho é anunciado a um grupo de pessoas que nunca ouvira falar sobre Deus, Jesus, ou da cruz”, afirma o relatório da Mission Network News. Com informações de Christian Times
Fonte:www.gospelprime.com.br

Irã tem a população evangélica que mais cresce no mundo

sexta-feira, abril 08, 2016

O número de pessoas que estão se juntando a estas igrejas chega perto de um milhão, de acordo com estimativas da Portas Abertas.

As igrejas domésticas cristãs são consideradas ilegais, e são frequentemente confrontadas com ameaças de prisão. (Foto: Reuters/Thomas Peter)
As igrejas domésticas cristãs são consideradas ilegais, e são frequentemente confrontadas com ameaças de prisão. (Foto: Reuters/Thomas Peter)
Embora o Irã seja classificado como o 9º país que mais sofre de perseguição religiosa no mundo, de acordo com a classificação feita pela organização Portas Abertas, milhares de pessoas tem se convertido ao cristianismo e frequentado igrejas subterrâneas nas casas.
De acordo com Emily Fuentes, porta-voz da Portas Abertas, o número de pessoas que estão se juntando a estas igrejas chega perto de um milhão. Com base em sua trajetória, ela ainda afirma que o Irã tem a população evangélica que cresce mais rápido no mundo.
"As igrejas domésticas estão tendo um crescimento tão rápido em conversões, que é inigualável com qualquer outro país do Oriente Médio", disse ela.
A República Islâmica do Irã é baseada em uma teocracia muçulmana xiita. Por isso, as igrejas domésticas cristãs são consideradas ilegais, e são frequentemente confrontadas com ameaças de prisão.
Segundo a Comissão sobre Liberdade Religiosa Internacional dos EUA, o governo do Irã usa as leis religiosas como um meio de impedir as pessoas de exercerem os seus direitos de liberdade de crença, protegidos internacionalmente.
No entanto, estas mesmas leis religiosas impulsionaram o drástico aumento no número de convertidos. A gravidade da perseguição e a insatisfação com o regime islâmico levaram as pessoas a procurar o cristianismo.
"Para o vazio nos corações dos iranianos, a mensagem do Evangelho de um Salvador que os ama a ponto de morrer por eles é como uma doce música", disse o porta-voz do ministério Iran Alive Ministries.


FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DE CHRISTIAN TODAY

Presidente cristão tem uma missão de paz na República Centro-Africana

quinta-feira, abril 07, 2016


Ele deve enfraquecer as atuações do grupo extremista Seleka contra as milícias do Anti-Balaka e ainda encarar de frente os desafios de uma nação em crise humanitária

De acordo com notícias da Reuters, depois do segundo turno das eleições presidenciais na República Centro-Africana, onde disputaram dois candidatos cristãos Anicet-Georges Dologuele e Faustin-Archange Touadéra e o ex-professor de matemática, Touadéra, venceu com 67,71% dos votos, o clima é de tranquilidade. "O atual presidente prometeu que a paz e a reconciliação seriam sua prioridade. Agora ele vive um momento decisivo, na tentativa de enfraquecer as atuações do grupo extremista Seleka contra as milícias do anti-Balaka no país", comenta um dos analistas de perseguição.
A saber, o Seleka liderou o golpe de estado de 2013 no país, contra o então presidente François Bozizé, o que fez desencadear uma crise humanitária sentida até os dias de hoje. O Anti-Balaka é um grupo formado por milícias cristãs, que tenta combater as ações do Seleka. "O problema é que esses confrontos estão devastando a nação e parece mais uma guerra religiosa do que uma luta para levantar um governo justo. A situação fica ainda mais complexa quando sabemos que nem todos os membros do Seleka são muçulmanos e nem todos os ativistas do Anti-Balaka são cristãos. Muitos deles foram inspirados pelo próprio governo para proteger a população dos bandidos que invadiam a região", explica o analista.
Agora Touadéra tem a difícil missão de conciliar os muçulmanos e os cristãos depois dos horrores da guerra. A República Centro-Africana, um dos países menos desenvolvidos do mundo, é o 26º da Classificação da Perseguição Religiosa atual e, embora seja composto por uma maioria cristã, a pressão que os cristãos sofrem é surpreendente. O governo assegura a liberdade de religião, mas o conflito com os cidadãos muçulmanos é enorme. Os extremistas islâmicos estão em cada canto do país, realizando campanhas violentas onde o alvo é a destruição do cristianismo em suas terras. A igreja continua crescendo, apesar de tudo, e os líderes religiosos insistem em lutar pela paz. Ore por essa nação.
Fonte: Portas Abertas Internacional

Família muçulmana se converte após ver a cura da mãe: “Jesus tocou meu corpo”

quarta-feira, abril 06, 2016

A mãe relatou que enquanto o pastor orava, ela pôde ver Jesus Cristo tocando seu corpo, com as mãos marcadas por cicatrizes. Ao mesmo tempo, uma luz a cobriu e ela sentiu sua cura total.

Enquanto o pastor orava, ela pôde ver Jesus Cristo tocando seu corpo. (Foto: Diário Islâmico)
Enquanto o pastor orava, ela pôde ver Jesus Cristo tocando seu corpo. (Foto: Diário Islâmico)
Uma família de muçulmanos do Oriente Médio se voltou a fé em Jesus Cristo depois de testemunharem um grande milagre de cura. Os relatos são de um membro da família que preferiu ser identificado como Fadila, um nome fictício por motivos de segurança.
Tudo começou quando a mãe de Fadila ficou doente. Seu estado de saúde era pior a cada dia. A família consultou a muitos médicos, mas ninguém conseguia diagnosticar a causa de sua doença. Ela sofreu um derrame e ficou acamada.
Certo dia, um de seus irmãos levou dois homens até sua casa. Seu irmão disse que eles eram "homens de Deus" que tinham "dons de cura". "Se eles orarem por nossa mãe, ela pode ser curada", disse seu irmão.
Seus irmãos concordaram com a ideia. "Um homem orou. Eu me senti desconfortável, porque era diferente da oração muçulmana", disse Fadila. "Ele estava usando o nome de Jesus em suas orações. Em nome de Jesus orou para curar minha mãe."
Ao descobrir que eles eram pastores, sua mãe ficou com raiva e pediu que eles fossem embora. No entanto, algo aconteceu que a fez mudar de ideia.
Para sua surpresa, sua mãe que anteriormente era incapaz de se mover, estava tentando se levantar de sua cama. "Nós a ajudamos e ela se sentou. Em seguida, ficou em pé", disse Fadila.
Sua mãe relatou que enquanto o pastor orava, ela pôde ver Jesus Cristo tocando seu corpo, com as mãos marcadas por cicatrizes. Ao mesmo tempo, uma luz a cobriu e ela sentiu sua cura total. "Ela pediu ao pastor que a perdoasse [por pedir que eles fossem embora] e também que orassem por meu irmão, que é alcoólatra", disse Fadila.
"O pastor orou por meu irmão. Ele se sentou no chão, aos pés do pastor, e chorou. Ele prometeu que deixaria todos os seus maus hábitos. Ele confessou seus pecados. Ele aceitou Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador, e nós vimos uma alegria e uma paz indizíveis em seu rosto", disse Fadila.
Os pastores disseram que faziam parte do ministério Bibles4mideast. O homem que orou por sua mãe revelou que era um cristão convertido do islamismo. Ele compartilhou seu testemunho e transmitiu a mensagem do Evangelho.
Ele disse que Jesus Cristo foi crucificado, morreu e ressuscitou dos mortos por todos os nossos pecados, para nos dar a vida eterna. "Minha mãe disse que acreditava. Eu também declarei minha fé em Jesus. Meus outros irmãos e irmãs também acreditaram", disse Fadila.
Mais tarde, ao saber o que aconteceu, o pai também se converteu. No entanto, a segunda esposa de seu pai, sua madrasta, não aceitou a notícia. "Ela ameaçou informar as autoridades religiosas sobre nós", disse Fadila.
Mesmo com os riscos, a família permanece convicta. "Nós lemos e meditamos a Bíblia todos os dias. Muito secretamente, estamos indo às reuniões de oração e adoração feitas pela Bibles4mideast", disse Fadila. "Pedimos orações", acrescentou.
FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DE CHRISTIAN TODAY

Policiais invadem culto e prendem membros da igreja, na China

terça-feira, abril 05, 2016

O local foi invadido por dezenas de policiais e oficiais do Departamento de Assuntos Religiosos. Eles alegavam que o culto era uma atividade religiosa ilegal.

Este foi último ataque à liberdade religiosa registrado em uma série ações contra a igreja em toda a região. (Foto: Julio Severo)
Este foi último ataque à liberdade religiosa registrado em uma série ações contra a igreja em toda a região. (Foto: Julio Severo)
Dois membros de uma igreja em Changji, cidade situada no centro de Xinjiang, foram detidos por autoridades chinesas durante uma invasão ao culto, no dia 9 de março. A informação foi divulgada pela organização China Aid, nesta segunda-feira (4).
Cerca de 40 pessoas participavam da reunião, incluindo pastores e visitantes de outras províncias. Este foi último ataque à liberdade religiosa registrado em uma série ações contra a igreja em toda a região.
Segundo relatos de um dos fiéis, o local foi invadido por dezenas de policiais e oficiais do Departamento de Assuntos Religiosos. Eles alegavam que o procedimento era uma atividade religiosa ilegal, apresentando os cartões de identificação dos participantes.
Alguns dos participantes foram levados pelas autoridades para realizar um interrogatório que durou muitas horas. Dois dos fiéis foram presos: o diácono Wang Lu e uma mulher que ajudava a transportar pessoas para os cultos.
Oficiais de segurança pública não se pronunciaram sobre as detenções. De acordo com a China Aid, são frequentes as detenções e invasões de igrejas domésticas em Xinjiang.
FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DE CHINA AID

Soldado é batizado em um trator no Iraque e vídeo emociona na internet; assista

segunda-feira, abril 04, 2016

As imagens registram o carregador frontal de um trator cheio de água, tornando-se um tanque improvisado para que o soldado fosse batizado. Um outro soldado conduziu a cerimônia, levando seu companheiro às águas.

Soldado dos EUA é batizado no carregador frontal de um trator, no Iraque. (Foto: Reprodução/Facebook)
Soldado dos EUA é batizado no carregador frontal de um trator, no Iraque. (Foto: Reprodução/Facebook)
O emocionante vídeo do batismo de um soldado norte-americano no Iraque começou a circular nas redes sociais na última sexta-feira (1º) e impactou milhares de pessoas no Facebook.
As imagens registram o carregador frontal de um trator cheio de água, tornando-se um tanque improvisado para que o soldado fosse batizado. Um outro soldado conduziu a cerimônia, levando seu companheiro às águas.
O som de um grande “amém” após o batismo mostra que muitos outros militares acompanharam o emocionante momento. Não há informações sobre a identidade de nenhum dos homens.
O batismo nas águas é uma declaração pública do compromisso de seguir a Jesus Cristo. “Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado”. (Marcos 16:16)
Em abril do ano passado, um vídeo semelhante gerou grande comoção nas redes sociais. Stephen Stromberg estava em missão com seus companheiros de unidade militar no Iraque e teve a oportunidade de ser batizado no rio Eufrates pelo capelão do exército, que estava junto ao grupo.
Assista:

FONTE: GUIAME

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *