____________________________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Precisamos ser hospitais

Se nós precisamos tanto e tão frequentemente do cuidado e do amor do Pai, como podemos ter a coragem de dizer que alguém não merece se aproximar?

FONTE: GUIAME, MARIANA MENDES

Hospital. (Foto: The News & Observer)
Hospital. (Foto: The News & Observer)
Recentemente, em um grupo de estudo, um amigo disse: “O problema é que a igreja precisa ser hospital e não tribunal”. Pare e pense como isso é forte. Jesus veio para salvar, para curar, para transformar. Se você é todo certinho e perfeito, você não precisa disso. Deus é o juiz, a justiça é Dele e feita por Ele. Se você julga, por que precisa Dele?
Vamos começar dizendo que todos nós já nascemos com o pecado, vivemos num mundo de pecado e cometemos pecados quase que diariamente. Portanto, não somos certinhos e perfeitos nunca... Nunca mesmo! Logo, estamos sempre precisando, nós mesmos, que a igreja seja hospital e não tribunal. Mas por que fazemos questão de entrar para o júri e sair apontando o dedo como se todos fossem réus?
Lembra quando nos dizem que não existe “pecadinho” ou “pecadão”, pois essa é a mais pura verdade! Não importa o pecado, ele é um pecado, está errado e precisaremos do nosso Salvador para nos perdoar e curar e transformar. A cada nova transgressão entramos num novo processo desse perdão, dessa necessidade de Jesus como nosso Salvador.
Se nós precisamos tanto e tão frequentemente do cuidado e do amor do Pai, como podemos ter a coragem de dizer que alguém não merece se aproximar? Não merece sentir esse amor? Não merece ter a chance de se transformar? Como temos a coragem de julgar e de afastar alguém do altar?
As caras e bocas que fazemos quando alguém um pouco diferente entra na igreja. Ou quando estamos em um ambiente e já começamos a desaprovar as pessoas. Ou quando agimos de forma a demonstrar mais a doutrina do que o amor e a graça que o evangelho traz, estamos sendo muito mais o tribunal do que o hospital. Precisamos parar e pensar no que temos feito, nas nossas atitudes, em como temos nos portado, como temos recebido e como temos repassado as boas novas. Mesmo que você esteja sendo tribunal, tudo bem, você pode mudar, Jesus vai perdoar isso também, comece a ser mais hospital, pra que através de você o Médico dos médicos possa alcançar as vidas que tanto precisam.

*O conteúdo do texto acima é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Apoio