____________________________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________

domingo, 7 de maio de 2017

Ex-muçulmano se converte e vira diretor de Faculdade Bíblica: “Encontrei a verdade”

John Dionio cresceu em uma família muçulmana nas Filipinas, mas foi impactado pelo amor de Jesus após receber ajuda de cristãos quando estava morando nas ruas.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DE THE CHRISTIAN CHRONICLE

O ex-muçulmano John Dionio e sua esposa, Josielyn Cabrera. (Foto: Reprodução/Facebook)
O ex-muçulmano John Dionio e sua esposa, Josielyn Cabrera. (Foto: Reprodução/Facebook)
John Serra Dionio cresceu em uma família muçulmana nas Filipinas, mas passou a morar nas ruas da cidade de Baguio anos depois de seus pais serem assassinados.
Hoje, aos 44 anos, Dionio vive uma realidade diferente. Em uma pequena cidade na Ilha de Luzon, ele atua como diretor da Faculdade Bíblica Filipina de Bangar.
“Eu clamei ao Senhor e pedi sabedoria para gerir esta escola”, contou Dionio, que conseguiu o trabalho há quatro anos através do falecido fundador da faculdade, Leo Corpuz. “Eu acredito que esta é a minha vocação. O irmão Leo preparou este trabalho para mim, mas Deus me chamou para este ministério”, disse ele.
Dionio cresceu seguindo a fé de seu pai, embora sua mãe fosse cristã. Quando estava vagando pelas ruas de Baguio, ele se lembrou das palavras de sua mãe: “Se em algum momento você estiver em apuros, encontra uma Igreja de Cristo”.
Uma funcionária do centro de informações da cidade indicou a Dionio uma Igreja Mórmon, mas ele sabia que não era isso. “Finalmente, alguém disse: 'Talvez você está procurando a Faculdade Bíblica Filipina’, ele lembra.
Quando Dionio chegou, a equipe já tinha ido embora. Ele dormiu em um parque próximo, voltou no dia seguinte e um funcionário o deixou entrar para tomar um banho.
Filo Alcayde, diretor da faculdade, ouviu a história de Dionio e o ajudou a obter sua documentação para que ele pudesse trabalhar.
“Perguntei a ele: ‘Qual é o seu trabalho?’”, lembra Dionio. “Eu sou um ministro de Deus”, Alcayde respondeu. “Então eu quero ser um ministro de Deus também”, disse Dionio, impactado por seu exemplo.
No entanto, por ser muçulmano, Dionio não queria estudar a Bíblia. Ele encontrou um emprego como garçom, mas voltou a ser procurado por Alcayde dois meses depois com a oportunidade de trabalhar em uma escola bíblica recém inaugurada. Dionio ficou responsável pela biblioteca da nova escola, manutenção do jardim e limpeza do edifício.
Certo dia, o então muçulmano estava no fundo de uma sala de aula quando ouviu uma discussão sobre o Espírito Santo. Ele cedeu a sua curiosidade e abriu uma Bíblia na biblioteca. Intrigado com as histórias de um Deus amoroso e com a oferta de salvação, ele pediu para ser batizado no mês seguinte.
“Eu encontrei a verdade”, disse Dionio, que se converteu em julho de 1999. Dois anos depois, ele se casou com a cristã Josielyn Cabrera, com quem teve duas filhas.
Depois do seu batismo, Dionio passou a estudar na Faculdade Bíblica de Bangar. Em 2008, em meio às complicações de saúde do fundador da instituição, ele passou a supervisionar a escola. Hoje, John Dionio participou da primeira graduação de alunos como diretor da escola bíblica.

Apoio