Mais de 4 mil se entregam a Jesus durante Festival em Fortaleza

segunda-feira, outubro 26, 2015

Após o apelo feito por Franklin Graham, uma multidão correu para o gramado, em atitude de consagração a Deus.

Nos últimos dias 22, 23 e 24 de outubro, o Arena Castelão deixou de ser um local de disputas e rivalidades esportivas para dar lugar à esperança e à propagação do Evangelho.
Ao total, 95 mil pessoas compareceram aos três dias do Festival de Esperança e 4.188 pessoas decidiram entregar suas vidas a Jesus Cristo, no evento organizado pela Associação Evangelística Billy Graham, em parceria com a Ordem de Ministros Evangélicos do Ceará.
Além da pregação evangelística do reverendo Franklin Graham, a grande cruzada evangelística que já foi realizada em diversos países de todo o mundo, teve em sua edição de Fortaleza, a participação dos cantores PG, Rose Nascimento, Carlos Rilmar e as atrações internacionais: Dennis Agajanian, Tommy Coomes Band e Michael W. Smith.
Evangelho = poderoso agente de transformação
Quando questionado sobre o benefício do Evangelho em meio a um cenário marcado por problemas sociais, como violência, pobreza, violência ou problemas políticos como a corrupção, Franklin Graham explicou que a transformação precisa começar no coração humano.
"Eu tenho visto a pobreza, não somente aqui [no Brasil], mas em todo o mundo. Vejo muitas injustiças sociais. Mas a maior injustiça aconteceu quando Jesus Cristo foi crucificado. Um homem inocente, que foi traído e entregue a homens invejosos, que o acusaram e exigiram que Ele fosse executado. Esta foi a maior injustiça social que já aconteceu e por isso Jesus se preocupa", afirmou.
"Olhe para a criminalidade, por exemplo. Ela existe em todos os países. A corrupção também está em todo lugar. A única maneira pela qual podemos resolver o problema da corrupção, o único meio pelo qual a injustiça pode acabar é com a mudança do coração humano".
O pastor explicou que a maldade e o pecado já fazem parte da natureza humana, mas Deus está disposto a perdoar e curar os corações daqueles que estiverem dispostos a reconhecer seus erros e caminhar com Cristo.
"A Bíblia diz que 'Deus amou o mundo de tal maneira, que mandou o seu único filho, para que todo aquele que nEle crê não morresse mas tenha a vida eterna'. Jesus Cristo veio a este mundo para tomar sobre si os nossos pecados. Se estivermos dispostos a confessar nossos pecados e, pela fé, convidarmos Jesus Cristo para entrar em nossos corações, ele vai curar os nossos corações", disse.
"Será que isto vai parar com a pobreza? Não. Jesus disse que sempre teremos os pobres conosco. Mas a criminalidade vai ser reduzida, sim, porque um seguidor de Jesus não quer machucar, nem roubar ninguém. Se Fortaleza colocar a sua fé e confiança em Jesus Cristo, você verá uma grande mudança social nesta cidade. Jesus Cristo pode fazer a diferença e por isso estamos aqui: para falar do amor de Jesus", finalizou.
Fonte:http://www.cpadnews.com.br/

Reunião secreta em cafeteria para ouvir a voz de Deus

domingo, outubro 25, 2015

Na Ásia Central, pequenos grupos de oração se reúnem em cafeterias para estudar a Bíblia e orar uns pelos outros. A estratégia é uma das melhores encontradas pela igreja secreta.
Quando você pensa sobre o termo "igreja secreta", fotos de grupos cristãos em casas com pouca iluminação vêm à mente. Mas feche os olhos e tente imaginar isto: o cheiro de café em grão, luz baixa, e o murmúrio suave e constante de conversas amigáveis. Abra seus olhos. Você está em uma cafeteria em uma cidade grande da Ásia Central, onde as pessoas gostam de tomar uma xícara de café no final do seu dia de trabalho. Agora olhe para a esquerda. Você vê um grupo de pessoas? Está acontecendo uma reunião da igreja secreta.

"É melhor nos reunirmos em um lugar público, como um café, do que secretamente em um apartamento", diz Raikhan*, esposa de um pastor local. De acordo com a lei religiosa do país, os seguidores de Cristo podem se reunir e realizar suas atividades religiosas apenas em prédios de igrejas registradas. A obtenção de um prédio e autorização são quase impossíveis. Muitos cristãos como Raikhan são forçados a viver em clandestinidade e tornam-se parte da igreja secreta.

"Nossos vizinhos podem saber quem somos e chamar a polícia a qualquer minuto, por isso decidimos nos reunir em lugares públicos para estudar a Bíblia. Uma cafeteria é ideal. Nós só precisamos seguir algumas pequenas regras para nossa segurança. Estamos estudando uma série de lições que explicam os frutos do Espírito Santo”, conta Raikhan.

Quando nos reunimos, fechamos os olhos e mantemos nossas Bíblias nas bolsas em todos os momentos. "Somos forçados a agir assim para não atrair atenção desnecessária. No entanto, estamos felizes e satisfeitos porque, juntos, podemos estudar e aprender com a Palavra de Deus! Depois que estudamos, oramos pelas necessidades uns dos outros e o encontro termina”, ela compartilha.

Você pode saber mais sobre como a Palavra tem transformado a vida de muitas pessoas da Igreja Perseguida na Revista Portas Abertas de Outubro. Se você é nosso parceiro, a revista já está em sua casa. Caso ainda não seja, aproveite a oportunidade e conheça mais sobre a realidade dos nossos irmãos que compartilham nossa fé em Jesus, mas não a mesma liberdade.


*Nomes alterados por motivos de segurança.
Fonte:https://www.portasabertas.org.br/

Terrorista do Estado Islâmico desiste de sua missão ao ver "o amor dos cristãos", em campo de refugiados

sexta-feira, outubro 16, 2015

O guerrilheiro tinha a missão de assassinar refugiados no campo, mas desistiu de cumpri-la, quando viu o amor demonstrado pelos cristãos no local e acabou convertendo-se ao Evangelho.

A missão internacional 'Christian Aid' disse que militantes do Estado Islâmico estão se disfarçando de refugiados em alguns campos organizados pela ONU, na Jordânia, para matar pessoas e raptar meninas. Um desses terroristas teria abandonado sua missão assassina depois de ver o "amor dos cristãos" em dos acampamentos que visitou.
"Membros de gangues muçulmanas chegam como refugiados, mas eles têm suas missões", disse o diretor de um ministério, cujo nome não foi compartilhado. "Eles são como uma máfia. As pessoas estão mesmo sendo assassinadas dentro dos campos, e os refugiados têm medo de testemunhar sobre essas mortes. Se você perguntar-lhes, eles vão dizer, 'Eu não sei, eu estava dormindo".
Milhões de pessoas estão fugindo da Síria e do Iraque, procurando escapar da guerra civil e do Estado Islâmico. Muitos estão atualmente estacionados em países vizinhos, como a Jordânia, Turquia e Líbano, onde campos de refugiados têm fornecido abrigo, mas não muito mais, disse o diretor do ministério.
"A última vez que entrei em um desses campos, eu tinha um policial comigo", acrescentou. "Os acampamentos são perigosos, porque eles têm as milícias iraquianas e as milícias sírias infiltradas. É um outro lugar para gangues. Eles estão matando dentro dos campos, e eles estão comprando e vendendo mulheres e até mesmo as meninas".
Os terroristas do EI têm perseguido as minorias religiosas, incluindo os cristãos, em grande medida, em muitos casos, forçando-os a se converter à sua versão do islamismo radical e matando (por decapitação ou tiros) os que não aceitarem tal imposição. O diretor que alertou sobre esses assassinatos dentro dos campos sugeriu que esta prática já se 'enraizou'.
Apesar dos relatos de violência, este líder ministerial (que permanece no anonimato) compartilhou uma história em que um terrorista do norte da Síria chegou a um dos campos de refugiados da Jordânia com a intenção de matar os funcionários cristãos daquele lugar, mas abandonou seus planos depois de ouvir o Evangelho e "testemunhar o amor dos cristãos".
"Ele viu pela primeira vez como o Islã fez uma lavagem cerebral nele sobre o cristianismo e como a visão do Estado Islâmico contrastava com a realidade que ele viu sobre os cristãos", disse o diretor. "E nós estamos falando de uma área da Jordânia que tem três mesquitas Salafistas [ramo estreito fundamentalista do islamismo sunita]. Eles convocam as pessoas a ir e lutar".
O militante estava aparentemente tão entusiasmado com sua nova fé que o diretor teve que "acalmá-lo", porque ele começou a receber ameaças de outros jihadistas que queriam matá-lo em razão de sua conversão ao cristianismo.

Oportunidade em meio à crise
Em setembro, o diretor da missão 'Christian Aid' para o Oriente Médio, Steve Van Valkenburg havia dito ao 'Christian Post' que os cristãos têm uma oportunidade nesta crise de refugiados, para mostrar o amor de Cristo e abrir os olhos das pessoas.
"Eu acho que um monte de refugiados percebe que há algo diferente lá, eles vêem muçulmanos guerreando entre si e os atacando e então eles testemunham como os cristãos estão se achegando com amor e carinho - fazendo algo com o coração", disse.
Ele acrescentou que uma coisa que os cristãos estão mostrando é que eles não estão apenas trabalhando por caridade, mas sim "trabalhando com Jesus Cristo".
"Nós não estamos trabalhando para construir um reino terreno. Eu acho que temos que chamar a atenção do mundo", destacou.

Testemunhos
Anteriormente foram relatados casos semelhantes, de militantes se convertendo ao cristianismo. Exemplo disto foi uma publicação de junho, na qual um terrorista teria sonhado com um "homem de branco", que ele afirmou ser Jesus.
Gina Fadely, diretora da JOCUM internacional relatou o caso e disse que este terrorista homem confessou ter matado um número de cristãos, antes de experimentar o sonho e tomar a decisão de se tornar um seguidor de Cristo.
Fonte:http://guiame.com.br/

Mulheres indonésias são preciosas no campo missionário

quarta-feira, outubro 14, 2015

É preciso fé e coragem para evangelizar os muçulmanos.
O campo missionário é sempre considerado perigoso, repleto de riscos e desafios. Deus tem levantado mulheres corajosas para alcançar o povo da Indonésia. Nitta* é uma dessas mulheres que são chamadas de "joias preciosas" conforme o costume do povo, porque se destaca em meio a uma população majoritariamente muçulmana.
Há mais de 20 anos, ela nasceu em uma tribo fortemente associada com o islã. As pessoas dizem que aquela província é a mais difícil da Indonésia e que mantem as portas fechadas para a entrada do Evangelho. "Meu pai é um muçulmano devoto e ele tem quatro esposas. Eu sou filha da sua segunda esposa. Cresci num internato muçulmano e tinha tudo para ser mais uma mulher do islã", conta Nitta.
Foi no internato que ela aprendeu tudo sobre o alcorão e decorou todas as passagens importantes. "Mas meu pai se divorciou da minha mãe e eu fui parar numa província onde predominava o cristianismo, então as portas se abriram para mim e eu aceitei Jesus como Salvador, tomando a ousada decisão de ser uma missionária em tempo integral, aos 22 anos de idade", lembra.
Nitta é conhecida por pregar o Evangelho de uma forma que as pessoas entendem com facilidade. "Deus usa o meu passado para me conectar com os muçulmanos", diz Ella*, outra joia rara no campo, também vinda de família muçulmana. "Aceitei o convite para um culto cristão, pois sou muito educada para dizer ‘não’, e fui impactada pelo Evangelho, mas isso me custou caro e muitos laços familiares foram desfeitos". Ella é pregadora e pastoreia igrejas de muçulmanos convertidos ao cristianismo, na ilha de Java. Tanto Nitta quanto Ella fazem parte do grupo de trabalhadores da Portas Abertas, que abastece as missionárias com Bíblias, treinamentos e materiais de evangelização.
*Nomes alterados por motivos de segurança.

FontePortas Abertas Internacional

Pastor usa dízimos da igreja para alimentar moradores de rua

segunda-feira, outubro 12, 2015

A igreja evangélica da cidade de Cabo Frio no estado do Rio de Janeiro, Centro Evangelístico Internacional, vem chamando a atenção das mídias pelo trabalho fantástico que desenvolve na cidade.
Liderada pelo pastor Fabrício Valadares, a igreja desempenha um trabalho social fantástico no município. O pastor alega que o verdadeiro evangelho é aquele que se doa a favor do próximo, que cuida das pessoas.
Valadares afirma que Jesus veio para se doar, e hoje em dia o que se vê é muitos líderes explorando a fé das pessoas em vez de pregar a verdadeira palavra de Deus.
Recentemente o pastor levou cerca de quarenta pessoas sem tetos a uma sala de cinema para assistir um filme, foi emocionante relata o pastor, muitos que trabalhavam no shopping e viram aquilo choraram de emoção e muitos que entraram em um cinema pela primeira vez se emocionaram. O pastor fala que muitas pessoas precisam ser amadas, pois vivem uma vida de total exclusão da sociedade e precisam ser tocadas pelo amor, pois esse é o evangelho relata o pastor.
Um trabalho referencial é que o pastor usa os dízimos dos fiéis para oferecer alimentos gratuitos para moradores de rua, o trabalho é feito por membros da igreja que criaram o Restaurante Graça onde exercem o trabalho voluntario e se dedicam 5 dias por semana para cuidar dos sem tetos.
O pastor afirma que o amor é o remédio para um mundo caótico em que as pessoas vivem e diz que quer desenvolver mais projetos como o “Terra Fértil”, projeto esse que visa cuidar de crianças abandonadas, oferecendo abrigo e alimentação para tirá-las da rua.
O pastor afirma que o dizimo deve ser investido em vidas, com amor, pois a única coisa imperecível e incorrosível é as vidas que ganhamos e podemos levá-las ao céu.
Fonte: Portal Padom

Cristãos se unem para reformar casas em favelas do Rio de Janeiro

sexta-feira, outubro 09, 2015

O projeto foi idealizado por Ed Rocha, líder do movimento de avivamento Pier49, no Rio. Nele, voluntários de diversas denominações cristãs trabalham juntos para beneficiar as famílias carentes, unindo também suas habilidades profissionais.

A sociedade só é impactada pela igreja quando ela resolve sair dos limites de seus muros. No Rio de Janeiro, o projeto H2O é um exemplo disso — eles enxergaram que melhorar a qualidade de moradia das famílias que vivem em favelas é a melhor estratégia para levar o Evangelho de Jesus Cristo.
 
O projeto foi idealizado por Ed Rocha, líder do movimento de avivamento Pier49, no Rio. Nele, voluntários de diversas denominações cristãs trabalham juntos para beneficiar as famílias carentes, unindo também suas habilidades profissionais. Assistentes sociais, psicólogos, terapeutas, arquitetos, construtores, decoradores e modelistas estão entre a equipe, distribuída em diversas frentes de atuação.
O bazar é uma das formas que a H2O usa para captar recursos para a decoração das casas, mas também uma grande estratégia para se aproximar da comunidade. Ali o projeto é divulgado de forma mais pessoOs interessados em fazer doações para o projeto H2O, podem entrar em contato pelo email secretaria@pier49.org. Já os que querem ser voluntários, basta se inscrever no site através do link http://www.h2o2015.com/inscricao/.
al, e o amor de Deus compartilhado de uma maneira informal, mas profunda. Enquanto isso, uma equipe de arrecadação faz o levantamento dos recursos necessários para cada área, orça os materiais e realiza as compras do projeto.
Identificados os problemas e riscos da casa, profissionais da construção apresentam as soluções específicas e adequadas para aquele projeto. A liderança da H2O é quem gerencia as equipes e faz a gestão dos recursos, processos e entrega das chaves.Os acessórios decorativos das casas ficam por conta da oficina de produção, considerada uma ferramenta muito importante para o H2O. Nela, os moradores da própria comunidade são convidados para serem voluntários, gerando oportunidade de despertar as pessoas para novos meios de geração de renda. 

O trabalho com as crianças locais e moradores de rua também é uma das grandes prioridades do H2O.
Nas noites do projeto, acontecem as reuniões de avivamento. Ali, as pessoas são conectadas com o céu para um tempo de ativação e inspiração, segundo indica o site do H2O.
Fonte:http://guiame.com.br/

Trabalho missionário entre os ribeirinhos e indígenas do Rio Purus - missionária Kelem Gaspar

quinta-feira, outubro 08, 2015




Nosso trabalho tem avançado entre os ribeirinhos e indígenas do Rio Purus. Uma obra entre os mais pobres da terra. Eles jamais poderão pagar ou recompensar todos os esforços e os sacrifícios. Mas imaginamos nosso doce e meigo Cristo olhando e sorrindo ! Seu sorriso nos faz avançar mesmo quando as circunstâncias não são favoráveis. Temos muitas crianças matriculadas na Peniel 3, aprendendo a cada dia sobre Jesus. QUE FELICIDADE! O casal de missionários David e Nete estão fazendo um grande trabalho para o Reino nesse lugar tão desprezado.
AJUDE-NOS A MANTER ESSA OBRA. AINDA NÃO TEMOS MANTENEDORES PARA ESSE TRABALHO.
Precisamos de material escolar, alimento para as crianças, combustível para a canoa e mantenedores para o casal.
Você PODE ajudar?
Mande sua oferta para:
Banco do Brasil, Ag 1436-2, cc 6993-0.
Bradesco, Ag 0697-1, cc 0523.164-7.
CEF, Ag 4684, Op 013, cp 7622-0.
Titularidade: kelem Gaspar
Missionariakelem.blogspot.com
(091) 996321640
MISSGASPAR@IG.COM.BR

Fonte:http://missionariakelem.blogspot.com.br/

Cristãos se reúnem em Jerusalém para orar por Israel

quarta-feira, outubro 07, 2015

Festa dos Tabernáculos e dia de oração visam unir cristãos e judeus.

Todos os anos, evangélicos de várias partes do mundo vão a Jerusalém para celebrar a Festa dos Tabernáculos (Sucot). A promoção é da Embaixada Cristã Internacional de Jerusalém, um dos mais atuantes grupos do movimento de sionistas cristãos.
No último domingo (4) foi o dia Internacional de Oração por Jerusalém. Uma iniciativa antiga, que usa como base o mandamento bíblico do Salmo 122. Este ano, em especial, a cidade viveu um clima de guerra, com conflitos nas ruas entre palestinos e judeus.
Segundo o site da revista Charisma, cristãos de 175 países intercederam durante as 24 horas da campanha. Todos os interessados puderam acompanhar pela internet, através do aplicativo InstaPray.
Embora seus organizadores afirmem que essas inciativas visam “unir” cristãos e judeus, não é algo bem visto por alguns segmentos. Os judeus mais ortodoxos a consideram “atividade missionária” disfarçada.
O rabino-chefe dos ashkenazi, David Lau, e o rabino-chefe do ramo sefardita, Yitzhak Yosef, deixaram claro que os judeus ortodoxos de Israel não devem aceitar o convite para participar.
Em nota, disseram: “Aos nossos irmãos da Casa de Israel, vamos dizer: Não se junte a esta assembleia, cujo objetivo é evitar a verdadeira redenção de Israel. De acordo com a nossa Torá sagrada, devemos nos manter longe deste evento. É proibido se juntar a eles de qualquer forma”.
O site Al-Monitor ligado a organizações judaicas ultra-ortodoxas, publicou um artigo afirmando que é necessário “combater-se a agenda cristã”, citando até uma ação judicial, se necessário.
O rabino Shmuel Lifschitz, disse ao site: “Durante anos tivemos um entendimento tácito com a Embaixada Internacional Cristã em Israel, para que eles evitassem a atividade missionária. Mas depois de alguns anos, eles não cumpriram sua parte do acordo”.
A reclamação é que os jovens judeus estão sendo convidados para se converter ao cristianismo. Por sua vez, a Embaixada Cristã disse apenas que não faz “proselitismo”.
Em Israel existe uma lei que proíbe a atividade missionária envolvendo “benefício material” e a pregação para menores de idade.
O site do movimento Yad L’Achim traz a manchetes: “Missionários atacam novamente: Campanha tem como alvo o sul de Israel”.
Eles criticam uma campanha do movimento Judeus por Jesus, que distribuiu material evangelístico nas ruas. Tempos atrás, o Yad L’Achim fez um grande protesto, apoiando os carteiros judeus que se negaram a entregar material missionário despachado pelo correio.
Fonte:http://www.cpadnews.com.br/

O Departamento Infantil da Assembléia de Deus em Upanema estará promovendo uma grande festa para comemorar o ‪#‎DiaDasCrianças‬.

terça-feira, outubro 06, 2015


O Departamento Infantil da Assembléia de Deus em Upanema estará promovendo uma grande festa para comemorar o ‪#‎DiaDasCrianças‬. Acontecerá de 08 a 12 de Outubro com uma programação bem diversificada e dentro das comemorações da ‪#‎SemanaDoBebê‬ 2015. Haverá Cultos Infantis nas escolas, Festa de Aniversário e Culto de Crianças.
PROGRAMAÇÃO DIA DA CRIANÇA 2015
08/10 // Quinta-Feira as 08h00min // Culto evangelístico na Escola Municipal Maria Gorete;
09/10 // Sexta-Feira as 06h30min // Programa na rádio 104,9 FM “Especial Dia das Crianças”;
09/10/ // Sábado as 08h00min // Culto evangelístico na Escola Estadual Alfredo Simonette;
10/10 // Sábado/Manhã as 09h00min // Comemoração dos 33 anos de Círculo de Oração das crianças no templo Central da Assembléia de Deus;
10/10 // Sábado/Tarde as 17h00min // Comemoração de 30 anos do Conjunto Perfeito Louvor e o Grande Culto Infantil em comemoração ao Dia das Crianças no Clube municipal;
12/10 // Segunda-Feira as 16h00min // Comemoração dia da Crianças na Congregação Porta da Esperança, bairro Santa Paz.
Você Mamãe, Papai, Titia, Titio, Vovô e Vovó, não pode deixar de levar sua criança para esses eventos tão abençoados.
Participe conosco!

Cristãos são assassinatos enquanto oravam o “Pai Nosso”

segunda-feira, outubro 05, 2015

Mártires se recusaram a renunciar o nome de Cristo.
Doze cristãos foram brutalmente executados pelo Estado Islâmico, incluindo um menino de 12 anos, filho de um plantador de igrejas sírio. Segundo relatos os mártires foram fiéis até o fim. Uma das mulheres foi decapitada pelos terroristas e testemunhas dizem que ela morreu sorrindo e a última palavra saída de sua boca foi: “Jesus!”
A missão Christian Aid, que faz trabalho humanitário na região, está divulgando a execução ocorrida em agosto, em uma aldeia na região de Aleppo, na Síria. Seu relatório visa despertar o ocidente para a realidade que as mortes de cristãos não cessaram.
“Em frente a uma pequena multidão, os extremistas islâmicos cortaram as pontas dos dedos do menino, enquanto diziam a seu pai que aquilo só acabaria se ele, o pai, voltasse para o Islã”, afirma o material da Christian Aid.
Os soldados do Estado Islâmico executaram os cristãos de diferentes maneiras, incluindo uma crucificação. Todos os mortos eram ex-muçulmanos convertidos a Cristo. Como se recusaram a negar sua fé, as mulheres, com idades entre 29 e 33 anos, foram estupradas diante da população local. Em seguida, a maioria foi decapitada.
Enquanto esperavam pela execução, estavam de joelhos diante dos militantes islâmicos e começaram a orar em voz alta o “Pai Nosso”. Testemunhas contam que alguns afirmavam estar entregando sua alma para Jesus.  Isso irritou os militantes do EI, que deixaram os corpos dos mortos pendurados em cruzes por dias.
O grupo jihadista destruiu quase a totalidade de mosteiros cristãos, bem como todas as Bíblia e documentos que falem sobre a fé cristã.  Estima-se que na Síria, a população cristã hoje é apenas um terço do que era antes da guerra civil iniciada em 2011. No Iraque, a população cristã está à beira da extinção. Existiam cerca de 1,5 milhão em 2003, totalizando menos de 200.000 agora.
A International Christian Concern, grupo que defende os direitos humanos de cristãos, relata que muitas igrejas se tornaram verdadeiros “matadouros”. Durante cerimônias públicas, os cristãos vêm sendo mortos dentro dos templos.
Patrick Sookhdeo, diretor da Barnabas Fund, organização que visa ajudar os cristãos da Síria, acredita que o que o Estado Islâmico está fazendo é pior que o nazismo em matéria de barbárie.
“O que eles estão fazendo é perfeitamente normal, pois defendem a sharia. Eles não veem um problema nisso. Essa justificativa religiosa é que torna isso tão terrível.” Ele conta que não entende como as Nações Unidas se negam a classificar os atos do Estado Islâmico como “genocídio”. Com informações de Gospel Herald
Fonte:http://www.gospelprime.com.br/

Porto Alegre recebe Igreja Perseguida

domingo, outubro 04, 2015

“Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, pois deles é o Reino dos céus.” Mateus 5.10.
Entre os dias 22 e 26 de outubro, a capital gaúcha receberá a equipe de representantes dos ministérios da Missão Portas Abertas. O objetivo é apresentar, além dos projetos, as formas e estratégias com que os diferentes públicos cristãos: mulheres, jovens, pastores e líderes, entre outros, possam se engajar em prol dos cristãos perseguidos.

Se você mora perto ou tem fácil acesso, não deixe de conferir a agenda das igrejas onde a Portas Abertas estará presente. Aproveite a oportunidade para conhecer mais a realidade dos nossos irmãos perseguidos. Chame seus amigos e envolva-se nessa causa conosco!

FontePortas Abertas Brasil

Grande Multirão é realizado para cobrir a Congregação Paulista.

sábado, outubro 03, 2015



De norte a sul de leste a oeste a Assembléia de Deus está em todos os lugares! Tivemos hoje com um grande. Multirão fazendo a cobertura da congregação do sítio Paulista foi uma bênção, que os irmãos continue orando por esses irmãos que tem se disponibilizado a fazer a obra de Deus.

Jovem cristã tem a vida radicalmente transformada na Ásia Central

sexta-feira, outubro 02, 2015

Ela foi rejeitada pela família muçulmana por causa da sua fé em Cristo.

Criada em um lar muçulmano, na Ásia Central, e tendo por pai um mulá (mestre muçulmano), uma cristã que prefere não ser identificada, disse que sempre foi uma pessoa triste e solitária. “Minha vida era apenas decorar versículos do alcorão, até que me cansei da fé islâmica. Eu era uma estudante universitária tão desanimada que, um dia, pensei em tirar minha própria vida”, conta ela. “Eu não tive coragem de ir em frente com meu plano, então, no dia seguinte, aconteceu algo interessante, uma amiga da faculdade veio conversar comigo e disse que Jesus me amava. Ela não precisou dizer mais nada, aquilo mudou completamente a minha vida”, disse a cristã que manteve sua nova fé em segredo.
Durante dois meses ela viveu a alegria do primeiro amor com Cristo, até decidir contar ao pai: “Fiquei ouvindo um discurso de uma hora, dizendo que a Bíblia era um livro russo e ele simplesmente me proibiu de seguir em frente. Sendo assim, frequentei as reuniões secretamente, durante um ano, mas meu pai me descobriu de novo”. O pai disse que ela havia escolhido seu caminho e nunca mais falou com ela.
Em pouco tempo, ela conheceu um jovem pastor por quem se apaixonou, se casou em segredo e seguiu em frente. A família dizia que ela havia “sido roubada”. “Minha mãe um dia suplicou para que eu voltasse para casa e que retornasse ao islamismo. A nossa tradição e cultura permite que uma mãe passe duas horas tentando resgatar um filho. Mas ela passou doze tentando fazer isso, me xingando e me agredindo fisicamente”, lembra a jovem.
“As últimas palavras que eu disse à minha mãe foram estas: ‘prefiro morrer do que ter que renunciar Jesus’. Não vi mais minha família desde então. Mas tenho uma nova família agora. Eu e meu marido lideramos um grupo de jovens e eu tenho um ministério especial para mulheres. Temos três filhos lindos e eles poderão seguir a Jesus livremente. A minha vida realmente mudou”, finaliza ela.
Fonte: Portas Abertas Internacional

1° Congresso UMADBV (União de Mocidade da Assembléia de Deus em Bela Vista-RN)

sexta-feira, outubro 02, 2015



1° Congresso UMADBV (União de Mocidade da Assembléia de Deus em Bela Vista-RN) A Igreja Evangélica Assembléia de Deus em Bela Vista-RN, Liderada pelo o Pr Itonilson Veras estará promovendo um grande Congresso de Mocidade. O Evento será realizado dos dias 23 à 29 de Novembro de 2015. Preletores oficiais: Pr Ramos Fauclandes (Umari-RN) Anderson Linhares (Parnamirim-RN) Thiago Mateus (Bela Vista-RN) Jorge (Tibau do Sul-RN) Pr Itonilson Veras (Bela Vista-RN) DC Alison Andrade (Mossoró-RN) Pr Anderson Paredes (Caicó-RN) Cantor oficial: Leonildo Silva (Florianópolis-SC) O evento ainda contará com vários cantores locais e outros convidados. O Congresso é o evento mais aguardado do ano na AD em Bela Vista, e ainda contará com caravanas de várias regiões.

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *