JMM completa 107 anos de atividades missionárias

segunda-feira, junho 30, 2014

A instituição tem mais de 900 missionários distribuídos em 80 países


JMM completa 107 anos de atividades missionáriasJMM completa 107 anos de atividades missionárias
A Junta de Missões Mundiais (JMM) comemorou na última sexta-feira (27) 107 anos de atividades. Para celebrar esta data, um culto de gratidão foi realizado na capela do Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil, no Rio de Janeiro.
A fundação da JMM aconteceu em 27 de junho de 1907 na cidade de Salvador (BA) durante a 1ª Assembleia da Convenção Batista Brasileira. Um ano depois o primeiro missionário foi enviado para o Chile iniciando o primeiro campo de evangelização.
Ao longo desses anos o ministério foi crescendo e alcançando mais e mais povos, enviando e sustentando missionários nos mais diferentes países. No site da JMM foi citado as mudanças no mundo nestes 107 anos destacando o aumento da população mundial e da quantidade de povos que ainda não foram alcançados pelo Evangelho de Jesus.
Para realizar a obra de Deus a JMM conta com cerca de 900 missionários que estão espalhados por quase 80 países. A Convenção Batista Brasileira reconhece como missionário, não apenas os que estão nos campos levando a mensagem da Palavra de Deus, mas também todos os envolvidos para alcançar as nações, incluindo os que atuam em suas igrejas sustentando a obra com orações, ofertas e mobilizações.
Conheça mais sobre a Junta de Missões Mundiais pelo site www.jmm.org.br.
Fonte:gospelprime.com.br

Durante o ramadã, ore pelos cristãos presos

segunda-feira, junho 30, 2014

"Lembrem-se dos que estão na prisão, como se aprisionados com eles; dos que estão sendo maltratados, como se fossem vocês mesmos que o estivessem sofrendo no corpo." Hebreus 13.3.
SiteRamada_Dia2.jpg

Amontoadas em um contêiner, que era sua cela de prisão, o calor sufocante, piolhos e pulgas eram pura tortura para as mulheres. A cantora cristã Helen Berhane passou quase três anos neste contêiner. Nas suas próprias palavras, ela fala do momento em que soube o verdadeiro significado da alegria:
"Todos estavam muito desencorajados e muitas mulheres estavam famintas. Elas me perguntaram o que deveríamos fazer e eu sabia que elas estavam esperando que eu dissesse que deveríamos gritar ou bater no contêiner para mostrar aos nossos captores que não iríamos mais tolerar este tipo de tratamento. Mas eu lembrei [que tinha lido] que cristãos, assim como rouxinóis, não poderiam ser impedidos de cantar, mesmo em cativeiro. Então sugeri que cantássemos. ‘Nós devemos louvar a Deus’, eu disse, ‘apesar das pulgas, apesar dos piolhos, apesar do calor. Nós devemos agradecer a Deus apesar das nossas circunstâncias’. Então eu comecei a cantar com elas e orar e compartilhar a palavra de Deus que havia guardado em minha memória."
Hoje, segundo dia do ramadã, enquanto o sol se põe, reúna sua família e cante canções de louvor. Compartilhe como Deus enche o seu povo de alegria e lembre-se daqueles que não podem se reunir nem louvar abertamente.
Pedidos de oração
  • Ore por aqueles que estão na prisão, para que Deus os encha com alegria e eles sejam fontes de felicidade e refúgio para seus companheiros de cela.
  • Clame também por aqueles que perderam sua alegria em meio à dor, para que eles voltem a depositar a sua esperança em Deus.

Fonte:www.portasabertas.org.br

Mulher sentenciada à morte no Sudão, Meriam Ibrahim, é libertada novamente

terça-feira, junho 24, 2014

A Sudanesa, que foi absolvida da pena de morte na última segunda-feira (23), foi libertada depois de ter ficado detida com sua família no aeroporto de Khartoum.

Foto_NoticiaMeriam_24062014.jpg

Meriam Ibrahim foi sentenciada ao enforcamento, em maio, após renunciar ao Islã, provocando indignação generalizada tanto em seu país como fora dele.
Cerca de 40 agentes de segurança deteram Meriam, seu marido, Daniel Wani, e seus dois filhos – no aeroporto, segundo relatores. Todavia, o Sudão informou aos Estados Unidos que ela e sua família haviam sido libertadas recentemente.
“Eles ficaram presos temporariamente por algumas horas por causa de questionamentos acerca de sua documentação”, informou Marie Harf, porta-voz do departamento de Estado dos Estados Unidos, aos jornalistas.
O governo do Sudão afirmou aos Estados Unidos que Meriam e seu marido estavam a salvo, comentou a Sra. Harf. Ela disse que os Estados Unidos está trabalhando com o Sudão para assegurar a saída deles, do país, com segurança.
Recentemente, um oficial sudanês de alto escalão, informou à BBC que apesar de a Sra. Ibrahim ser sudanesa, ela estava usando documentos de emergência do Sudão do Sul com um visto americano.
Ela deverá obter um passaporte e visto de saída no momento da sua liberação, informou Abdullahi Alzareg, do ministério de relações exteriores. O marido de Meriam é um cristão sudanês e possui nacionalidade americana.
Um dos advogados de Meriam, El-Shareef Ali, informou à BBC que ele e sua equipe tiveram acesso negado a ela.
Fonte:www.portasabertas.org.br

Cristã sudanesa condenada à morte é presa novamente

terça-feira, junho 24, 2014

Segundo a CNN, Meriam Ibrahim e o marido, Daniel, foram detidos no aeroporto ao tentar sair do país. Meriam havia sido solta nesta segunda-feira 

Meriam baby.jpg

A sudanesa Meriam Ibrahim, solta nesta segunda-feira (23) após ser condenada à morte por abandonar o islã no Sudão, foi presa novamente nesta terça-feira (24), informaram seus advogados à emissora CNN.

Além de Meriam, de 27 anos, seu marido, Daniel Wani, também foi preso. Eles foram detidos em um aeroporto da capital do Sudão quando tentavam deixar o país.

Não foram divulgados mais detalhes sobre a prisão.

A condenação à forca de Meriam Yahia Ibrahim Ishag no dia 15 de maio provocou fortes críticas de vários governos ocidentais e grupos de direitos humanos. Quando foi condenada, a mulher estava grávida e deu à luz uma menina 12 dias depois do veredito.

Após o parto, foi levada da cela que dividia com seu primeiro filho e outras mulheres para o hospital da prisão.

Leia tambémCristã sudanesa Meriam Ibrahim é libertada
Sudanesa condenada à morte por apostasia dá à luz na prisão
Fonte:www.portasabertas.org.br

Missionários brasileiros são absolvidos no Senegal

quarta-feira, junho 18, 2014

Um ano e meio após a prisão dos cristãos José Dilson e Zeneide Morais, no Senegal, o julgamento final determinou a absolvição de todas as acusações.
JoseDilson_Zeneide.jpg
Os missionários, que respondiam em liberdade, haviam sido acusados de desrespeitar o islã, ao ensinar o cristianismo para crianças e adolescentes senegaleses. Há alguns anos, eles eram responsáveis pelo projeto social Obadias, que abriga e cuida de menores de rua.

Por conta de uma decisão da Justiça, ambos estavam proibidos de deixar o país até a decisão final do caso.

No dia 20 de maio desse ano, a Promotoria havia proposto a pena de dois anos de prisão e o pagamento de uma multa. Hoje (17), porém, o juiz determinou a liberdade completa dos missionários.

Louve ao Senhor por todos os cristãos que se uniram em oração pelo desfecho do caso e celebre conosco a liberdade de nossos irmãos.

“Quando um membro sofre, todos os outros sofrem com ele; quando um membro é honrado, todos os outros se alegram com ele.” 1 Coríntios 12.26

Entenda o casoCristãos brasileiros são presos no Senegal
Missionários brasileiros presos no Senegal conseguem a liberdade provisória
Cristãos brasileiros deixam prisão no Senegal, mas não podem sair do país
Cristãos brasileiros aguardam sentença final no Senegal
Fonte:www.portasabertas.org.br

Igrejas evangélicas na Espanha crescem o dobro em 10 anos

segunda-feira, junho 16, 2014

Dados são do Ministério da Justiça da Espanha. 

Igrejas evangélicas na Espanha crescem o dobro  em 10 anos
De acordo com o Ministério da Justiça da Espanha, a Igreja Evangélica está crescendo duas vezes mais no país, especialmente nos últimos 10 anos. Em 2004, houve um total de 979 igrejas evangélicas registradas no Ministério da Justiça espanhol e em 2013 o número subiu para 2.103 registros.
“Este crescimento está principalmente relacionado com a imigração, sobretudo dos imigrantes da América Latina”, disse Jorge Fernandez, porta-voz da Federação de Entidades Religiosas Evangélicas da Espanha - Ferede.
Os latino-americanos são o maior grupo de imigrantes, apesar de milhares de pessoas já terem voltado aos seus países de origem devido a crise econômica que a Espanha atravessa. Em junho de 2013, havia um total de 1.949.284 residentes latino-americanos, de acordo com a Secretária de Estado de Imigração. Já em janeiro de 2004 eram 514.485, cerca de 65.6% a menos que na atualidade.
Os protestantes são também a principal minoria religiosa da Espanha, onde dos 6.125 lugares de culto de todas a minorias, 3521 são destinadas a culto evangélico, cerca de 57.49% deles. Os muçulmanos representam 21,36%, e as Testemunha de Jeová 11%, de acordo com o Observatório de Pluralismo Religiosos da Espanha, vinculado ao Ministério da Justiça.
Não há dados específicos sobre o número exatos de evangélicos. Os últimos são de 2004, quando havia aproximadamente 400.00 na Espanha, segundo a Federe. Mas são dados de referencia, com base no número de igrejas no país”, declara Fernández.
Recentemente um relatório do Latinobarômetro se deu a conhecer o crescimento dos evangélicos nos últimos 18 anos no país, a medida que o catolicismo vinha sofrendo um declínio progressivo.
Fonte:http://www.cpadnews.com.br/

Boas notícias no retorno ao campo

domingo, junho 15, 2014

Missionários Hugo e Talvânia Bertolot atuam na Albânia 

Boas notícias no retorno ao campo
O casal Hugo e Talvânia Bertolot está de volta à Albânia após um período de promoção e visita a igrejas no Brasil. Ao retornarem, os missionários tiveram boas notícias, como quatro pessoas que desejam se preparar para o batismo e também a conclusão dos estudos da primeira turma de violão.
As aulas de música são uma das ferramentas utilizadas pelos missionários para compartilhar o evangelho. Com a conclusão da primeira turma, agora os alunos se preparam para o recital.
“No primeiro recital, os familiares terão a oportunidade de ver seus filhos tocando violão e ouvirão a Palavra do Senhor”, diz o pastor Hugo.
Outra grande alegria para os missionários foi saber que quatro jovens entenderam a mensagem do evangelho e querem se batizar.
“Estamos muito felizes. Entre essas pessoas, há um rapaz que está conosco desde que iniciamos o trabalho aqui. Duas jovens também estão conosco desde o início, e o marido de uma delas também”, conta o pastor Hugo. “São quatro pessoas, todas jovens, mas com a compreensão e comprometimento com a Palavra. Os batismos acontecerão até meados de setembro”, acrescenta.
O casal Hugo e Talvânia é grato a Deus pela fidelidade dos irmãos brasileiros que ajudam a sustentar o ministério missionário na Albânia, e também pelos intercessores.
“Certamente as bênçãos virão das mãos do Senhor, a quem vocês têm sido fiéis”, conclui o missionário.
Fonte:http://www.cpadnews.com.br/

Igreja Perseguida na Copa: Coreias

quinta-feira, junho 12, 2014

Não importa se são bons de bola. Em alguns países que participarão da Copa do Mundo os cristãos são perseguidos por sua fé. Conheça-os e torça por eles em oração!

BannerCoreia_sitePA.jpg
Coreia do Sul
No país da maior igreja pentecostal do mundo ― a Igreja do Evangelho Pleno Yoido, com mais de um milhão de membros ― ser cristão pode significar ser patriota. Diz-se ser comum, em condomínios de apartamentos, que os moradores colem, na porta de sua casa, adesivos que identificam a mega-igreja à qual pertencem.

A Coreia do Sul tem sido conhecida por seu zelo missionário, estando entre os países que mais enviam missionários a outras nações. Segundo reportagem do site Christianity Today, publicada em fevereiro deste ano, há mais de 20 mil missionários sul-coreanos em 177 países.

Coreia do Norte
Há poucos quilômetros de distância, na vizinha Coreia do Norte, a diferença é considerável: ser cristão na Coreia do Norte significa ser proibido de professar sua fé abertamente. Os cristãos são presos, torturados e mortos. Cerca de 50 a 70 mil cristãos presos em campos de trabalho forçado. No entanto, a Igreja está crescendo; há cerca de 400 mil cristãos no país.

A Coreia do Norte está no 1º lugar na Classificação da Perseguição Religiosa.

Leia mais no Fanzine underground, uma publicação do ministério de jovens da Portas Abertas.

Veja também
Igreja Perseguida na Copa: Argélia
Igreja Perseguida na Copa: Colômbia
Fonte:www.portasabertas.org.br

Missionários desenvolvem trabalho em Moçambique

quinta-feira, junho 12, 2014

Casal trabalha com crianças que perderam os pais ou viviam em situação de risco.

 
 
Missionários desenvolvem trabalho em Moçambique
O casal Edvaldo e Adriana Marcolino têm sido voz de Deus em Moçambique, onde atuam no Centro Arco-Íris Machava. Ali funciona um orfanato que recebe crianças que perderam os pais, sofreram maus-tratos em casa ou viviam em situação de risco. Através desse ministério missionário, as crianças aprendem um novo sentido para a vida e têm a oportunidade de conhecer a Palavra e o amor de Deus.
O exemplo mais recente é o jovem Oscar, um dos rapazes que cresceu no orfanato. Segundo os missionários, Oscar chegou ainda pequeno, mas os anos se passaram, ele cresceu, conheceu a Jesus e se entregou totalmente ao Senhor. Recentemente, o Pr. Edvaldo celebrou o casamento de Oscar com a jovem Katia.
“Foi uma alegria realizar o casamento de alguém tão especial, de alguém que vimos crescer, de alguém que educamos e a quem amamos muito. Nosso ‘filho’ Oscar cresceu, e como é bom ver que Deus está no controle de sua vida, de sua história! Louvado seja Deus”, diz o Pr. Edvaldo.
O orfanato foi abençoado também com a doação de alimentos. Um dia, os missionários receberam uma ligação de uma organização falando que o orfanato tinha recebido uma doação.
“Quando olhamos, já estranhamos, pois era um caminhão muito grande. Ao conferirmos a nota, percebemos que se tratava de milho e feijão para a criançada do orfanato! As crianças pulavam de alegria e nós também, pois a refeição diária aqui é à base milho”, explica a missionária Adriana.
No dia 1 de junho, foi comemorado o Dia da Criança, e uma programação especial marcou a data. As crianças do orfanato e da escola do Centro Arco-Íris Machava se prepararam bastante para a ocasião. Cada classe apresentou uma música, versículo ou coreografia.
“Mas o que nos surpreendeu mesmo foi a apresentação de um menino de 7 anos que está na segunda classe. O nome dele é Loló. Ele contou a história do livro sem palavras, e com as suas cores descrevia com graça e perfeição o plano da salvação. Não se ouvia um barulho, e todos prestavam atenção no que ele contava e na firmeza de suas palavras. A mãe de Loló, que estava na plateia, chorava de emoção”, relata Adriana.
Histórias como as de Oscar e de Loló mostram que vale a pena investir nos pequeninos.
Fonte:http://www.cpadnews.com.br

Culto da carroçinha – Congregação de P.A. Bom Lugar

sábado, junho 07, 2014

 Foi realizado nesse Sábado na Congregação de P.A. Bom Lugar o Culto da carroçinha. Os dirigentes das congregações  de P.A. Bom Lugar, P.A. Baixa  juazeiro, P.A. Baixa do Dutra e P.A. e São Geraldo que são: o Ev. Erivam e o Dc. Antônio Aquino juntamente com a igreja se reuniu e comprou uma carroçinha para carregarem o som. Durante o culto foi tirado uma oferta para pagar a mesma.

Novo relatório indica crescimento na violência contra cristãos

quinta-feira, junho 05, 2014

Mapa da perseguição é reavaliado pela Portas Abertas.

Novo relatório indica crescimento na violência contra cristãosNovo relatório indica crescimento na violência contra cristãos
O World Watch List (WWL) é uma equipe de pesquisa do ministério Portas Abertas que avalia periodicamente a violência contra cristãos em todos os países do mundo. Uma lista é divulgada a cada ano mostrando onde estão os maiores índices de perseguição por causa da fé em Jesus Cristo. É uma análise diferente do ranking de perseguição, que mostra os 50 países que mais ameaçam os cristãos.
O novo relatório do WWL fez a compilação dos 10 países onde mais cresce a violência. O foco é na intensidade e não na amplitude da perseguição. Ele se baseia em casos registrados pela imprensa entre 1 de novembro de 2012 e 31 de março de 2014. Em primeiro lugar aparece a Nigéria. Os outros são, em ordem: Síria, Egito, República Centro-africana (RCA), México, Paquistão, Colômbia, Índia, Quênia e Iraque.
Somando todos os países onde os cristãos são perseguidos, os pesquisadores registraram 3.641 igrejas e propriedades cristãs destruídas e 13.120 outras formas de violência contra os cristãos, como espancamentos, sequestros, estupros, prisões e casamentos forçados.
Portas Abertas também divulgou informações sobre o ranking na categoria “mortes por causa da fé” durante o período de 17 meses. Nigéria era o número 1, com um total de 2.073 mártires cristãos. Em seguida vem a Síria com 1479, RCA teve 1115, Paquistão 228, Egito 147, Quênia 85, Iraque 84, Myanmar e Sudão empatam com 33 cada e na Venezuela 26.
Do total de 5.479 cristãos mortos por sua fé ao redor do mundo, Nigéria, Síria e RCA são responsáveis por 85%. A média estimada de cristãos mortos por sua fé por mês no período de da pesquisa foi de 322.
Os pesquisadores fazem a ressalva que o número total de mártires é o mínimo, baseado em dados da imprensa mas poderia ser significativamente maior. “O aumento alarmante da violência contra cristãos na Nigéria nos últimos meses evidencia a falta de liberdade religiosa ali e os perigos diários gerados pelo grupo terrorista islâmico Boko Haram e outras organizações islâmicas violentas”, esclarece o presidente da Portas Abertas EUA, Dr. David Curry.
“Já está se transformando em um banho de sangue. Os cristãos do Ocidente deveriam ficar na brecha, com nossas orações e apoio”.
Muitos podem se surpreender por não encontrar a Coreia do Norte, que ocupa a primeira posição no ranking de 2014 da Portas Abertas. Embora seja a nação com maior perseguição contra os cristãos, está fora dos mais violentos.
“Quando se trata de contar o número de cristãos martirizados, é impossível obter um número exato para a Coreia do Norte”, analisa Jan Vermeer, que trabalha com Portas Abertas na região.
“Isto não é porque não existem cristãos sendo mortos por sua fé. Sabemos que milhares de cristãos estão passando fome, sede, sendo torturados no sistema prisional norte-coreano. Mas, devido a nossa incapacidade de obter dados precisos sobre o que ocorre naquela sociedade tão fechada, optamos por não divulgar o número total de mortes na Coreia do Norte”.
O fundador do ministério, Irmão André, comentou com preocupação o crescimento da perseguição dos cristãos. “A perseguição não está diminuindo. Em 2/3 dos países relacionados na Classificação acontece o oposto: ela só está aumentando…. Este aumento tem a ver principalmente com a crescente influência do Islã. Esse tipo de informação que a Classificação traz me preocupa, apesar de esse ser um bom meio de divulgar os pedidos de oração”, disse ele recentemente.
Fonte:gospelprime.com.br

Missionário sul-coreano é condenado a trabalhos forçados

quinta-feira, junho 05, 2014

Detido pelas autoridades norte-coreanas desde outubro do ano passado, o missionário Kim Jong Uk foi condenado por espionagem e por criar uma igreja clandestina no país. Há 12 anos consecutivos, a Coreia do Norte é a nação mais perseguidora aos cristãos.

Kim Jong Uk.jpg

A sentença foi dada nesta sexta-feira (30/05): o cristão Kim Jong Uk foi condenado à prisão perpétua e a trabalhos forçados depois de condená-lo por espionagem e por criar uma igreja clandestina.

A agência de notícias estatal norte-coreana KCNA relatou que o sul-coreano, identificado como Kim Jong Uk, admitiu sua culpa em um julgamento realizado nesta sexta-feira.
Já os serviços sul-coreanos de inteligência insistiram que Kim não é um agente infiltrado, informou a agência local Yonhap.

O acusado já tinha trabalhado anteriormente como missionário em uma cidade na fronteira com a China, disseram as autoridades sul-coreanas, que não divulgaram a idade dele nem outros dados pessoais.

Entre os crimes praticados pelo sul-coreano está a tentativa de criar uma igreja clandestina na Coreia do Norte, de acordo com a KCNA, que afirmou que o detento confessou seus crimes durante julgamento.
Kim Jong Uk foi acusado de subversão, espionagem e propaganda contra o regime norte-coreano, agitação e entrada ilegal no país. Autoridades na Coreia do Sul condenaram a sentença, alegaram violação de normas internacionais e pediram a libertação do acusado.

Segundo o Ministério da Reunificação da Coreia do Sul, Pyongyang não respondeu aos pedidos para um encontro de Kim Jong Uk com a família e uma equipe de defesa legal.

Ore por Kim Jong Uk e toda essa situação.

Leia tambémCoreia do Norte condena 33 cristãos à morte
Fonte:www.portasabertas.org.br

32 pessoas são batizadas no Rio Grande do Norte

quarta-feira, junho 04, 2014

O último domingo, 18/05, foi um dia de festa na Segunda Igreja Batista em Assú (RN) por causa das 32 pessoas batizadas. Duas destas pessoas foram alcançadas pelo missionário José Robson Dantas, em Carnaúbas.
 
"Foi um momento muito abençoado para todos nós. Continuem orando e investindo nos projetos de plantação de igrejas no nordeste. Ainda há muito por fazer!", afirma o pastor Manoel Moreira, coordenador dos projetos de plantação de igrejas na região.

Vale a pena investir na plantação de novas igrejas. Interceda pelos trabalhos missionários no nordeste do país. Para apoiar este, ou outro projeto missionário em solo brasileiro, escreva para pambrasil@missoesnacionais.org.br ou entre em contato com a Central de Atendimento: Do Rio de Janeiro - (21) 2107-1818 / Outras capitais e regiões metropolitanas - 4007-1075 / Demais localidades - 0800-707-1818.
Fonte:http://www.missoesnacionais.org.br/

Advogado desmente libertação de Meriam Ibrahim

terça-feira, junho 03, 2014

O defensor acredita que o representante do governo mentiu para evitar pressão internacional

Advogado desmente libertação de Meriam IbrahimAdvogado desmente libertação de Meriam Ibrahim
Muitos jornais internacionais noticiaram que o governo do Sudão iria soltar Meriam Ibrahim, cristã condenada à morte por não aceitar negar a Cristo e se tornar muçulmana.
Mas o advogado da mulher, Elshareef Ali Elshareef Mohammed, afirmou que não há nenhuma informação oficial sobre a soltura da sudanesa, e que a informação passada pode ser uma tentativa do governo de inibir a pressão internacional.
Mohammed concedeu uma entrevista ao Channel 4 News falando sobre o caso, ele afirmou que Meriam está em um hospital prisional por conta do parto recente. Ela deu à luz à Maya, sua filha caçula, na semana passada e está sendo mantida com os pés presos em correntes.
Sobre a soltura ele afirma que é o sistema judicial quem deve revogar a sentença de morte e não o governo como aconteceu no final da última semana quando um oficial da chancelaria disse que Meriam seria solta.
Pelas regras do Sudão, para revogar a sentença de morte contra a mulher cristã é necessário entrar com uma apelação junto à corte e esse processo pode demorar meses para ser julgado e aceito.
Elshareef tem certeza que o oficial só falou em soltar Meriam para impedir que as campanhas mundiais continuassem pedindo por sua libertação. Diversos líderes políticos internacionais já se pronunciaram sobre o caso que tem gerado comoção e preocupação.
Meriam Ibrahim foi condenada à morte por ser cristã, na lei do Sudão é necessário seguir a religião paterna. O pai de Meriam é muçulmano, mas ela foi criada como ortodoxa por sua mãe e se casou com um homem cristão, pai de seus dois filhos.
Por conta do casamento ela foi condenada a receber 100 chibatadas, pois a lei sudanesa não reconhece o casamento entre muçulmanos com fiéis de outras religiões. Meriam tentou explicar que nunca foi muçulmana, mas não teve chances diante da corte e foi condenada. A execução pode acontecer quando sua filha completar dois anos. Com informações Gospel Voice.
Fonte:http://www.gospelprime.com.br/

Cristã sudanesa é algemada durante o parto

segunda-feira, junho 02, 2014

O nome de Meriam Ibrahim tem se tornado conhecido ao redor do mundo. Aos 27 anos, ela pode ser a primeira pessoa punida por apostasia em virtude do código penal de 1991 no Sudão. Na última terça-feira (27), Meriam deu à luz a uma menina na prisão.

Meriam's baby22.jpg
O marido de Meriam Ibrahim, Daniel Wani, disse que as pernas de sua esposa foram algemadas enquanto ela dava à luz a sua filha, Maya, em 27 de maio, na prisão. 

Meriam é a mãe sudanesa condenada à morte por abandonar o islamismo e converter-se ao cristianismo.

Wani disse que está feliz em ver sua filha, mas está muito triste com a insistência das autoridades em manter Meriam na cadeia. "Eles mantiveram uma corrente em suas pernas", disse ele. "Ela está muito infeliz com isso."

Quando perguntado sobre o seu filho de 20 meses de idade, que está vivendo na prisão com a mãe, Wani disse: "Martin é um bom menino. Eu não acho que ele entenda realmente o que está acontecendo, mas ele está bem. Uma mulher está ajudando a cuidar dele."

Leia mais notícias sobre o casoSudanesa condenada à morte por apostasia dá à luz na prisão
Cristã sentenciada à morte necessita de orações
Fonte:www.portasabertas.org.br

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *