Livro conta a história de Asia Bibi

quinta-feira, agosto 29, 2013

Cristã está em uma cadeia do Paquistão desde 2009



Para a maioria de seus vizinhos, Aasiya Noreen, mais conhecida como Asia Bibi, é apenas uma mãe pobre de cinco filhos que mora na pequena aldeia de Ittan Wali, no Paquistão. Seu grande crime é ser cristã em um país onde 97% da população é muçulmana.
Desde 2009 ela está numa cela de prisão, podendo enfrentar em breve a morte por enforcamento. A acusação de blasfêmia a persegue. Sua única chance de continuar viva é se converter ao islamismo. Ela sabe que um julgamento justo nunca virá. Mesmo assim, decidiu contar sua história em forma de livro.

Livro conta a história de Asia Bibi O título de suas memórias é justamente “Blasfêmia”, e foi ditado ao seu marido nas vezes que ela a visitou na prisão. Ele entregou o texto à jornalista francesa Anne-Isabelle Tollet, que o revisou e encaminhou para uma editora. Agora Asia poderá mostrar ao mundo a versão da vítima desse caso que se tornou um símbolo da luta pelos direitos humanos.
O governo do Paquistão já sofreu pressão internacional para libertá-la, mas teme a reação dos extremistas muçulmanos. Aos 42 anos ela foi transferida recentemente para uma prisão mais remota, onde teme que seja assassinada. Dois funcionários do governo que tentaram defendê-la desde sua prisão foram assassinados. Um deles era Salman Taseer, governador do Estado de Punjab, o outro era Shahbaz Bhatti, Ministro das Minorias, que foi morto pelo Talibã poucos meses depois.
No livro, Bibi explica a “transgressão” simples que pode lhe custar a vida. Ela vivia pacificamente em sua aldeia até o dia em que foi acusada por uma vizinha, Musarat, e três outras mulheres, de ter insultado o islamismo e o profeta Maomé. Embora tenha negado por diversas vezes, os demais moradores não acreditaram na sua palavra.
O chefe da aldeia disse que ela devia provar isso convertendo-se ao Islã. Ela disse que permaneceria fiel a Jesus. Por isso, Bibi foi agredida violentamente pelos muçulmanos, inclusive com pedaços de pau. Quando estava quase inconsciente, os policiais chegaram e a prenderam sob a acusação de “blasfêmia”.
Na delegacia, com muitos sangramentos e um braço quebrado, pediu compressas para as feridas. Não recebeu e foi algemada e acorrentada, sendo levada para a prisão de Sheikhupura, onde está detida.
O relato biográfico de Asia Bibi será lançado no início de setembro e pretende contar a história desta mulher que se tornou um símbolo dos atos de violência cometidos por questões religiosas, uma clara violação dos direitos humanos. As informações são de Urban Christian News e New York Post.
Leia abaixo um trecho:
“Eu não sei quanto tempo me resta para viver. Toda vez que a porta da minha cela se abre, meu coração bate mais rápido. Minha vida está nas mãos de Deus e eu não sei o que vai acontecer comigo. É uma existência brutal, cruel. Mas eu sou inocente. Eu sou culpada apenas de ser considerada culpada. Estou começando a me perguntar se ser cristão no Paquistão, hoje em dia não é apenas ser diferente, mas se trata de um verdadeiro crime.
Mesmo mantida nessa minúscula cela sem janelas, quero que minha voz e minha raiva possam ser ouvida. Eu quero que o mundo inteiro saiba que eu posso ser enforcada por causa do meu vizinho. O que eu fiz de errado? Eu bebi água de um poço pertencente aos muçulmanos, usando o copo “deles”, no calor ardente do sol do meio-dia.
Eu, Asia Bibi, fui condenada à morte porque estava com sede. Eu estou prisioneira porque decidi ser gentil com uma vizinha. Eu servi um copo de água e ofereci e ela. Usei o mesmo copo que as mulheres muçulmanas, pois a água servida por uma mulher cristã era considerada impura pelas outras mulheres da vila, aquelas ignorantes catadoras de frutas.
Aquele dia, 14 de junho de 2009, está impresso em minha memória. Eu ainda posso ver cada detalhe. Acordei cedo de manhã e fui participar da colheita e trabalhei muito… até que tive sede… Uma outra mulher estava junto comigo no poço. Após eu beber no copo de metal que fica no poço, ofereci a ela. Foi quando Musarat começou a gritar “haram” [pecado]… Ouçam, todas vocês, esta cristã sujou a água do poço, bebendo em nosso copo e mergulhando-o de volta várias vezes. Agora a água está suja e não podemos mais beber! Por causa dela!
Era tão injusto, que pela primeira vez decidi me defender e levantar minha voz. “Eu acho que Jesus vê as coisas diferentemente de Maomé.” Musarat fica furiosa. “Como você se atreve a falar do Profeta, seu animal imundo!” Três outras mulheres começam a gritar ainda mais alto.
“Isso mesmo, você é apenas uma cristã imunda! Você contaminou a nossa água e agora se atreve a falar o nome do Profeta! Estúpida, seu Jesus não tinha sequer um bom pai, ele era um filho da prostituta, você não sabe disso. “
Musarat parecia que vinha me agredir e gritou: “Você deveria se converter ao islamismo para se redimir de sua religião imunda”.
Eu ainda sinto uma profunda dor dentro do meu peito. Nós, cristãos, sempre ficamos em silêncio. Fomos ensinados desde bebês a nunca dizer nada e mantermos a calma, por que somos uma minoria. Mas eu sou teimosa demais e queria reagir, queria defender a minha fé. Respirei fundo e enchi meus pulmões com coragem. “Eu não vou me converter. Eu acredito na minha religião e em Jesus Cristo, que morreu na cruz pelos pecados da humanidade. O que o seu profeta Maomé fez para salvar a humanidade? E por que eu deveria me converter e não você?”
Musarat cuspiu na minha cara com todo o desprezo que ela podia demonstrar. Elas me empurraram. Mesmo enquanto eu corria para casa, ainda podia ouvi-las me ofendendo”.
 
Fonte:Cpad News

Igreja investe no combate às drogas na Colômbia

quinta-feira, agosto 29, 2013

Objetivo é o de levar a liberdade em Cristo ao povo colombiano


Igreja investe no combate às drogas na Colômbia
Mais um passo importante foi dado para que a mensagem de Cristo alcance vidas que ainda estão presas às drogas. Missões Mundiais inaugurou oficialmente sua primeira unidade do PARE – Programa de Ajuda, Reabilitação e Esperança – na Colômbia. A cerimônia aconteceu no dia 20 de julho, dia da independência do país.

Para o pastor Marcos Ramos, missionário na Colômbia, a intenção foi justamente essa: trazer a verdadeira liberdade ao povo colombiano. A liberdade em Cristo.

A unidade de atendimento aos dependentes químicos funciona diariamente e atende, em média, 80 pessoas a cada dia. Entre os pacientes estão meninas com idade entre 11 e 16 anos, vítimas de exploração sexual, que entraram para o mundo das drogas, mas agora desejam uma nova vida. O missionário relata que também chegam ao PARE muitos travestis em busca de uma mudança de vida.

“No dia da inauguração fizemos um ‘dia de beleza’ para as meninas. O objetivo foi elevar a autoestima delas, fazendo-as se sentirem amadas e especiais”, conta o pastor.

O evento reuniu cerca de 70 moças. Mas o momento que mais impactou o missionário foi ver um travesti aos prantos entrando na unidade e clamando por paz.

“Ele gritava suplicando paz. Eu e minha esposa, a missionária Lívia, oramos com ele, apresentamos-lhe o Príncipe de Paz, e ele aceitou a Cristo. Depois ele dizia que o sentimento que sentia naquele momento, nunca havia sentido”, relata.

O mais surpreendente foi a atitude imediata daquele homem após sua conversão. Ele foi para a porta de uma casa de prostituição de travestis e começou a gritar: “Vocês têm que provar o que eu provei! Estou sentindo algo que nunca senti antes! Saiam daí e permitam que orem por vocês.”

“Só o poder de Deus faz com que um travesti se converta e vá direto evangelizar outros”, diz o missionário.

Pastor Marcos pede oração pelo grupo que Deus está tratando através do PARE, a fim de que a obra que Ele iniciou seja completa. É preciso orar também pelas meninas que chegam à unidade, a maioria está grávida e sequer sabe quem são os pais.

Clame ao Senhor por força e sabedoria ao casal missionário Marcos e Lívia Ramos, para que possam manter e ampliar o atendimento do PARE. E se você deseja participar desta missão, ligue para 2122-1901 (cidades com DDD 21) ou 0800 709 1900 (demais localidades). O mundo precisa ser livre em Jesus.


Fonte:Cpad News

Culto da Centésima Ovelha

quarta-feira, agosto 28, 2013

AMADOS REALIZAMOS MAIS UMA CAMPANHA EVANGELISTICA ESSE FIM DE SEMANA QUE PASSOU, GRACAS A DEUS FOI UM TRABALHO ABENCOADO, O SENHOR CONFIRMOU COM SALVACAO DE CINCO ALMAS E TAMBEM COM MILAGRES, SIGAM NOS AJUDANDO COM VOSSAS ORACOES! MISSIONARIO ENEIAS

 Fonte: http://eneiasrodrigues.blogspot.com.br/

Cristãos e muçulmanos se unem para impedir a depredação de igrejas no Egito

quarta-feira, agosto 28, 2013

Grupos estão sendo formados para confrontar os apoiadores da Irmandade Muçulmana

Cristãos e muçulmanos se unem para impedir a depredação de igrejas no Egito
Os ataques a igrejas no Egito têm unido cristãos e muçulmanos que, juntos, tentam impedir a depredação de templos históricos como foi no caso da igreja copta de Santa Maria Ardel Sherka, localizada no bairro El Zawya el Hamraa, na capital do país. Os jovens Fadi, cristão de 25 anos, e Mahmoud, muçulmano de 27, se conheceram tentando impedir que os extremistas muçulmanos invadissem o local. Juntos com dezenas de fiéis das duas religiões eles conseguiram dispersar os manifestantes.
“No início éramos na maioria cristãos, mas aos poucos foram chegando mais muçulmanos para nos ajudar. Disseram que a destruição de igrejas era um atentado contra todos os egípcios e que era dever dos muçulmanos defender seus irmãos coptas”, relata Fadi.
Para poder defender a igreja eles usaram pedras e pedaços de paus. O confronto durou cerca de 45 minutos e muitas pessoas ficaram feridas. “Fadi ajudou um amigo meu que havia levado uma pedrada. Prometi que voltaria nos dias seguintes para ajudar um grupo a fazer vigília para defender a igreja. Foi aí que ficamos amigos”, lembra Mahmoud.
Em outra ocasião esses jovens jamais se conheceriam, pois além da diferença religiosa há uma grande diferença social entre eles. Fadi vem de uma família de classe média e está cursando direito. Já Mahmoud não conseguiu entrar para a faculdade de engenharia e trabalha na padaria da família.
Mas as diferenças religiosas e sociais não foram suficientes para afastar diversos grupos de muçulmanos e cristãos que se formaram em defesa do país. Assim como aconteceu no Cairo, em outras cidades como Minya, Suez, Fayoum e Alexandria a população se uniu para evitar que igrejas e centros comunitários administrados por elas fossem destruídos.
A revolta contra os cristãos partiu do grupo de apoio a Irmandade Muçulmana, depois que Mohamed Mursi foi deposto e alguns líderes do grupo extremista foram presos os apoiadores começaram a perseguir cristãos e tentar declarar que o país é uma nação muçulmana.
A polícia tem agido na tentativa de dispersar esses grupos que estão espalhados por todo o Egito. Uma operação realizada no dia 14 de agosto deixou centenas de mortos.
Fonte:gospel Prime

Relatório Do Evangelismo Da Congregação Em Osmar Vicente - Auxs. Carlos Cesar e Josuel

terça-feira, agosto 27, 2013

Aux. Carlos Cesar




1º Dia - A saída e o reconhecimento do campo: (Nm:13.18-20c).
          No dia 19/08/2013 estávamos com o coração repleto de amor e de esperança por uma boa colheita, mas sabendo que o terreno é escasso, seco e muito delicio de ser airado, mas com a plena certeza de que o grande agricultor nos daria as ferramentas, adequadas, para esta maravilhosa tarefa de colher os frutos do campo, buscando, mesmo sem entender, uma visão imaginaria deste labo, mas pelos olhos da fé, já vendo que campo, sim, já estava branco e nós já depostos. e assim partimos.
Aux. Josuel Carlos
          Tarde - Saímos pelo caminho em busca das ovelhas que se perderam do aprisco nosso amado Pastor, percorremos uma distancia de cerca de 27 Km. Assim era o percurso: uma estrada seca, esburacada, e uma areia fina fofa e negra como a noite, que quase nos tira o controle por um momento, e nos faz parar no caminho, Mas como sempre, Deus nos guiou e nos trouxe em paz (graças a Deus!). Chegamos Por volta das 16.40, ainda encontramos a irmã Cosma, - a qual é na casa dela que iríamos fazer as nossas refeições - ainda fazendo a limpeza no templo. e assim nos preparamos para o culto da campanha de oração, a noite.
               Noite - com a chegada de uma boa caravana de Upanema-RN, e iniciamos o culto de oração a Deus, oração de joelho, e louvor com o hino 370 da nossa harpa, porque queríamos dizer a Deus de nossa gratidão por nos propulsionar a aquela benção, que é o privilégio de adora-lo. a leitora da palavra foi lido no Sl: 19.1-6. os irmãos que veneram de Upanema-RN, também louvaram, onde a igreja ficou repleta da glória de Deus; A mensagem falada teve como foco a adoração a Deus em suas muitas formas e feitos, tendo por exemplo o sol (Cristo) que se regozija como um herói, a percorrer o seu caminho (toda a terra)(v5), e a igreja "como luz da aurora que vai brilhando mais e mais a ter ser dia perfeito" (Pv:8.4), e que precisamos do sol, para proclamar, aos que estão na escuridão das trevas espirituais, a luz do evangelho da Paz.
2º Dia - Primeiro  contato com o campo "e começa o desafio!"
               Manhã - Momento de oração onde texto bíblico que mais ardia no meu coração, era o de I Co:9.16-23. E o meu pedido a Deus era que me ensinasse, a como me porta com aqueles que estavam longe, e que nos desse as estratégias adequadas ao entrar em cada casa. Depois, um mutirão dos irmãos de Upanema-RN, veneram para que nós juntos fizermos a pintura do templo que restado para a inaugura do mesmo, a qual nos levou toda a manhã.
          Tarde - Saímos as 15 hs rumo a P.A Terra Nova, chegamos por volta de 10 ou 15 depois, em 30 minutos terminamos todas as 18 casas, por que de ser tão rápido?, Apenas 6 delas estavam abetas, e os moradores das outras?, duas respostas deles, uns moram em outras cidades, ou simplesmente eles abandonaram as suas próprias casas. os destaques desta comunidade é: existe crentes de outras igreja mas que não por de sair de casa, por cuida de alguém da família que é idoso e doente; em um desdá casas uma mulher que estava no quarto cristo: "quem é?, e nós falamos: somos crente e estamos aqui para pregar o evangelho! e ela respondeu: vá falando dai que eu estou assistindo a novela!". Ora alguém que troca - o 'lírio dos laves', pelo o 'cravo e a rosa' - o que merece além do que nos ensina Jesus que diz: E, se ninguém vos receber, nem ouvir as vossas palavras, saindo daquela casa ou daquela cidade, sacudi o pó dos vossos pés (Mt: 10.14).E quando saímos de lá, então eu apontei para aquelas pedras e disse: O coração deste povo é duro como estas pedras do chão; E por fim na casa da frente uma outra mulher com seu marido nos deu toda a tensão e até baixo o volume da TV.          
               Noite - Começamos a adorar com o hino 187, a leitura no Sl: 71.8,9. O nosso objetivo era a oração pela grande cruzada evangelística do sábado, por isso, oramos e logo em seguida, uma rápida palavra com base na leitura. então enceramos. Enquanto isso alguns irmãos chegaram de surpresa, pra terminar algo que ainda faltava fora do templo.
3º Dia - A mensagem também é pregada "No Osmar Vicente"
               Manhã - O dia começo com mais um momento de oração pedindo a Deus que segundo a sua vontade todas as coisas fosse realizadas. As 07.30 saímos ao campo de Areias 30 minutos em uma boa velocidade. É incrível como pequenas coisas pode ser motivo de tropeço para nós; A estrada coberta de pedras escondida os muitos buracos pelo caminho, até a sombra das folhas das arvores, se movendo na estrada nos fazia reduzir, e assim demorava mais ainda a nossa chegada, "ora em estrada onde nós nunca colocamos os nosso pés, não é sensato acelerarmos a moto" No povoado de Areias 34 casas sendo 19 dessas abertas, e 15 fechadas. Também encontramos alguns irmãos da AD em governador-RN, e da Igreja de Cristo. Um destaque é a primeira esta construído templo, em frente ao local de realização dos trabalhos
          Tarde - Visita a duas irmãs que algum tempo não frequentava mais a Igreja, mais uma grande experiência de vida que levamos. Pedimos a Deus que nossa chama nunca se apague, e que não venhamos a ficar também nesta situação triste de frieza espiritual.
               Noite - Com a chegada de mais 14 irmãos da equipe Missionários da Ultima Hora (M.U.H), vindo de Upanema-RN, e liderados pelo irmão Edmar Moura, concluímos o evangelismo no P.A Osmar Vicente, restando assim apenas mais dois assentamentos e algumas casas para o termino do trabalho, cremos que hoje muitas almas ouviram a mensagem que liberta (Jo:8.32).
4º Dia - O coração bate mais Forte
               Manhã - Hoje percorremos alguns quilômetros para levar a palavra de Deus, passamos pelo primeiro, e começamos pelo último. fizemos o convite em casas de um lado ao outro da BR-110 entre Upanema-RN á Mossoró-RN, onde o coração apertou de saudades de casa. Ao todas eram 7 e apenas 2 abertas; Do lado de lá, para quem esta em Osmar Vicente, se encontra a vila que tem por nome "Cristalina", onde havia 4 casas das 6 (um lugar fechado por um portão, corrente e cadeado além de uma cerca em volta, dificultando a proclamação do evangelho); E do lado de cá um pequeno povoado por nome "Pau da légua" neste algumas casas uma um longe da outra, todas 5 estava e ali na casa do outro lado da estrada, é o local onde realiza cultos, todos os sábados e encontramos alguns irmãos.
               Noite - Oramos e louvamos Deus com os hinos 01,03. A mensagem foi pregada com base na leitura do Sl:15 onde estava ali pessoas amigas que ouviu de bom grado, foi uma benção.
5º Dia - O ultima dia no campo
               Manhã - O dia já começou muito sedo para algumas irmãs da congregação, logo ao nascer do sol, 3 irmãs e uma amiga do evangelho já esta fazendo a limpeza do terraço do templo, e uma até estava capinando de enxada, algumas plantas que insistia em crescer numa terra tão seca, todo para ver o local de oração  cuidado. E logo após saímos de volta para nossas casa em Upanema-RN, mas no caminha de volta passamos pelas as casas no caminho 7 ao todas, e até visitas aos irmãos, uma curiosidade é que na ultima casa que visitamos eu conheci fundador do assentamento o próprio Osmar Vicente, que mondando a ordem natural foi homenageado ainda vivo. E então chegamos (Graças a Deus).
6ºDia - O grande dia!
               Noite - Já a cruzada acesse os sites portal missionário e o upcristo
Relatório Construído Por: Carlos César e Josuel Carlos.
Agradecimentos: A Deus que proporcionou este grande privilégio de pregar a sua palavra; Os ir: Cosma e o Adonias. que nos acolheram em suas casas, um, com alimentação, e o outro, com um local para dorme. que os abençoe a todos!.




Inauguração do Templo da Congregação de P.a. Osmar Vicente

domingo, agosto 25, 2013

 Neste Sábado ( 24/08/13) na Congregação de P.A. Osmar Vicente, foi inaugurada um bonito templo para os irmãos adorarem ao Senhor Jesus. Esteve presente uma boa caravana da cidade de Upanema - RN e também caravana da cidade de Governador, autoridades Eclesiásticas também se fizeram presente, duas pessoas aceitaram a Jesus como Salvador. Os dirigentes da bonita congregação são o Dc. Pablo, Auxs. Josué , Airverton e Diogenes. 

Homem decide perseguir pastor para matá-lo e termina se convertendo ao Evangelho

quinta-feira, agosto 22, 2013


Um plano de assassinato que se tornou numa conversão ao cristianismo é o testemunho de um indiano chamado Jayesh.
Homem decide perseguir pastor para matá-lo e termina se convertendo ao EvangelhoO homem não aceitava a forma como o pastor Nabhith, da organização Gospel for Asia evangelizava as pessoas de sua aldeia, e o procurou para sugerir que abandonasse o local antes que ele o denunciasse às autoridades por forçar os moradores a se converter ao cristianismo.
O pastor Nabhith, no entanto, explicou pacientemente que não deixaria a aldeia porque simplesmente não estava fazendo nada daquilo que Jayesh o acusava. Desde então, incomodado com a resistência do pastor, Jayesh planejou matá-lo.
Uma parte de seu plano era colher provas de que o pastor Nabhith havia transgredido a lei local, e por isso, ele passou a segui-lo por todos os lugares. Onde o pastor ia, Jayesh ia atrás, apenas esperando um deslize para matá-lo, e posteriormente justificar o crime dizendo que Nabhith havia transgredido a lei.
Porém, de acordo com informações do Charisma News, o que Jayesh viu foram verdadeiras demonstrações de amor ao próximo por parte do pastor Nabhith, que visitava enfermos e necessitados, e falava do Evangelho para estes. Vendo isso, Jayesh se convenceu de que o pastor não tinha planos de dominação ou de conversão de fiéis forçada.
Certo dia, após seguir o pastor pela aldeia, Jayesh sentou-se à porta do templo onde Nabhith conduz os cultos, e ouviu as orações pelos necessitados e os testemunhos dos fiéis, que demonstravam alegria ao contarem uns aos outros sobre a mudança de vida que haviam experimentado.
Jayesh caiu em lágrimas e seus gritos de desespero foram ouvidos pelo pastor e fiéis, que saíram à porta do templo para acalmá-lo e convidá-lo a participar do culto junto com os demais. Nervoso, Jayesh hesitou mas reconheceu que precisava do perdão de Deus, e confessou seu plano para matar o pastor.
Os fiéis e o pastor oraram juntos com Jayesh, que se converteu ao Evangelho e afirmou que suas dúvidas sobre o pastor Nabhith eram parte do passado: “Agora eu sei que não há nenhuma culpa nele. Ele adora a Deus de verdade”, disse Jayesh.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+
Fonte: http://noticias.gospelmais.com.br

Pastor perde a família em acidente no sábado, mas prega em igreja no domingo

quarta-feira, agosto 21, 2013

Perda prematura não abalou a fé de pastor nigeriano


A esposa de um pastor da Nigéria (Hellen) e os três filhos do casal (Salvador, Ensigne e Pureza), estavam entre as oito vítimas de um grave acidente que comoveu a Nigéria.
A família do pastor Abraham Samuel da Igreja Átrio do Oleiro, estava com os outros passageiros de um ônibus que ia da capital Lagos para a cidade de Minna. A colisão com um carro ocorreu por volta das 20:00 de sábado, de acordo com o jornal Vanguard.
Pastor perde a família em acidente no sábado, mas prega em igreja no domingo
Pastor perde a família em acidente no sábado, mas prega no domingo
Testemunhas disseram que o ônibus pegou fogo logo após o acidente, dificultando muito o resgate. Naquele momento, 18 passageiros estavam no ônibus. Incluindo os ocupantes do carro, o total foi de oito mortos.
Em uma grande demonstração de fé, o pastor pregou normalmente durante culto de sua igreja no dia seguinte. Do púlpito, Samuel disse apenas “Minha esposa e as crianças estão descansando no Senhor”. Membros da igreja choravam e lamentavam, mas o pastor manteve a calma e afirmou que a perda prematura não abalou a sua fé.
O testemunho dele foi noticia em vários jornais da Nigéria. Com informações Christian Post.
Fonte: Gospel Prime 

Preservando os laços familiares

quarta-feira, agosto 21, 2013

Uma família indígena do norte da Colômbia foi dispersada após entregar sua vida a Cristo. Eles contam com o consolo da grande família de Deus para atravessar essa fase difícil 
Colombia indigenous.jpg

Jaime é um cristão indígena que, desde 2010, vem sofrendo perseguição de sua tribo no Departamento de Cauca por sua escolha em seguir a Jesus.
Ele e sua família foram humilhados pelos líderes da tribo e, em seguida, mantidos presos dentro de sua própria casa durante os três últimos meses de 2010.
No começo do ano seguinte, Jaime foi acusado de cometer homicídio e, por conta disso, foi condenado a 20 anos de cadeia. No entanto, todos sabem o verdadeiro motivo de sua prisão: recusar-se a praticar os ritos tradicionais da tribo, que vão contra os princípios da fé cristã.

Após sua detenção, Jaime recebeu a visita de colaboradores da Portas Abertas, que procuram ajudar a família através de projetos de campo. Como Jaime pode trabalhar na prisão, ele recebeu ajuda para montar uma pequena oficina de tecelagem, na qual produz redes e bolsas. E três de seus seis filhos foram admitidos na Casa Abrigo Visão Ágape, uma espécie de internato mantido pela Portas Abertas para crianças que são vítimas diretas ou indiretas da perseguição religiosa na Colômbia.
A esposa de Jaime, Marleny, vive na casa original da família, mas não tem condições de criar animais ou plantar alimentos para sua subsistência porque sua terra foi tomada pelas autoridades da tribo. Do ponto de vista deles, no momento em que a família se tornou cristã, deixou de ser "indígena" e, assim, perdeu todos os direitos que a Constituição garante aos índios. Marleny vive do lucro da venda dos produtos que Jaime produz e vende na prisão.
Fonte: Portas Abertas

6º congresso de Missões da Ad - Upanema/Rn

quarta-feira, agosto 14, 2013


programação:

Tema: "Missão, o desafio que inclui a mim." Atos 10.42

QUINTA-FEIRA (15/8/2013)- Culto de Abertura, às 19h;
SEXTA-FEIRA (16/8/2013) – Culto Missionário, 19h. prel.: Pr. Edgar Amorim (RJ);
SÁBADO (17/8/2013)
Manhã – Reunião de Estudo, às 8h30. prel.: Pr. Edgar Amorim (RJ);
Tarde - Reunião de Estudo, às 14h30. prel.: Pr. Valter Silveira(CE);
Noite - Culto Missionário, 19h. prel.: Pr. Edgar Amorim (RJ);
DOMINGO (18/8/2013)
Manhã – Reunião de Estudo, às 8h30. prel.: Pr. Valter Silveira(CE);
Tarde - Reunião de Estudo, às 14h30. prel.: Pr. Elyvaldo Mendes(PB);
Noite - Culto de Missões, 19h. prel.: Pr. Elyvaldo Mendes(PB).

Participe do 6º Congresso de Missões da Ad - Upanema/Rn

quarta-feira, agosto 14, 2013







PROGRAMAÇÃO:

Tema: "Missão, o desafio que inclui a mim." Atos 10.42

QUINTA-FEIRA (15/8/2013)- Culto de Abertura, às 19h;
SEXTA-FEIRA (16/8/2013) – Culto Missionário, 19h. prel.: Pr. Edgar Amorim (RJ);
SÁBADO (17/8/2013)
Manhã – Reunião de Estudo, às 8h30. prel.: Pr. Edgar Amorim (RJ);
Tarde - Reunião de Estudo, às 14h30. prel.: Pr. Valter Silveira(CE);
Noite - Culto Missionário, 19h. prel.: Pr. Edgar Amorim (RJ);
DOMINGO (18/8/2013)
Manhã – Reunião de Estudo, às 8h30. prel.: Pr. Valter Silveira(CE);
Tarde - Reunião de Estudo, às 14h30. prel.: Pr. Elyvaldo Mendes(PB);
Noite - Culto de Missões, 19h. prel.: Pr. Elyvaldo Mendes(PB).

Missionário é condenado a 15 anos de trabalhos forçados por evangelização

quarta-feira, agosto 14, 2013

Kenneth Bae é empresário e está preso na Coreia do Norte desde 2012




Missionário é condenado a 15 anos de trabalhos forçados por evangelização Considerado o país que mais persegue os cristãos no mundo, a Coreia do Norte prendeu o empresário Kenneth Bae, 45, acusando-o de tentar “derrubar o governo” de Pyongyang.

Nascido na Coreia do Norte, ele e sua família se refugiaram nos EUA e obtiveram a cidadania. Bae mantinha uma empresa de turismo e viajava constantemente ao seu país natal para entregar ajuda aos órfãos norte-coreanos.

Evangélico comprometido, ele pretendia ajudar a levar dezenas de missionários da organização missionária JOCUM para o país comunista, onde é proibido pela lei pregar o Evangelho.

Membro de em uma Igreja Presbiteriana coreana em Saint. Louis, em dezembro de 2011 ele deu um testemunho antes de começar as suas viagens. “Sei que Jesus deseja que eu sirva como um “canal” de bênção. A partir deste ano, começarei a levar várias equipes missionárias de curto prazo para a Coreia do Norte”. Ele pedia orações e ofertas para concretizar o seu projeto.

Através de sua empresa, a Nations Tour, ele tinha facilidades para entrar e sair de um dos países mais fechados do mundo. Até que foi preso em maio deste ano, acusado de “atos hostis” contra o regime.

A constituição norte-coreana diz claramente “Ninguém pode usar a religião como um meio para ajudar potências estrangeiras ou destruir o estado ou a ordem social vigente.”

Segundo a organização missionária, a prisão de Bae foi concretizada após ele tirar várias fotos de crianças famintas nas ruas do país.

Esta semana, seus familiares e amigos divulgaram uma carta de Bae, onde ele explica as dificuldades que tem passado na prisão e como sua saúde está debilitada. Sua irmã Terri Chung está organizando uma série de vigílias de oração nos Estados Unidos e pedindo que se pressione o governo Obama para negociar a libertação do missionário.

Como as relações entre Pyongyang e Washington estão travadas por causa do programa nuclear coreano, é bastante improvável que isso ocorra. Uma petição na Internet pedindo que seja garantida uma “anistia especial” para Bae conta com milhares de assinaturas. “Agora é a hora. Precisamos apelar aos nossos líderes legislativos para que ajam e busquem a anistia para Kenneth,” disse Chung.

A Casa Branca não comentou que atitudes deve tomar ou se fará, de fato, algo. O silêncio sobre o assunto é muito parecido com o tratamento dado ao pastor Saeed Abedini, que está preso no Irã por causa de seu trabalho missionário.

Segundo as cartas divulgadas pela família, o missionário relata que sofre com dor nas costas, pontadas no coração, hipertensão, diabetes e sua visão começou a se deteriorar.

A mãe, Myunghee Bae, disse que enviou uma carta com recortes de versículos da Bíblia, mas não sabe se o filho recebeu. Uma das últimas imagens de Bae, divulgadas pelos coreanos para provar que ele continuava vivo, mostravam-no cerca de 20 quilos mais magro desde que foi preso.
 
Fonte:Cpad News

Assembleia de Deus nos EUA: recorde de crescimento

terça-feira, agosto 13, 2013

Média de novos convertidos é o dobro do crescimento da população

Assembleia de Deus nos EUA: recorde de crescimento
Em 2012, cerca de 54 mil pessoas tornaram-se membros da Assembleia de Deus nos Estados Unidos, segundo as estatísticas divulgadas este mês. Isso representa um aumento de 1,8% em comparação com o crescimento de 0,7 % da população.

Os dados divulgados também indicam que o número de batismos aumentou 3,9%. Foram mais de 131.700 em 2012, superando o recorde histórico.  Outro dado que merece atenção é o fato de que, atualmente apenas 59% dos membros são brancos. As Comunidades de latinos e de Afro-americanos tiveram o maior crescimento.

Estima-se que a Assembleia de Deus dos EUA conta atualmente com 3,1 milhões de membros, divididos em mais de 12.700 congregações no país. O crescimento no restante do mundo também registrou um aumento de quase um milhão de pessoas, totalizando mais de 66 milhões.

Líderes da denominação estão reunidos esta semana na cidade de Orlando (Flórida) para a sua conferência bienal.


Fonte:Cpad News

Os adultos aprendem com as crianças na Síria

terça-feira, agosto 13, 2013

Crianças começam a chorar durante a oração; fazem perguntas difíceis sobre Deus e o sofrimento que enfrentam; ensinam seus pais a lidarem com a guerra. Os obreiros que trabalham com crianças e jovens nas igrejas da Síria precisam de muita sabedoria para continuar sua atuação no país, onde, há mais de dois anos, a violência é uma realidade diária. Débora*, uma obreira de crianças em Damasco, fala sobre os desafios.
Syria_Boy.jpg

"Esperamos que as crianças cresçam como bons cristãos, espalhando a Palavra de Deus", compartilha Débora. "Infelizmente, devido a tudo que está ocorrendo no país, não podemos mais oferecer às crianças os acampamentos que costumávamos fazer. Os pais têm medo de deixar as crianças conosco em um acampamento. Preferem ficar próximos a seus filhos caso algo de ruim aconteça. Quando morrerem, querem morrer perto de seus filhos", explica ela.
A maioria dos cristãos sofre com o que acontece na Síria. "Nós oramos e jejuamos por nosso país, até mesmo as crianças de 3 a 5 anos fazem isso". Ela conta como os pais mudaram por conta do testemunho de seus filhos. Débora conta: "Por causa de seus filhos, os pais sentiram que tinham de confiar mais no Senhor. Eles aprenderam como ter paz a partir das crianças".
A Igreja teve de se adaptar à situação totalmente mudada na Síria. Até o início da revolta, em março de 2011, que culminou em uma guerra civil, a Síria era um país onde a minoria cristã vivia em paz e em liberdade. "No começo do conflito, fomos muito afetados. Foi difícil. Mas, então, Deus nos deu uma nova visão. Nós vimos que tudo isso não era à toa. Esperamos por um avivamento na Síria e a Igreja irá desempenhar um grande papel nisso. As pessoas voltaram para a igreja; as crianças vieram novamente para a escola dominical. O número de fiéis dobrou", afirma Débora.
As crianças estão ávidas por voltarem às atividades da igreja. "Uma criança insistiu em ir à escola dominical, mesmo tendo havido explosões de bomba naquele dia. A mãe quis mantê-la em casa. ‘Mas nada disso. Nem mesmo os bombardeios puderam impedi-la de ir’, relatou a mãe. As crianças são muito ligadas às nossas atividades. Elas são o futuro; a Síria mudará através delas. Podemos plantar uma semente da Palavra nelas", revela Débora, entusiasmada.
Débora nos conta sobre o medo, com alguns exemplos. "Nós aconselhamos aos pais das crianças que não assistissem aos noticiários na televisão ou na internet com os pequenos. Todas as notícias sobre assassinatos e sangue fazem-nos ter medo e os pais transmitem isso às crianças".
Ela continua relatando sobre seu trabalho com as crianças: "Vejo que as crianças mudaram. Hoje, elas oram de maneira diferente. Muitas começam a chorar quando oramos. Fazem perguntas que não podemos responder. Uma criança me perguntou: ‘Deus está conosco, não devemos ter medo, você disse, mas meu pai morreu. Como pode acontecer isso se Deus está conosco?’ Outro perguntou: ‘Deus está nos castigando?’ Você ouve as crianças falarem sobre outras coisas que não falavam antes: elas falam sobre armas; conhecem todos os nomes de armas e tanques. Agora, nós as ensinamos que Deus realmente está conosco, mas isso não significa que nada poderá acontecer a elas ou a suas famílias. Eu digo que haja o que houver, Deus tem um propósito, Deus sabe de todas as coisas e tem o controle sobre elas. Também falamos sobre perseguição", finaliza.

Pedidos de oração
  • Ore pelas crianças da Síria, que perderam parentes ou mesmo seus pais na guerra civil.
  • Interceda pelas crianças que perderam seus lares.
  • Apresente ao Senhor as crianças que oram pelo país, para que elas possam ver a resposta de Deus às suas petições.
  • Agradeça pelos obreiros que trabalham com crianças e jovens, como Débora, e que continuam a investir na nova geração. 
Leia mais testemunhos sobre a Síria aqui.

*Nome alterado por questões de segurança
Fonte: Portas abertas

Peço a Deus que me permita ser um instrumento´

segunda-feira, agosto 12, 2013

Sean Astin, ator de O Senhor dos Anéis fala sobre sua fé



´Peço a Deus que me permita ser um instrumento´ O ator Sean Astin, conhecido por suas atuações como Mickey em Os Goonies e Samwise Gamgee na trilogia O Senhor dos Anéis, testemunhou sobre sua fé em Cristo recentemente numa entrevista ao Beliefnet.

Sean recentemente atuou num filme cristão chamado “Mom’s Night Out” (ainda sem título em português) e afirmou na entrevista que em sua jornada de fé, teve contato com o budismo, judaísmo, catolicismo, agnosticismo, e atualmente, é membro da Igreja Luterana, tendo se batizado oficialmente com sua esposa.

As influências para essa pluralidade religiosa vieram, segundo Sean, de sua infância, quando seu padrasto (e também ator) John Astin o ensinava sobre o budismo, e seu pai biológico, sobre o judaísmo.

Questionado pelo entrevistador sobre sua oração preferida, Sena disse ter adotado uma frase ensinada a ele por um amigo: “Permita-me ser um instrumento da Tua vontade”, afirmou, revelando que já fez essa oração “algumas milhares de vezes”.

Há algum tempo, Sean dublou a voz de Mateus, discípulo de Jesus, para um projeto evangelístico em áudio. “Para as pessoas que se preocupam com a Bíblia como verdade revelada, esta é uma porta de entrada para torná-lo acessível a eles e eu estou orgulhoso de ser associado a isso”, disse o ator à época.

Agora, o ator quer se empenhar na divulgação do filme “Mom’s Night Out”, que tem conta a história de um grupo de mães que querem sair para uma noite de diversão entre si, e deixam seus maridos cuidando das crianças.

Descrito como uma comédia familiar, o filme usa os acontecimentos caóticos entre pais e filhos para falar sobre fé e crença. Com previsão de lançamento em 2014, o filme foi produzido e dirigido pelos irmãos Andrew e Jon Erwin, conhecidos por seus trabalhos com filmes cristãos nos Estados Unidos.
 
Fonte:CPAD NEWS

JOSÉ APOLÔNIO DESCANSA NOS BRAÇOS DO PAI

domingo, agosto 11, 2013

PASTOR E ESCRITOR ERA MEMBRO DA CASA DE LETRAS EMÍLIO CONDE

Faleceu ontem, às 18h, no Hospital PAPI, em Natal (RN), aos 90 anos de idade, o pastor José Apolônio da Silva. Ele estava internado havia três dias. 
Pastor Apolônio era membro da Casa de Letras Emílio Conde, entidade que reúne os principais nomes da literatura pentecostal assembleiana no Brasil. 

Desde a sua juventude, ele se notabilizou como ensinador e escritor, tendo também trabalhado na Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD) em seus primeiros anos.
Nascido em 9 de fevereiro de 1923, no distrito de Lagedo Grande, no município de Goianinha (RN), pastor Apolônio é conhecido também por ser o irmão mais velho do também pastor Antonio Gilberto, consultor doutrinário da CPAD e a quem Apolônio ganhou para Jesus ainda muito jovem. Apolônio aceitou Jesus em 13 de junho de 1943. Tinha 70 anos de crente em Cristo.

O pastor José Apolônio, em sua profícua vida, desenvolveu várias aptidões. Escreveu e nos legou várias obras de peso como: "As Epístolas Paulinas; Grandes Perguntas Pentecostais/CPAD". Como articulista em diversos jornais e revistas colocou na vanguarda o meio evangélico do nosso país enaltecendo a graça de Deus. Exímio ensinador, com sua característica pessoal, vinculava o auditório à sua fala, do começo ao fim das suas pregações. E como conselheiro experiente prestou preciosa assistência às famílias e a oficiais eclesiásticos por todo este Brasil.
Escritor, articulista e pastor, ele liderou as Assembleias de Deus em Assu (RN), Campina Grande (PB) e Rio Comprido (RJ), além de ter sido vice-presidente do pastor Alfredo Reikdal no Ministério da AD no Ipiranga, em São Paulo, e pastor-auxiliar na AD em Natal.
Deixa viúva a irmã Maria Nazaré da Silva, com quem era casado havia mais de 65 anos.


Fonte: aforcadaesperanca.blogspot.com

Estudantes estão presos e sendo espancados na Eritreia

sexta-feira, agosto 09, 2013



Estudantes estão presos e sendo espancados na Eritreia Jovens foram presos por crer em Jesus
Segundo um comunicado do site oficial do Ministério de Informação da Eritreia, 17 mil estudantes entraram no serviço militar nacional dos quais 26 foram graduados em 13 de julho. De acordo com o edital, todos esses alunos tinham concluído com êxito os oito meses de estudos acadêmicos e quatro meses de treinamento militar obrigatório. Estes alunos vão agora prosseguir para o ensino secundário sênior para completar a 12 ª série.

Nesta turma que se graduou um grupo de 39 estudantes, dos quais 11 estudantes do sexo feminino da mesma ingestão, que também tinha completado o treinamento, foram excluídos da cerimônia de formatura e, ao invés de serem recebidos para continuar o ensino, foram colocado sob severa punição militar no centro de treinamento militar do Sawa.

Fontes disseram à Portas Abertas que as detenções ocorreram pelo motivo dos estudantes professarem a fé cristã e por seu compromisso com Cristo. Os jovens estão agora sofrendo espancamento, trabalho forçado duro e sem comida e água suficiente. “Fontes disseram que as autoridades estão também ameaçando os alunos dizendo que a prisão deles pode ser prolongada ou a exclusão da universidade  se eles não renunciarem a sua fé em Jesus Cristo.

Desde o início do ano, os cristãos pertencentes a grupos que não seja da Igreja Ortodoxa a única autorizada pelo governo da Eritreia  como os das igrejas católicas e luteranas tem sofrido uma campanha de perseguição generalizada. Mais de 200 homens e mulheres de várias idades sem acusações formais, mas só pelo fato de professarem a fé em cristo e não serem ligados a Igreja Ortodoxa, foram presos desde o início do ano e estão detidos em condições sub humanas.

Dentre as muitas aprisionada está uma mulher de 85 anos, mantida em um contêiner (modo de punir os cristãos) e contraiu pneumonia. Ela não está recebendo assistência médica porque não concorda em negar sua fé em Jesus Cristo.

O treinamento militar faz parte do currículo da Eritreia. Mas, depois de concluir a escola, todos eritreus também devem fazer o serviço nacional.


Fonte: Cpad News

Termina hoje o período de Ramadã - Mundo muçulmano

sexta-feira, agosto 09, 2013

O ramadã é o nono mês do calendário islâmico no qual acredita-se que o profeta Maomé recebeu a revelação de Alá dos primeiros versos do Alcorão – livro sagrado para os muçulmanos. Muitos ataques a igrejas e cidadãos cristãos costumam acontecer nesse período
Ramadã.jpg
Muçulmanos em toda a Ásia celebraram nesta quinta-feira (08/08) o fim do jejum do ramadã com a tradicional festa religiosa Eid al-Fitr, momento em que ataques à bomba deixaram mais de 52 mortos no Paquistão e Afeganistão.

Um terrorista suicida matou 38 pessoas e feriu outras 50, a maioria delas policiais que compareciam ao funeral de um colega morto, nesta mesma quinta-feira na cidade paquistanesa de Quetta, um dia antes do término oficial do ramadã.

No Afeganistão, por sua vez, uma explosão matou ao menos 14 pessoas quando um grupo de mulheres e jovens prestavam homenagem à falecida esposa de um líder tribal pró-governo como parte das orações durante a festa Eid al-Fitr.
Leia a notícia completa no site do Terra.
Muitos cristãos do mundo muçulmano são alvo de processos penais e violência por se negarem a praticar o jejum islâmico. Entenda o que é o ramadã.

Fonte: Portas Abertas

SBB beneficia cerca de três mil crianças carentes

quinta-feira, agosto 08, 2013

Seis espaços nos estados de Amazonas, Pará, Pernambuco e Roraima receberão os programas Fortalecer e Luz no Brasil


No mês de agosto a Sociedade Bíblica do Brasil estará atendendo alguns estados brasileiros por meio de seus programas sociais. A expectativa do grupo é beneficiar cerca de três mil crianças em situação de vulnerabilidade social.
Os estados que receberão os programas Fortalecer e Luz no Brasil são: Amazonas, Pará, Pernambuco e Roraima. Em pontos específicos os voluntários da SBB estarão entregando calçados infantis, literatura bíblica e realizando atividades recreativas com as crianças.

SBB beneficia cerca de três mil crianças carentes A primeira cidade a receber o programa foi Manaus (AM), no dia 3 de agosto o Instituto de Assistência à Criança e ao Adolescente Santo Antônio (IACAS) abriu suas portas para receber os pequenos e apoiar esse trabalho da Sociedade Bíblia do Brasil.
No dia 5 de agosto foi a vez da cidade de Bonfim (RR), o espaço utilizado para as atividades foi o da Escola Municipal Josias Guerreiro Saldanha que abrigou por um dia as crianças carentes da região.
Outras quatro cidades terão essas atividades nos próximos dias, sendo Recife (PE) no dia 9 de agosto, Belém (PA) no dia 10, Manaus no dia 15 e Manacapuru no dia 24.
Trabalho social da SBB – Datas e locais:
3 de agosto: Instituto de Assistência à Criança e ao Adolescente Santo Antônio (IACAS) – Manaus/AM
5 de agosto: Escola Municipal Josias Guerreiro Saldanha – Bonfim/RR
9 de agosto: Associação dos Moradores do Chié – Recife/PE e Sociedade Assistencial Revitalizando Vidas – Machados/PE
10 de agosto: Comunidades dos bairros de Jurunas, Cremação, Guamá e Condor, em Belém/PA
15 de agosto: Associação Missionário de Apoio Reformado (AMAR) – Manaus/AM
24 de agosto: Fundação Lar do Amor Maria Betânia – Manacapuru/AM
 
Fonte: Cpad News

Grande perda para a Igreja chinesa: pastor Samuel Lam faleceu

terça-feira, agosto 06, 2013

Ele experimentou a opressão comunista e passou mais de 20 anos na prisão. Também vivenciou a resposta de Deus para o seu ministério: um crescimento exponencial da igreja chinesa. Lam tornou-se um exemplo para milhões de cristãos dentro e fora da China; era conhecido por sua atuação na Igreja subterrânea. Ele faleceu sábado (03/08)

Samuel Lam.jpg

Todos os domingos, após o culto, ele convidava visitantes estrangeiros à sua sala e, sem dar muita atenção às perguntas que ouvia, começava a contar-lhes sua história de vida, a qual ele resumia como um "princípio sagrado".

Samuel Lam (ou: Lin Xingian, em chinês) nasceu em uma área montanhosa, com vista para Macau. Cresceu sob os ensinamentos cristãos; seu pai pastoreava uma pequena Igreja Batista. Lam foi preso durante umas das primeiras ondas de perseguição religiosa na China de Mao Tsé Tung e permaneceu detido de 1955 a 1957. Autoridades chinesas sentenciaram sua segunda prisão em 1958. Ele passou 20 anos em campos de trabalho forçado, onde serviu, principalmente, em minas de carvão. Apesar das punições, Lam continuou ensinando sobre a Palavra de Deus.

A principal razão pela qual Lam foi alvo de hostilidades do governo foi a sua recusa em unir a igreja ilegal, que comandava, ao Movimento Patriótico das Três Autonomias ligado à Igreja Protestante liderada pelo Estado. O governo usou esse movimento para proibir líderes cristãos de pregar sobre a segunda vinda de Cristo e barrar o ensino de valores bíblicos aos menores de 18 anos. A China fez a Igreja evoluir em torno do nome do Estado, não de Deus.
Em 1979, Lam reiniciou sua igreja doméstica em 35 Da Ma Zhan, localizado em Guangzhou. A congregação cresceu rapidamente, por isso, ele moveu a igreja para um prédio maior, na mesma cidade. Hoje em dia, a igreja doméstica urbana fundada por Lam ainda não é registrada, mas é tolerada pelas autoridades. A igreja tem cerca de quatro mil participantes a cada semana. Os cultos são celebrados em quatro horários distintos.

A teologia de Lam desafiou o governo, os participantes de sua igreja, bem como outros cristãos dentro e fora da China. Ele ensinou que os cristãos devem obedecer ao governo, a menos que os líderes se posicionem diretamente opostos a Deus através da aplicação da lei. "As leis de Deus são mais importantes que as leis dos homens", ele costumava dizer.

O sofrimento desempenhou um papel de extrema importância em muitos sermões do pastor Lam. Ele é famoso por repetir: "Quanto maior a perseguição, maior o crescimento". Essa frase não tinha apenas a ver com o número de cristãos, mas também com o crescimento espiritual da Igreja. "Eu posso entender as vitórias e as derrotas que acumulamos em determinado trabalho. Deus me ensinou que resmungando não resolverei nada. Não falando contra Deus ou contra aqueles que me perseguiram. Minha querida esposa morreu enquanto eu estava na prisão. Eu não tinha permissão para participar de seu funeral. Foi como uma flecha do Todo-Poderoso, até que eu entendi: Deus permite a dor, a perda, a tortura, mas devemos crescer através de tudo isso", disse Lam certa vez.

O pastor sempre foi cauteloso sobre o governo. Mesmo sendo ilegal, sua congregação não foi invadida nos últimos anos. Ele sempre alertou: " Devemos estar preparados para sofrer. Devemos estar preparados para o fato de que podemos ser presos. Antes de ser enviado para a prisão, eu já havia preparado uma mala com algumas roupas, sapatos e uma escova de dentes. Quando eu tivesse que ir para a delegacia de polícia, eu poderia simplesmente pegá-la e sair. Eu estava pronto. As pessoas ainda estão sendo presas. Você não sabe o que vai acontecer amanhã. Hoje, as autoridades não estão nos incomodando. Mas amanhã as coisas podem ser diferentes. Oro para que recebamos força para nos mantermos firmes até o final." (Leia "Devemos estar preparados para sofrer")

Nas décadas de 1980, 1990 e início dos anos 2000, Lam provou ser um parceiro confiável para a Portas Abertas. Através de seus contatos na China, mais de 200 mil exemplares de literatura cristã foram entregues aos cristãos chineses.

A morte de Samuel Lam deixa um espaço vago na Igreja chinesa. Juntamente com outros heróis da fé, como Wang Mindao e Allen Yuan, ele simbolizava a fé corajosa de uma Igreja que cresceu a uma velocidade sem precedentes na história mundial. Com certeza, muito tempo depois de sua morte continuará sendo dito em muitas igrejas que a perseguição só tem um resultado: crescimento.
Fonte: Portas Abertas

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *