JOVEM CRISTÃO É AGREDIDO E HOSPITALIZADO

quarta-feira, maio 30, 2018

Ore pelo jovem Boris, agredido pela segunda vez por ter se convertido ao cristianismo


 29 DE MAIO DE 2018   

 Oração e estudo bíblico em treinamento para cristãos da Ásia Central


Boris, um jovem de um país da Ásia Central, é seguidor de Jesus. Por causa da sua nova fé, ele foi agredido duas vezes, a ponto de ter que ser hospitalizado. Os moradores do vilarejo onde mora são contra sua decisão de se converter ao cristianismo.


Ore para que Deus proteja Boris e também para que seu amor por Jesus seja fortalecido mesmo diante da perseguição. Que sua fé no Senhor seja mais forte que o medo e o ódio. Nossas orações nesse momento farão toda a diferença para que esse jovem cristão perseguido seja encorajado e não venha a desanimar.

O islamismo é a religião mais comum nos países da Ásia Central. A maioria dos muçulmanos da Ásia Central são sunitas, embora haja consideráveis minorias xiitas em alguns países. Nos países muçulmanos, a conversão ao cristianismo significa uma traição às tradições familiares e sociais.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

IGREJA DOMÉSTICA É INVADIDA POR POLICIAIS SEM MANDADO DE BUSCA

terça-feira, maio 29, 2018

Episódios assim são frequentes, mas autoridades dizem que estão fazendo seu trabalho de controlar as atividades religiosas


 29 DE MAIO DE 2018        

 Cristãos uzbeques reunidos em uma igreja doméstica (Imagem ilustrativa)


Na manhã do domingo de Páscoa, a igreja doméstica que se reunia na casa do cristão Stanislav Kim foi revistada pelo departamento de polícia de combate ao extremismo e terrorismo do Uzbequistão. Naquele momento, a igreja estava reunida para celebrar a Páscoa. “Eles bateram na porta por volta das 11h, e nós concordamos em deixar apenas um policial entrar, para ver que nós estávamos reunidos em paz”, contou Kim ao Forum 18 (organização de direitos humanos da Noruega que promove liberdade religiosa).


Sem se identificar, o policial se sentou e ordenou que cada um fosse até ele dar o nome. Ele saiu dizendo que a polícia estaria de volta em uma hora. Após terminarem o culto, os cristãos participavam de uma refeição juntos, quando um grupo de policiais invadiu a casa e começou a colocar os fiéis para fora da casa para anotar seus nomes. Novamente, os policiais não se identificaram, e saíram. As autoridades frequentemente fazem batidas policiais, processam e multam cristãos por exercer seu direito à liberdade de religião. Essas ações são mostradas na TV estatal.

Cristãos são detidos para interrogatório e material cristão é apreendido

Depois disso, no dia 15 de abril, sob a liderança do chefe do departamento de polícia de combate ao extremismo e terrorismo, Major Khamro Masimov, sete policiais invadiram novamente a reunião da igreja doméstica na casa de Kim. Um dos policiais filmou todos os presentes. Kim diz que eles fizeram uma busca ilegal e confiscaram as Bíblias infantis em russo, um Novo Testamento em uzbeque, um comentário bíblico, um hinário, doze cópias de uma revista cristã da denominação, 30 cartões postais e uma agenda pessoal. “Eles ignoraram nossos pedidos de que mostrassem suas credenciais e o mandado de busca”, contou o cristão.

Os sete adultos que participavam da reunião foram levados à delegacia para interrogatório. O próprio Major Masimov interrogou Kim. “Quando dissemos à polícia que suas ações eram ilegais e nos recusamos a assinar qualquer documento, os policiais ameaçaram abrir um processo criminal contra nós”, disse Kim. Depois de duas horas de interrogatório, os cristãos foram liberados.

Quando perguntado porque esses episódios se repetem com frequência, o Major Masimov disse: “Nós não estamos fazendo nada fora da lei. Nossa lei de religião requer que toda atividade de liberdade de religião e crença seja registrada, então temos que continuar controlando todo exercício dessa liberdade".

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

Centenário IEADERN

sábado, maio 26, 2018

Pr. Martim Alves da Silva

“Foi o Senhor quem fez isto e é coisa maravilhosa aos nossos olhos.” (Sl 118.23).

A Igreja Evangélica Assembléia de Deus no Rio Grande do Norte – IEADERN – tem sua origem no Movimento Pentecostal que chegou ao Brasil em 1910, trazido pelos Missionários Suecos Daniel Berg e Gunnar Vingren, que vieram dos Estados Unidos da América, enviados por Deus, inspirados pelo grande avivamento espiritual ocorrido na Rua Azuza, em Los Angeles, na Califórnia, entre os anos de 1906 a 1909.

Quando os dois missionários chegaram ao Brasil, passaram a se congregar numa Igreja Batista e a pregar o batismo com o Espírito Santo. O Senhor Jesus confirmou a pregação batizando Celina de Albuquerque com o Espírito Santo no dia 09 de junho de 1911. A partir daí os irmãos que creram nesta nova doutrina resolveram se organizar numa nova igreja e lançaram os alicerces da obra pentecostal (inicialmente chamada de Missão da Fé Apostólica) que irradiou-se à todas regiões do Brasil.

Sem dúvida, o Espírito Santo vivificava os testemunhos e as mensagens, e convencia os não crentes. Era Deus confirmando a sua obra. O que mais impressionava os chamados “crentes tradicionais” era a atividade e o zelo evangelístico dos membros da igreja recém-formada.

Este ardor evangelístico trouxe a chama pentecostal ao nosso estado, e os resultados logo começaram a aparecer com a conversão das pessoas que iam sendo alcançadas pelo poder de Deus. Os cultos começaram a ser realizados em casas particulares e o número de convertidos aumentava a cada dia.

No dia 13 de janeiro de 1918, na Rua do Arame, no bairro do Alecrim, na residência do soldado de Polícia, Luiz de França, os irmãos realizaram um culto. Ao final do trabalho, sem que houvesse convite, aceitaram a Cristo como Salvador o soldado Luiz de França, sua esposa Terezinha, Isabel, Maria, Balbina e Filomena, completando 10 crentes com os já existentes. Este é considerado o primeiro culto oficial daquela que, hoje é a Igreja Evangélica Assembléia de Deus no Rio Grande do Norte.

Com o aumento do número de pessoas que se convertiam ao Evangelho de Jesus Cristo, os irmãos escreveram para a Igreja em Belém do Pará pedindo que enviassem um obreiro para batizar os novos convertidos e organizar oficialmente o trabalho. O enviado para Natal foi o Pastor Adriano Nobre que realizou o batismo em águas no dia 15 de abril de 1918, às margens do Rio Potengi. No dia 24 de maio do mesmo ano o pastor Adriano Nobre fundou oficialmente a Igreja Evangélica Assembleia de Deus na capital do estado.

Cem anos depois, estamos firmados na sã doutrina e conservamos os bons usos e costumes que nos transmitiram os pioneiros desta igreja, apesar das transformações que o mundo está atravessando em todas as esferas; moral, ética, filosófica, política, econômica,religiosa etc., porém, tudo isso são apenas prenúncios da volta iminente do Senhor Jesus para implantar Seu reino milenar.

Em meio a tantas falsas doutrinas, falsas teologias, movimentos religiosos ditos evangélicos que tem surgido, a Assembléia de Deus no Rio Grande do Norte vem caminhando dentro de um perfil doutrinário baseado nas Escrituras Sagradas e ensinado pelos pioneiros, sem se desviar nem para a direita nem para a esquerda.

Conclamo a todos os meus companheiros, obreiros da Seara do Senhor, que temos a responsabilidade de ensinar a Palavra de Deus ao rebanho que Deus nos confiou, que isto deve ser feito a tempo e fora de tempo, redarguindo, repreendendo, exortando, com toda a longanimidade e doutrina.

Com cem de existência, a Igreja tem a obrigação de continuar anunciando o evangelho para esta sociedade que está sem Deus, sem esperança e sem salvação.

Aproveito a oportunidade que a nossa IEADERN está entrando no ano do seu centenário de atividades evangelísticas para agradecer ao nosso Deus pelo que Ele tem feito por nós e em nosso meio.

Agradeço a Deus pela vida dos homens e mulheres que nos precederam nesta caminhada de fé, de lutas e de vitórias preparando o caminho para que pudéssemos chegar até aqui.

Minha gratidão a Deus pela vida abundante que Ele tem concedido a cada irmão, a cada irmã, a cada obreiro para que continuem fazendo a história da nossa Igreja.

 

Parabéns IEADERN!

“Para que todos sejam um”

Martim Alves da Silva

Pastor Presidente

Fonte:https://ieadern.org.br/artigos/centenario-ieadern/

PERSEGUIÇÃO É PARTE DA VIDA CRISTÃ NA ÍNDIA”

sexta-feira, maio 25, 2018

Conheça a história de Vipur e como ele tem respondido à constante perseguição devido à sua fé

  

 Vipur, cristão perseguido da Índia


O hoje líder cristão indiano Vipur* tem 46 e veio a Jesus após um longo processo em que um amigo cristão o visitava toda semana para orar com ele; nessa época, ele estava com uma doença grave. “Até que eu fui com ele a um culto e o pastor orou por mim. Eu continuei indo e, após seis meses, estava completamente curado”, testemunha.


No entanto, assim que se batizou, todos seus amigos cortaram relações com eles. Até mesmo sua esposa a abandonou, levando as duas filhas pequenas. Mas depois ela voltou para casa e se tornou interessada no cristianismo. Depois de seis meses, ela se batizou, contra a vontade de sua família. Vipur testemunha que foi um tempo difícil, mas Deus foi fiel. “Quando meus quatro irmãos ficaram doentes, eu orei por eles e foram curados, tornando-se seguidores de Jesus”, conta.

Espancado, mas socorrido e sustentado pelo Senhor

Vipur se tornou pastor de uma igreja que tem até mesmo um prédio. Por isso, os hindus começaram a ameaçá-lo e a levantar rumores de que ele convertia as pessoas à força. Até que uma noite, quando retornava de uma reunião de ministério, caiu em uma emboscada e foi espancado cinco vezes. Ele conseguiu correr para casa, e sua esposa, com a ajuda de outros, o levou ao hospital. Mas o hospital não tinha bom atendimento e Vipur estava com medo de morrer, pois havia perdido muito sangue.

Foi aí que um parceiro da Portas Abertas veio em seu socorro, o levou para um hospital melhor e pagou todas as despesas médicas. “Se você como parceiro não tivesse possibilitado que ele me ajudasse, minha igreja não teria um pastor, minha esposa teria perdido o marido, e meus filhos, o pai. Estou vivo graças às suas orações a apoio”, testemunha o cristão.

Vipur ainda carrega vários problemas de saúde por causa do ataque. Depois também passou por uma tentativa de assassinato e convive com o desafio de ver a pessoa que tentou matá-lo e perdoar. Mas não pensa em abandonar o ministério ou deixar seu vilarejo. “Deus me diz para ficar e ser forte. Além disso, para que fugir? Onde quer que eu vá, a perseguição espera por mim. Perseguição é parte da vida cristã na Índia. Eu acredito no que o apóstolo Pedro escreve em sua segunda carta: ‘É bom sofrer pelo Senhor’”, conclui. Ore por Vipur e por todos os cristãos perseguidos da Índia.

*Nome alterado por segurança.

Faltam 3 dias para o DIP!
O próximo domingo, 27 de maio, será um dia especial de oração pela Índia, quando promoveremos o Domingo da Igreja Perseguida. Que através de nossas orações e envolvimento, nossos irmãos saibam que não estão sozinhos nessa luta. Se você ainda não cadastrou sua igreja, cadastre aqui.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

Exposição conta a História de 100 anos da Assembleia de Deus no RN

quarta-feira, maio 23, 2018

Exposição ficará aberta para visitação até o dia 25 de maio na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

   

A Igreja Evangélica Assembleia de Deus do Rio Grande do Norte (IEADERN) está completando 100 anos e para celebrar esta data, a Assembleia Legislativa abriu nesta segunda-feira (21) uma exposição de arte que conta a história da denominação no Estado.

A exposição “Expo Centenário” está disponível no Salão Nobre Iberê Ferreira de Souza, mostrando fotos, textos e vídeos sobre o centenário da Assembleia de Deus, mostrando toda a história desde sua fundação.

“Contamos a história de uma igreja que prega o Evangelho, acolhe vidas em Cristo e tem um papel social muito importante para o nosso estado”, declarou o deputado Jacó Jácome (PSD), responsável pela exposição.

A Expo Centenário estará disponível para visitação até o dia 25, próxima sexta, e a entrada é livre. A exposição é um dos vários eventos em comemoração aos 100 anos da denominação que irão acontecer no mês de maio.

Fonte:http://www.jmnoticia.com.br

CRISTÃ É AGREDIDA POR MARIDO POR NÃO NEGAR A JESUS

segunda-feira, maio 21, 2018

O marido de Ran também era cristão, mas voltou à sua antiga religião devido à pressão da família


 por Luiz Fernandes      

 Mulher butanesa no campo (Imagem ilustrativa)


A cristã Ran aceitou Jesus como seu Senhor mais de dez anos atrás. Depois, ficou noiva de um não cristão. Depois que se casaram, seu marido também entegou a vida a Jesus. Alguns meses após o casamento, eles mudaram de vilarejo devido às constantes pressões da família do marido para que negassem a Jesus e abondonassem a fé.


Quase oito anos depois, eles voltaram para seu vilarejo na região central do Butão, mas a pressão da família não parou. Ano passado, com a constante pressão dos parentes, o marido de Ran foi convencido a deixar a fé crista. Desde que voltou à sua antiga religião, ele tem tentado forçar Ran a deixar a fé também. Ele lhe disse para não se encontrar com outros cristãos e a proibiu de sair de casa, temendo que ela fosse à igreja e participasse dos cultos.

O marido e a família dele continuamente ridicularizam Ran na frente das outras pessoas e algumas vezes o marido a chama de “doente mental”. Ele chegou a pedir à escola da filha para não deixar que a esposa levasse a menina à escola porque ela ainda é cristã. Além de humilhá-la publicamente, ele recentemente bateu nela por não negar a Cristo.

Ore pela irmã Ran, para que seja confortada pelo Espírito Santo e pela comunidade cristã ao seu redor. Clame para que apesar da pressão, ela não volte atrás na sua fé, mas ao invés disso permaneça firme no Senhor. Interceda para que seu marido se arrependa e reconheça que nosso Deus é o único digno de louvor e adoração. Peça também por sua filha, para que possa ver as mãos do Senhor agindo em sua família.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

CRISTÃO MULTADO POR CARREGAR CHAVEIROS DE CRUZ

sábado, maio 19, 2018

Em 2016, ele havia sido condenado também a seis meses de prisão, mas essa pena foi derrubada, permanecendo somente a multa


 19 DE MAIO DE 2018        

 Líder cristão da Argélia (Imagem ilustrativa)


Um tribunal da Argélia retirou a pena de prisão de um cristão condenado por carregar uma Bíblia e outros materiais cristãos. Idir Hamdad, de 29 anos, foi condenado em 28 de setembro de 2017, em sua ausência, a seis meses de prisão e a pagar uma multa de 20 mil dinares argelinos (cerca de 650 reais). Ele só ficou sabendo da condenação cinco meses depois.


No último dia 3 de maio, um outro tribunal derrubou a pena de prisão, mas manteve a multa por “importar produtos sem licença”. O advogado de Hamdad, Nadjib Sadek, disse que esperava que as condenações fossem retiradas. Ele chamou o veredito de “ridículo” e disse que iria apelar. “Condenar um cristão por carregar cerca de 20 chaveiros, dos quais quatro ou cinco com cruzes, e cinco echarpes, é uma aberração em vista do artigo 365 do código de imigração. Esses objetos não requerem autorização para importação nem são caros”, afirmou o advogado.

Hamdad estava voltando de um treinamento no exterior em abril de 2016 quando foi parado no aeroporto da capital Argel por oficias da imigração, que vasculharam sua bagagem e encontraram a Bíblia, os chaveiros em formato de cruz e outros livros cristãos. Após ficar oito horas detido e ter todo o material encontrado em sua mala confiscado, o cristão foi liberado a 100 km de sua casa. Após esse incidente, ele seguiu sua vida normal. Porém, agora, quase dois anos depois, descobriu que seu caso havia voltado à tona.

Igrejas e cristãos têm enfrentado crescente intimidação nos últimos meses, levantando a suspeita de que essa pressão sinalize “uma campanha coordenada de intensificação de ações contra cristãos pelas autoridades do governo”, de acordo com o grupo de advocacia cristã Middle East Concern. Há vários casos semelhantes a esses nos últimos anos que estão congelados. Entre os cristãos, há a preocupação de que esses casos voltem à tona agora.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

IGREJA DOMÉSTICA NO LAOS CRESCE E SE FORTALECE

sexta-feira, maio 18, 2018

Conversões e batismos acontecem em igreja que é apoiada por projeto de plantação de cogumelos


 por Luiz Fernandes        

 Menina do Laos segurando sua irmã. Seu país é o 20º na Lista Mundial da Perseguição (Imagem ilustrativa)


É com muita alegria que um dos parceiros da Portas Abertas no norte do Laos informa que a igreja está crescendo. Semana passada, sete pessoas se converteram e quatro foram batizadas. Apoiamos a igreja doméstica desse parceiro através de uma plantação de cogumelos que tem sido bem-sucedida.


O Laos ocupa a 20ª posição na Lista Mundial da Perseguição. Em geral, há mais liberdade de culto para os cristãos nas áreas urbanas do que nas áreas rurais. Nas áreas rurais, os cristãos correm sempre o risco de serem perturbados, assediados ou mesmo presos pelas autoridades locais, muitas vezes agitados por outros líderes religiosos. Por isso, ore por essa igreja doméstica, para que continue crescendo em número e em maturidade cristã.

Clame para que esses que foram alcançados pelo Senhor Jesus tenham o firme desejo no coração de buscá-lo mais. Interceda também pela vida daqueles que estão responsáveis por discipular esses recém-convertidos, levando-os a conhecer mais a Deus. Peça a Deus que a plantação de cogumelo seja cada vez mais produtiva, dando aos nossos irmãos condições dignas de sobrevivência.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

NO BRASIL, PASTOR INDIANO FALA SOBRE LUTAS E PERSEVERANÇA

quinta-feira, maio 17, 2018

Pastor Samuel compartilha os desafios de servir a Deus na Índia e como Deus opera milagres em meio à perseguição


 por Luiz Fernandes       

 Cristãos indianos (Imagem ilustrativa)


O pastor indiano Samuel* visitou o Brasil entre os dias 3 e 14 de maio. Nesse período pôde ministrar em 12 igrejas em São Paulo e Santos, compartilhando sobre a realidade da Igreja Perseguida na Índia. Um público de 2.673 foi edificado e desafiado a se envolver mais com a parte perseguida do corpo de Cristo. É um grande privilégio ter acesso a informações em primeira mão e ver o que Deus tem feito na vida de nossos irmãos indianos.


O pastor Samuel relata que, como engenheiro, era um industrial pragmático e orgulhoso que ganhava milhões por ano e ajudava pastores e missionários. Tudo começou a mudar quando se casou e sua esposa, uma mulher de oração, orava todos os dias com ele antes de sair de casa. Então, Deus começou a falar sobre como queria usá-lo para abençoar a outros. “Eu larguei tudo para trabalhar em uma igreja local como evangelista. Comecei a ver como Deus estava trabalhando na vida das pessoas”. Assim, em dois anos ele plantou uma igreja e depois foi estudar teologia em Singapura.

Ele conta que se uniu à Portas Abertas em 2008, num tempo em que Deus o conduziu através do deserto e, aos poucos, foi mostrando sua graça em situações muito difíceis. Ano passado, quando organizavam um acampamento para 800 crianças, houve uma denúncia à polícia e muitos cristãos foram detidos. A polícia pediu um suborno para liberá-los, mas o pastor Samuel decidiu não pagar, mesmo sob ameaça. Após esse episódio, ele teve que enviar sua esposa e filha para outro país, para a segurança delas.

Hoje, Deus continua usando a equipe da Portas Abertas na Índia para abençoar muitas pessoas. Pastor Samuel compartilha: “Só entendemos o que Deus está fazendo quando andamos pela água [provações] em fidelidade. Porque Deus pode trazer vida no deserto, e tornar sua vida um canal de cura para muitos. Sabemos com certeza que Deus está trabalhando. Pode haver sacrifícios, mas quando andamos pelas águas, vemos o milagre de Deus”.

O DIP está chegando!
Se você ainda não inscreveu sua igreja no Domingo da Igreja Perseguida, ainda está em tempo. O DIP será no dia 27 de maio e terá a Índia como tema. Junte-se a milhares de cristãos em todo o Brasil que estarão clamando para que a igreja do Senhor seja edificada e fortalecida na Índia, apesar da crescente perseguição. Para se cadastrar, clique aqui.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

DUAS PESSOAS SÃO MORTAS POR DIA, VÍTIMAS DA VIOLÊNCIA

terça-feira, maio 15, 2018

ONGs denunciam os altos números da violência em carta aberta ao presidente Joseph Kabila


 por Luiz Fernandes       

 Cristãos deslocados na República Democrática do Congo (Imagem ilustrativa)


Organizações da sociedade civil da região leste do Congo reiteraram seu apelo ao presidente Joseph Kabila para pôr fim às mortes, que totalizam mais de 2.500 no período de três anos. Essas ONGs disseram que o número de mortos em Kivu do Norte passou de 1.116 em maio de 2016 para 2.459 até abril de 2018. Isso representa uma proporção de 57 pessoas mortas por mês e, em média, duas por dia. “Os cidadãos congoleses continuam a ser selvagemente mortos em Beni e Lubero”, afirmaram as Organizações Não Governamentais (ONGs) em carta aberta ao presidente Kabila.


O território de Beni é o mais afetado, com 1.465 mortos. “Isso é demais”, afirmaram as ONGs, observando que os sequestros também não pararam, mas pelo contrário aumentaram, com mais de 1.657 casos em Lubero e Beni. Além disso, houve 7.376 casos relatados de violência sexual contra mulheres e crianças. Até o final de 2017, Kivu do Norte era uma região relativamente calma. Agora, “veículos e propriedades são queimados, e algumas vezes pessoas e seus pertences também são queimados. Escolas são atacadas e saqueadas por rebeldes”, escreveram as ONGs na carta aberta.

Em abril, um filme destacando o impacto da violência sexual no leste do país recebeu um prêmio de Direitos Humanos da Associação Mundial de Comunicação Cristã e do SIGNIS, uma associação mundial de comunicadores católicos. O filme “Maman Colonelle” retrata o modo como a sociedade culpa as vítimas e lhes nega justiça e direitos humanos.

Envie um cartão para cristã congolesa
É nesse contexto de extrema violência que vive a cristã Manda. Ela foi atingida pela violência dentro da própria casa, quando seu marido ateou fogo nela e no bebê que amamentava. Hoje ela conta com suporte da igreja e de parceiros da Portas Abertas para sobreviver. Você pode encorajá-la enviando uma carta, mostrando assim o amor e o cuidado de Deus. Você tem até 30 de maio de 2018 para escrever cartões em inglês ou francês para Manda e seus quatro filhos. Além disso, você pode ler seu testemunho e colocá-los em suas orações. Clique aqui para saber como fazer.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

BOMBAS EXPLODEM EM TRÊS IGREJAS NA INDONÉSIA

segunda-feira, maio 14, 2018

Os ataques, nesta manhã de domingo, deixaram pelo menos 10 mortos e mais de 40 feridos. Equipe da Portas Abertas se dirigiu ao local


 por Luiz Fernandes14 de Maio de 2018        

 Bombeiros combatem as chamas que se estenderam após os ataques em frente à Igreja Pentecostal Central. Foto: Antara Foto / Handout Surabaya Government / via Reuters


Não uma, mas três bombas explodiram em três igrejas em Surabaia, capital da província de Java Oriental, na Indonésia, nesta manhã de domingo, 13 de maio, no momento em que os templos estavam cheios de fiéis. Pelo menos 10 pessoas morreram nos ataques - incluindo cristãos, um terrorista suicida e policiais - e mais de 40 pessoas foram feridas.


Os ataques ocorreram na Igreja Católica de Santa Maria, na Igreja Cristã de Diponegoro e na Igreja Pentecostal Central. A CNN informou que as explosões aconteceram uma após a outra, entre 7h30 e 8h. Três outros explosivos foram encontrados mais tarde nas instalações de duas igrejas, mas foram desarmados com sucesso pelo Esquadrão antibomba.

Antes do incidente, a mídia local divulgou que uma mulher suspeita "usando uma jaqueta e carregando uma mochila" tentou forçar sua entrada na igreja protestante durante o momento da reunião. Apesar das tentativas do segurança para detê-la, ela entrou nas instalações da igreja e, minutos depois, uma bomba explodiu. A polícia ainda investiga quem pode estar por trás da ocorrido.

Poucas horas depois da tragédia, uma equipe da Portas Abertas foi para o local para fortalecer os sobreviventes e avaliar possíveis necessidades. “Um pastor (da igreja pentecostal bombardeada) aparentemente veio ao nosso seminário PFAT (Permanecendo Firme Através da Tempestade) há oito anos. Sua resposta à tragédia é realmente bíblica", disse um colaborador.

A Indonésia, que subiu para o 38º lugar na Lista Mundial da Perseguição em 2018, sobreviveu a uma série de ataques terroristas nas últimas duas décadas, incluindo os atentados de Bali em 2002, o impasse de reféns em janeiro de 2016 e um bombardeio em Igreja de Bornéu em novembro de 2016, ferindo gravemente três crianças e matando outra. Apenas alguns dias antes das explosões em Surabaia, cinco policiais foram assassinados por terroristas no centro de detenção da Brigada Móvel (Mako Brimob), em Jacarta. Entre os grupos terroristas mais letais e ativos no país estão o Jemaah Islamiyah (JI), o Jamaah Ansyarut Tauhid (JAT) e, recentemente, o Estado Islâmico. Nacionalidades estrangeiras, policiais e cristãos são tipicamente visados.

 

Pedidos de Oração:

Ore pelas vítimas e suas famílias; por força e conforto, e pela recuperação daqueles que foram feridos.


Ore pela intervenção e proteção do Senhor, que ele possa frustrar qualquer outro plano maligno.


Ore pelos cristãos indonésios e líderes da igreja; que possam responder biblicamente a perseguição e permanecer como faróis de luz, esperança e perdão nesta trágica situação.


Fonte:https://www.portasabertas.org.br

PRESSÃO CONTRA CRISTÃOS AUMENTA EM HENAN, NA CHINA

sexta-feira, maio 11, 2018

Perseguição na China: igrejas demolidas, material cristão confiscado, crianças proibidas de ir à igreja e pastor preso

 por Luiz Fernandes 11 de Maio de 2018        

 No fim dos anos 80, igreja se reúne em oração em Henan, na China

As medidas repressivas adotadas pelo governo de Pequim contra igrejas católicas e protestantes se intensificaram nas últimas semanas, de acordo com o site cristão de notícias UCA News. O site informou que igrejas foram “demolidas e vasculhadas, e Bíblias e material cristão foram confiscados” na província de Henan.


Fontes não identificadas ligam a repressão às igrejas com a posse do novo secretário do Partido Comunista, Wang Guosheng, em meados de março. “Ele disse que em um ano vai limpar a província” de igrejas não registradas, disse uma fonte. Wang, de 62 anos, subiu ao poder depois que o governo percebeu o crescimento de igrejas domésticas em Henan.


Sob o governo do presidente Xi Jinping, a China tem procurado aumentar o controle sobre assuntos e práticas religiosas. Fontes locais disseram à Portas Abertas que as restrições religiosas são geralmente mais rígidas em Henan. Duas semanas atrás, uma igreja não registrada no sul da província foi interditada pelo governo. O líder da igreja era registrado. Um vídeo postado na Internet mostra alguém tentando abrir o portão de entrada da igreja, enquanto outros discutiam com o policial que trancou o portão.


Perseguidos de todos os lados


Na capital da província, Zhengzhou, funcionários do governo estão guardando a entrada de igrejas desde a Páscoa. O objetivo é certificar-se de que menores de 18 não entrem, seguindo o novo regulamento religioso que proíbe educação religiosa para as crianças. Na cidade de Anyang, ao norte de Henan, oficiais barraram a entrada de crianças em uma catedral colocando uma placa na entrada dizendo: “Menores não devem entrar na igreja”.


Enquanto isso, uma figura chave no movimento de igrejas domésticas da China, o pastor John Cao, foi condenado a sete anos de prisão por “levar pessoas a atravessar a fronteira ilegalmente”. Cao, próximo dos 60 anos, é um cidadão chinês com visto de permanência nos Estados Unidos. Ele foi preso quando voltava de uma viagem a Mianmar, onde levava ajuda humanitária a grupos minoritários nas montanhas, disse seu filho. Ele disse ainda que há três anos as autoridades sabiam que seu pai cruzava a fronteira com Mianmar regularmente, sempre levando voluntários dos seminários bíblicos que ele tinha ajudado a construir na China.


“Eu suspeito [que a prisão e condenação] tenham a ver com esforços em nível nacional para parar o crescimento do movimento protestante na China hoje”, diz Xi Lian, um especialista em cristianismo chinês da Universidade de Duke (que é americana, mas tem um campus na China).

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

Missionários libertados pela Coreia do Norte são recepcionados por Trump

quinta-feira, maio 10, 2018

Expectativa é que a Coreia do Norte acabe com a perseguição religiosa após abertura política


O três coreanos-americanos libertados pela Coreia Norte chegaram aos Estados Unidos na madrugada desta quinta-feira (10). Eles foram acompanhados pelo secretário de Estado, Mike Pompeo, que foi buscá-los pessoalmente.

O trio foi recepcionado pelo presidente Donald Trump, a primeira-dama Melania e o vice Mike Pence na porta do avião, assim que aterrissaram na base de Andrews da Força Aérea, perto da capital Washington.

Kim Hak-song, Kim Sang-duk e Kim Dong-chul foram libertados na quarta-feira (9), quando Pompeo se reuniu com o líder norte-coreano Kim Jong-un para acertar os detalhes da reunião de Kim com Trump. Embora o local e a data já tenham sido definidos, ainda não foram divulgados.

A agência de notícias norte-coreana KCNA divulgou que Kim aceitou o pedido dos Estados Unidos para libertar os presos que têm nacionalidade norte-americana e lhes concedeu anistia total. A expectativa é que a Coreia do Norte acabe com a perseguição religiosa após abertura política e o acordo de paz com a vizinha Coreia do Sul, após cerca de 70 anos de guerra.

Embora a maior parte da imprensa tenha ocultado, todos os presos eram missionários e foram condenados porque pregavam o evangelho, o que é proibido pelo regime comunista e considerado um ato de traição.

“Gostaríamos de expressar nossa profunda gratidão ao governo dos Estados Unidos, ao presidente Trump, ao secretário Pompeo e ao povo dos Estados Unidos por nos trazerem para casa. Agradecemos a Deus e a todas as nossas famílias e amigos que oraram por nós e pelo nosso retorno”,  disseram os três em um comunicado divulgado à imprensa.

Todos são missionários

Tony Kim, também conhecido como Kim Sang Duk, de 59 anos, foi professor da Universidade de Ciência e Tecnologia de Pyongyang. Ele estava detido desde 22 de abril de 2017, acusado de “cometer atos criminosos de hostilidade destinados a derrubar o governo norte-coreano”. Embora não oficialmente, ele atuava como missionário, como todos os funcionários estrangeiros da Universidade, fundada e mantida até hoje por uma organização evangélica norte-americana.

Kim Hak Song, 55 anos, também trabalhou na Universidade de Ciência e Tecnologia de Pyongyang antes de sua detenção em 6 de maio de 2017. Ele foi preso, sob suspeita de cometer “atos hostis” contra o governo do país. Em entrevista concedida antes de ser preso, ele admitiu que seu trabalho como professor era uma maneira de conseguir ficar no país, mas que ele se via como um missionário.

Kim Dong Chul, 64 anos, foi preso em outubro de 2015 e cumpre um mandado de 10 anos com trabalhos forçados por “espionagem”. Ele é pastor e, em sua “confissão” pública, Kim admitiu ser culpado de tentar espalhar o cristianismo entre os norte-coreanos.

A expectativa é que a soltura desses três cristãos seja o prenúncio de uma abertura na Coreia do Norte na questão da liberdade religiosa. Com informações de Associated Press e Reuters


Fonte:https://www.gospelprime.com.br

NA ÁSIA CENTRAL, MENORES LEEM A BÍBLIA EM CURSO DE INGLÊS

quinta-feira, maio 10, 2018

Estratégia se mostra eficaz ao dar a crianças e adolescentes muçulmanos a oportunidade de conhecer Jesus


 por Luiz fernandes 10 de Maio de 2018        



O pastor Emir, de um país da Ásia Central, estava preocupado em como alcançar os muçulmanos jovens com o evangelho. Inspirado pelo projeto de literatura da Portas Abertas, através do qual recebeu Bíblias em russo e inglês para crianças, ele decidiu organizar um grupo de leitura bíblica em inglês. Quatro igrejas se uniram ao projeto. Então, as crianças e adolescentes cristãos convidam seus amigos muçulmanos e, juntos, eles aprendem inglês lendo a Bíblia, traduzindo, comparando palavras e discutindo. Além disso, todos os participantes têm lição de casa, que é ler e traduzir os textos da Bíblia em inglês.


O pastor Emir diz que todos têm interesse em aprender inglês. Antes, ele convidava as pessoas para ir à igreja e elas não iam, mas para o curso de inglês elas vão. Agora, há cerca de 30 crianças, adolescentes e jovens participando do projeto. Ele diz que organizar o curso de inglês é mais seguro para a igreja, pois de acordo com as leis do país eles não podem ensinar crianças e jovens sobre cristianismo ou sobre a Bíblia, mas podem ensinar um idioma. “Antes eles tinham medo até de dizer a palavra ‘Bíblia’, porque na mentalidade muçulmana ler a Bíblia é como trair sua fé. Mas aprender inglês é uma boa motivação”, afirma o pastor.

Ele compartilha o testemunho de Rahat, um adolescente muçulmano que começou a ler a Bíblia para aprender inglês, mas depois se interessou para ler também em russo. Depois, ele visitou um culto de domingo e falou para a mãe que queria ir à igreja todos os domingos, dizendo “eu gosto da igreja, e gosto de Jesus. Ele ama a todos. As pessoas da igreja também são gentis e alegres como Jesus”. Então, sua mãe, Indira, foi à igreja para dar permissão para que se filho frequente os cultos e o curso de inglês. Menores de idade não podem visitar uma igreja sem permissão dos pais. Por isso, ela levou uma permissão por escrito e disse que também vai levar seus dois filhos mais novos. O pastor Emir se alegra com esse testemunho e nos pede que oremos pelo projeto.

Pedidos de oração

Agradeça a Deus por esta estratégia e ore para que ele use as aulas de inglês para influenciar crianças e adolescentes e seus pais.


Ore para que o grupo cresça, permitindo que mais jovens muçulmanos conheçam a Jesus através da leitura da Bíblia. Clame para que haja salvação entre eles.


Peça pela segurança das igrejas envolvidas no projeto.


Fonte:https://www.portasabertas.org.br

CRISTÃOS SECRETOS ESTÃO ENCONTRANDO UM FUTURO EM NOVAS COMUNIDADES

quarta-feira, maio 09, 2018

No Oriente Médio e no Norte da África, cristãos que precisam esconder a fé encontram formas de viver em comunhão


 por Luiz Fernandes 9 de Maio de 2018        

 Os cristãos secretos têm dificuldade de caminhar na fé com outros irmãos pelo risco de serem descobertos e perseguidos (Foto representativa)


A notícia mais promissora entre os jovens e novos convertidos, tanto no Oriente Médio quanto no Norte da África, é o fato de que cada vez mais eles são capazes de se tornarem uma comunidade onde podem ser protegidos e viver em segurança. Espalhada pelo mundo árabe, essas comunidades estão se formando.


"Há pequenos grupos de jovens que chegam à fé por conta própria e, em seguida, por acaso, descobrem que seus amigos também são crentes", disse um colaborador da Portas Abertas no Norte da África. “Isto é um grande encorajamento e ajuda o cristão a ter comunhão com os outros cristãos”, complementa ele.

No Oriente Médio, o crescimento das comunidades de jovens de origem islâmica é tão importante que, de acordo com os novos princípios da Síria, Iraque, Jordânia e Líbano, algo chamado de “igreja muçulmana” vai superar igrejas históricas nesses países. “O futuro é a igreja é os ex-muçulmanos que agora seguem a Cristo. Essa nova geração se tornou cada vez mais definida no cristianismo no Oriente Médio”, diz ele.

Em alguns países, as comunidades cristãs on-line nas mídias sociais podem participar de uma conexão de inteligência entre si. "Há comunidades secretas onde cristãos que não conseguem se encontrar fisicamente se ‘visitam’", diz um colaborador da Portas Abertas responsável pelo Ministério de Comunicação Social: “Pelas redes sociais, eles podem ouvir sermões, trocar pontos de vista, pedir oração e estar em comunhão de maneira segura”.

Pedidos de Oração

Ore para que os cristãos no Iraque e na Síria permaneçam em suas comunidades, para continuar servindo a Deus nesses tempos difíceis.


Ore pela identidade dos jovens cristãos. Para que eles se lembrem de quem são em Cristo, agora que muitas verdades estão sendo questionadas.


Ore por casamentos: muitos cristãos de origem muçulmana acham difícil encontrar um casamento com um parceiro cristão.


Fonte:https://www.portasabertas.org.br

CRISTÃO INDIANO FALA DA PERSEGUIÇÃO A CRISTÃOS NA ÍNDIA

terça-feira, maio 08, 2018

Em visita ao Brasil, Aaron falou da perseguição, mas também da restauração que Deus concede a seus filhos


 por Luiz Fernandes 08 de Maio de 2018        



Nosso irmão indiano Aaron*, que visitou o Brasil entre os dias 19 de abril e 7 de maio, nos abençoou muito com sua alegria e espontaneidade. Ele passou pelas cidades de Rio de Janeiro, Goiânia e São Paulo, onde visitou várias igrejas. Ele também teve uma participação especial no culto de comemoração de 40 anos da Portas Abertas no Brasil no último sábado, dia 5 de maio.


Este cristão indiano vem de uma família hindu, mas o Senhor o escolheu para o seu Reino 25 anos atrás, através da visita de alguns missionários que lhe falaram do evangelho. Em 2005, ele se batizou e imediatamente recebeu a ameaça do pai: “Você pode ir à igreja, mas se começar a falar de Jesus, eu atiro em você”. No final, Aaron acabou sendo expulso de casa. No entanto, oito horas após sair de casa, Deus o mandou voltar. Mesmo com medo, ele obedeceu, e quando chegou em casa seu pai estava calmo. Hoje, seu pai serve a Cristo e está envolvido nas atividades da igreja e sua mãe traduziu o Novo Testamento para sua própria língua.

Aaron já estava casado e com um bom emprego quando entendeu que Deus queria que deixasse sua zona de conforto. Foi, então, que começou um ministério com muçulmanos. Depois, em 2008, novamente saiu de sua zona de conforto ao se mudar com a família para Orissa, um estado onde houve grandes ataques de extremistas hindus. Eles se mudaram para um dos estados mais pobres da Índia, onde a hostilidade é muito grande contra cristãos. “Deixamos tudo pela fé em direção ao que Deus tinha preparado para nós no futuro”, afirma.

Nosso irmão relatou vários incidentes de perseguição a cristãos, como o da jovem Reena, que você pode ler com detalhes na Revista Portas Abertas deste mês. Ele pediu oração pelas meninas e mulheres de modo especial, por serem as principais afetadas pela perseguição. Elas são sequestradas, violentadas e muitas vezes perdem a vida.

No entanto, ele testemunha que crê que Deus usa a perseguição para que seus filhos tenham uma condição melhor. Eles passam por situações difíceis, mas depois Deus os cura e restaura para uma posição melhor. Aaron falou sobre o ministério de “dois braços” que a Portas Abertas desenvolve. Um braço é o discipulado e o outro é o desenvolvimento socioeconômico, que ajuda as famílias a obterem sua própria renda. Ele conclui: “Apesar de sermos perseguidos, estamos certos de que o Senhor está no controle”.

Pedidos de oração

Ore para que os cristãos sejam fortalecidos e assim perseverem na caminhada de fé.


Interceda pela vida dos perseguidores, para que, assim como Paulo, sejam alcançados pelo poder de Deus.


Clame pelo fim da lei anticonversão, vigente em alguns estados.


Peça por sabedoria, direção e segurança para a equipe da Portas Abertas na Índia.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

ORE PELAS ELEIÇÕES NA MALÁSIA

terça-feira, maio 08, 2018

O futuro da nação e a liberdade das minorias religiosas do país é incerta


 por Luiz Fernandes 08 de Maio de2018        

 Sede do governo da Malásia, em Kuala Lumpur


Ore pela próxima eleição geral na Malásia no dia 9 de maio deste ano, que irá eleger o governo para os próximos 5 anos. O partido político no poder, a Frente Nacional, que governa o país desde sua independência em 1957, enfrentará sua eleição mais dura contra a oposição, a Aliança da Esperança.


A Aliança é agora liderada pelo ex-primeiro ministro, Mahathir Mohamad e seu antigo adversário, Dato Seri Anwar Ibrahim. Tanto Mahathir quanto Anwar deixaram de lado suas diferenças e estão unidos para lutar contra Dato Seri Najib Tun Razak, atual primeiro ministro da Malásia, que está envolvido em acusações de corrupção pelo governo.

Esse escândalo de corrupção e a deterioração da liberdade religiosa para as minorias nos últimos anos tem causado muitas pessoas, de todas as classes sociais e de todas as origens religiosas (incluindo muçulmanos, cristãos, budistas, hindus etc.) a apoiarem a oposição, pedindo uma mudança de governo.

O contato local da Portas Abertas compartilha: “É difícil dizer qual é o impacto de uma mudança de governo, especialmente na liberdade religiosa. Mas o mais importante é orar para que a vontade de Deus seja feita na Malásia. Ore pelas pessoas certas para que ocupem posições de autoridade”.

Pedidos de Oração

Ore para que Deus escolha um líder que governará com justiça.


Clame pela Igreja Perseguida no país, que ocupa a 23ª posição na Lista Mundial da Perseguição 2018.


Peça que Deus coloque sua mão sobre os futuros governantes e sobre os cristãos, para que se desviem do mal e glorifiquem a Deus com suas ações.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

CRISTÃ INDIANA É ENCONTRADA MORTA EM VILAREJO

segunda-feira, maio 07, 2018

Ashani decide se casar com o namorado hinduísta e dois dias depois é encontrada morta


 por Luiz Fernandes 07de Maio 2018        

 Família de Ashani continua firme na fé mesmo após a morte da irmã e filha


Ashani cresceu em uma aldeia rural na Índia. Assim como outras adolescentes, ela queria amar e ser amada. Ela conheceu um homem hinduísta e implorou aos pais para casar-se com ele. Eles relutantemente concordaram, mas avisaram ao futuro genro que ela era cristã e ele deveria respeitar sua decisão. Dois dias depois, Ashani foi encontrada morta.


Em 11 de março de 2018, ela perguntou a seus pais se poderia se casar com ele. Depois de consultar o pastor, os pais finalmente concordaram. "Ashani queria se casar com ele pois ela já tinha 19 anos de idade e muitas meninas na Índia se casam mais jovens. Encontrar um marido cristão aqui é difícil. É por isso que os pais dela cederam ao desejo dela. Não podemos questionar agora, seria desrespeitoso”, diz um cristão local que estava em contato com a família.

Como os pais não queriam que ela se convertesse ao hinduísmo, quando o homem ligou para falar sobre o casamento, a família avisou que eles eram cristãos. Ele estava planejando passear com ela naquele dia, mas adiou o passeio. Na manhã do dia 12, por volta das 4h da manhã, a mãe de Ashani percebeu que a filha não estava em casa. No começo, ela apenas pensou que Ashani havia saído de casa cedo. Quando ela não voltou, a família procurou pelo vilarejo o dia todo, mas não conseguiram localizá-la. À noite, ela ainda não havia retornado. No dia 13, sua mãe telefonou para o noivo: "Ele estava bêbado e disse que ele não sairia com Ashani sem a permissão da mãe dela, mas ela ficou extremamente preocupada”.

Sede de justiça

O corpo da cristã foi encontrado pendurado em uma árvore. A mãe dela foi impedida de vê-la, ao invés disso, a polícia retirou o corpo dali e toda a comunidade disse que ela havia cometido suicídio e era louca. A polícia escreveu essa declaração, apesar das objeções do pai de Ashani. “Se ela foi sequestrada, violentada e morta, nos dê uma prova. Traga testemunhas para nós”, disse a polícia.

O pastor de Ashani disse que há testemunhas que ouviram a cristã gritar e fugir de um grupo de homens pela floresta, entre eles o noivo. “A família está muito assustada, eles têm mais quatro filhas e não estão seguros. Ninguém quer testemunhar e a polícia não está ajudando”, compartilhou um colaborador local da Portas Abertas.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

MAIS UM PASTOR É MORTO NA ÍNDIA

sábado, maio 05, 2018

O pastor Abraham Topno é encontrado morto após ser sequestrado por 25 homens mascarados


por Luiz Fernandes 5 de Maio de 2018        

 A perseguição aos cristãos indianos nunca foi tão grande (Foto representativa)


O corpo do pastor Abraham Topno foi encontrado ao lado de um reservatório no leste da Índia na manhã do dia 2 de maio, horas depois de ter sido sequestrado por cerca de 25 homens mascarados, os quais a polícia acredita serem maoístas, seguidores dos ensinamentos de Mao Tsé Tung.


Os moradores da aldeia de Kubasal, na área de Tamar, no estado de Jharkhand, avistaram o corpo deitado na margem do reservatório de Surangi e alertaram a polícia. Acredita-se que ele tenha sido assassinado na madrugada de 1º de maio. O pastor de 46 anos foi visto pela última vez por pessoas da comunidade. Eles disseram que Topno estava em um jipe com um taxista local chamado Ranga Singh Munda.

"Era tarde da noite, quando os extremistas entrarem em uma floresta. Eles puxaram o pastor e o taxista para fora de um carro, vendaram os olhos dele e amarraram suas mãos com uma corda. Então, o mataram”, disse o inspetor Gimal Kumar à Portas Abertas. Os homens mascarados disseram a Ranga Singh Munda para ir embora pois não tinham problemas com ele. "Nós só queremos o pastor", disseram, e pediram a Munda para fugir.

Pedidos de Oração

A perseguição cresce de forma alarmante na Índia. Ore pelos cristãos que perdem seus entes queridos, amigos e irmãos na fé.


Clame pela misericórdia e pela abundante graça de Deus naquele país. Para que sua bondade recaia sobre o povo e seu nome seja glorificado naquela nação.


Interceda pelos extremistas e perseguidores, para que se arrependam de seus maus caminhos, construam caminhos retos para o Senhor e recebam o perdão e a salvação em Jesus Cristo.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

PAÍSES QUE CAÍRAM DE POSIÇÃO NA LISTA MUNDIAL DA PERSEGUIÇÃO 2018

sexta-feira, maio 04, 2018

Saiba o que significa quando um país cai de posição na Lista Mundial da Perseguição


 por Luiz Fernandes 04 de maio 2018       

 Entenda a Lista Mundial da Perseguição e divulgue a causa da Igreja Perseguida


Muitos fatores influenciam a pontuação de um país na Lista Mundial da Perseguição. Nem sempre o motivo de um país ter caído na colocação da lista de um ano para o outro signifique que a perseguição aos cristãos diminuiu, apesar de que isso pode acontecer.


Em 2017, a Síria estava na 6ª posição na Lista Mundial da Perseguição. Em 2018, sua pontuação caiu de 86 para 76, e agora ela ocupa o 15º lugar. Porém, a diminuição de 10 pontos foi causada principalmente devido a menos relatos de violência no país, já que registrar incidentes é difícil no contexto da Síria.

No Quênia, que neste ano está na 32ª posição na Lista Mundial da Perseguição, deixando o 18º lugar de 2017, perdeu 6 pontos em relação ao ano passado. Isso graças ao refinamento no método de pesquisa. Além disso, o ano eleitoral, que acontecia no país durante as pesquisas para a lista de 2018, fez as pessoas formarem alianças de acordo, neutralizando a tensão religiosa.

Finalmente, Bangladesh caiu da 26ª posição para a 41ª. A queda na Lista Mundial da Perseguição, neste caso, deve-se em parte a um nível mais baixo de violência no país e em parte causado pelo governo que luta contra o extremismo islâmico, dando algum alívio aos cristãos.

Pedidos de Oração

Louve a Deus pelos países onde a perseguição realmente diminuiu e os cristãos puderam desfrutar de um momento de maior paz e descanso.


Ore por todos os países da Lista Mundial da Perseguição 2018 e pelos cristãos que enfrentam opressão por causa da fé em Jesus todos os dias.


Clame a Deus pelos seus servos e trabalhadores que ofereceram a vida para servi-lo apesar das dificuldades, principalmente em países onde esse serviço pode custar a vida.

Fonte:

DESAFIOS DA IGREJA PERSEGUIDA NA ÍNDIA

quinta-feira, maio 03, 2018

Saiba mais sobre o tema abordado pela Portas Abertas neste mês de maio


 por Luiz Fernandes 04 de MAIO DE 2018        

 Reena é uma cristã indiana que enfrentou a perseguição por causa da fé. Conheça essa e outras histórias ao longo deste mês


Nossas estimativas relatam que a igreja na Índia enfrenta a perseguição mais violenta de sua história. Dados levaram o país a subir 9 posições, tornando-se a 11º nação onde a igreja enfrenta maior perseguição por causa da fé, segundo a Lista Mundial da Perseguição 2018.


Nesta situação, os cristãos veem o medo e a incerteza aumentarem. O temor alcança cristãos como Vipur, Reena, Mohan e Khushal. Mas, ainda assim, eles são capazes de dizer que, mesmo dentro desse cenário, Deus está agindo. Assim, em face às perseguições, o evangelho se espalha, encorajando cristãos a arriscarem a vida para promover o Reino de Deus e fazer a igreja crescer.

A perseverança deles nos remete à segunda carta do Apóstolo Paulo para a igreja de Corinto, uma igreja perseguida. Ele a incentiva a persistir em meio às adversidades dizendo que: “De todos os lados somos pressionados, mas não desanimados; ficamos perplexos, mas não desesperados; somos perseguidos, mas não abandonados; abatidos, mas não destruídos” (2Co 4.8,9). Tudo isso por enxergar uma vida de plenitude e graça mesmo diante da dor e aflição, sabendo que os nossos sofrimentos leves e momentâneos produzem para nós uma glória eterna.

Neste mês, durante o Domingo da Igreja Perseguida (DIP), milhares de cristãos aqui no Brasil estarão orando pelos cristãos indianos. Convidamos você a conhecer mais dessa realidade por meio das histórias reais dos nossos irmãos na Revista Portas Abertas. Você também terá a oportunidade de investir em um projeto de treinamento bíblico. Conheça mais o projeto e como doar. Se você ainda não receba revista, não perca mais essa oportunidade de ficar mais próximo dos nossos irmãos que são perseguidos pela fé em Jesus. Saiba mais.


Fonte:https://www.portasabertas.org.br

CRISTÃ PAQUISTANESA É MORTA INCENDIADA

terça-feira, maio 01, 2018

O namorado da cristã era muçulmano e tentava convencê-la a deixar a fé e casar-se com ele


 Luiz Fernandes 1 DE MAIO DE 2018        

 O namorado muçulmano queria forçar a cristã a abandonar a fé (Foto representativa)


Uma mulher cristã do nordeste do Paquistão morreu depois de ter sido incendiada por um muçulmano. Segundo o acusado, o caso foi um acidente que se seguiu após uma discussão sobre um possível casamento entre os dois.


Asma Yaqoob, de 24 anos, morreu em um hospital de Lahore em 22 de abril deste ano depois de ter 80% do corpo queimado na casa de seu chefe, Saeed-uz-Zamaan, às 23h do dia 17 de abril. A cristã, que era analfabeta, trabalhava como empregada doméstica em uma casa a poucas ruas de sua casa na vila de Bogra, conforme disse seu pai, Yaqoob Masih, à Portas Abertas.

De acordo com o relatório arquivado na delegacia por Masih: “Alguém bateu no portão da casa e Asma foi atender. Um pouco mais tarde, ouviram ela gritando e todos correram para fora e a viram em chamas”. Masih disse à Portas Abertas que não sabia nada sobre o homem acusado do ataque - Muhammad Rizwan Gujar - antes do incidente. “Quando a polícia estava tomando a declaração de Asma, fiquei sabendo que Gujur a estava pressionando a se converter ao islamismo e se casar com ele", disse o pai da cristã.

Gujur foi acusado de acordo com a Seção 336 do Código Penal do Paquistão, que trata de danos corporais graves, e está sendo julgado em um tribunal antiterrorismo. O investigador Shahid Mehmood confirmou que Gujur já foi preso e explicou o que aconteceu: “Gujur morava na mesma região de Alma. Ele comprou gasolina de um posto nas proximidades antes de vê-la naquela noite. Eles estavam em um relacionamento e estavam tendo problemas sobre a questão do casamento”.

Pedidos de Oração

Ore pelo pai e pelos familiares de Alma, que perderam uma pessoa amada de uma forma triste e repentina.


Clame pela nação paquistanesa, que está na 5ª posição da Lista Mundial da Perseguição 2018.


Interceda pelo fortalecimento e perseverança na fé dos cristãos perseguidos e dos líderes da Igreja Perseguida no Paquistão, para que sejam luz e demonstrem o amor de Deus no país.


Fonte:https://www.portasabertas.org.br

Total de visualizações de página

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *