42 meninas sequestradas pelo Boko Haram se formam

segunda-feira, julho 31, 2017

Elas escaparam logo após o sequestro e hoje estão graduadas

Segundo a África News, 42 das primeiras 56 meninas do Chibokque escaparam do cativeiro do Boko Haram, na Nigéria, se formaram nesta terça-feira, 25. Elas receberam auxílio do governo do Estado de Borno e de uma organização humanitária sem fins lucrativos para frequentar duas escolas privadas: aAcademia Cristã Internacional Betel para estudantes cristãos e a Escola Secundária de Ciências Ulul-Albab para estudantes muçulmanos nos Estados de Katsina e Plateau.

O governador Kashim Shettima participou da cerimônia de graduação. As meninas foram sequestradas em 14 de abril de 2014 pelo grupo militante Boko Haram na Escola Secundária em Chibok durante um exame final. Ao que tudo indica, elas escaparam durante ou logo após o sequestro.

O Comitê de Direitos Humanos das Nações Unidas pediu na segunda-feira, 24, ao governo nigeriano que intensifique os esforços e resgate todas as mulheres e meninas sequestradaspelo Boko Haram, Além disso, garanta que elas retornem à escola. O governo lamentou o fato de não ter tido mais libertações. As negociações entre ele e o Boko Haram ainda estão em andamento dois meses depois que 82 das meninas foram libertadas.

Pedidos de Oração

Louve a Deus por essa conquista das 42 meninas que enfrentaram a experiência de um sequestro.

Continue orando pela graça do Senhor para as meninas libertadas e suas famílias.

Peça por um avanço nas negociações por aquelas que ainda estão em cativeiro e pela contínua provisão e encorajamento do Senhor, onde quer que elas estejam.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

Quatro meninas do Chibok ingressam na Universidade

quinta-feira, julho 27, 2017

Um casal nigeriano que mantém uma instituição de ensino estendeu a mão para as meninas que foram sequestradas e as encaminham de volta aos estudos

Há milhares de quilômetros da Escola Secundária do Governo em Chibok, em Borno, na Nigéria, está a Universidade, nos Estados Unidos, onde quatro meninas que foram sequestradas no dia 14 de abril de 2014 iniciarão suas aulas. Muitas das que já foram resgatadas, porém, ainda continuam em tratamento pós-trauma.

Um casal nigeriano já ajudou dez delas voltar a ter uma vida melhor, estudando nos EUA. Paul e Rebecca viajaram para Washington, recentemente, para participar da cerimônia de graduação do Ensino Médio de duas garotas. Debrah e Grace estavam entre 276 estudantes que foram sequestradas naquela noite pelo grupo extremista islâmico Boko Haram. O casal é cofundador de uma instituição de ensino conhecida como EMCI (sigla em inglês), que visa ajudar as crianças que vivem nas regiões afetadas pelo movimento jihadista, a prosseguir em seus estudos.

"Foi uma atitude de fé da nossa parte trazer algumas das meninas para dentro da nossa casa, durante quase 6 meses e, finalmente, conseguimos levá-las para os EUA", disse Rebecca. "É uma grande conquista, pois a educação delas estava comprometida. Somos gratos a Deus pela sua fidelidade", acrescenta Paul. O casal considera muito pobre a educação fornecida no norte da Nigéria. "As crianças mal podem ler ou escrever. Eu e meu marido tivemos uma boa educação e então pensamos que poderíamos fazer algo para as crianças daqui", observa Rebecca.

Até agora, mais de 2 mil crianças já frequentaram as escolas EMCI e, segundo o casal, 85% passou nos exames de inglês e matemática. O casal enfrenta vários desafios, incluindo a falta de verba. "Oramos pelas autoridades e incentivamos para que encaminhem as garotas de volta à escola. Pedimos também para que continuem lutando pelas meninas que ainda não retornaram aos seus lares", conclui Paul. Ore pela Igreja Perseguida na Nigéria.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

Batalhando pelas almas em Mianmar

quarta-feira, julho 26, 2017

26 jul 2017MIANMAR

Ex-soldado teve a vida poupada na guerra e, agora, como um dos líderes da igreja no país, se dedica a lutar pelas almas

Dentro do contexto budista, sabe-se que os seguidores da religião têm bastante afinidade com os “espíritos” e a batalha dos cristãos para pregar o evangelho aos birmaneses devotos é realmente intensa. Dano é um ex-soldado que teve a vida poupada durante a guerra e se dedicou a servir Jesus em Mianmar. Em seus 60 anos de idade, ele é um dos líderes da igreja no país. Como militar, ele teve experiência de lutar contra os rebeldes, mas agora, como soldado de Cristo, ele tem lutado pelas almas.

Recentemente, a equipe da Portas Abertas o visitou e tive uma longa conversa, ocasião em que Dano disse precisar de orações. Junto de sua família (esposa, dois filhos e três filhas), o líder se mostrou surpreso por ver que a equipe era composta por jovens. “Quando eu tinha a idade de vocês, eu estava lutando pelo Exército birmanês, contra os chineses”, disse ele. No campo de batalha, o líder lembrou que esteve em muitos combates, tiroteios e que perdeu muitos companheiros.

“Quero compartilhar sobre a minha primeira experiência na guerra. Eu estava na linha de frente e havia soldados experientes em minha frente e atrás de mim. Os inimigos nos emboscaram explodindo minas terrestres. Cento e vinte soldados novatos morreram e os dois experientes também, e eu vi tudo. Fui um sobrevivente e sabia que estava vivo por causa da proteção de Deus”, testemunhou. “Deus preservou minha vida para um propósito, pois a Bíblia diz que ele protege os escolhidos. Eu creio que ele me poupou para servir o seu povo”, reconhece.

Atualmente, Dano é líder na igreja em Mianmar e descreve sua luta para resgatar vidas entre os budistas como uma verdadeira guerra espiritual. Mianmar é a 28ª nação na atual Lista Mundial da Perseguição, onde menos de 10% da população é cristã. A pressão sobre aqueles que se decidem pelo cristianismo aumentou consideravelmente no último ano e os desafios enfrentados também. Ore pelos nossos irmãos birmaneses.

Fonte: https://www.portasabertas.org.br

O extremismo religioso no Sri Lanka é preocupante

terça-feira, julho 25, 2017

25 jul 2017SRI LANKA

A violência contra as minorias religiosas é premeditada por grupos extremistas budistas

Um monge budista radical membro do grupo Bodu Bala Sena foi libertado sob fiança, informou o jornal cingalês Colombo Telegraph em 21 de junho. Ele foi acusado de fomentar a hostilidade racial e o discurso de ódio contra a comunidade muçulmana. Em um relatório não oficial do país, em 22 de junho deste ano, o Ministro da Justiça declarou que apenas católicos romanos são considerados cristãos, excluindo as denominações protestantes. Assim, ele conclui que não houve ataques contra cristãos.

Um analista de perseguição da Portas Abertas comenta: "A decisão de libertar o monge radical não é uma surpresa. A visão geral na sociedade é que os budistas se sentem ameaçados pela presença de outras religiões no país. Esta mentalidade religiosa nacionalista ficou evidente nas observações feitas pelo Ministro da Justiça contra um advogado que destacava o número de ataques contra os cristãos no país. A atitude dele mostra, pelo menos, uma tendência institucional contra a minoria cristã”. 

Segundo Jehan Perera, diretor executivo do Conselho Nacional da Paz da capital Colombo, os últimos ataques não foram realizados por toda a comunidade. Eles foram deliberadamente planejados e executados por grupos organizados, e por isso, a situação é perigosa. “O governo precisa exercer seu poder de implementar a lei e a ordem. A menos que a violência seja cortada pela raiz, será difícil para a polícia controlar a ação dos extremistas contra as minorias religiosas depois que ela se instalar”, diz Perera.

Pedidos de Oração
· Peça a Deus que proteja seus filhos no Sri Lanka e sustente sua igreja no país.
· Interceda pelos governantes, para que lutem pela paz e igualdade a todos os cidadãos.
· Ore por aqueles que não conhecem o evangelho, que sejam alcançados pelo amor de Cristo.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

Levando a boa semente

segunda-feira, julho 24, 2017

Elia* se empenhou em pregar o evangelho aos hindus que moram nas montanhas da Indonésia e tem colhido bons frutos

Quando começou o trabalho de “semear o evangelho” nas montanhas da Indonésia, Elia não tinha ideia da dimensão do seu ministério. Em seu trabalho de evangelizar os hindus, ele já enfrentou muitos desafios. O cristão conta que tentaram até usar “magia negra” para tentar impedir seu progresso na região.

O líder comenta que é seu sonho ver os hindus se convertendo a Cristo: “Eles realmente parecem cansados e sobrecarregados após tantos rituais aos seus deuses, em busca de salvação”. Interceda para que o sonho de Elia seja realizado na Indonésia e que ele tenha estratégias para seguir em frente, já que o governo sempre o convoca para fiscalizar suas atividades evangelísticas, que são proibidas por lei no país.

Ore para que Deus o proteja e o guarde durante suas viagens entre montanhas e colinas, para pregar o evangelho aos aldeões e aconselhar os novos convertidos. Que muitos hindus ainda sejam tocados pelo Espírito Santo por meio de seu ministério. Peça também que Deus levante mais líderes como Elia, que dedicou sua vida para o Reino de Deus, sem medir esforços. Interceda pela Igreja Perseguida na Indonésia, o 46º país na atual Lista Mundial da Perseguição.

*Nome alterado por motivos de segurança.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

Reunião com Toda Igreja

domingo, julho 23, 2017

Na tarde do dia 22 (Sábado), ocorreu uma reunião para toda a igreja, que teve a participação da Dra. Carla Dikson e o cantor Marcos Jr., ambos da cidade de Natal/RN.

Como vivem os cristãos em Bangladesh

sábado, julho 22, 2017

igreja enfrenta uma perseguição maior em comparação ao ano passado, além disso, um ciclone atingiu uma região do país e muitos estão desabrigados

A igreja em Bangladesh, 26º país na atual Lista Mundial da Perseguição, enfrenta a ação de grupos extremistas islâmicos e teve um grande aumento na violência contra os cristãos, do ano passado para cá. A nação estava em 35º lugar na Lista, em 2016. Sendo assim, é muito maior a pressão sobre a vida dos nossos irmãos bengaleses, em todas as áreas, principalmente para aqueles que vivem em regiões rurais, que são monitorados pelas autoridades.

O cristianismo não é novo por lá, chegou no final do século XVI, através de missionários portugueses. Em média, 88% da população professa a fé islâmica, 10% é hindu e 2% se divide entre budistas e cristãos. A Portas Abertas tem lutado para suprir as necessidades da igreja no país, que carece de Bíblias e livros evangelísticos, e oferece também treinamento para líderes, mulheres e jovens, além de orientar quanto aos direitos das minorias religiosas.

Os novos convertidos vindos de outras religiões (islã, budismo, hinduísmo) são considerados traidores e apóstatas, por isso são mais visados durante ataques de grupos radicais. Quando se decidem por Cristo, eles são rejeitados e discriminados em todos os ambientes, seja em casa, no trabalho, em escolas ou faculdades. Outra questão enfrentada pela igreja é a influência islâmica em livros escolares, que faz parte da ação de um grupo ativista no país.

Recentemente, um ciclone atingiu uma região do país, deixando milhares de pessoas desabrigadas. Há muitas famílias cristãs vivendo agora em lonas de plástico e abrigos temporários. As inundações ocorridas neste mês também complicaram mais a situação e as chuvas fortes atingiram dez distritos. Mais de 200 mil pessoas estão ilhadas, com falta de água potável, saneamento básico, alimento e abrigo. Muitos cristãos estão presos em suas casas, necessitando de ajuda e, principalmente, das nossas orações. Interceda pela Igreja Perseguida em Bangladesh.

Fonte:
https://www.portasabertas.org.br

Cristãos perseguidos são visitados e amparados

sexta-feira, julho 21, 2017

Solidariedade e oportunidade de pregar o evangelho: a ajuda emergencial chega até os cristãos e é compartilhada com seus parentes muçulmanos

Khalil* é um dos colaboradores da Portas Abertas e, recentemente, visitou a equipe que atua em Marawi, maior cidade na ilha de Mindanao, nas Filipinas, e também o centro dos conflitos entre o governo e o grupo Maute (formado por jihadistas que juraram lealdade ao Estado Islâmico). Junto de outro colaborador, Khalil também visitou os cristãos deslocados. “Marawi ainda está fechada e os militares não permitem que civis entrem na cidade. Quem realmente precisa entrar, deve recorrer aos procedimentos rigorosos impostos pelas forças armadas e pela Polícia Nacional das Filipinas”, explicou.

“A ajuda emergencial foi enviada através de um líder cristão, mas sabemos que vai durar de 3 a 5 dias. Além dos alimentos e outros itens, também enviamos ajuda financeira”, disse o colaborador. Ele conta que as mercadorias não são exclusivas para cristãos. “Certamente, os alimentos são compartilhados com os parentes muçulmanos. Isso é muito bom, porque impede que esses cristãos sejam perseguidos e também abre oportunidade de o evangelho ser pregado a muito mais pessoas”, disse.

Sabe-se que falar de Jesus Cristo no contexto muçulmano é algo perigoso. Khalil conta que, alguns dias atrás, Bíblias foram encontradas entre os pacotes de ajuda, causando tumulto entre a comunidade islâmica e os advogados que lutam pela paz na região. “As Bíblias estavam entre os produtos de higiene (shampoo, sabonete e creme dental) e em suas capas estava escrito ‘Su Sindaw’ ou ‘A Luz’. Todo este material foi distribuído a 300 famílias por uma ONG cristã”, disse o colaborador e explicou que esse tipo de ação ofende alguns muçulmanos mais radicais que chegam a queimar as Bíblias.

O cristianismo não é bem vindo em nenhuma região onde o Estado Islâmico atua, onde a igreja é pressionada e os cristãos hostilizados. Embora o país não esteja na Lista Mundial da Perseguição, a região sul já experimentou a perseguição religiosa. Recentemente, jihadistas sequestraram mulheres e líderes cristãos por lá. Ore pela Igreja Perseguida nas Filipinas e interceda pelos nossos irmãos na fé.

*Nome alterado por motivos de segurança.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

Programe-se para a próxima “Tarde de Oração”

sexta-feira, julho 21, 2017

Ore conosco e conheça mais sobre a Igreja Perseguida

O próximo encontro do Mulheres do Caminho (MDC) acontecerá no dia 8 de agosto e já convidamos você para participar de mais esta “Tarde de Oração” pela Igreja Perseguida. O evento acontece a cada dois meses, na sede da Portas Abertas, e reúne aqueles que estão envolvidos com os nossos irmãos na fé, através da intercessão. Você também pode se envolver nessa causa.

A Bíblia diz que “aquele que sonda os corações conhece a intenção do Espírito, porque o Espírito intercede pelos santos de acordo com a vontade de Deus.” (Romanos 8.27). Se você tem o desejo de se unir aos cristãos perseguidos, faça parte desse ministério que existe em várias nações. No Brasil, o MDC já completou 8 anos e está sempre promovendo encontros e reuniões de oração pelo país.

Participar de uma das Tardes de Oração pode ser algo surpreendente na sua vida. Você vai saber mais sobre a Igreja Perseguida e poderá ouvir testemunhos. Embora o MDC seja composto por um grande grupo feminino, você pode convidar seus amigos, homens e mulheres, para esse momento especial. Anote aí na agenda:

Tarde de Oração
Data: 8 de agosto
Horário: 14h30
Local: Av. Barão do Rêgo Barros, 664
Vila Congonhas - São Paulo/SP

Fonte: https://www.portasabertas.org.br

Ore pela distribuição de materiais cristãos na Ásia Centra

quinta-feira, julho 20, 2017

Muitas famílias são alcançadas através do ministério de literatura da Portas Abertas

O ministério de literatura é essencial para a Igreja Perseguida no mundo. Especificamente, na Ásia Central, este trabalho é feito da seguinte forma: os livros cristãos são publicados em sete línguas diferentes faladas na região. Anualmente, são lançados 60 novos títulos, em média. O tempo investido para a tradução e adaptação é de aproximadamente 8 meses. Grande parte da distribuição é feita de forma não-oficial, devido à rigorosa legislação de alguns países. Ore pelos colaboradores que se empenham em realizar essa missão tão importante.

Os desafios enfrentados por todos os envolvidos são grandes e há muitos obstáculos que precisam ser superados e que envolvem sérios riscos, como multas de alto valor, perda de propriedade e até prisão. Da mesma forma que é arriscado distribuir livros e Bíblias, é também arriscado manter alguns exemplares em casa. Se as autoridades policiais descobrirem, os cristãos asiáticos podem ser presos, além de serem excluídos de suas famílias e comunidades. Interceda por eles para que se mantenham seguros e protegidos.

Vídeos também são feitos por cristãos árabes com o objetivo de pregar o evangelho ao povo muçulmano. Há também um projeto de gravação virtual da Bíblia. Até agora, 19 livros foram concluídos. Ore para que no próximo ano a Bíblia completa seja distribuída através desse tipo de mídia. Pessoas com deficiências físicas, tais como surdos, mudos ou aqueles que possuem algum tipo de paralisia, também são alcançadas através desse ministério. Peça por eles, para que entendam a palavra e que tenham suas vidas transformadas. A Igreja Perseguida na Ásia Central precisa se manter viva.

Fonte:https://www.portasabertas.org.br

Inundações fazem piorar a situação dos cristãos

quarta-feira, julho 19, 2017

Depois do ciclone ocorrido no final de maio, que deixou milhares de pessoas desabrigadas, bengaleses ainda enfrentam as fortes chuvas

A situação de inundação em Bangladesh piorou depois das fortes chuvas das últimas semanas. Muitos rios transbordaram, e agora dez distritos estão inundados: Sylhet, Sirajganj, Jamalpur, Nilphamari, Kurigram, Gaibandha, Pabna, Bogra, Lalmonirhat e Cox's-Bazar. Todos os aldeões dessas áreas foram afetados. De acordo com os relatórios, mais de 200 mil pessoas estão ilhadas e enfrentam problemas com falta de água potável, saneamento básico, alimento e abrigo.

Jagodish Ray, um dos líderes cristãos da igreja em Bangladesh, disse que muitos irmãos necessitam de ajuda nesse momento. “Nossos irmãos estão presos em suas casas e não podem ir para lugar algum. Precisamos, urgentemente, nos unir e estender a mão para eles durante essa fase difícil”, disse. Por enquanto, as igrejas locais e algumas organizações humanitárias estão fornecendo o socorro necessário para salvar muitas vidas.

Para que os nossos irmãos permaneçam firmes na fé e suportem essas dificuldades extras, eles precisam das nossas orações. A igreja em Bangladesh, país que ocupa a 26ª posição na atual Lista Mundial da Perseguição, já enfrenta muitos desafios, como a violência de grupos radicais islâmicos, o forte conservadorismo religioso da sociedade e os conflitos ocorridos entre os próprios jihadistas. Embora os cristãos sejam tratados como “cidadãos de segunda classe” nessa nação, oramos para que eles se sintam plenamente acolhidos como “cidadãos do céu”. Interceda por eles.

“A nossa cidadania, porém, está nos céus, de onde esperamos ansiosamente um Salvador, o Senhor Jesus Cristo.” (Filipenses 3.20)

Fonte: https://www.portasabertas.org.br

Festival da Amizade - Encontro de Bandas

segunda-feira, julho 17, 2017


Igreja Evangélica Assembleia de Deus, junto com a UMADUP (União da Mocidade da Assembleia de Deus em Upanema) fez nesse sábado dia 15 de julho de 2017 um grande evento em prol do congresso de mocidade que acontecerá em novembro, e neste evento tivemos a participação de Bandas locais, vários tipos de comidas, sobremesas, foi um evento maravilhoso para os irmãos e amigos que ali estavam.

As pequenas igrejas nas montanhas da Indonésia

segunda-feira, julho 17, 2017

Elia* começou a pregar o evangelho de porta em porta, aproveitando todas as oportunidades que tinha; hoje, seu ministério cresceu e tem dado muitos frutos

Quando começou o trabalho de “semear o evangelho” nas montanhas da Indonésia, Elia não pensava que tantos hindus se converteriam aos caminhos de Jesus. Ele começou a falar de Cristo nas oportunidades que tinha, enquanto vendia sabão de casa em casa, até que uma pequena igreja doméstica se formou. Hoje, existem cerca de 20 igrejas estabelecidas nas aldeias das montanhas e cada uma delas é composta por cerca de 10 a 50 membros. Em cada igreja, um líder leigo dirige os trabalhos.

Elia explica que não olha para a base educacional dos líderes que discipula, mas para a capacidade deles de pregar a palavra de Deus. Um deles se chama Putra*, de 51 anos. Ele não completou o Ensino Médio, mas prega o evangelho com dedicação enquanto vende sorvete nas ruas. “Ele tem muitas habilidades interpessoais e desenvolve bons relacionamentos com os moradores”, justifica Elia. “Quando as pessoas perguntam sobre minha fé atual, eu aproveito a oportunidade para compartilhar sobre Jesus Cristo”, disse Putra.

Mas nem todos os cristãos têm o próprio negócio para se sustentar. Há muitos que são excluídos da comunidade e que enfrentam grande dor. Muitos que não suportam a perseguição acabam desistindo da fé cristã e retornam ao hinduísmo. “Temos que ser fortes para seguir Jesus, pois ele mesmo nos sustenta. Ele alimentou milhares de pessoas que o seguiam e pode fazer o mesmo em nossos dias. Por isso, não podemos só pregar o evangelho e deixar os famintos”, disse Elia, que iniciou alguns projetos sociais onde novos convertidos podem encontrar opções de trabalho.

O líder de 70 anos fornece água aos agricultores e ensina as habilidades para criar gado, plantar bambu e alguns tipos de árvore para vender madeira. Tudo isso tem ajudado muito os novos convertidos que foram banidos da sociedade. Elia finaliza dizendo que Deus tem sido fiel a ele ao longo dos anos. “Quando eu estudei teologia, fui ensinado a depender inteiramente de Deus e ele, incrivelmente, sempre enviou dinheiro necessário para todos os nossos projetos por meio de pessoas desconhecidas”, disse com gratidão.

*Nomes alterados por motivos de segurança.

Fonte: https://www.portasabertas.org.br

O que realmente podemos fazer pelos cristãos perseguidos?

sábado, julho 15, 2017

Há várias maneiras de estender a mão aos nossos irmãos na fé, mas, certamente, a mais eficaz continua sendo a “oração”

Notícias sobre a Igreja Perseguida chegam diariamente e, com elas, um pedido constante por parte daqueles que são hostilizados por causa da fé em Cristo: orem! É tudo o que nos pedem: orações. A igreja no mundo enfrenta grandes desafios e passa por perigos que, muitas vezes, nem podemos imaginar. Nossa família em Cristo nos inspira a viver o verdadeiro evangelho. Acompanhe agora alguns depoimentos de cristãos perseguidos e líderes que lutam para manter a igreja viva em diversos países:

“Orem conosco, pois é isso o que nos dá força. Orem pela paz em nosso país e orem com muita fé, pois temos esperança de que tudo vai melhorar”, disse Sarah, uma cristã perseguida na Síria.

“Orem por nós, irmãos. Estamos pedindo a Deus para que nossos corações sejam capazes de perdoá-los e amá-los, apesar de tudo o que fizeram. Eles tiraram de nós muitas vidas valiosas, de amigos e parentes, tiraram nossas casas, igrejas e comércios, mas eles não podem tirar de nós a fé em Jesus Cristo. Estamos buscando a face de Deus para recomeçar nossas vidas. Que Deus nos ajude a perdoar os muçulmanos”, disse Naga (pseudônimo), um dos líderes da igreja na Nigéria, onde o Boko Haram atua com violência.

“Agora nossa oração é para que as pessoas não sejam capturadas por eles durante os ataques, como já vimos acontecer anteriormente. Oramos pela segurança de todos os estudantes e que eles possam voltar para suas casas. A situação alarmou também os moradores de Mpeketoni. O Al-Shabaab está tentando estabelecer um estado islâmico na Somália e nas imediações. Espero que as forças de segurança nessa área possam controlar a situação. Precisamos de orações, urgente, por favor, intercedam por nós”, pediu um cristão perseguido no Quênia, semana passada, enquanto sua aldeia estava sendo atacada.

Nas palavras do Irmão André, todos são convidados a orar mais e a se envolver com a Igreja Perseguida:

“Este é o tempo de conclamarmos todos a terem coragem. As portas ainda estão largamente abertas e nós ainda podemos ir, se nós tivermos um chamado de Deus e não tivermos nenhum medo de morrer. Sim, as portas ainda estão abertas. E são as suas orações e apoio que permitem nossas equipes transitarem por essas portas e se levantarem em apoio aos nossos irmãos e irmãs perseguidos!” (Irmão André)

Fonte: https://www.portasabertas.org.br

Ore pelo trabalho entre os tibetanos

sexta-feira, julho 14, 2017

Deus tem fortalecido um cristão dedicado, que evangeliza os tibetanos, nas áreas mais remotas da China

John* é um cristão dedicado e que trabalha entre os tibetanos, já há 12 anos, nas áreas mais remotas da China. Muitos se converteram a Cristo como resultado de seu ministério. A China é a nação que ocupa o 39º lugar na atual Lista Mundial da Perseguição, onde a igreja tem lutado para permanecer firme, apesar dos enormes desafios encontrados por lá.

Recentemente, John encontrou outro missionário chinês, conhecido como Han*, que se mostrou disposto a servir a Deus ao lado dele. Esta foi uma resposta às orações de John, que se sentia solitário e isolado. Na região onde ele atua, é muito difícil encontrar parceiros. “O fardo é pesado e é muito complicado fazer visitas às famílias que vivem nas montanhas. As viagens são longas e desafiadoras, e minha saúde não anda muito boa”, disse o cristão que já está com idade avançada.

“Muitas vezes, depois das visitas, eu tenho dores de cabeça que duram a semana inteira”, ele conta. Ore pela saúde de John e de sua esposa, e peça a Deus que fortaleça o casal enquanto trabalham na obra do Senhor. Interceda por esse ministério entre os tibetanos e agradeça a Deus por providenciar um parceiro de trabalho para o nosso irmão. Continue orando pela Igreja Perseguida na China.

*Nomes alterados por motivos de segurança.

Fonte: https://www.portasabertas.org.br

Policiais interrompem acampamento cristão

quinta-feira, julho 13, 2017

A polícia tadjique descobriu um acampamento cristão e o considerou ilegal, de acordo com as leis do país; organizadores podem ser multados

Tajiquistão é o 35º país na atual Lista Mundial da Perseguição. A situação dos nossos irmãos que vivem por lá não tem sido fácil. Líderes cristãos têm sido presos e acusados de “extremismo religioso” e, durante as audiências, argumentos falsos estão sendo usados contra eles para incriminá-los. Ore por justiça e para que Deus capacite os advogados de defesa para livrá-los da prisão.

Alguns dias atrás, a polícia tadjique descobriu um “acampamento cristão” e o considerou ilegal perante as leis do país, fazendo assim uma busca por lá. Os policiais descobriram que uma menina possuía uma Bíblia infantil ilustrada. Houve alguns procedimentos administrativos por parte das autoridades e, possivelmente, os cristãos que estavam atuando nesse acampamento podem ser multados.

As crianças que participavam do acampamento perderam a oportunidade de aprender mais sobre a Bíblia e de participar de um período agradável com os colegas. Ore por elas e por todos os acampamentos que são realizados durante essa época do ano. Peça a Deus proteção às crianças e também aos instrutores que se empenham nesses trabalhos.

Fonte: https://www.portasabertas.org.br

O que o mundo inteiro precisa saber

quinta-feira, julho 13, 2017

Meriam Ibrahim diz que há questões que não podem ser escondidas e que há discriminação contra os cristãos no Sudão


Na última parte da entrevista cedida por Meriam Ibrahim, no Parlamento Europeu, a cristã sudanesa deixa algumas declarações para a comunidade internacional.

“As pessoas do mundo inteiro precisam estar cientes disso, não só os cidadãos comuns, mas os diplomatas. As leis existem para ser seguidas, mesmo no Sudão, mas há questões que não podem ser escondidas e não podemos encobrir o que acontece por lá. Eles dizem que respeitam a liberdade de religião, mas não podem afirmar isto ao mesmo tempo em que prendem alguém por escrever um artigo contra o governo ou quando recriminam uma mulher por não estar vestindo um lenço na cabeça, entre muitas outras coisas”. 

Meriam conta que o governo não quer mais igrejas no país.

“O governo sudanês também proibiu a construção de novas igrejas, alegando que desde a independência do Sudão do Sul, o número de cristãos, na região norte, diminuiu. Mas há milhares de cristãos vivendo no Sudão e também há muitos deles nas montanhas de Nuba”. 

“Mesmo nas escolas cristãs, é possível ouvir as crianças recitando o Alcorão, porque há estudantes muçulmanos. Mesmo sendo um cristão, é necessário estudar o islã para poder passar nos exames e ir para a próxima série”.

A cristã foi questionada sobre as regras que todas as escolas devem seguir. “Você acha que isto é discriminação contra os cristãos?”

“Sim, é discriminação. É a imposição do sistema sobre as escolas. Os muçulmanos estudam sobre o islã e decoram o Alcorão. E os cristãos, também devem estudar sobre o islã”.

Ou seja, segundo a cristã, o fato de ser obrigatório a todos (muçulmanos e cristãos) estudar o islã, acaba induzindo as crianças à religião.

“Tudo isto faz parte do sistema. Eu tenho certeza de que, se os estudantes encontrarem algo de bom durante esse período, todos os cristãos podem se tornar muçulmanos”. 

Ore pela igreja no Sudão e pelos cristãos perseguidos.

Fonte: https://www.portasabertas.org.br

Continue orando por Bakhrom Kholmatov

terça-feira, julho 11, 2017

O líder cristão foi preso no dia 10 de abril, após um interrogatório com a KGB, e no último dia 6, foi condenado a 3 anos de prisão

 

Recentemente, recebemos um novo pedido de oração pelo líder da igreja no Tajiquistão, que fica na cidade de Khujand. Bakhrom Kholmatov foi convocado para um interrogatório na KGB (a sigla ainda é usada para se referir à polícia secreta da região que pertenceu à antiga União Soviética), no dia 10 de abril, onde está detido até agora. No último dia 3, aconteceu a primeira audiência no tribunal. Kholmatov enfrenta acusações de “extremismo religioso” conforme os termos do artigo 189, parte 1 do Código Penal do Tajiquistão.

 

No dia 4, houve a sequência da audiência com a presença de testemunhas. Entre elas, 4 eram falsas e mentiram sobre o caso. Uma das testemunhas disse que as músicas altas dos cristãos interrompem seu descanso e por isso pediu ao tribunal para remover a igreja do local. A outra disse que o líder, na ocasião em que prestava ajuda humanitária, em janeiro deste ano, se negou a ajudar as pessoas que não aceitaram a fé em Cristo.

 

A terceira testemunha chegou a dizer que Kholmatov o expulsou da igreja e o amaldiçoou por ser um muçulmano e por se recusar a seguir Jesus. A última testemunha (que indica ser um funcionário da KGB, conforme os relatórios), disse na corte que o líder e sua igreja estão distribuindo literatura proibida, chegando a citar os nomes de alguns livros cristãos que foram proibidos no Tajiquistão.

 

Após os depoimentos das testemunhas, o tribunal pediu ao Ministério Público e ao advogado que fossem ao debate. Mas o advogado pediu ao juiz para adiar o julgamento por dois dias para ter tempo de se preparar melhor. Houve uma nova audiência no último dia 6, quando Kholmatov foi condenado a 3 anos de prisão pela falsa acusação de “extremismo religioso”.

 

Pedidos de oração

Ore por Bakhrom Kholmatov, pela sua família e todos os membros da igreja que ele lidera, para que sejam firmes na fé, apesar da atual situação.Ore pelos juízes e advogados envolvidos no caso e pela atuação poderosa do Espírito Santo em favor da igreja no Tajiquistão.Em breve, o advogado de defesa fará um apelo ao juiz. Ore por uma nova corte e pela libertação do nosso irmão.

Fonte: https://www.portasabertas.org.br

1° Aniversário do Conjunto Adoradoras por Excelência - AD Congregação Porta da Esperança

sexta-feira, julho 07, 2017


No, dia 06 deste mês de julho, quinta feira, aconteceu o 1º Aniversário do Conjunto das Senhoras da AD Congregação Porta da Esperança, onde Deus marcou sua maravilhosa presença na vida daqueles irmãos que ali estavam, louvando e adorando seu nome.
Tivemos a participação de louvores locais e da Preletora Izabel Santos de Mossoró RN, que trouxe uma grandiosa palavra diretamente do céu para os ouvinte que estavam a esculta-la, Deus a usou grandemente em profecias para os irmão, e uma vida se rendeu aos pés do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, que Deus continue abençoando a irmã Izabel.

1º Dia da EBF 2017 - (Escola Bíblica de Férias) - Tema: Vem Cá... Esculta o que Jesus quer ensinar

quarta-feira, julho 05, 2017


Após uma maravilhosa oração em prol do DEPIN (Departamento Infantil, da Assembléia de Deus de Upanema RN, e do evento a ser realizado pelo mesmo, que é a EBF (Escola Bíblica de Férias), no dia 01 de Julho, Deus se fez presente neste evento, que começou hoje, 05 de Julho.
E já na abertura tivemos a participação de muitas crianças, desde a caminhada com a Banda Marcial Antonio Adelino dos Santos, até a Escola Maria Gorete.
Pudemos ser prestigiados com uma curta palavra pelo nosso Pr. Antonio Adelino e oração de abertura por nossa irmã Evânia, após isso, todas as crianças foram para suas respectivas salas aprender mais sobre Jesus. 

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *